BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

PODER JUDICIÁRIO VENCE LUTA CONTRA GOVERNO PEZÃO

Pablo Jacob / O Globo

Prezados leitores, o Poder Judiciário colocou o governador Pezão em posição mais difícil e ele merece.

1) "Jornal Extra
29/01/16 15:47 Atualizado em 29/01/16 15:52
Para garantir o salário dos servidores do Tribunal de Justiça, juiz determina a penhora de R$ 265 milhões das contas do Estado (Fonte)."

2) "Jornal O Globo
Justiça determina arresto das contas do estado para pagar Judiciário
Decisão da 9ª Vara de Fazenda Pública bloqueia R$ 265 milhões (Fonte)."

3) "Jornal O Dia
Coluna do Servidor
Alessandra Horto
29.01.2016 - 15:45 
Servidores do Judiciário vencem batalha e conseguem receber o salário nesta sexta-feira (Fonte)."

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

UPPs: O FRACASSO DO PROJETO É EVIDENTE

Prezados leitores, o fracasso das UPPs é cada dia mais evidente.

"Revista Veja






Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

CORONÉIS DO CORPO DE BOMBEIROS CONTRA GOVERNADOR PEZÃO



Prezados leitores, um grupo de Coronéis do CBMERJ resolveu entrar com uma ação no Poder Judiciário contra lei que reduz o tempo de permanência no serviço ativo.
Sérgio Cabral já tinha feito isso anos atrás contra os Coronéis Barbonos (Coronéis PM), mas deixou os Coronéis BM de fora, pois esses não participaram da mobilização por melhores salários.
O Coronel PM Paúl tem uma ação contra essa redução que está rolando no Judiciário há anos.
A aplicação da lei fará com que Coronéis BM se aposentem precocemente, como ocorre há anos na Polícia Militar.
O interessante é que o próprio governador reclamou recentemente dessas aposentadorias antecipadas.
Nos governos Cabral e Pezão a má gestão tem sido uma característica comum.

"Jornal Extra
24/01/16 06:00 
Coronéis do Corpo de Bombeiros entram na Justiça contra lei que reduziu tempo máximo no último posto 
Marcos Nunes 
Sete coronéis do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) entraram na Justiça com um pedido de liminar pedindo a suspensão dos atos previstos na Lei estadual 7.121/2015, que de uma só vez mandou 16 oficiais da corporação “vestirem seus pijamas”. Em vigor desde dezembro, a nova legislação atingiu, em cheio, os ocupantes de cargos de primeiro e segundo escalões em unidades da Zona Sul, da Zona Norte e da Baixada Fluminense. Todos tiveram o tempo máximo de serviço no último posto da corporação reduzido de seis para quatro anos, e já estão em processo de reforma.
Com a inatividade dos coronéis, o governo do estado gastará, por ano, mais R$ 729.600 com a folha de pagamento. Isso porque, ao passar para reserva, cada um dos oficiais tem o direito de receber um acréscimo de 20% sobre seus vencimentos. O salário de um coronel gira em torno de R$ 19 mil. Atualmente, o Corpo de Bombeiros conta com cerca de 15.500 homens, e a folha tem um valor de R$ 126.469.325,04.
— A diminuição de tempo de serviço vai contra as medidas de economia adotadas pelo governo, que já elevou o tempo de serviço para aposentadoria de outros servidores. Entramos com um pedido de mandado de segurança para que o ato seja suspenso, e os coronéis voltem à atividade. Todos estão na faixa de 48 a 53 anos e ainda têm condições plenas de trabalhar. Automaticamente, o juiz vai analisar se a lei é constitucional ou não — disse o advogado e coronel bombeiro aposentado Adílson Libânio, que defende os interesses dos oficiais afastados.
A lei que está em vigor, e que também elevou de 28 para 32 anos o tempo de serviço na tropa para ter a aposentadoria, chegou a ser vetada pelo governador Luiz Fernando Pezão. Mas o veto foi derrubado pelo plenário da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Os parlamentares alegaram ter agido com o conhecimento do comando dos bombeiros. 
Nomeados e blindados estão fora da nova regra
Um outro grupo de coronéis está blindado contra os efeitos da Lei 7.121/2015. Apelidado de highlander pelo restante da tropa, o grupo poderá permanecer na atividade, mesmo após os quatro anos, enquanto ocupar cargos nomeados na Coordenadoria Militar do Gabinete Civil, no Tribunal de Contas do Estado (TCE) e na Assembleia Legislativa do Rio.
Também são blindados o secretário e o subsecretário de Defesa Civil, o comandante geral do Corpo de Bombeiros, o corregedor, o diretor geral de Finanças, o diretor logístico, o diretor executivo, o chefe de gabinete e o assessor especial (Link)."

