BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

NÓS VIMOS NAS RUAS O BRASIL SER DESTRUÍDO


Prezados leitores, quem acompanha a nossa luta por cidadania desde o blog original (2007) sabe que começamos a ir para as ruas desde janeiro de 2008, quando estávamos no serviço ativo e exercíamos a função de Corregedor Interno da Polícia Militar, 
Na época a luta era por melhores salários e por adequadas condições de trabalho para os Policiais Militares e os Bombeiros Militares.
Lembramos que fomos os pioneiros na luta pela PEC 300 no Rio de Janeiro, isso em 2008, realizando um ato na orla da Zona Sul.
O tempo foi passando e os nossos companheiros de luta foram ficando pelo caminho e nós fomos diversificando as nossas participações ao longo desses oito anos.
Lutamos em várias frentes, entre elas podemos citar: a participação nos atos do funcionalismo público da educação e da saúde, nos atos dos Policiais Civis, nos atos dos aposentados do Fundo Aerus, nos atos contra os governos Lula (Dilma) e Sérgio Cabral, bem como, atuamos ao lado dos Bombeiros Militares, a maior mobilização (2011).
Nós estivemos em atos que reuniram meia dúzia de pessoas (algumas vezes menos, apenas duas ou três) e em atos que reuniram dezenas de milhares.
Hoje ao relembramos de toda essa caminhada e diante da situação que estamos experimentando no Brasil, temos a nítida compreensão que nós vimos nas ruas que estavam tentando destruir o Brasil.
Sim, temos a convicção que fizemos a nossa parte, mas poderíamos ter feito muito mais para evitar esse fracasso, pois na verdade nós perdemos a luta.
Estão acabando de destruir o país diante dos nossos olhos e apesar dos nossos gritos, nossas faixas e nossos cartazes.
Nada adiantou o nosso sacrifício.
Nada adiantou resistirmos a tantas represálias, inclusive duas prisões ilegais.
Nós não conseguimos impedir a onda de destruição, uma tsunami que varre todos os setores da vida nacional.
O povo não tem direito nem aos serviços públicos básicos.
A segurança,  a saúde e a educação públicas são lastimáveis.
Destruíram quase tudo e continuam destruindo, apesar de protestos aqui e ali.
Não temos a resposta de como salvar o Brasil, mas temos a certeza que enquanto não trocarmos os discursos por ações e não sairmos da frente dos monitores de computador para irmos para as ruas, a destruição só aumentará.
Como escreveram em seus panfletos os "40 da Evaristo" em 2007: os atos devem ser ordeiros e pacíficos.
É hora de virar o jogo.

Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

BRASILEIRÃO 2013, APENAS MAIS UM ESCÂNDALO NO BRASIL?


Prezados leitores, o país atravessa uma grave crise econômica e política,isso é de domínio público.
Nós consideramos que o problema é fruto de uma crise muito maior: a degradação ética e moral que significativa parte da população exibe.
Uma gente que busca levar vantagem (indevida) em tudo e que parece estar em todos os lugares da vida brasileira.
Por sua vez a também significativa parcela da população que não vive sob a égide da denominada "Lei de Gerson"sofre as consequências terríveis desse cenário, onde os escândalos surgem a cada dia, cada um maior que o anterior.
Tal quadro é tão grave que faz com que nós, os que estamos cobrando a elucidação do escândalo do Brasileirão 2013, pareçamos preocupados com um mal menor, ou seja, uma possível combinação no mundo do futebol.
O que tal arranjo significa, por exemplo, diante dos milhões de desempregados?
Sem dúvida, quase nada.
Temos problemas muito mais sérios para serem resolvidos do que descobrir se o Promotor Roberto Senise Lisboa estava certo quando declarou para a imprensa que existiam robustos indícios de que alguém da Portuguesa tinha levado vantagem para escalar irregularmente o jogador Heverton, isso no dia 8 de dezembro de 2013.
A escalação irregular salvou o Flamengo do rebaixamento, como comprova a classificação oficial do campeonato, mas isso não significa quase nada diante dos fatos apurados na Operação Lava-Jato, todos nós devemos concordar.
Se os referidos indícios forem provados, se conseguirmos provar quem levou e quem ofereceu tal vantagem, qual a mudança que isso provocaria nesse cenário apocalíptico que vivenciamos?
Nenhuma, concordamos, mas pelo menos seria mais um escândalo esclarecido para servir de exemplo.
Basta de escândalos abafados ou mal explicados no mundo do futebol.
O escândalo do Brasileirão 2013, caso seja comprovado nas investigações do MP de São Paulo, será uma gota de água no oceano de escândalos que cobre quase todo o território nacional, isso é verdade.
Apesar dessa realidade e respeitando a opinião de alguns leitores que consideram que devíamos voltar a tratar de temas de maior relevância, esclarecemos que nós continuaremos lutando para que tudo seja esclarecido sobre os fatos estranhos que ocorreram na última rodada do Brasileirão 2013, inclusive a amnésia coletiva que atingiu a imprensa esportiva brasileira.
Gostem ou não gostem.
Doa a quem doer.
Nós queremos pouco, só queremos a verdade.
Temos convicção que o MP de São Paulo reúne todas as condições para alcançá-la e dar a necessária publicidade, mas lembramos que o tempo é um adversário terrível, um inimigo da justiça.
Não podemos esquecer que os fatos aconteceram no Brasileirão 2013, o Brasileirão 2014 já foi concluído e o Brasileirão 2015 passou da metade.

