COMO COMPRAR OS LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em adquirir os livros publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com para obter informações.

domingo, 2 de agosto de 2015

LIVRO - RECIBOS DE ENTREGA AO MP-SP E AO PRESIDENTE DO FLUMINENSE

Prezados leitores, conforme prometemos encaminhamos um exemplar do livro para o ilustríssimo Promotor de Justiça Roberto Senise Lisboa (Ministério Público do São Paulo) e para o ilustríssimo Presidente do Fluminense Futebol Clube.
A seguir publicamos os resultados do rastreamento feito no site dos correios.
O livro foi entregue no MP no dia 23 de julho de 2015. (Registro: RE860832201BR).




O livro foi entregue na sede do Fluminense no dia 21 de julho de 2015 (Registro: 860832215BR).


O interessado poderá fazer o rastreamento no site dos correios (Link) usando os números de registro.
Igual procedimento poderá ser adotado por todos os que compraram o livro, isso para acompanhar o encaminhamento da encomenda.

Juntos Somos Fortes!

RONALDINHO VIVE SUA PRIMEIRA VITÓRIA SANTA


Fluminense 1 x 0 Grêmio.
Um jogo difícil e uma vitória santa do Fluminense.
Toda vitória do tricolor é santificada.
O time do Fluminense está longe do ideal.
Problemas crônicos se evidenciam há muito tempo.
A defesa tem enorme dificuldade nas bolas alçadas na área, como se repetiu ontem.
Os jogadores concluem muito mal ao gol adversário, fato que também se repetiu contra o Grêmio.
Faltava ao time um lançador e um cobrador de faltas, isso parece ter sido resolvido com a chegada de Ronaldinho.
O R-10 estreou bem e surpreendeu jogando toda a partida.
Um começo promissor.
Acertando a defesa e treinando conclusões, o Fluminense poderá fazer frente a qualquer adversário nesse Brasileirão.
O penta não é um sonho improvável, ele é viável após os acertos sugeridos.
O Fluminense é a esperança do Rio de Janeiro.

Juntos Somos Fortes!

CONTAS DE SÉRGIO CABRAL E PEZÃO SOB INVESTIGAÇÃO


Prezados leitores, a Revista Época publicou interessante matéria sobre as contas do governo Sérgio Cabral-Pezão: 

"Rio de Janeiro deixou de contabilizar R$ 1 bi em dívidas, diz TCE
Técnicos e conselheiros do Tribunal de Contas divergem sobre as contas do Estado em 2014. Caberá à Assembleia Legislativa apurar a responsabilidade de Luiz Fernando Pezão e Sérgio Cabral no caso
HUDSON CORRÊA E CRISTINA GRILLO
31/07/2015 - 20h10 - Atualizado 31/07/2015 20h10
No dia 19 de maio de 2008, o então governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, deu uma volta de bicicleta ao redor da prefeitura de Paris. Encantado com as ciclovias francesas que visitara, aprumado em um terno impecável, Cabral tirou as mãos do guidão, esticou os braços no ar e pedalou confiante de que não cairia. Um relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), obtido por ÉPOCA com exclusividade, revela que Cabral, em 2014, pode ter pedalado também no sentido metafórico. 
Conforme o parecer, elaborado em maio por técnicos do TCE-RJ, Cabral e Pezão – que assumiu o governo em abril de 2014 – deixaram de contabilizar dívidas que somaram R$ 1 bilhão. Os bens e serviços foram entregues pelas empresas, mas não houve pagamento naquele ano nem registro do gasto. A maior parte da dívida não contabilizada, no valor de R$ 626 milhões, foi assumida com a Concessionária Rio Barra, responsável pela construção da Linha 4 do metrô, que ligará a Zona Sul carioca à Barra da Tijuca. A obra é de vital importância para as Olimpíadas de 2016. Conforme documentos do TCE-RJ, o pagamento da dívida com a Concessionária Rio Barra só ocorreu em 27 de fevereiro de 2015. Em 2014, segundo os técnicos, a Companhia de Transporte sobre Trilhos (Riotrilhos), órgão do governo responsável pelas obras do metrô, não tinha orçamento para honrar o compromisso. O restante da dívida não contabilizada, de cerca de R$ 375 milhões, está diluída em diferentes áreas, como a compra de alimentos para presidiários (Link)." 

