terça-feira, 23 de setembro de 2014

OS CUIDADOS SOBRE A DENÚNCIA FEITA CONTRA O ESTADO MAIOR DA POLÍCIA MILITAR

(O Globo)


Prezados leitores, a corrupção policial (Polícia Federal, Polícia Civil e Polícia Militar) não foi operacionalizada no atual governo federal e nos atuais governos estaduais, ela existe desde a criação das instituições, certamente, tendo em vista que quem pratica o ato ilícito é o homem que integra as instituições policiais, homem  que parece nascer no Brasil com um predisposição genética para "levar vantagem em tudo".
O que tem ocorrido é uma maior visibilidade dos atos criminosos através da imprensa, o que pode significar que o problema está aumentando, embora  não se possa afirmar isso como verdade.
No caso específico das denúncias feitas pelo Policial Militar preso na Operação Amigos SA  (assistam reportagem do RJTV da Rede Globo) temos que ter dois cuidados:
1) Não desacreditar as denúncias.
2) Não considerarmos as denúncias como verdadeiras até que sejam encontradas provas dos fatos denunciados.
É importante ter como referência o caso Patrícia Acioli, onde ocorreram duas delações premiadas, sendo que um dos delatores em juízo voltou atrás e declarou que a delação foi "forjada". Além disso, alguns pontos contidos nas delações não foram provados e, assim mesmo, todos os Policiais Militares foram condenados.
O momento determina a apuração imediata do denunciado e o respeito aos Oficiais e aos Praças da Polícia Militar que trabalham no Estado Maior da Polícia Militar, pois como não foi citado na delação (ou não foi divulgado) o(s) nome(s) de quem receberia os valores, todos e todas acabaram sendo expostos.

Juntos Somos Fortes!

ELEIÇÃO: ASSESSORES CONFESSAM QUE QUEREM SEPARAR PEZÃO DE CABRAL





(O Globo)


Prezados leitores, a versão agora é oficial.
Assessores de Pezão confessaram ao jornal O Globo que estão descolando o nome de Sérgio Cabral do nome de Pezão, em face da gigantesca rejeição de Cabral.
A estratégia é vergonhosa, tendo em vista que Pezão foi o homem forte de Cabral por mais de sete anos, exercendo o cardo de vice-governador.
Não resta qualquer dúvida que os responsáveis pela campanha de Pezão estão tentando enganar a população do Rio de Janeiro, apresentando Pezão como algo novo.
Façam uma comparação:
Imaginem se o PR escondesse Garotinho e apresentasse na propaganda apenas o vice da chapa, o Major BM Bombeiro Marcio Garcia, considerando a rejeição que Garotinho possui de parte da população.
Embora a rejeição de Garotinho seja muito menor que a de Cabral, o PR também estaria tentando enganar o povo, evitando a rejeição de Garotinho e apresentando como candidato um herói, um Bombeiro com alto grau de aprovação popular.
Pezão foi vice de Cabral e se vencesse, pois o povo não é burro para cair nessa manobra, Cabral teria o seu "terceiro mandato", provavelmente.
Cabral seria como uma eminência parda do governo Pezão, alguém duvida.
Cabral mandaria em tudo, mas sem aparecer, alguém duvida, voltamos a perguntar.
O povo não é burro, não vai votar na dupla Cabral-Pezão de novo.
A fan page "Cadê Cabral?" foi criada para lutar contra essa estratégia de todo condenável (Acessem e compartilhem).

Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

CABRAL, PEZÃO E BELTRAME FIZERAM DE TUDO PARA DESTRUIR A POLÍCIA MILITAR



Prezados leitores, o trio Cabral, Pezão e Beltrame quase destruiu de vez a Polícia Militar.
Sim, a Polícia Militar já possuía uma série de problemas quando o governo Cabral assumiu em 2007, mas tudo piorou nesses quase oito anos de governo.
A corporação está completamente desmoralizada junto à opinião pública e boa parte do efetivo está desqualificado, em face dos problemas nos cursos de formação.
Felizmente, o governo Cabral-Pezão-Beltrame está acabando e a Polícia Militar conseguiu sobreviver.
Amanhã, faltarão 100 (cem) dias para o fim desse desgoverno.
O trabalho será muito grande para recuperar a Polícia Militar, mas os que amam a instituição não medirão esforços para fazer as transformações indispensáveis, mas precisarão de vários anos para reconstruir a identidade e os valores corporativos.
Acessem e leiam a matéria da imagem (Link).