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

TORCIDA TRICOLOR NA TV - LIVRO - COMENTÁRIOS

Prezados leitores, a seguir publicamos o vídeo do programa Torcida Tricolor na TV do dia 25 de agosto de 2015.
O vídeo está no Youtube e o link foi encaminhado através do twitter.
A sinopse contida no Youtube é a seguinte:

"Torcida Tricolor na TV, edição 25/08/2015, resenha de tv do Portal Torcida Tricolor, com Beto Meyer, Gustavo Valladares , Thiago "PVC" Valente e Jhonattan Turque (Torcida Fluburgo), analisando os jogos da rodada e futuros confrontos pela Copa do Brasil e Brasileiro, mais especificamente Joinville 2 x 1 Flu e Flu 2 x 1 Paysandu. Resenha do livro O Escandalo do Brasileirão 2013, de Paulo Ricardo Paúl". 

Nós agradecemos aos participantes pela abordagem, destacando que os que comentaram o livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento" demonstraram que leram a obra, algo indispensável para emitir opinião.
É importante destacar esse ponto, embora pareça óbvio que seja necessário conhecer para elogiar ou criticar, considerando que os comentários sobre o livro no twitter acabaram por atribuir à obra sentimentos de amor e ódio. 
Quem leu o livro, gosta. 
Quem não leu, odeia.
Muito obrigado!

 

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 25 de agosto de 2015

O FLAMENGO, O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 E O SILÊNCIO DA IMPRENSA


Prezados leitores, a imprensa esportiva brasileira (com raras exceções) foi acometida de uma epidemia de silêncio com relação ao Brasileirão 2013.
Confiram, por favor:

- não noticiaram sobre a escalação irregular do jogador André Santos pelo Flamengo, fato ocorrido no dia 7 de dezembro de 2013. Era o maior furo do futebol brasileiro naquele ano.
- não noticiaram sobre a mobilização dos torcedores do Fluminense para defender o clube das acusações injustas sobre o rebaixamento da Portuguesa,  a qual demonstrou que o grande beneficiado foi o Flamengo.
- não noticiaram essa verdade, ou seja, que o Flamengo foi o beneficiado pela queda da Portuguesa.
- pararam de noticiar o ICP que está em curso no MP de SP.
- não noticiaram o lançamento do livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento".
- nada comentam sobre o livro (nem crítica, nem elogio)..
- não noticiaram que o Flamengo está interpelando judicialmente o autor do livro.

Considerando que o Flamengo é clube mais noticiado no Brasil (tudo que ocorre no Flamengo é notícia, essa é a regra), causa estranheza o silêncio da imprensa em tantos temas envolvendo o clube.

Ao longo da mobilização os participantes apelidaram essa postura da imprensa de "Operação Abafa".

Juntos Somos Fortes!


domingo, 23 de agosto de 2015

LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - ... " - ESCLARECIMENTO


Prezados leitores, diante de comentários recebidos e de mensagens vinculadas no twitter, temos o dever de esclarecer que o Coronel PM Paúl NÃO está sendo (ainda) processado pelo Clube de Regatas do Flamengo,  o que existe é uma interpelação judicial.
A interpelação é considerada como um pré-processo.
Logo que ocorrer a citação nós forneceremos maiores detalhes sobre a referida interpelação.
Mais uma vez, agradecemos o apoio que estamos recebendo.

Juntos Somos Fortes!

sábado, 22 de agosto de 2015

O MISTÉRIO NA INTERPELAÇÃO DO AUTOR DO LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013"


Prezados leitores, ninguém pode negar a grandeza da torcida do Flamengo, representada por milhões de brasileiros, assim como, não pode negar as conquistas do clube da Gávea.
O soma desses fatores resulta na força da marca "Flamengo".
A marca que tem seu valor facilmente demonstrado no contrato das cotas para transmissão dos jogos pela Rede Globo.
Proteger a marca é um dever dos que dirigem o clube, ninguém pode questionar.
Usando a expressão de um leitor rubro-negro tudo no Flamengo alcança uma dimensão muito grande, algo como estar entre o céu e o inferno, dependendo do momento.
Uns dizem que o Flamengo é o clube mais amado do Brasil, outros que é o mais odiado, pois embora a denominada nação seja enorme, o número de "não flamenguistas" é muito maior.
Os próprios flamenguistas solidificaram essa ideia de todos contra o Flamengo, quando criaram a denominação de "torcida arco íris",
Diante desse quadro, historicamente, artigos elogiando o Flamengo concorrem com um número similar de artigos fazendo pesadas críticas.
Imagens enaltecendo o Flamengo também concorrem com imagens ofendendo o Flamengo.
O número de artigos e de imagens com amor e ódio são semelhantes e quase incontáveis, isso só nas redes sociais.
Como fizemos ao longo do livro aconselhamos a que os leitores pesquisem e tirem suas conclusões.
Ficam as perguntas:

Por que os dirigentes do Flamengo resolveram interpelar judicialmente exatamente o autor do livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento"?

Será que ao longo dos anos os dirigentes do Flamengo interpelaram judicialmente todos que escreveram artigos ou criaram imagens contra o Flamengo?