Juntos Somos Fortes!

sábado, 1 de agosto de 2015

LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013: SILÊNCIO DA IMPRENSA SOA COMO CONFISSÃO

Prezados leitores, a postura da imprensa esportiva do Rio de Janeiro sobre o livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento", o produto da mobilização de torcedores do Fluminense e de outros clubes, soa como uma confissão.
Não devemos esquecer que tudo que ocorre com relação ao Flamengo é notícia.
Hoje temos um exemplo publicado no jornal O Dia:



"31/07/2015 21:34:41
Um amor maior que a distância do Brasil
Torcedor veio de Murici, em Alagoas, para acompanhar o treino (Link)."

Parabéns ao torcedor pelo carinho por seu clube.
Perguntamos:
Isso é um fato jornalístico?
A imprensa considera como tal considerando tratar-se de um fato positivo relacionado com o Flamengo.
Agradar a torcida do Flamengo é preciso.
Comercialmente, isso pode ser compreendido.
O que não compreendemos é um livro que trata do favorecimento do Flamengo no Brasileirão de 2013, fato que envolve Portuguesa, Vasco e Fluminense, não ser um fato jornalístico?
Aliás, comercialmente, isso também pode ser entendido.
Falar mal do Flamengo não é bom para os negócios.
No Rio de Janeiro, o Jornal do Brasil foi a exceção, publicando uma matéria sobre a obra.
Nós agradecemos ao Jornal do Brasil pela isenção.
A postura pró-Flamengo da imprensa do Rio de Janeiro é uma das explicações para os sete gols que o Brasil levou da Alemanha.
Imprensa sem isenção, não é imprensa livre.
Imprensa que não é livre, viola os valores éticos e morais do jornalismo.
Imprensa que tem lado, ofende aos valores democráticos.
O livro não tem interesse comercial, não gerará um centavo de lucro para o organizador, nem seria justo, tendo em vista que na verdade o livro foi escrito por centenas de mãos ao longo de um ano e meio de mobilização.
O que nós, torcedores do Fluminense e de outros clubes, queremos é que as investigações do Ministério Público de SP cheguem ao final e que os culpados sejam punidos.
A publicação do livro é mais um passo da luta pela verdade.
Se ela não aparecer logo, nós daremos outros passos, o que nunca acontecerá é a nossa desistência.
Desistir não faz parte do nosso rol de ações.
Os interessados em adquirir o livro escrevam para:
pauloricardopaul@gmail.com

Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 31 de julho de 2015

LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - LOCAL DE VENDA


Prezados leitores, atendendo solicitações, disponibilizamos um local para compra do livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo pelo rebaixamento", no Centro.
O livro poderá ser adquirido na AME-RJ (Rua Camerino, 114, Centro - Rio - RJ) de segunda a sexta-feira, no horário entre às 11:30 e às !4:30 horas.
Os interessados poderão aproveitar e almoçar na AME-RJ.
Comida de ótima qualidade e com preço acessível.
Na AME-RJ não será concedido o desconto para sócios do Fluminense e da Portuguesa, o que só ocorre nas aquisições feitas pela internet.
Vale ressaltar que muitos torcedores do Vasco da Gama estão adquirindo o livro. 

Juntos Somos Fortes!

NOVA ENTREVISTA SOBRE "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 -..."

Prezados leitores, o Panorama Tricolor publicou uma nova entrevista sobre o livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento".



