COMO COMPRAR OS LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em adquirir os livros publicados pelo Coronel Paúl, basta acessar o link: http://blogcoronelpaul.blogspot.com.br/2015/02/livros-do-coronel-paul-local-de-compra.html

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

POLICIAL MILITAR, A HORA É DE COLOCAR A CARA


Prezados leitores, agradecemos as mensagens de apoio no sentido de que retornemos com as publicações nesse espaço democrático.
A crise realmente é gravíssima, entendemos a preocupação.
Em respeito aos que continuam se manifestando reiteramos que as redes sociais são apenas uma das ferramentas que dispomos para lutar em defesa da PMERJ e dos Policiais Militares, não é a única. 
Blogs, portais, sites, twitters, páginas de facebook surgem e desaparecem a todo instante.
Todas são ferramentas, não a solução, como demonstraram os Bombeiros Militares.
A nossa decisão será mantida enquanto não surgir um fato novo que consideremos relevante e que não seja uma iniciativa ligada às redes sociais.
Temos que ter no sangue a coragem dos 40 da Evaristo e dos Coronéis Barbonos, a rua é o nosso ambiente de "luta".
Além disso, no próximo mês o Coronel Paúl estará organizando o livro sobre o escândalo do Brasileirão 2013, o que consumirá maior  parte do disponível.
Quem deseja acompanhar ou participar basta acessar o blog (Link).
Nunca desistiremos de lutar, mas não continuaremos lutando praticamente sozinhos, isso não levará a lugar algum.
Aos que querem contribuir para salvar a PMERJ, deixamos um recado:
- É hora de colocar a cara (nome, RG, posto ou graduação) e ir para as ruas.



Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

LIVROS DO CORONEL PAÚL - LOCAL DE COMPRA



Prezados leitores, os três livros de autoria do Coronel PM Paúl poderão ser adquiridos na Associação dos Militares Estaduais (AME-RJ), situada na Rua Camerino, 114, Centro, Rio de Janeiro.
A AME-RJ funciona de segunda à sexta-feira no horário comercial.
Os livros também poderão ser adquiridos e encaminhados pelo correio,  para isso basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

Juntos Somos Fortes!

domingo, 1 de fevereiro de 2015

O SILÊNCIO DO BLOG DO CORONEL PAÚL

video

Prezados leitores, a nossa luta por uma Polícia Militar honesta, competente e valorizada começou no final da década de setenta, quando fomos designados para o Terceiro Batalhão de Polícia Militar, isso em 1979, após a conclusão do Curso de Formação de Oficiais na antiga Escola de Formação de Oficiais, atual Academia de Polícia Militar D. João VI.
Ao longo dos anos de carreira defendemos a Polícia Militar e os verdadeiros Policiais Militares, sofrendo uma represália aqui e outra acolá, mas não desistindo de buscar uma instituição honesta, competente e valorizada.
A nossa postura fez com que terminássemos a carreira na área da Corregedoria Interna e exercendo a honrada e difícil função de Corregedor.
Sem qualquer dúvida, as nossas maiores lutas foram desencadeadas quando alcançamos o posto de Coronel PM e foram iniciadas no nosso período na função de Corregedor, isso em 2007.
Pouparemos os nossos amáveis leitores e não voltaremos a comentar nesse artigo tudo o que fizemos e todas as represálias que sofremos, o conjunto está eternizado em dois simples livros: "Cabral contra Paúl - A Polícia Militar de joelhos (Editora Livre Expressão - 2011) e "A ditadura de terno e gravata - A luta dos Bombeiros e dos Policiais Militares "(Editora Multifoco - 2014).
Temos apenas que relembrar aos leitores para que a nossa decisão possa ser corretamente interpretada, que nem a desistência dos companheiros de luta, nem a crise na saúde emocional, nem as duas prisões ilegais que sofremos, sendo que na segunda fomos atirados em uma solitária da Penitenciária Bangu 1, nem a ameaça de expulsão da Polícia Militar (com a perda do salário), nada nos fez desistir. 
Nós continuamos lutando contra tudo e contra todos pela construção de uma Polícia Militar honesta, competente e valorizada.
Não foram poucos os amigos que aconselharam que desistíssemos, mas nunca acolhemos as sugestões, apesar de sempre bem fundamentadas.
Eis a nossa realidade até o dia de ontem, quando recebemos através do WhatsApp o vídeo que publicamos e que republicamos nesse artigo.
As palavras da sogra do Soldado PM Bruno Guimarães Miguez, assassinado por criminosos na Cidade de Deus, dirigidas ao atual Secretário de Segurança Pública, somadas ao silêncio dos Coronéis de Polícia Militar, explicitaram com uma clareza solar que nós estamos "pregando no deserto".
Ela teve a postura que os Coronéis de Polícia Militar, ativos e inativos, deveriam ter tido há muito tempo.
A coragem e a dor daquela senhora nos silenciaram.
Não precisamos e não devemos acrescentar mais nada às palavras proferidas por ela.
Não faz mais qualquer sentido escrever artigos e/ou publicar vídeos.
Nós só voltaremos a postar nesse espaço democrático quando os Coronéis de Polícia Militar, sobretudo, os que ainda integram o serviço ativo, adotarem as posturas que se mostram indispensáveis e inadiáveis para a salvaguarda da bicentenária Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e dos Policiais Militares, expostos desnecessariamente ao risco de morte.
Se os Coronéis de Polícia Militar continuarem inertes após assistirem o vídeo, tudo se perdeu, não existe mais nada a ser feito e só nos resta também o silêncio.