Se a resposta for sim, devem existir milhões de interpelações judiciais feitas pelos dirigentes do Flamengo no Poder Judiciário.

Se a resposta for não ou o número de interpelações for pequeno, o fato de nos interpelar deve ter uma razão especial.

Não custa lembrar que a imprensa não divulgou  o lançamento do livro e também não divulgou que o Flamengo está nos interpelando judicialmente.

Devem ter esquecido...

Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

A LUTA CONTRA A FLAPRESS


Prezados leitores, resolvemos divulgar nesse espaço que desde o início desse mês, colocamos no ar um espaço denominado "Em defesa da torcida do Flamengo" (Link).
O objetivo é conscientizar o torcedor do Flamengo sobre a real situação do clube no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil.
Um esforço para minimizar a ação deletéria da FLAPRESS que acaba por iludir os torcedores mais apaixonados, os quais acabam sendo traídos por tal sentimento e esquecem a razão.
O blog é objetivo, contém fatos, esses chatos e não as ilusões que a FLAPRESS gosta de empregar para manipular a opinião dos rubro-negros.
Nove artigos foram publicados.
Ao ler os artigos o flamenguista poderá enfrentar a tristeza se afastar dos sonhos, diante da realidade, mas pelo menos não viverá no mundo das ilusões, onde querem mantê-los.

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - COMO O FLAMENGO..." - INFORMAÇÃO


Prezados leitores, informamos que temos poucos exemplares do livro.
Quem estiver interessado em ler o livro que está causando tanto incômodo, por favor, apresse seu pedido, isso em razão de que não planejamos fazer uma nova tiragem, optando por mais tarde fazer uma segunda edição ampliada e revista, como informamos.
Fatos novos não faltam para ilustrar uma nova edição.
A seguir transcrevemos um comentário sobre o livro que recebemos recentemente:

"Alexandre, The Great
18 de agosto de 2015 18:06
O livro é muito bom. Comecei a ler e só parei no final, sem me dar conta de que o escrito teria um fim. Conforme narrado ali, os indícios (e não as provas, pois estas somente podem ser obtidas pelos meios legais de investigação) são cabais em dois aspectos: 1) ao Fluminense nada adiantaria fazer prévio acordo com a Portuguesa, haja vista que dependeria ainda do seu próprio esforço em vencer o Bahia; 2) ao Flamengo caberia um acordo, haja vista que já havia jogado e escalado o A. Santos, assim nada mais poderia ser feito "no campo" para evitar sua queda. Mesmo assim o sr. foi "econômico", não fez acusações levianas e colocou apenas fatos (esses chatos...)."

Os objetivos do livro são dar materialidade e continuidade à grande mobilização da torcida tricolor em busca da verdade, após a imprensa e torcedores rivais terem acusado injustamente o Fluminense de ser o beneficiado pelo rebaixamento da Portuguesa, quando o Flamengo foi o beneficiado
Nós só queremos a verdade e cabe ao Ministério Público de São Paulo, que recebeu logo no primeiro momento da mobilização material encaminhado por nós, esclarecer todos os fatos.
A nossa intenção é tão cristalina que além desse material, encaminhamos o primeiro exemplar produzido do livro ao MP-SP.
A verdade!
Nós queremos a verdade e não desistiremos de alcançá-la. doa a quem doer.

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 18 de agosto de 2015

FUTEBOL: UM VÍDEO ASSISTIDO POR MAIS DE UM MILHÃO

Prezados leitores, ontem, recebemos um vídeo interessante.
Agradecemos ao leitor que encaminhou.
De acordo com os registros do Youtube, quando copiamos o código, ele tinha 1.393.359 visualizações.
O vídeo é sobre o Corinthians, um gigante do nosso futebol, tendo como título:
Por que o Brasil odeia o Corinthians?
Assistam o vídeo.
Por favor, sigam a recomendação que fizemos várias vezes no livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento", façam suas reflexões e tirem as suas conclusões.
Não acreditem simplesmente no que ouvirem e no que verem.



Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - ..." - NOVIDADES


Prezados leitores, o livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento" ganhou uma dimensão muito além da esperada por nós, tendo em vista que os objetivos principais da obra foram materializar a grande mobilização da torcida do Fluminense e servir como uma forma de cobrança para que o MP de SP divulgue os resultados das investigações, tanto que um exemplar foi enviado para o órgão.
Não podemos deixar de registrar o imenso apoio que temos recebido ao longo de toda a a mobilização e os inúmeros comentários elogiosos daqueles que leram o livro.
Temos certeza com os resultados que a opção que fizemos por um livro simples e objetivo, contendo todas as referências para serem confirmados os fatos, foi uma decisão acertada.
Confessamos que temos ignorado por completo as opiniões emitidas sobre o livro daqueles que não o leram, eles que fiquem perdidos na sua ignorância sobre o conteúdo, falando ou escrevendo besteiras.
Agradecemos a todos, tanto com relação ao apoio, como ao retorno sobre o livro, ambos são indispensáveis, pois a luta só começou.
Hoje temos material para lançar uma segunda edição, revisada (identificamos erros) e ampliada, pois fatos novos e importantes surgiram e surgirão com certeza.
Tudo indica que algumas pessoas parecem ter acusado o golpe, como se costuma dizer no boxe, quando um dos lutadores demonstra que a pancada teve efeitos.
Como era de se esperar, querem revidar, isso faz parte da luta e nós estamos acostumados a lutar.
O momento é de aguardar, cobertos e abrigados.
Mais cedo ou mais tarde, o MP de SP terá que dar publicidade aos resultados e esse será o momento oportuno para a segunda edição.
Enquanto isso estamos avaliando o projeto de um novo livro, dessa vez com intuito comercial, algo que não ocorreu nos nossos quatro livros anteriores.
O tema será futebol e nele nós voltaremos no tempo com o objetivo de esclarecermos melhor alguns fatos.