Juntos Somos Fortes! 

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

GOVERNADOR PEZÃO RECLAMA DO PROBLEMA QUE ELE PROVOCOU



Prezados leitores, publicamos artigo da jornalista Cláudia Freitas sobre a contestação de uma fala do Governador Pezão a respeito da aposentadoria dos Coronéis PM:

Blog Cláudia Freitas - Jornalismo
'Engravidou a criatura e não quer cuidar do filho', diz ex-corregedor da PM sobre medida do governo do Rio
“Engravidou a criatura, criou o problema, mas não quer cuidar do filho”. O comentário é do ex-corregedor-Geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro, o coronel Paulo Ricardo Paúl, acerca de um trecho da entrevista dada pelo governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, ao jornal O Globo, na primeira semana de 2016. Pezão criticou a aposentadoria “precoce” dos coronéis da PM, alegando que este fato onera os cofres públicos e dificulta os cortes de gastos em tempos de crise. No entanto, Paúl relembra que a medida de adiantar a aposentadoria dos coronéis foi sancionada no governo de Sergio Cabral, antecessor de Pezão e membro do mesmo partido, o PMDB.
"Quero valorizar o ativo, carrego uma folha de inativo que é quase uma folha de ativo. (...)Você pega no Corpo de Bombeiro, na Polícia Militar, com 49 anos saindo. Essa conta não fecha", disse o governador na entrevista. "Pinheiro Neto [ex-comandante-Geral da PM do Rio, deixou o cargo em novembro de 2015], com 49 anos já é aposentado como coronel. Conta tempo de colégio militar, conta... Aí o cara saí com o salário lá no alto", acrescentou. 
Na opinião do coronel Paúl, o atual governo está "colhendo o que foi plantado". "Quem provocou isso [adiantamento das aposentadorias na PM] foi ele [governador Pezão] e o Cabral. No movimento de 2008, além de nos exonerar, mudou a nossa permanência no serviço ativo de seis para quatro anos. Eu, por exemplo, me aposentei com 50 anos e vários e vários colegas foram obrigados a seguir o mesmo caminho, porque é compulsório. Isso é um absurdo no mundo moderno, criado por eles. Foi, na verdade, uma represália, porque o nosso ato só envolveu coronéis da PM", afirma o militar. "Se ele agora quiser melhorar esta situação é simples. É só ele mudar a alteração aquilo que ele e o Cabral fizeram no estatuto da Polícia Militar", salientou. 
Na época, Cabral visava a aceleração de promoções dos oficiais, alegando uma necessária “oxigenação na PM”. Com a aprovação da Lei na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), cerca de 30 dos 70 coronéis que estavam na ativa foram para a reserva. No mesmo período, um grupo de coronéis buscava melhorias salariais e de trabalho para a corporação. O movimento ficou conhecido como Grupo dos Barbonos, entre eles estava o coronel Paúl. Uma passeata organizada pelo grupo de militares chegou a derrubar o então comandante-Geral da PM, Ubiratan Ângelo, além de levar vários colegas de farda a pedirem demissão, em meio as mudanças operadas pelo secretário de Estado de Segurança Pública, José Mariano Beltrame. 
Oito anos após a Lei entrar em vigor, o coronel que integrou os Barbonos só deixa um recado para a atual gestão estadual. "Quem pariu Mateus que o embale!". 
Por Cláudia Freitas e Alexandre Carvalho 
Postado por Cláudia Freitas às 11:15 (Link)."

A verdade foi restabelecida.

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

FLUMINENSE ENFRENTA O PODER DA REDE GLOBO



Prezados leitores, nós recebemos o link dessa notícia através de comentários.
Ninguém que gosta de futebol pode deixar de parabenizar a postura do Fluminense Futebol Clube que resolveu enfrentar o poder da Rede Globo na gestão do futebol brasileiro.