Juntos Somos Fortes!

ÓTIMA NOTÍCIA: SÉRGIO CABRAL E PEZÃO ENCRENCADOS NA OPERAÇÃO LAVA JATO

Prezados leitores, eis uma excelente notícia:

"REVISTA VEJA
Radar on-line 
Sábado, 31 de janeiro de 2015 8:26 
Brasil 
Os políticos 

Citados nas delações Luiz Fernando Pezão e Sérgio Cabral aparecem encrencados nas delações premiadas feitas até aqui. 
Por Lauro Jardim (Fonte)". 

Juntos Somos Fortes!

"LIVRO ENTRE A CASERNA E A RUA - O DILEMA DO PATO" - COMENTÁRIO


Prezados leitores, transcrevemos comentário sobre o livro "Entre a caserna e a rua: o dilema do pato" de autoria do atual Chefe do Estado Maior Geral da PMERJ, Coronel PM Robson Rodrigues.

"Caros amigos,
Eis aí o pensamento de um Oficial que atingiu o último posto da carreira Policial Militar e chegou ao cargo de CHEFE DO EMG.
No seu livro ele faz uma analogia entre o pato que segundo ele nada, voa e anda mas não executa nenhuma atividade bem.
As conotações contaminadas pelo viés de cunho ideológico são muito claras e ele procura demonstrar que a condição de MILITAR atrapalha o exercício da atividade POLICIAL.
Respeitando o ponto de vista daquele oficial vou me permitir discordar do que ele afirma, pois na minha opinião uma condição não atrapalha a outra, muito pelo contrário.
Entendo também que a analogia está calcada em premissas que não se sustentam , ao afirmar que o PATO não executa nenhuma das suas atividades de forma satisfatória, muito pelo contrário, o pato nada como o peixe, inclusive por debaixo d'água e o peixe não anda e nem voa e nem respira fora do seu habitat.
Se observarmos a formação em cunha que os patos, principalmente os migratórios, usam para percorrer grande distâncias, vamos verificar que ele faz isso para diminuir o atrito com o ar. A tecnologia areronáutica de ponta copia esse modelo na aviação civil.
No mais tirem suas conclusões pois a minha eu já tirei faz muito tempo: ESSA NOVA GERAÇÃO DE OFICIAIS DO Q1 pretende desconstruir 200 anos de história, tradição e de bons serviços prestados e eles não tem a mínima ideia do que estão fazendo, ao se deixarem usar como massa de manobra para interesses inconfessáveis de forte conteúdo político ideológico contaminado pelas idéias marxistas do partido que se encontra há doze anos no poder: o PT e pretende "CIVILIZAR E DESARMAR AS POLÍCIAS MILITARES".
Saudações
Tenente Coronel PM RR Paulo Fontes

O grifo é nosso.