Juntos Somos Fortes!

sábado, 15 de agosto de 2015

O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013: FLUMINENSE PROCESSA EX-PRESIDENTE DA PORTUGUESA

Prezados leitores, o Fluminense vence a inércia e processa ex-presidente da Portuguesa.



"Site NETFLU 
Fluminense entra com processo contra ex-presidente da Portuguesa 
Mário Bittencourt foi o autor do pedido 
15 de agosto de 2015. 
O departamento jurídico do Fluminense agiu e decidiu processar Ilídio Lico. 
Em junho de 2014, o ex-presidente da Portuguesa afirmou, sem provas, que o Tricolor e a Unimed, então patrocinadora do clube, tinham participação na escalação irregular do meia Héverton na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2013. O Flu pede R$ 100 mil de reparação por danos morais (Link)."

Juntos Somos Fortes!

PROGRAMA OS DONOS DA BOLA - NETO MOSTRA LIVRO SOBRE ESCÂNDALO

Prezados leitores, o amigo Fábio Lemos publicou no seu twitter um print do momento que o comentarista Neto, exibe o livro no programa "Os Donos da Bola" da Rede Bandeirantes (Link).


Renovamos os agradecimentos à Rede Bandeirantes e ao comentarista Neto.
Agradecemos também ao amigo Fábio Lemos.

Juntos Somos Fortes!

JORNAL EXTRA: PORTUGUESA SALVOU FLAMENGO DO REBAIXAMENTO EM 2013

Prezados leitores, o jornal Extra publicou matéria informando que o Flamengo foi salvo pela Portuguesa de ser rebaixado em 2013.
A primeira vista parece algo de pouca importância, mas quem acompanha o escândalo desde o começo sabe dar o devido valor a essa mudança de postura.


Juntos Somos Fortes! 

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 SERÁ DESVENDADO


Prezados leitores, uma mobilização tem sido feita pelo twitter no intuito de solicitar que o Ministério Público de São Paulo ( @mpsp_oficial ) divulgue os resultados do Inquérito Civil Público (ICP) que apura a punição imposta à Portuguesa na última rodada do Brasileirão 2013, após ter escalado o jogador Heverton.
A solicitação é pertinente em face do tempo decorrido, mas temos que considerar alguns aspectos que podem estar determinando a demora.
A análise da portaria do ICP (Link) demonstra que o objetivo da instauração não inclui os fatos que tratamos no livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento", tanto que os indiciados são a CBF e o STJD.
Se a situação se resumisse ao contido na portaria, tudo estaria solucionado há muito tempo.
Isso nos conduz à conclusão que os rumos da investigação devem ter sofrido uma grande mudança, considerando que o promotor responsável declarou em entrevistas que existiam indícios de que alguém da Portuguesa tinha recebido vantagem para que Heverton fosse escalado irregularmente no dia 8 de dezembro de 2013, fato que acabou determinando que o Flamengo não fosse rebaixado.
Apurar um crime (ou crimes) demanda mais tempo, isso é fato.
No twitter o @mpsp_oficial tem informado que as investigações continuam e estão com o GAECO, o que indica que realmente indícios de crime (ou crimes) foram constatados, caso contrário, nada justificaria as investigações por parte do GAECO.
Não sabemos os caminhos da investigação, mas sugerimos no livro que ela deveria ter como ponto de partida o silêncio da imprensa sobre a escalação irregular de André Santos pelo Flamengo, isso no dia 7 de dezembro de 2013, um dia antes da Portuguesa escalar Heverton.
Um fato, esse chato, injustificável.
Além disso, sugerimos que fossem ouvidas pessoas que publicamente demonstraram conhecer algo sobre os fatos.
Encaminhamos um exemplar do livro para o Ministério Público, pois o nosso objetivo é que a verdade apareça, seja ela qual for e que os envolvidos sejam punidos.
Nós continuaremos solicitando os resultados obtidos no ICP e esperamos que o GAECO consiga montar esse quebra-cabeças.

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - PROGRAMA OS DONOS DA BOLA


Prezados leitores, nós fomos informados hoje pelo twitter que o comentarista Neto citou o nosso livro no programa "Os Donos da Bola" da Rede Bandeirantes.
Nós encaminhamos o livro para alguns jornalistas e comentaristas esportivos, seguindo sugestões de nossos leitores, Neto foi um deles.
Não tivemos como assistir, mas agradecemos ao comentarista Neto pela citação, na expectativa que a divulgação sirva para que o silêncio acabe e que a verdade apareça, responsabilizando-se todos os responsáveis.

Juntos Somos Fortes!

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - O MP CONTINUA INVESTIGANDO?

Prezados leitores, o Ministério Público de São Paulo continua investigando o escândalo do Brasileirão 2013.