"UOL Esporte
Rabo preso? Flu mostra independência da Globo em negociação com rival
Bernardo Gentile 
Do UOL, no Rio de Janeiro 
19/01/2016 
As empresas interessadas em possuir os direitos de transmissão dos jogos do Fluminense dos próximos anos precisarão ser mais ousadas para fechar um acordo. E isso é uma mensagem clara para a Globo, que se acostumou a contar com a preferência dos clubes sem tanto esforço. O Tricolor, no entanto, não está fechando os olhos para alternativas e já se reuniu com o Esporte Interativo para tratar do assunto. 
Mais que isso, está satisfeita com o decorrer das conversas e já tem novo encontro marcado. Ao contrário de outros clubes, o Fluminense não pegou qualquer adiantamento de cotas, o que pesa em futuras negociações. Além disso, o Tricolor já recusou a primeira oferta da Globo para renovação, o que mostra não ter 'rabo preso' com a maior emissora do país. 
Evidentemente isso não quer dizer que o Fluminense assinará contrato com o Grupo Turner para ter seus jogos transmitidos pelo Esporte Interativo. No momento, existe uma negociação em fase inicial, mas que agradou o Tricolor. Além do clube das Laranjeiras, as negociações ocorrem simultaneamente com outras cinco equipes: Internacional, Grêmio, Santos, Coritiba, Atlético-PR e Bahia. 
Segundo apuração do UOL Esporte, o Fluminense está bastante satisfeito com os números apresentados e principalmente com a forma de distribuição do dinheiro, baseado na Premiere League. A verba será distribuída com 50% de maneira igualitária, 25% de acordo com desempenho técnico e outros 25% a partir da audiência. 
Além disso, o Tricolor lutou bastante para que não houvesse um monopólio de jogos de apenas um clube, como ocorre frequentemente com Flamengo e Corinthians. Também pesa a favor o fim das partidas às 22h, uma criação da Globo para não perder as novelas, que têm alto índice de audiência. 
A Globo ainda aposta na facilidade que tem para entrar nas casas dos brasileiros como trunfo para vencer a concorrência. Essa questão é decisiva e pode valer até mais do que o dinheiro a mais oferecido pela concorrência para transmissões em TV fechada. Sim ou não, a resposta para definir quem transmitirá os jogos nos próximos anos será dada até o fim do mês (Link)." 

Parabéns, Fluminense! 

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - A HORA DE CONHECERMOS A INVESTIGAÇÃO SE APROXIMA



Prezados leitores, a hora de conhecermos o que foi investigado pelo Ministério Público de São Paulo se aproxima.
Tudo faz crer que os resultados deverão ser revelados após o Carnaval 2016.
Os resultados alcançados após mais de dois anos de investigações.
Se ocorreu ou não um acordo para a escalação do jogador Heverton?
Se ocorreu o acordo quem participou dele?
Nós poderemos verificar quem foi ouvido e quem não foi?
Se os editores responsáveis pelos sites que não noticiaram que André Santos jogou irregularmente no sábado (07 DEZ 2013) foram ouvidos?
Qual a explicação que deram para a omissão do maior furo do Brasileirão 2013?
Se os jornalistas que publicamente comentaram fatos relacionados com o caso foram ouvidos? 
Se foram feitas acareações?
Se houve quebra de sigilo telefônico?
Se houve quebra de sigilo bancário?
Enfim, conheceremos toda a investigação e os resultados alcançados.

Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

GOVERNADOR PEZÃO BENEFICIA CERVEJARIA COM QUASE 700 MILHÕES

Prezados leitores, a má dos recursos públicos no governo Pezão é flagrante.



"Jornal O Globo
Cervejaria beneficiada com R$ 687 milhões 
Grupo Petrópolis recebeu incentivo fiscal por meio de decreto do estado 
CHICO OTAVIO / LUIZ GUSTAVO SCHMITT 
15/01/2016 5:00 PUBLICIDADE 
RIO — Embora o Grupo Petrópolis, fabricante da cerveja Itaipava, esteja inscrito na Dívida Ativa como devedor de ICMS do estado, a empresa foi beneficiada, em novembro do ano passado, no auge da crise financeira, por um decreto do governador Luiz Fernando Pezão. A canetada incluiu a Itaipava no programa Rioinvest, que prevê incentivos a projetos de grande porte com recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social (Fundes). Com a medida, a cervejaria ganhou incentivos fiscais de R$ 687,8 milhões do governo estadual, na forma de créditos de ICMS ao longo de dez anos (Link)."