Juntos Somos Fortes!

sábado, 31 de janeiro de 2015

O SILÊNCIO DOS CORONÉIS E O DESABAFO DA FAMILIAR DO PM ASSASSINADO

video

Prezados leitores, nós recebemos o vídeo que ilustra esse artigo através do WhatsApp.
É um trecho de uma reportagem da Rede Globo.
O momento no qual a sogra do Soldado PM Bruno Guimarães Miguez, assassinado por criminosos na UPP da Cidade de Deus, responsabiliza o atual Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, delegado da PF José Mariano Beltrame, pela morte do seu genro.
Não foi primeira vez que um familiar de PM assassinado acusa Beltrame, mas foi a primeira vez que isso ocorreu, salvo melhor juízo, frente a frente.
Sem ter o que dizer, o secretário saiu de fininho...
A nossa esperança é que a coragem da sogra do Soldado PM Miguez faça com que os Coronéis PM rompam o silêncio e assumam as suas responsabilidades pelo futuro da instituição e pela proteção da tropa que está exposta às ações criminosas.
Nós aguardaremos ansiosos a postura dos Coronéis PM.

Juntos Somos Fortes!

"O CULPADO DISSO TALVEZ SEJA O SENHOR (SECRETÁRIO BELTRAME)"

Prezados leitores, a sogra de um Policial Militar assassinado coloca o secretário de segurança Beltrame em seu devido lugar.
Isso devia ter sido feito pelos Coronéis PM e pelos Delegados PC há muito tempo.




"JORNAL MEIA HORA
PLANTÃO DE POLÍCIA
30/01/15 23:35 atualizado em 31/01/2015 01:35 
Sogra de PM morto por traficantes questiona o secretário: ‘Você sabe a dor da minha filha?’
O secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, esteve ontem à tarde no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, para acompanhar o enterro do corpo do soldado Bruno Guimarães Miguez, morte por bandidos da Cidade de Deus, na noite de quarta-feira. O ‘xerife' do Rio foi alvo de protestos dos familiares do PM, e a sogra do militar chegou a colocar o dedo em riste para ele, culpando-o pela morte. 
"O culpado disso talvez seja o senhor. O culpado disso que nós estamos passando hoje, que a minha filha está passando, o senhor é culpado. Você sabe a dor da minha filha?", desabafou a sogra de Miguez, cara a cara com Beltrame e dois oficiais da PM, em cena que foi flagrada por uma cinegrafista da Rede Globo e exibida no RJTV. 
Depois da bronca, Beltrame saiu de fininho. Em entrevista ao RJTV, o secretário lamentou a morte de Miguez: "Infelizmente, mais uma vez, perdemos mais um policial em uma emboscada. Em um lugar que está, na nossa avaliação, relativamente tranquilo, em função de outros acontecimentos. 
Mas eu não tenho como prometer uma cidade totalmente limpa, sem homicídios, onde não se tenha arma de fogo e onde policiais e pessoas não percam sua vida por atos irresponsáveis". 
A viúva passou mal durante o velório do soldado Miguez. Mais de 200 pessoas compareceram ao cemitério, muitas delas vestiam usando uma camisa em homenagem ao policial (Fonte)".

Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

HÁ MAIS DE 8 ANOS NO GOVERNO, PEZÃO "TORCE" PARA CHOVER

Prezados leitores, a população do Rio de Janeiro está entregue à própria sorte.
Pezão que está há mais de oito anos governando o Rio de Janeiro está "torcendo" para chover.
A situação atual não foi construída da noite para o dia, são anos e anos de descaso dos governantes com as questões ambientais.
Pezão tem sua parcela de culpa.
Imaginem se a ação do governador, a torcida, não der certo, o que ele pretende fazer?
Talvez seja melhor ele deixar de "torcer" para chover e começar a "rezar" para chover.
Afinal, no Rio de Janeiro só tem "chovido" balas perdidas...


(Jornal O Dia)


QUAL É A REAL GRAVIDADE DA CRISE HÍDRICA NO BRASIL?


Prezados leitores, qual é a real gravidade da crise hídrica no Brasil?
O que nós temos lido e ouvido sobre a crise?
Os especialistas se manifestam sobre as causas.
Os nossos péssimos políticos tratam unicamente das providências que irão desenvolver caso as chuvas não retornem.
Eles irão sobretaxar o consumo de água e farão racionamento.
Repararam que ninguém fala sobre a real possibilidade de recuperação dos nossos reservatórios.
Qual a quantidade de chuva e por quanto tempo será necessária para que os reservatórios voltem ao volume normal?
Vocês já ouviram explicações sobre essa pergunta?
Pior.
Caso não voltem ao normal, como os políticos resolverão a escassez de água potável?
Alguém respondeu sobre essa possibilidade?
A pergunta que temos que fazer aos políticos e aos especialistas:
- Enquanto as chuvas não ocorrerem e na quantidade necessária, o que será de nós?
Fiquem atentos e cobrem respostas.
E, os que souberem, façam a dança da chuva...

Juntos Somos Fortes!

BRASIL: 42 MIL JOVENS DEVEM SER MORTOS ATÉ 2019


Prezados leitores, a "guerra brasileira".

"JORNAL DESTAK
42 mil jovens devem ser mortos até 2019
28 de Janeiro de 2015
Estudo divulgado ontem indica que mais de 42 mil adolescentes entre 12 e 18 anos devem ser mortos no Brasil até 2019. Com base em dados de 2012, o IHA (Índice de Homicídios na Adolescência) projeta que a situação tenha se agravado desde então.
A pesquisa, elaborada pela Unicef, braço das Nações Unidas para infância e adolescência com a SDH (Secretaria de Direitos Humanos da Presidência), a ONG Observatório de Favelas e o LAV-Uerj (Laboratório de Análise da Violência da Uerj) projeta uma aceleração do aumento registrado em 2012, quando os homicídio de adolescentes cresceram 17% em relação a 2011.
Na época, o IHA subiu de 2,84 para 3,32. Isso significava que, de cada mil adolescentes que, em 2012, completaram 12 anos, 3,32 devem morrer antes de chegar ao 19 anos, em 2019.
A proporção de homicídios como causa de morte de adolescentes, em 2012, era quase nove vezes maior do que na população brasileira total: 36,5% contra 4,8%.
Assim como entre os adultos, a situação de violência entre os jovens é mais grave no Nordeste, onde o IHA é de 5,97 e estão as quatro capitais mais violentas para pessoas de 12 a 18 anos.
Fortaleza lidera, com 9,92 mortes para cada mil - praticamente o triplo da média nacional. Depois, vêm Maceió (9,37), Salvador (8,32) e João Pessoa (6,49).
O Sudeste tem o menor IHE por regiões: 22,5. Rio de Janeiro (2,06) e São Paulo (1,62) estão abaixo dessa média (Leia)". 

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

A CRISE NA GESTÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA AUMENTA CADA DIA MAIS


Prezados leitores, a gestão da segurança pública está cada dia pior.