Juntos Somos Fortes!

domingo, 9 de agosto de 2015

AVAÍ 1 x 0 FLUMINENSE: UMA DERROTA INJUSTIFICÁVEL


Prezados leitores, ontem, o Avaí não venceu o Fluminense, o Fluminense perdeu para o Avaí, simplesmente não jogando.
Concordamos, o gol adversário foi fruto da sorte, um gol meio esquisito, mas o fato determinante para a derrota foi o fato do time estar completamente desorganizado.
Algo que fica claro quando notamos que os jogadores não sabem o que fazer com a bola e ficam trocando passes laterais ou tentam lançamentos infrutíferos.
Concordamos, temos carências em várias posições, sobretudo quando olhamos para a retaguarda, mas isso pode ser atenuado com alguma organização.
Respeitando todas as opiniões em contrário, o atual time do Fluminense precisa ter um número 9 fixo dentro da área, sem essa referência o time se perde e facilita a marcação do adversário.
Concordamos, Ronaldinho esteve longe dos seus melhores dias, mas ele é muito importante para suprir deficiências crônicas, como a ausência de um bom lançador e um bom batedor de faltas e de escanteios.
A derrota para o Avaí foi injustificável.
Um time extramente limitado, como demonstra sua posição na tabela.
O Fluminense está se afastando da possibilidade de ser campeão ao perder pontos irrecuperáveis como tem acontecido.
É hora de organizar o time.
Ter um defesa minimamente confiável ao invés de uma defesa que perde todas as disputas que envolvam a força física e a velocidade.
Ter um 9 enfiado entre os zagueiros.
Ronaldinho entrar em forma.
E, Wellington Silva, acertar pelo uma jogada em cada partida.

Juntos Somos Fortes!

A SAÍDA DA PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF

Prezados leitores,  a seguir transcrevemos um novo texto da socióloga Maria Lucia Victor Barbosa:


"AUTORIDADE LEGAL E AUTORIDADE LEGÍTIMA 
Maria Lucia Victor Barbosa 
08/08/2015 
A corrupção no Brasil tem uma longa trajetória, que aliada à impunidade nos infelicitou ao longo dos séculos. Sem me alongar sobre o tema recordo que o Estado brasileiro teve desde seu início ação centralizadora e tuteladora da Nação. Tudo dependia do governo e, assim, o comércio e a indústria estavam atados às autorizações, às tarifas protecionistas, às concessões, o que facilitava o suborno. Em essência nada mudou. 
Em 2002, o PT chega à presidência da República jactando-se de ser único partido ético que vinha para acabar com as mazelas da política brasileira. E melhor: à frente do partido havia um “pobre operário” capaz de salvar a pátria, um padroeiro dos pobres e oprimidos. 
Contudo, pode-se dizer que nunca antes nesse país houve um partido tão corrupto quanto o PT. Os petistas institucionalizaram a corrupção e convidaram aliados políticos e a inciativa privada para abrir franquias de roubalheira. 
A força e a impunidade do PT se deveram basicamente a três fatores: a ilusão gerada pela propaganda, através da qual Lula da Silva foi endeusado. A inexistência de oposições, tanto partidárias quanto institucionais. A falta de cultura cívica do povo sempre dependente do Estado paternalista e indiferente aos escândalos de corrupção dos poderosos. 
Além da corrupção o governo petista expandiu os males do Estado Brasileiro: o patrimonialismo, o nepotismo, a burocratização e, sobretudo a incompetência. Tudo sob a imagem da perfeição, das maravilhas que o magnânimo pai Lula prodigalizava aos desvalidos salvando-os da miséria. 
Nos porões do poder, porém, muito mais lucravam os que Lula, para efeitos externos, chama de elites, várias das quais se associaram em contubérnios com a companheirada de modo nunca visto. E, assim, roubou-se em milhões, em bilhões, em avantajadas cifras no país do dá-se-um-jeito. 
Primeiro, articulou-se o mensalão ou compra de congressistas como forma de sustentar o projeto de poder do PT. Inabalável, mesmo sob o efeito das condenações do STF onde se notabilizou o ministro Joaquim Barbosa que logrou enviar para a cadeia maiorais do PT como José Dirceu, José Genoíno, Delúbio Soares, João Paulo Cunha, além dos auxiliares dos criminosos, Lula logrou eleger uma mulher que não consegue sequer proferir um pensamento coerente. 
Com ela deu-se o terceiro mandato de Lula da Silva. Foi o tempo do descalabro com todos os possíveis erros que se pode cometer em economia. Mesmo assim, Rousseff, com pouca margem de votação se reelegeu montada nas mentiras e no terrorismo politico do marqueteiro João Santana, que atribuiu ao adversário o apocalipse brasileiro que se vê agora é da autoria da criatura de Lula e dele próprio. 
O presidente de fato seguiu inimputável, sempre a repetir que não viu nada, não sabia de nada, não ouvia nada, enquanto a inflação, o desemprego, a inadimplência vão infelicitando eleitores e não eleitores do PT. 
O megaescândalo do petrolão estilhaçou a Petrobrás, orgulho nacional, tomada de assalto pelo aqui citado contubérnio. Mas, assim como o ex-ministro Joaquim Barbosa surgiu alguém que fez a diferença, o juiz Sérgio Moro, destacando-se também o trabalho da Polícia Federal e de procuradores na 0peração Lava Jato. Nesta ação inédita no Brasil estão indo para cadeia não só doleiros e auxiliares da rapina chamados de operadores, mas também presidentes das maiores empreiteiras, seus diretores e ocupantes de altos cargos na Petrobras. 
Possivelmente, o povo tomaria conhecimento desses fatos com indiferença se não fosse o esboroar da economia, pois é certo que não há governo que resista quando a economia vai mal. Junte-se a isso a inconformidade popular que não aceita pagar pela incompetência governamental e temos o resultado da última pesquisa Datafolha, na qual Rousseff aparece como a pior presidente que o Brasil já teve, com 71% de reprovação e só 8% de aprovação. 
É dito, falseando a questão, que um impeachment da inoperante presidente levaria ao caos institucional. Quando Collor, com grande participação do PT, sofreu o impeachment por muito menos do que hoje ocorre, as instituições ficaram intactas. 
Falso também a presidente dizer-se intocável porque foi eleita pelo voto. Uma coisa é autoridade legal, outra é autoridade legítima. No momento ela não é mais legitimada pela população e o que se chama de crise política pode ser traduzida por crise de representatividade. Ela não representa mais o povo cansado de seu estelionato eleitoral e de sua incompetência. 
O PT legou ao Brasil uma crise política de representatividade, uma crise econômica e uma crise de valores. A saída de Rousseff da presidência, dentro dos trâmites legais não é golpe. Golpe é sua permanência. Afinal, a emblemática segunda prisão de Jose Dirceu demonstrou que o PT nunca agiu em nome da causa, mas em causa própria. Não dá para suportar mais um governo assim. A causa caiu. 
Maria Lucia Victor Barbosa é socióloga. 
mlucia@sercomtel.com.br 
www.maluvibar.blogspot.com.br"