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

"AVALANCHE DE MELADO" - MARIA LUCIA VICTOR BARBOSA

Prezados leitores, transcrevemos um novo texto da socióloga Maria Lucia Victor Barbosa:



"AVALANCHE DE MELADO
Maria Lucia Victor Barbosa 
12/01/2016 
Nos noticiários as TVs apresentam amenidades, acidentes, notícias do exterior, poucas notas políticas. Tudo repetido à exaustão. O Brasil de férias quase não toma conhecimento dos recorrentes assaltos à coisa pública, que vão sendo descortinados por delatores loucos para salvar a pele. Eles vendaram a alma ao “diabo” do PT e agora estão pagando com juros e correção monetária. 
Enquanto isto o melado com o qual o PT se lambuzou continua a percorrer distâncias e vai envolvendo figuras do alto escalão governamental. Parece a lama sinistra que se abateu sobre o distrito de Mariana soterrando tudo, matando gente, invadindo lonjuras, contaminando rios, confiscando o azul dos mares. Foi a maior catástrofe ambiental já havida no País, assim como a avalanche de melado da corrupção da era PT não tem comparação com as roubalheiras do passado, tal seu grau de institucionalização e volume. 
Interessante é que o autor da frase, “o PT se lambuzou”, ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, agora se encontra lambuzado, sendo que outros ministros comeram também bastante do melado. Pelo menos é o que se lê no O Estado de S. Paulo, de 8 de janeiro de 2016: 
“Lava Jato – Além de Jaques Wagner, Edinho Silva (Comunicação) e Henrique Alves (Turismo) são citados em diálogos do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, condenado a 16 anos de prisão”. 
Também é mencionado no respectivo jornal o atual presidente da Petrobras, Aldemir Bendine. Ao mesmo tempo, o notório Cerveró, ex-diretor da Petrobras, menciona Jaques Wagner em algumas grossas, como diria Lula da Silva, maracutaias. 
Cerveró, Nada acontece com o presidente de fato, que depôs pela quarta vez na Polícia Federal sobre uma generosa medida provisória que beneficiou um de seus filhos. E enquanto seus outrora “amigos íntimos”, aqueles que privaram de sua intimidade, que festejaram juntos em magníficos banquetes, que se divertiram com Brahma em suntuosas viagens estão vendo o sol nascer quadrado, “o pobre operário” segue indiferente à desdita dos companheiros de partido e “das zelites”. Não sei se esse traço de personalidade é próprio da humanidade como um todo ou mais acentuado em certos indivíduos sem caráter. 
Em todo caso, o espertíssimo ex-presidente da República, grande beneficiado da locupletação geral não sabe de nada, não viu nada e, se duvidar, não conhece nenhum imbecil que caiu na esparrela, conforme taxou o senador petista e ora detento, Delcídio Amaral. 
Lula da Silva foge dos “imbecis” como o diabo da cruz. Eles podem contaminar seu projeto de poder. Afogá-lo no pote de melado. No momento vislumbra-se apenas um fiozinho de melado a lhe escorrer pela barba. Foi posto por Cerveró que o mencionou quase que de passagem, a lembrar de que até a sorte acaba um dia nesse mundo de finitudes. Nada, porém, de previsões açodadas porque Brahma ou Boi até agora escapou. Ele conta com proteções internas e possivelmente externas, como as do Foro de São Paulo. 
Há de se convir que o PT ainda detém força suficiente para evitar males piores. Exemplo disto foi o anteparo do STF que evitou por duas vezes o impeachment de Rousseff, com evidente e indevida intromissão no Legislativo. Ela ficará por mais três anos sem nenhuma condição de governabilidade, fazendo discursos que são peças de propaganda enganosa a se desmanchar na primeira ida das donas de casa ao supermercado. Enquanto isso o País afundará cada vez mais na recessão e na sua insignificância de potência regional sul-americana, a ser suplantada pela Argentina sob a presidência de Mauricio Macri. 
Seguem-se outros exemplos do poder petista, como aqueles que tentam torpedear a extraordinária e inédita Operação Lava-Jato. É o caso do chamado desmonte da PF através do corte de R$ 133 milhões no seu orçamento. Foi votado no Congresso, mas tem evidente dedo do Executivo. Outro exemplo foi o da medida provisória assinada por Rousseff, que altera as bases da Lei Anticorrupção. Desse modo, se aprovada no Congresso empresas corruptas poderão fazer acordos de leniência com a CGU sem precisar colaborar com as investigações nem prestar contas ao TCU. Também poderão fechar contratos com o governo e receber verbas públicas. Não faltam também investidas do ministério da Justiça contra o competente e ilibado juiz Sérgio Moro. 
Sem dúvida, o PT resiste diante do mar de melado que o submerge. Seu grande teste, porém, será nas eleições municipais desse ano. Se o povo achar que são lícitas as doçuras corruptas do poder, enquanto amarga a inflação, o desemprego, a inadimplência, ótimo para os petistas. Se não Lula terá, em 2018, que pensar em outro plano B. 
José Dirceu, Antonio Palocci, No passado escolheu José Dirceu, depois Antonio Palocci e deu no que deu. Agora Jaques Wagner era (ou é?) o plano B, mas comeu muito melado. Dilma, a “faxineira”, vai mantê-lo no cargo? Certamente, mas nem tomando banho de ervas e sal grosso, Jaques Wagner, codinome compositor, se livrará do melado. 
Maria Lucia Victor Barbosa é socióloga. 
mlucia@sercomtel.com.br 