"JORNAL O GLOBO
PM deve R$ 19 milhões em contas de água e luz, que estão atrasadas desde setembro de 2014 
Inadimplência foi descoberta pelo novo comando da corporação, em meio ao anúncio de corte no orçamento de 2015 
VERA ARAÚJO
29/01/2015 5:00
RIO — Não bastasse o governo estadual anunciar um corte de R$ 1,37 bilhão no orçamento de 2015 para a segurança pública, a Polícia Militar se vê mergulhada numa grave crise financeira. Somente para as concessionárias Cedae, Light e Ampla, a corporação deve R$ 19 milhões, referentes às contas dos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro do ano passado. A inadimplência foi descoberta em um levantamento feito pelo novo comando da PM, que tomou posse no início deste mês. 
E as dívidas não se restringem às contas de luz e água. Embora ainda não tenha sido concluído, um levantamento da situação financeira da corporação revela outros problemas. A PM também deve pagamentos à empresa CNS Nacional de Serviços, responsável pela limpeza de batalhões e por tarefas administrativas. A conta chega a R$ 9,5 milhões (Leia mais)".

Juntos Somos Fortes!

RAS: GOVERNO PEZÃO ESTÁ DANDO CALOTE NOS POLICIAIS MILITARES

Prezados leitores, o governo Pezão atrasou novamente o pagamento do serviço extra remunerado dos Policiais Militares.


(Jornal Extra)


Juntos Somos Fortes!

RIO: O PRÓXIMO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA DEVE SER UM MILITAR OU UM CIVIL?


Prezados leitores, o próximo secretário de segurança pública do Rio de Janeiro deve ser um militar ou um civil?
A pergunta é pertinente, não só diante da grave crise que a segurança pública atravessa no Rio de Janeiro, mas também pelo fato de que temos civis comandando à segurança pública desde o dia 28 de abril de 2003. 
Os civis dirigem a segurança há quase de doze anos e a situação atual demonstra que não conseguiram controlar a violência, hoje inteiramente fora de controle.
Será que não chegou a hora de colocar um militar novamente no comando da segurança pública?
Os militares dão aula de logística e de gestão de recursos humanos, citando apenas duas vantagens sobre os gestores dos últimos anos.

Juntos Somos Fortes!

INVESTIGAÇÕES DOS CASOS PATRÍCIA ACIOLI E AMARILDO PRECISAM SER REVISTAS


Prezados leitores, a segurança pública entrou em colapso no Rio de Janeiro.
Se o policiamento ostensivo vai mal pela falta de Policiais Militares nas ruas, as investigações da Polícia Civil também estão deixando a desejar. 
Nós temos alertado para os problemas relacionados com as investigações dos casos Patrícia Acioli e Amarildo. Elas devem ser revistas.

"JORNAL EXTRA 
Casos de Polícia 
11/01/15 06:00 
Justiça critica investigação contra milícia e concede liberdade a guarda municipal acusado de integrar grupo 
Carolina Heringer 
Acusado de ser um dos 48 integrantes de uma milícia que atua nas zonas Norte e Oeste do Rio — investigados durante a Operação Armagedom pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) — o guarda municipal Leonardo Fróes da Costa, de 33 anos, diz estar sendo vítima de uma injustiça e nega envolvimento com o grupo. Ele teve a prisão preventiva decretada no início de dezembro e estava foragido, mas conseguiu um habeas corpus no último dia 28. A liminar, concedida pelo desembargador Luiz Noronha Dantas, da 6ª Câmara Criminal, faz duras críticas e coloca em xeque as acusações feitas pelo Ministério Público estadual e pela Draco contra o guarda. A denúncia é chamada pelo magistrado de “uma razoável crônica jornalística policial” (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

A FOTO MISTERIOSA E A EXPLICAÇÃO


Prezados leitores, a fotografia que ilustra esse artigo está circulando pelas redes sociais sem qualquer dado sobre ela.
Reparem nos uniformes e nas cabeças cobertas.
Logo surgiram comentários de que eram criminosos imitando militares.
Nós publicamos a foto no twitter e um amigo trouxe a seguinte explicação: 

"São forças especiais (DOFESP) do Exército Brasileiro e o que eles estão usando na cabeça chama-se shemagh, um lenço que protege do sol".

Juntos Somos Fortes!