Juntos Somos Fortes!

sábado, 8 de agosto de 2015

O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO, O JORNALISTA MILTON NEVES E AS BARREIRAS DA COMPREENSÃO



Prezados leitores, estamos nos exemplares finais da primeira edição do livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento".
Aproveite a oportunidade para adquiri-lo a preço de custo e com desconto para sócio escrevendo para pauloricardopaul@gmail.com ou adquirindo na AME-RJ (Rua Camerino, 114, Centro, 2a a 6a feira, 11:30 às 14:30 horas).
O livro é o desdobramento da mobilização dos torcedores nas redes sociais em busca da verdade sobre o que ocorreu na última rodada do Brasileirão 2013, sendo certo que cumpriu o seu principal objetivo, mantendo viva a discussão e a cobrança pelos resultados do ICP instaurado no MP de SP.
A próxima fase é criarmos uma mobilização nas redes sociais par solicitar do MP de SP que revele os resultados das investigações, afinal, o inquérito foi instaurado há mais de um ano e meio.
No twitter temos enviado mensagens para o MP de SP ( @mpsp_oficial ), sugerimos que os leitores façam o mesmo solicitando a publicidade dos resultados, doa a quem doer.
Enquanto o tempo avança, sem que os resultados apareçam, continuamos recebendo e publicando comentários que revelam que o comentarista não leu o livro e que não conseguiu ainda compreender o que aconteceu entre os dias 7 e 8 de dezembro de 2013.
Alguns saem em defesa do Flamengo movidos apenas pela paixão clubística, pois interpretam que estamos responsabilizando o Flamengo no blog e no livro, ledo engano.
No livro nós só reunimos fatos e comentamos.
Os fatos, esses chatos!
A todo momento convidamos o leitor para que faça suas próprias pesquisas e reflexões.
Por exemplo, o livro prova que o Flamengo foi favorecido por parte da imprensa, isso é fato.
Qualquer pessoa que analisar os fatos que apresentamos, identificará o claro favorecimento.
Um fato que até a presente data (mais de um ano e meio depois) não foi refutado por ninguém.
Vida que segue.
Vamos cobrar do MP de SP os resultados,
Por derradeiro, fazemos um convite.
Analisem a mensagem do jornalista Milton Neves no documento no qual agradeceu a remessa do livro.
Nós temos certeza que várias serão as interpretações.



Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

JORNALISTA MILTON NEVES ENTREVISTOU O PROMOTOR ROBERTO SENISE


Prezados leitores, ouçam a entrevista do jornalista Milton Neves com o Promotor Roberto Senise Lisboa sobre o escândalo do Brasileirão 2013.

"Terceiro tempo
Link:

A entrevista foi encaminhada por um leitor do nosso blog.
O promotor não deixa dúvida sobre alguém da Portuguesa ter levado vantagem para escalar irregularmente o jogador Heverton.
O fato é tratado até a metade da entrevista, quando o tema passa a ser a venda do Neymar e retorna ao final.
O fato é que muito tempo se passou desde a entrevista (27 de janeiro de 2014) e o Ministério Público de São Paulo ainda não deu publicidade aos resultados da investigação.
A revelação das conclusões não pode demorar anos, isso está gerando a maldita impunidade.
Os fatos ocorreram na última rodada do Brasileirão 2013.
O Brasileirão 2014 iniciou e acabou.
O Brasileirão 2015 está chegando na metade e nada de resultados.
O primeiro passo dos torcedores do Fluminense nessa luta foi a realização de uma grande mobilização nas redes sociais para defender o clube das acusações infundadas.
Vencemos!
Demos continuidade à mobilização, aguardando os resultados do Ministério Público de São Paulo por um ano e meio, mas nenhum resultado apareceu.
Então, resolvemos lançar o livro para não deixar a "Operação Abafa" colocar o escândalo no esquecimento.
O nosso próximo passo, salvo melhor juízo, deve ser criar uma nova mobilização nas redes sociais para solicitar que o Ministério Público de São Paulo revele os resultados.
Torcedores do Fluminense é hora de cobrar diariamente através do twitter os resultados. Um exemplo de mensagem: 

Senhores Promotores do @mpsp_oficial solicitamos a divulgação dos resultados das investigações sobre o Brasileirão 2013. Obrigado! 