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

SERVIDORES DO RIO CONVOCAM ASSEMBLEIA PARA DISCUTIR GREVE GERAL EM FEVEREIRO



Prezados leitores, transcrevemos matéria do Jornal Extra:

"12/01/16 21:42 Atualizado em 12/01/16 23:06 
Servidores do Rio convocam assembleia para discutir greve geral em fevereiro 
Pollyanna Brêtas
A crise financeira que atinge o governo do Estado do Rio, comprometendo o calendário de pagamento dos servidores e levando a Saúde ao colapso, levou diversas categorias a se reunirem, na noite desta terça-feira (dia 12), para discutir uma paralisação dos serviços em fevereiro. Cerca de 200 representantes dos sindicatos dos professores, dos profissionais da Segurança Pública, dos bombeiros e dos médicos, além dos servidores das universidades do Estado do Rio de janeiro (Uerj) e do Norte Fluminense (Uenf), e da Fundação para Infância e Adolescência (FIA), se encontraram para debater propostas que vão de ações na Justiça à greve geral. Uma nova assembleia foi marcada para o dia 3.
Os servidores reclamam de uma série de mudanças nas datas de pagamento dos salários, que passaram a ser depositado até o 7º dia útil e não mais nos primeiros dias do mês, além do parcelamento da segunda metade do 13º salário, em até cinco vezes. Antes, o restante do abono era pago em dezembro. A crise também afetou os pagamentos feitos às empresas terceirizadas, e muitos profissionais estão sem pagamento ou sem receber vencimentos integrais desde novembro de 2015. Cerca de 20 mil prestadores de serviços foram afetados pela falta de recursos para pagar salários. Somente na gestão da Saúde, as dívidas chegam a R$1 bilhão.
Os funcionários terceirizados também reclamam da falta de materiais para trabalhar, como aconteceu no setor de limpeza da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), o que levou à suspensão das aulas.
Em dezembro, diversos hospitais e UPAs tiveram os serviços suspensos ou funcionaram de forma restrita devido à falta de itens básicos para tratar pacientes, o que levou à municipalização de unidades.
O governo do estado atribui a crise financeira à queda na arrecadação do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS); ao baixo preço do barril do petróleo, o que afeta uma das principais atividades do Rio; e à redução do repasse de royalties ao estado por parte da União (Fonte)."

Juntos Somos Fortes!

domingo, 10 de janeiro de 2016

A ATIVIDADE POLICIAL EM UM BRASIL INACREDITÁVEL

Prezados leitores, assistam o vídeo e conheçam na prática as grandes dificuldades da atividade policial no Brasil.


video



Juntos Somos Fortes!

sábado, 9 de janeiro de 2016

A "PARCERIA" DO FLAMENGO COM A REDE GLOBO



Prezados leitores, a manchete do jornal O Dia foi incisiva:

"CAMPEONATO CARIOCA
Flamengo acata ordens da Globo sobre a escalação de time titular".