"Panorama Tricolor 
Panorama Especial: o escândalo do Brasileirão 2013
31/07/2015 
Zeh Augusto Catalano, Ernesto Xavier e Paulo-Roberto Andel conversam com Paulo Ricardo Paúl, autor do livro que desmascara as coincidências da rodada 38 do Brasileirão do ano retrasado. 
Direção de Carlos Alberto de Lima (Acesse e assista a entrevista)."

O nosso agradecimento a todos do Panorama Tricolor.

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 30 de julho de 2015

LIVRO LANÇADO NO RIO SUSCITA POLÊMICA NO BRASILEIRÃO 2013

Prezados leitores, o Jornal do Brasil venceu a "Operação Abafa" sobre o livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento":



"Jornal do Brasil
Esportes
Hoje às 09h52 
Livro lançado no Rio suscita polêmica no Brasileirão de 2013 
Obra reúne postagens feitas pelas redes sociais sobre o campeonato, envolvendo o Fla x Flu 
Polêmico, assim o autor do livro "O Escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento", Paulo Ricardo Paúl, classifica a sua obra. O livro reúne uma série de postagens pelas redes sociais sobre o campeonato de futebol, feitas em uma mobilização para defender o Fluminense e seus torcedores, que na época estavam sendo hostilizados. 
Paúl explica que, após a eclosão do escândalo do Brasileirão naquele ano, no dia 10 de dezembro, foi iniciada uma rede "do bem" nas redes sociais, liderada por ele, com o intuito de apoiar o Fluminense. Torcedores de vários clubes, segundo o autor, entraram na mobilização, inclusive rubro-negros. 
"Logo no início, nós constatamos um favorecimento ao Flamengo e comunicamos o fato formalmente ao Ministério Público de São Paulo e do Rio de Janeiro, além da Procuradoria da República no Rio (correção: ao MPF-RJ), a Polícia Federal e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF)", conta Paúl. Segundo ele, a mobilização continuou com uma série de discussões e de declarações do promotor de Justiça Roberto Senise, encarregado pelo ICP, de jornalistas esportivos e até de humoristas. A polêmica ganhou espaço nas televisões, rádios, jornais, revistas e nas redes sociais (Leia a íntegra). 

Nós agradecemos ao Jornal do Brasil. 

Juntos Somos Fortes!

LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - ..." - COMENTÁRIO


Prezados leitores, solicitamos aos que leram o livro que enviem as críticas e/ou elogios para que possamos fazer uma avaliação.
Um comentário recebido:

"Caro Cel Paúl, bom dia! 
Antes de mais nada tenho que parabenizá-lo pelo excelente trabalho, o livro é sensacional!
Confesso que já esperava por um resultado positivo, mas a forma que o sr. escreveu, de maneira simples, objetiva, de fácil entendimento, sem tentar colocar o seu parecer como realidade absoluta, citando apenas os fatos e suas respectivas fontes, inclusive com posts das mesmas, realmente obriga o leitor a tirar suas próprias conclusões. Só não enxerga quem não quer trazer à tona os verdadeiros responsáveis. Por quê será que a imprensa - leia-se "Flapress" (Rede Globo é quem comanda, as "Outras" são subordinadas.) - continua até hoje tentando abafar o caso?
Qualquer pessoa que leia o livro não terá dúvidas, sobre o que aconteceu; entre a noite do dia 07 /12/2013, após o jogo do urubu, e durante a madrugada do dia 08/12/2013.
Parabéns!
Mario Biancotto." 

Juntos Somos Fortes!