Juntos Somos Fortes!

CARREATA DO MAJOR BM MARCIO GARCIA, O REPRESENTANTE DO FUNCIONALISMO



Prezados leitores, amanhã será realizada uma carreata do candidato ao cargo de vice-governador, o Major Bombeiro Militar Marcio Garcia (PR).
Todos e todas estão convidados para a festa democrática.
Garotinho foi o único candidato que assumiu um compromisso com o funcionalismo público, isso quando indicou para compor a sua chapa um funcionário público que lutou nas ruas por melhores salários e por melhores condições de trabalho, sendo preso e quase expulso do Corpo de Bombeiros pelo governo Cabral-Pezão em razão do seu idealismo e destemor.

Juntos Somos Fortes!

ELEIÇÕES: FAVORECIMENTO AO GOVERNADOR DO AMAZONAS E DO RIO DE JANEIRO



Prezados leitores, no Amazonas o TRE afastou o comandante geral e subcomandante da Polícia Militar em função de favorecerem o atual governador na campanha eleitoral.
Os candidatos poderão ficar inelegíveis.
A imagem que ilustra esse artigo seria de mensagens encaminhadas pelo WS convocando Bombeiros Militares do Rio de Janeiro para uma reunião com o governador Pezão, no dia 19 de setembro de 2014.
Será que estamos diante de uma situação idêntica a vivenciada no Amazonas?
Leiam a matéria: 

"SITE G1 
21/09/2014 12h42 - Atualizado em 21/09/2014 13h37
Decisão do TRE afasta comandante e sub da Polícia Militar do Amazonas
Órgão acatou pedido da PRE-AM neste sábado (20), em Manaus.
Investigação judicial foi movida após suspeitas de abuso de poder político.
Jamile Alves
Do G1 AM
O vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargador João Mauro Bessa, acatou o pedido da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) e afastou liminarmente, neste sábado (20), o comandante geral da Polícia Militar, coronel Eliézio Almeida da Silva e o subcomandante, coronel Aroldo Ribeiro. saiba mais 
A medida cautelar foi solicitada pela PRE-AM, na quarta-feira (17), após investigações do órgão apontarem uma suposta ação da Polícia Militar com o propósito de favorecer o atual governador e o candidato a vice pela mesma chapa, Henrique Oliveira, além do candidato a deputado estadual pelo PV, Platiny Soares (Leia mais)".

Juntos Somos Fortes!

domingo, 21 de setembro de 2014

JORNAL O DIA INSINUA: TODOS CONTRA O POVO FLUMINENSE



Prezados leitores, o Jornal O Dia anunciou dois fatos interessantes (Link):
- Pezão estaria na frente de Garotinho, não informando de onde tirou tal informação.
- No segundo turno todos os outros candidatos devem apoiar Pezão, mas não fundamentou essa argumentação devidamente.
É a prática do "achismo".
Uns chamam de "manipulação da informação".
Fica uma pergunta:
- Por que todos os outros candidatos ficariam contra Garotinho?
O governo Cabral-Pezão foi péssimo.
O povo sofreu com isso.
Lindbergh fala sobre esse tema em todo programa eleitoral.
Crivella também critica, embora de forma mais amena.
Por que apoiariam um governo que consideram péssimo?
Interesse em cargos?
Talvez Garotinho não tenha oferecido nada a eles.
O certo é que existe um verdadeiro pavor na imprensa e na turma do Cabral que Garotinho vença a eleição.
A imprensa perderá as propagandas bilionárias.
Garotinho vai auditar todas as contas do governo Cabral-Pezão.
O pânico deles é justificável.

Juntos Somos Fortes!

ELEIÇÕES: OFICIAIS BOMBEIROS TERIAM SIDO OBRIGADOS A PARTICIPAREM DE REUNIÃO COM PEZÃO

Prezados leitores, transcrevemos a seguir uma grave denúncia que será encaminhada ao TRE/RJ, publicada pelo blog SOS BOMBEIROS RJ:




Na foto acima, a esquerda de Pezão, candidato ao governo estadual, discursa o Coronel BM Simões, o atual Secretário Estadual de Defesa Civil e Comandante Geral do Corpo de Bombeiros.
Salvo melhor juízo, diante das provas que estão sendo obtidas, a legislação eleitoral foi mortalmente ferida.
Na foto abaixo, Pezão discursa para os Oficiais Bombeiros "convidados"