Ao clicar no citado título o leitor é direcionado para a seguinte matéria, onde a "ordem" é minimizada:

"09/01/2016 16:33:58 
Fla anuncia que usará seus jogadores titulares no Campeonato Carioca
Clube divulgou nota oficial explicando que usará o elenco por conta de acordos comerciais, mas se mantém contra a FERJ 
Rio - Apesar de declarar que não usaria seu time principal no Campeonato Carioca, o Flamengo resolveu voltar atrás em seu posicionamento e anunciou, via nota oficial em seu site, que usará os seus principais jogadores no Estadual. A diretoria rubro-negra informou que a mudança ocorreu para atender um pedido da TV Globo, que tem os direitos de transmissão do campeonato (Link)."

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - IMPRENSA MENTIU, INQUÉRITO NÃO FOI ARQUIVADO



Prezados leitores, os órgãos de imprensa que noticiaram o arquivamento do ICP sobre o "escândalo do Brasileirão 2013", mentiram.
Leiam a informação oficial do Ministério público de São Paulo encaminhada para um torcedor mobilizado em busca da verdade:

"From: "Fernanda Marassi" 
Date: Thu, Jan 7, 2016 at 5:06 AM -0800 
Subject: RES: MP/SP - 5º PJ Consumidor - ref. 14.161.1/14 - notificação 2546/15 
To: (...).
Prezado Senhor: 
O inquérito encontra-se em andamento. Para acessar os autos é necessário que o Sr. se dirija à secretaria da promotoria do consumidor: Rua Riachuelo, 115, sala 130, das 13h às 18h. Só pedimos a gentileza de ligar para confirmar se os autos estão disponíveis antes de vir. 
Atenciosamente, 
Fernanda 
Oficial de Promotoria"

A luta continua.

Juntos Somos Fortes!

A MANIFESTAÇÃO DO DIA 13 DE MARÇO DE 2016



Prezados leitores, a imagem é uma das inúmeras que estão circulando na internet convocando o povo brasileiro para protestar nas ruas contra o governo Dilma Rousseff.

Nós insistimos que a convocação precisa ter um foco e que se construam lideranças em cada estado onde for realizado protesto.

Caso contrário, nada de produtivo será alcançado, o que só enfraquecerá as futuras mobilizações.

Cada ato precisa render pelo menos uma conquista concreta.

Juntos Somos Fortes!


segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO" - A PORTUGUESA SALVOU O FLAMENGO, PONTO FINAL

Prezados leitores, não existe qualquer dúvida, a Portuguesa salvou o Flamengo do rebaixamento no Brasileirão 2013.

O Ministério Público de São Paulo está investigando as circunstâncias que envolveram a escalação do jogador Heverton pela Portuguesa e deve apresentar os resultados em breve.

Nós já solicitamos uma cópia do Inquérito Civil Público através de e-mail.




Juntos Somos Fortes!

O ANO COMEÇA VIOLENTO NO RIO "PACIFICADO"



Prezados leitores, a "pacificação" segue avançando no Rio de Janeiro.

"Jornal O Globo
Intenso tiroteio assusta moradores do Complexo do Alemão 
Também houve registro de confrontos no Chapadão e na Vila Cruzeiro 
DAYANA RESENDE 
04/01/2016 1:52 / atualizado 04/01/2016 1:54 
RIO — Uma intensa troca de tiros assustou moradores do Complexo do Alemão, na Zona Norte da cidade, no início da madrugada desta segunda-feira. Dezenas de internautas relataram o clima de medo nas redes sociais. Segundo eles, o confronto ocorreu em várias partes do complexo. PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Alemão não foram encontrados para comentar a ocorrência. 
Também no começo da madrugada, por volta de meia-noite, militares da UPP da Vila Cruzeiro, na Penha, trocaram tiros com traficantes. De acordo com o 16º BPM (Olaria), a situação já foi normalizada. 
Houve registro de tiroteio também no Complexo do Chapadão, na Pavuna, na Zona Norte, depois que a Polícia Militar interrompeu um baile funk que acontecia no localidade conhecida como Torre. A região está com o policiamento reforçado. Em nenhum dos confrontos, há informações sobre feridos (Link)". 

Juntos Somos Fortes! 

domingo, 3 de janeiro de 2016

IMPRESSIONANTE! PINTURA INFLUENCIA GOVERNO PEZÃO



Prezados leitores, o governador Pezão concede uma entrevista ao jornal O Globo (Link).