COMO ADQUIRIR O LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - ..." - ORIENTAÇÕES

Prezados leitores, a seguir publicamos orientação de como adquirir o livro: 



Como adquirir a preço de custo? 
O livro custa R$ 25,00 (10% de desconto para sócios do Fluminense e da Portuguesa) mais as despesas postais (1 exemplar = R$ 5,00; 2 exemplares = R$ 7,00 e 3 exemplares = 9,00). 
Verifique o seu custo total. 
Faça depósito no Banco Itaú 
Paulo Ricardo Paúl 
Agência 4095 
Conta corrente 01036-1 
CPF 427259927-53. 
Encaminhe por e-mail o comprovante, seu nome e endereço completos. 
A remessa será feita por registro módico (o mais barato) no primeiro dia útil após o recebimento do e-mail. 
Você será informado por e-mail da remessa e do número do registro para acompanhar a remessa pelo site do correio. 
Na próxima semana deveremos ter um ponto para compra no Centro do Rio de Janeiro, mas no local não será atribuído desconto para sócio.
Ratificamos que o livro tem o objetivo de romper o silêncio sobre o caso e não tem objetivo comercial.
Grato pelo apoio.

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 29 de julho de 2015

A "LAVA-JATO", A "OPERAÇÃO ABAFA" E O "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013"


Prezados leitos, transcrevemos um comentário interessante sobre a "Operação Abafa" que continua sendo desenvolvida com relação ao que nós denominamos como "O escândalo do Brasileirão 2013".
Primeiro, a imprensa abafou que André Santos jogou irregularmente, beneficiando o Flamengo e prejudicando vários clubes que lutavam contra o rebaixamento ao lado do Flamengo.
Em seguida, veio o silêncio do Ministério Público de São Paulo, após ter divulgado que alguém da Portuguesa tinha levado vantagem para escalar Heverton (quem deu a vantagem?).
Atualmente, a imprensa silencia sobre a existência do livro que demonstra tudo isso.
Os fatos, esses chatos!

Quem será o poderoso mandatário da "Operação Abafa"?

Comentário: 
Samuel contra o Bahia
29 de julho de 2015 17:14 Boa tarde, Coronel Paúl. 
O Ministério Público de São de São Paulo fez o maior estardalhaço no começo do caso Héverton, com o propósito inicial de "devolver os pontos da Portuguesa", baseado na Lei de Defesa do Consumidor. 
No meio do caminho, constatou-se que houve na verdade uma tremenda corrupção, relatada pelo próprio promotor. 
De repente, tudo mudou. Passou das constantes entrevistas do promotor e da grande repercussão delas pela imprensa, ao silêncio total quando foi revelado que houve cambalacho. 
Não deveria ser o contrário? 
Ter uma grande repercussão justamente agora, já que o assunto é gravíssimo, suborno e corrupção? 
E a Lava-Jato? 
Não está mostrando que os brasileiros não aguentam mais isso, que é um praga que muito nos interessa combater? 
Qual motivo que uma simples investigação sobre os bastidores do futebol não avança? 
Até o governo petista e a poderosa FIFA estão sendo investigados. 
O que é maior do que isso, pra que haja tanto silêncio, tantos das autoridades policiais, quanto da imprensa?"

Quem será o poderoso mandatário da "Operação Abafa"?

Os leitores que quiserem adquirir o livro devem mandar e-mail para:
pauloricardopaul@gmail.com

Juntos Somos Fortes!

VÍDEOS - PANORAMA TRICOLOR - LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013"

Prezados leitores, mais uma vez com grande alegria, comparecemos ao programa Panorama Tricolor, onde comentamos alguns fatos relacionados com o livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento" (segundo bloco).
Os integrantes do Panorama Tricolor têm sido incansáveis na luta para que a verdade não seja abafada.
O nosso agradecimento a todos.

Primeiro bloco:

 

Segundo bloco:

 


Os que acreditam que a "operação abafa" vai prevalecer, desistam, pois nós não desistiremos até que a verdade apareça. 

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 28 de julho de 2015

COMO COMPRAR O LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - ... " - INFORMAÇÕES


Prezados leitores, em face das dúvidas ainda existentes nos interessados em adquirir o livro, republicamos as informações:
1) O interessado deve encaminhar nome e endereço completo para o e-mail pauloricardpaul@gmail.com
2) Informar a quantidade de livros e se é sócio do Fluminense ou da Portuguesa (10% de desconto no livro).
3) O livro será remetido pelo correio.
4) O livro custa R$ 25,00 mais as despesas postais (as despesas para remessa de um exemplar ficam entre R$ 5,00 e R$ 6,00.