Nós somos milhões de tricolores, devemos solicitar diariamente até que os resultados tenham publicidade.

Nós só queremos a verdade!

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

LIVRO: AGRADECIMENTO AO JORNALISTA MILTON NEVES



Prezados leitores, agradecemos ao jornalista Milton Neves pela gentileza em agradecer o encaminhamento do livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento" e, ainda, por nos parabenizar.
Reiteradamente afirmamos que queremos que a verdade apareça, sejam quem forem os responsáveis.
Na busca desse objetivo é importante ter o apoio de jornalistas que também não querem que o escândalo seja abafado.

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

VIOLÊNCIA: AS UPPs SÃO INSUSTENTÁVEIS


Prezados leitores, os nossos tristes dias de violência no Rio de Janeiro comprovam que o projeto das UPPs foi mal operacionalizado, o que tornou as UPPs insustentáveis.
Hoje isso salta aos olhos de todos, mas vale lembrar que fomos nós os primeiros (os únicos) a denunciar que o projeto estava errado.
Enquanto a imprensa e especialistas em segurança pública aplaudiam, nós avisávamos: não vai dar certo!
Nós tivemos o cuidado de materializar nossas opiniões no livro: UPP, uma farsa eleitoral.
Os avisos foram ignorados e deu no que deu, a violência se espalhou e nem os PMs estão seguros nas comunidades com UPPs.
Tudo facilmente previsível.
Todavia os fatos foram ignorados por conveniência.
A imprensa fez seu papel, apoiou o governo, atendendo seus próprios interesses.
Quem sofre com todos esses erros é a população e quem tem o dever de defendê-la: os Policiais Militares.
Pena que o povo e os PMs são apenas figurantes nessa novela trágica.
Cuidado! Bala perdida...

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 4 de agosto de 2015

OS PETISTAS, A IMPRENSA ESPORTIVA E O MISTÉRIO


Prezados leitores, transcrevemos comentário que traça interessante paralelo:

"Itajara
4 de agosto de 2015 18:02
Muito se assemelha o comportamento da imprensa esportiva (Flapress) ao dos dirigentes petistas, Coronel Paúl. 
Ou eles não sabiam de nada (INCOMPETENTES), ou sabiam e nada fizeram (PREVARICAÇÃO). 
Será que os jornalistas ligados no clube da Gávea, que estão no dia a dia do time, não sabiam que o André Santos estava jogando de forma irregular? 
Até internautas avisaram, por que pelo menos um, de uma centena de repórteres, não saberia? 
E por que esse jornalista que sabia não soltou a BOMBA!, o FURO de reportagem? 
Mistério...... "

O Inquérito Civil Público instaurado pelo Ministério Público de São Paulo deveria investigar esse mistério, o qual pode ser a ponta do novelo.

Descobrir de onde partiu a ordem para a denominada "Operação Abafa" que favoreceu ao Flamengo e prejudicou outros clubes, eis a missão.

Os interessados em adquirir o livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento" devem escrever para pauloricardopaul@gmail.com para receber as orientações sobre o envio pelo correio. A compra pode ser feita também na AME-RJ (Rua Camerino, 114, Centro, Rio, RJ) de 2 a 6a feira (11:30 às 14:30 hs).

Juntos Somos Fortes!

domingo, 2 de agosto de 2015

LIVRO - RECIBOS DE ENTREGA AO MP-SP E AO PRESIDENTE DO FLUMINENSE

Prezados leitores, conforme prometemos encaminhamos um exemplar do livro para o ilustríssimo Promotor de Justiça Roberto Senise Lisboa (Ministério Público do São Paulo) e para o ilustríssimo Presidente do Fluminense Futebol Clube.
A seguir publicamos os resultados do rastreamento feito no site dos correios.
O livro foi entregue no MP no dia 23 de julho de 2015. (Registro: RE860832201BR).




O livro foi entregue na sede do Fluminense no dia 21 de julho de 2015 (Registro: 860832215BR).


O interessado poderá fazer o rastreamento no site dos correios (Link) usando os números de registro.
Igual procedimento poderá ser adotado por todos os que compraram o livro, isso para acompanhar o encaminhamento da encomenda.

Juntos Somos Fortes!