Nós extraímos um trecho para que possa ser avaliado o jeito Pezão de governar o Rio de Janeiro:

"Jornal O Globo 
"PEZÃO RETIRA DO GABINETE OBRA ‘CARREGADA’, SOBRE MORTE DE ESTÁCIO DE SÁ 
Os esforços do governador Luiz Fernando Pezão para tentar contornar a crise do estado não pouparam nem mesmo a obra do pintor Antônio Parreiras “Alegoria da morte de Estácio de Sá” (ocorrida em 1567). O quadro, de 1,60m x 2,10m (imagem), que ocupava uma das paredes do gabinete de Pezão, no Palácio Guanabara, começou a ser tratado como uma fonte de energias negativas.
A sentença de despejo, no entanto, foi dada pelo cantor Jorge Ben Jor, durante uma visita à sede do governo. 
— Ele chegou aqui, deu três batidinhas na moldura e disse: “está muito carregado, tira” — contou o governador, que é da Igreja Messiânica. 
Na dúvida, Pezão não pensou muito: ainda antes do Natal, Estácio de Sá deixou o gabinete, abrindo passagem para Dom Pedro I, retratado na pintura de Francisco Aurélio de Figueiredo e Melo. 
— Bastou ele sair e começou a entrar dinheiro — afirmou Pezão. 
De 22 de dezembro até o último dia 29, os cofres do estado receberam cerca de R$1 bilhão por meio de leis de incentivos que permitiram a diversas empresas quitar suas dívidas. Entre elas, está a Refinaria de Manguinhos, que, segundo o governador, não pagava imposto há dez anos. No último dia do ano, Pezão recebeu ainda uma ajuda de R$ 45 milhões da União para a saúde. 
O quadro de Antônio Parreiras descansa agora em outro setor do palácio. Mas não ficará ali por muito tempo. Segundo Pezão, o destino da obra será, “possivelmente”, o Museu do Ingá, em Niterói. 

O jeito Pezão de governar não vai dar certo nunca, a população do Rio de Janeiro e o funcionalismo público ainda sofrerão muito.

Juntos Somos Fortes!

DELEGADOS DA POLÍCIA FEDERAL PRESSIONAM MINISTRO DA JUSTIÇA



Prezados leitores, Delegados da Polícia Federal estão pressionando o Ministro de Estado da Justiça, em defesa da instituição.

No Rio de Janeiro, Coronéis da Polícia Militar (Coronéis Barbonos) também fizeram uma carta para pressionar o Governador e o Secretário de Segurança, no ano de 2007, mas não receberam o apoio indispensável da totalidade de Oficiais e Praças.

"Of. nº 152/15- ADPF 
Brasília, 28 de dezembro de 2015. 
Ref. Proc. nº 129/95 
Sua Excelência o Senhor 
JOSÉ EDUARDO CARDOZO­
DD. Ministro de Estado da Justiça 
Brasília/DF 
Excelentíssimo Senhor Ministro da Justiça, Como é do conhecimento de Vossa Excelência, a Lei Orçamentária Anual (LOA) foi recentemente aprovada no Congresso Nacional, estabelecendo, para a surpresa dos Delegados de Polícia Federal e de toda a sociedade, um corte no já limitado orçamento da Polícia Federal, na ordem de 133 milhões de reais. Uma redução orçamentária dessa monta importará, necessariamente, na drástica diminuição das ações investigativas da Polícia Federal no ano que se aproxima, pois contratos celebrados para garantir o seu regular funcionamento serão suspensos ou cancelados e projetos que visam ao seu aprimoramento serão completamente abandonados, por absoluta falta de recursos, o que já vem ocorrendo, por exemplo, em projetos estratégicos para a segurança da nação, tais como o VANT (Veículo Aéreo Não Tripulado) e o CINTEPOL (Centro Integrado de Inteligência Policial e Análises Estratégicas), os quais estão em franco processo de descontinuidade, por absoluta falta de recursos. 
Afigura-se, portanto, uma nítida e grave situação de DESMONTE da Polícia Federal, que, inviabilizada em suas ações pelo arrocho orçamentário imposto pelo Governo Federal, restará impossibilitada de cumprir, com a mesma eficácia que a população se acostumou em ver e ainda mantém com muito esforço, suas investigações e demais atividades policiais, prejudicando sobremaneira a prestação do serviço à sociedade e a imagem de excelência que se consolidou ao longo dos anos. 
Os Delegados de Polícia Federal estão bastante apreensivos e inquietos com os rumos da Polícia Federal, especialmente porque, a despeito dos fatos e constatações acima narrados, não têm observado a atuação de Vossa Excelência, na qualidade de titular da pasta ministerial à qual se vincula a instituição, no sentido de denunciar e enfrentar esse claro desmonte do órgão. 
É por isso que, por meio da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal – ADPF, os Delegados de Polícia Federal vem à presença de Vossa Excelência cobrar que haja menos discursos e mais ações efetivas do Ministério da Justiça em defesa da Polícia Federal para que se promovam todos os atos institucionais necessários para impedir que a Polícia Federal seja alvo de um processo de sucateamento em razão do cumprimento da sua competência constitucional: combater o crime organizado, os crimes decorrentes dos desmandos políticos e econômicos e a corrupção. 
Caso Vossa Excelência reconheça a sua impossibilidade política em defender a Polícia Federal, os Delegados exigem, então, que apoie e se engaje, ao lado da instituição, na busca pela autonomia orçamentária e financeira da Polícia Federal, por meio de gestões para a aprovação da PEC 412/2009, que tramita no Congresso Nacional, a qual garantirá a desvinculação da Polícia Federal do manto do Ministério da Justiça e que permitirá à instituição Polícia Federal se defender por seus próprios meios contra o processo de desmonte que a ela está sendo imposto. 
Assinam esta Carta os Diretores Regionais da ADPF, reunidos em Conselho, representados por seu Presidente e os demais membros das diretorias nacional e regionais da entidade. 
Respeitosamente, 
Carlos Eduardo Miguel Sobral 
Presidente da ADPF e do Conselho de Diretores Regionais da ADPF 
(...) 
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS DELEGADOS DE POLÍCIA FEDERAL
SHIS QI 07 conj. 06 casa 02 - Lago Sul, Brasília/DF - CEP 71.615-260
Central de Atendimentos: 0800.721.2373"