"Sexta-feira, 19 de setembro de 2014 
COMANDANTES OBRIGAM OFICIAIS A PARTICIPAREM DE REUNIÕES POLÍTICAS
É contra abusos como estes que nós do SOS BOMBEIROS não aguentamos mais e lutamos contra, seja com oficiais ou praças. 
Utilizar da superioridade hierárquica para determinar que o bombeiro compareça a uma reunião política do candidato do comando, é o mesmo que relembrarmos os tempos áureos da ditadura, os oficiais do CBMERJ vivem sob ameaça, pressão, e coações. Isso é um absurdo e repudiamos tais atitudes. 
Não têm capacidade de atrair pelo convencimento, sabem que hoje suas ideologias não convencem nem o mais moderno dos militares. Temos vergonha de sermos comandados por chefes como vocês, se retirar as luvas de sobre os ombros de alguns não sobra mais nada. 
Infelizmente só nos cabe lamentar e torcer para que um dia os bons oficiais ( que são maioria) despertem, se unam e também lutem contra a ditadura velada que vivem dia após dia (Link)".

Juntos Somos Fortes!

sábado, 20 de setembro de 2014

O POVO ESCOLHERÁ: O VOTO OU A BAIONETA CONTRA "DICK, O VIGARISTA"



Prezados leitores, não perderemos o nosso tempo e o precioso tempo dos nossos leitores tratando das missões constitucionais das Forças Armadas, para conhecer essa verdade basta uma pesquisa sobre o texto constitucional.
Preferimos focar na atual realidade brasileira, onde os escândalos políticos se sucedem com uma rapidez nunca antes vista nesse país, algo que os políticos justificam com frases de efeito do tipo: -“Nunca se combateu tanto a corrupção nesse país”.
Eles (elas) apresentam essa explicação para os escândalos que invadem as nossas casas através de redes de televisão e rádio, jornais e revistas. Os mais ousados (ousadas) chegam a se glorificar:
- “Foi a Polícia Federal que descobriu o escândalo”.
Isso em face da Polícia Federal ser um órgão governamental.
Esquecem propositalmente que inúmeros escândalos não foram descobertos pela Polícia Federal.
No Rio de Janeiro, por exemplo, o escândalo dos contratos superfaturados de compra e de terceirização da frota de viaturas da Polícia Militar foi denunciado ao Ministério Público (MP) pelo Coronel PM Ref Paúl.
O escândalo monta centenas de milhões de reais e fez com que o MP denunciasse o atual secretário de segurança Beltrame e o ex-chefe da Casa Civil do governo Cabral-Pezão.
A verdade é que o país ruma para uma “cleptocracia ampla, geral e irrestrita”, isso por meio de projetos de poder de oito, doze, dezesseis, vinte, vinte e quatro anos ou mais.
Só existem duas formas de interrompermos esse processo:
1) O povo derrubando o projeto de poder, provocando uma alternância política, elegendo a oposição, onde considerar que esses projetos estão em curso (governo federal e/ou estaduais e/ou municipais).
2) As Forças Armadas cumprindo os seus deveres constitucionais.
Só existem essas duas opções.
Nós somos democratas por natureza e torcemos para que o “gigante” acorde de verdade e rompa esses processos através do voto, mas uma coisa é certa, os processos terão que ser interrompidos de uma forma ou de outra.
No intuito de demonstrar a gravidade do momento que vivemos convidamos a todos e a todas a voltarem um pouco no tempo, quando Lula era candidato e tendo como parâmetro uma fala do ex-presidente, podemos afirmar sem medo de errar que atualmente existe no Brasil um “projeto de compra de votos” que alcança mais de 14 milhões de famílias.
Transformem isso em número de votos e percebam como é praticamente impossível interromper pelo voto o projeto de poder.
Basta o atual governo insinuar que os adversários acabarão com o “Bolsa Família” para eliminar a concorrência.
No Rio de Janeiro, alegam que o adversário mais forte vai acabar com as Unidades de Polícia Pacificadora, as UPPs, a tática é idêntica.
Isso sem falar nas diversas tentativas "jurídicas" de tentar retirar o adversário mais forte (Garotinho) da corrida eleitoral.
Os grupos políticos que estão no poder lembram o personagem “Dick Vigarista” do desenho animado “Corrida Maluca” que tentava tirar os outros concorrentes da corrida para poder vencê-las.
Infelizmente, ao contrário do “Dick Vigarista”, que nunca vencia apesar das artimanhas, eles vencem.
Prezados leitores, vocês lutarão com o voto contra a “cleptocracia” ou preferem esperar as baionetas?