Aproveitamos para agradecer a todos que estão apoiando o projeto pra que a verdade sobre o Brasileirão 2013 não seja abafada.

Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 27 de julho de 2015

A DIFÍCIL ARTE DE AGRADAR OS TORCEDORES DO FLAMENGO


Prezados leitores, a torcida rubro-negra é muito difícil de agradar.
Após a eclosão do escândalo do Brasileirão 2013, isso no dia 10 de dezembro de 2013, nós iniciamos uma mobilização nas redes sociais com o intuito de defender o Fluminense e seus torcedores, os quais estavam sendo hostilizados.
Torcedores de vários clubes entraram na mobilização, inclusive torcedores do Flamengo.
Logo no início nós constatamos um favorecimento ao Flamengo e comunicamos o fato formalmente ao MP de SP, MP do RJ, MPF- RJ , Polícia Federal e CBF.
Os rubro-negros queriam provas.
A mobilização continuou com uma série de discussões e de declarações do ilustríssimo Promotor de Justiça Roberto Senise, encarregado pelo ICP, de jornalistas esportivos e até de humoristas. Isso nas televisões, nas rádios, nos jornais, nas revistas e nas redes sociais.
Nós aguardamos um ano e meio para que os resultados do MP fosse revelados por completo, mas isso não aconteceu.
Então, diante desse silêncio, resolvemos publicar um livro sobre a mobilização.
Inserimos no livro o que consideramos o favorecimento do Flamengo, o qual a partir da escalação irregular do jogador André Santos, no dia 7 de dezembro de 2013, passou a lutar contra o rebaixamento.
Livro publicado, lançado e, para nossa surpresa, os flamenguistas se recusam a ler o livro, como estão demonstrando claramente no Twitter, por exemplo.
Os que interagem no Twitter preferem negar os fatos sem ler o livro, ameaçar processar o autor, além de produzir xingamentos.
Afinal, o que querem os flamenguistas?
Nós, torcedores do Fluminense, queremos que a verdade apareça de forma ampla , geral e irrestrita.
A eternização do silêncio sobre os fatos?
Abafar o que ocorreu?
Não apurar responsabilidades?
Não punir os responsáveis?
Se os objetivos dos rubro-negros são esses, desistam, nós iremos até o final e escreveremos quantos artigos e vídeos forem necessário até que o MP esclareça tudo.
Caso seja necessário escreveremos outros livros, cada vez aprofundando mais o assunto, pois hoje temos um fato novo muito importante: o silêncio da imprensa do Rio de Janeiro sobre o livro.
Nós já concedemos entrevistas para dois jornalistas de SP e um do DF.
Por que a imprensa do Rio não se interessa por um livro que trata do Flamengo, do Fluminense, do Vasco e da própria imprensa?
Será que pelo mesmo motivo que omitiu a escalação irregular de André Santos?

Juntos Somos Fortes!

LANÇAMENTO DO LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - VÍDEO

Prezados leitores, a seguir publicamos o vídeo produzido pelo amigo Paulo Júnior (Ideal Tricolor), no dia do lançamento do livro.
De coração agradecemos ao amigo pelo excelente trabalho.
É o "juntos somos fortes!" materializado na luta para que a verdade apareça.
Todos os que amam o futebol devem cobrar do Ministério Público de São Paulo o resultado das investigações é a punição aos culpados.
Cobrar, cobrar e cobrar.



Juntos Somos Fortes!

domingo, 26 de julho de 2015

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - ENTREVISTA NO PANORAMA TRICOLOR - 2a FEIRA



Prezados leitores, amanhã, gravaremos uma nova entrevista no "Panorama Tricolor" tratando do livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento".



O programa deverá ser exibido no dia seguinte. 



Novamente, agradecemos aos amigos do "Panorama Tricolor" pela oportunidade. 

Juntos Somos Fortes!