Juntos Somos Fortes!

sábado, 2 de janeiro de 2016

A VERDADE SOBRE O RIO DE JANEIRO

Prezados leitores, a realidade do Rio de Janeiro:



1) Jornal O Dia
01/01/2016 23:36:00
Bala perdida fere um carioca a cada dois dias 
41º BPM lidera ranking, com 12 dos 115 casos até setembro. Área de UPP, Coroa/Fallet teve seis 
ANDRÉ BALOCCO
Rio - Cento e quinze. Este é o número de moradores da Região Metropolitana do Rio feridos por balas perdidas de janeiro a setembro deste ano, de acordo com levantamento feito pela Polícia Militar, obtido com exclusividade pelo DIA. A campeã, com 12 vítimas, é a área do 41º Batalhão de Polícia Militar, que engloba Colégio, Irajá, Vista Alegre, Vila da Penha, Vicente de Carvalho, Vila Cosmos, Guadalupe, Ricardo de Albuquerque e Anchieta. Inclui também Parque Anchieta, Pavuna, Barros Filho, Parque Colúmbia, Acari e, finalizando, Costa Barros. Foi lá que, em novembro, cinco jovens foram fuzilados em emboscada policial, confundidos com ladrões de carga (Link).

2) Jornal Extra 
01/01/16 06:16 Atualizado em 01/01/16 07:32 
Três PMs feridos em ataques de bandidos no último dia do ano 
Dayana Resende - O Globo 
RIO — Pouco antes da chegada de 2016, três policiais militares ficaram feridos em duas ocorrências diferentes no Rio. Uma delas aconteceu em Coelho Neto, na Zona Norte da cidade, quando PMs do 9°BPM (Rocha Miranda) faziam um patrulhamento na Rua Guaxindiba. A equipe foi surpreendida por criminosos armados, e houve uma intensa troca de tiros (Link).

3) Jornal Extra
02/01/16 06:00 Atualizado em 02/01/16 07:26
Roubos de cargas disparam no estado Carolina Heringer 
Fim da tarde de sexta-feira, último dia 11 de dezembro. Na Avenida Dom Hélder Câmara, ao lado da Cidade da Polícia, caminhões enfileiram-se, enquanto motoristas e ajudantes registram ocorrência na Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC). No mês passado, os números de roubos de carga dispararam. Até o dia 14, foram registrados 320 casos só na especializada, uma média de 23 por dia, quase um por hora. Em relação ao mesmo período do mês anterior, quando ocorreram 252 casos, o aumento foi de 27% (Link).

Juntos Somos Fortes!