RONALDINHO VIVE SUA PRIMEIRA VITÓRIA SANTA


Fluminense 1 x 0 Grêmio.
Um jogo difícil e uma vitória santa do Fluminense.
Toda vitória do tricolor é santificada.
O time do Fluminense está longe do ideal.
Problemas crônicos se evidenciam há muito tempo.
A defesa tem enorme dificuldade nas bolas alçadas na área, como se repetiu ontem.
Os jogadores concluem muito mal ao gol adversário, fato que também se repetiu contra o Grêmio.
Faltava ao time um lançador e um cobrador de faltas, isso parece ter sido resolvido com a chegada de Ronaldinho.
O R-10 estreou bem e surpreendeu jogando toda a partida.
Um começo promissor.
Acertando a defesa e treinando conclusões, o Fluminense poderá fazer frente a qualquer adversário nesse Brasileirão.
O penta não é um sonho improvável, ele é viável após os acertos sugeridos.
O Fluminense é a esperança do Rio de Janeiro.

Juntos Somos Fortes!

CONTAS DE SÉRGIO CABRAL E PEZÃO SOB INVESTIGAÇÃO


Prezados leitores, a Revista Época publicou interessante matéria sobre as contas do governo Sérgio Cabral-Pezão: 

"Rio de Janeiro deixou de contabilizar R$ 1 bi em dívidas, diz TCE
Técnicos e conselheiros do Tribunal de Contas divergem sobre as contas do Estado em 2014. Caberá à Assembleia Legislativa apurar a responsabilidade de Luiz Fernando Pezão e Sérgio Cabral no caso
HUDSON CORRÊA E CRISTINA GRILLO
31/07/2015 - 20h10 - Atualizado 31/07/2015 20h10
No dia 19 de maio de 2008, o então governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, deu uma volta de bicicleta ao redor da prefeitura de Paris. Encantado com as ciclovias francesas que visitara, aprumado em um terno impecável, Cabral tirou as mãos do guidão, esticou os braços no ar e pedalou confiante de que não cairia. Um relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), obtido por ÉPOCA com exclusividade, revela que Cabral, em 2014, pode ter pedalado também no sentido metafórico. 
Conforme o parecer, elaborado em maio por técnicos do TCE-RJ, Cabral e Pezão – que assumiu o governo em abril de 2014 – deixaram de contabilizar dívidas que somaram R$ 1 bilhão. Os bens e serviços foram entregues pelas empresas, mas não houve pagamento naquele ano nem registro do gasto. A maior parte da dívida não contabilizada, no valor de R$ 626 milhões, foi assumida com a Concessionária Rio Barra, responsável pela construção da Linha 4 do metrô, que ligará a Zona Sul carioca à Barra da Tijuca. A obra é de vital importância para as Olimpíadas de 2016. Conforme documentos do TCE-RJ, o pagamento da dívida com a Concessionária Rio Barra só ocorreu em 27 de fevereiro de 2015. Em 2014, segundo os técnicos, a Companhia de Transporte sobre Trilhos (Riotrilhos), órgão do governo responsável pelas obras do metrô, não tinha orçamento para honrar o compromisso. O restante da dívida não contabilizada, de cerca de R$ 375 milhões, está diluída em diferentes áreas, como a compra de alimentos para presidiários (Link)." 

Juntos Somos Fortes!

sábado, 1 de agosto de 2015

LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013: SILÊNCIO DA IMPRENSA SOA COMO CONFISSÃO

Prezados leitores, a postura da imprensa esportiva do Rio de Janeiro sobre o livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento", o produto da mobilização de torcedores do Fluminense e de outros clubes, soa como uma confissão.
Não devemos esquecer que tudo que ocorre com relação ao Flamengo é notícia.
Hoje temos um exemplo publicado no jornal O Dia:



"31/07/2015 21:34:41
Um amor maior que a distância do Brasil
Torcedor veio de Murici, em Alagoas, para acompanhar o treino (Link)."

Parabéns ao torcedor pelo carinho por seu clube.
Perguntamos:
Isso é um fato jornalístico?
A imprensa considera como tal considerando tratar-se de um fato positivo relacionado com o Flamengo.
Agradar a torcida do Flamengo é preciso.
Comercialmente, isso pode ser compreendido.
O que não compreendemos é um livro que trata do favorecimento do Flamengo no Brasileirão de 2013, fato que envolve Portuguesa, Vasco e Fluminense, não ser um fato jornalístico?
Aliás, comercialmente, isso também pode ser entendido.
Falar mal do Flamengo não é bom para os negócios.
No Rio de Janeiro, o Jornal do Brasil foi a exceção, publicando uma matéria sobre a obra.
Nós agradecemos ao Jornal do Brasil pela isenção.
A postura pró-Flamengo da imprensa do Rio de Janeiro é uma das explicações para os sete gols que o Brasil levou da Alemanha.
Imprensa sem isenção, não é imprensa livre.
Imprensa que não é livre, viola os valores éticos e morais do jornalismo.
Imprensa que tem lado, ofende aos valores democráticos.
O livro não tem interesse comercial, não gerará um centavo de lucro para o organizador, nem seria justo, tendo em vista que na verdade o livro foi escrito por centenas de mãos ao longo de um ano e meio de mobilização.
O que nós, torcedores do Fluminense e de outros clubes, queremos é que as investigações do Ministério Público de SP cheguem ao final e que os culpados sejam punidos.
A publicação do livro é mais um passo da luta pela verdade.
Se ela não aparecer logo, nós daremos outros passos, o que nunca acontecerá é a nossa desistência.
Desistir não faz parte do nosso rol de ações.
Os interessados em adquirir o livro escrevam para:
pauloricardopaul@gmail.com

Juntos Somos Fortes!