Juntos Somos Fortes!

ELEIÇÕES - REVISTA VEJA - O "JOGO SUJO" DO PT

Prezados leitores, assistam com atenção esse vídeo:



Juntos Somos Fortes!

NÓS VOTAMOS: MAJOR PM HÉLIO E SARGENTO PM AVELLAR

Prezados leitores, nós votamos:


Além de outros parâmetros, consideramos que os servidores públicos NÃO PODE VOTAR em nenhum candidato que faça parte da coligação liderada por SÉRGIO CABRAL-PEZÃO.
Respeitosamente, consideramos uma grave traição ao funcionalismo votar nessa gente que se aliou aos "ditadores" que encarceraram ilegalmente em Bangu 1 os Bombeiros e os Policiais Militares que lutavam por salários.
O Major PM Hélio foi uma das vítimas dessa autêntica "ditadura de terno e gravata".

Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

CORONEL PAÚL COMUNICA O LANÇAMENTO DE SEUS NOVOS LIVROS

Prezados leitores, o Coronel PM Ref Paúl comunicou que ficou pronto o seu segundo livro "A Ditadura de Terno e Gravata - A luta de Bombeiros e Policiais Militares" e que fará o lançamento desse livro em conjunto com o lançamento do terceiro livro "UPPs - Uma farsa eleitoral", que está em fase final de produção.
Data, local e horário serão anunciados em breve.





Juntos Somos Fortes!

GAROTINHO DETONA A TV GLOBO DURANTE ENTREVISTA NA TV GLOBO

Prezados leitores, Garotinho arrasou a Rede Globo na própria Rede Globo.


 

 Juntos Somos Fortes!

GOVERNO PEZÃO: A CRISE NA SEGURANÇA PÚBLICA SE AGRAVA

Prezados leitores, a crise na segurança pública continua se agravando.

(Jornal Extra)


Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

CASO PATRÍCIA ACIOLI - DEVE SER ANULADA A EXPULSÃO DOS PRAÇAS



Prezados leitores, informações e documentos que recebemos nos fazem concluir que a expulsão dos Policiais Militares do caso Patrícia Acioli deverá ser anulada.
A hipótese mais provável é a anulação do PAD que serviu de base para a decisão do comandante geral e a realização de um novo.
Ratificamos que nós não defendemos a inocência de nenhum dos acusados, mas demonstramos a inexistência de provas contra a maioria dos condenados (Vídeos).

Juntos Somos Fortes!

CASO PATRÍCIA ACIOLI: EXPULSÃO DOS POLICIAIS MILITARES - COMENTÁRIOS



Prezados leitores, tivemos acesso à solução publicada no BDR da Polícia Militar sobre a expulsão dos 9 (nove) Praças acusados e condenados pelo cruel assassinato da juíza Patrícia Acioli.
Emitir opinião sem ler os autos do processo administrativo disciplinar (PAD) é algo de todo condenável, mas pelo que conseguimos perceber através do conteúdo da decisão não surgiu nenhuma prova nova, além das contidas no processo judicial, todas analisadas nos vídeos produzidos pelo Coronel PM Paúl.
Diante de tal realidade, tudo leva a crer que ser factível a possibilidade das injustiças praticadas na esfera judicial terem se repetido na esfera administrativa, isso diante da absoluta falta de provas para sustentar acusações.
Destacamos como um aspecto negativo a decisão do colegiado do PAD pela não oitiva, como testemunha de defesa, do ex-comandante geral da PMERJ, o Coronel PM Mario Sérgio, Oficial que causou sérios constrangimentos nos julgamentos por sustentar a falta de provas.
Salvo melhor juízo, isso compromete a ampla defesa, assim como, a não oitiva do Tenente Coronel PM Cláudio, um dos acusados e condenados no processo judicial.
Vale lembrar que em nenhum momento o Coronel PM Paúl sustentou nos vídeos que produziu a inocência de qualquer Policial Militar envolvido no caso, mas demonstrou a ausência de provas para materializar as condutas criminosas imputadas a alguns dos acusados (Oficial e Praças).
Vida que segue.
Os advogados de defesa deverão entrar com recursos administrativos para anular a decisão e nós pretendemos comentar o contido na solução em artigo próximo.

Juntos Somos Fortes!