quarta-feira, 22 de outubro de 2014

PAÚL NELES! - 22 OUT 2014 - 2a EDIÇÃO - O AUMENTO DOS ASSALTOS NO RIO




Juntos Somos Fortes!

POLICIAMENTO PRIVADO RETIRADO DA LAGOA RODRIGO DE FREITAS

Prezados leitores, o policiamento privado implantado na Lagoa Rodrigo de Freitas em face da insegurança, teve que ser retirado.

(O Globo)


Juntos Somos Fortes!

O AUTORITARISMO DOS ALUNOS DA UERJ - COMUNICAÇÕES



Prezados leitores, encaminharemos à Reitoria da UERJ e à Ouvidoria do Ministério Público uma comunicação sobre o comportamento dos "alunos" da faculdade que impediram o lançamento do livro "Os Donos do Morro", como noticiamos nesse espaço democrático.
O nosso objetivo é que seja avaliada a conduta autoritária e constrangedora dos alunos nos aspectos administrativo e criminal.
Não custa lembrar que nós, a população, sustentamos os seus estudos desses "alunos".
As comunicações serão instruídas com um vídeo para que os "alunos" possam ser devidamente identificados.

Juntos Somos Fortes!

PAÚL NELES! - 22 OUT 2014 - 1a EDIÇÃO - O ARREPENDIMENTO DO CMT GERAL


 

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 21 de outubro de 2014

PAÚL NELES! - 21 OUT 2014 - 2a EDIÇÃO - CABRAL, O MALVADO! PEZÃO, O BONZINHO!



Juntos Somos Fortes!

O GOVERNO PEZÃO E O FIM DA POLÍCIA MILITAR

Prezados leitores, a falência total na gestão da segurança pública tem provocado efeitos inimagináveis no Rio de Janeiro.
A insegurança e a violência se espalharam por todo o estado do Rio de Janeiro, isso é um fato, após a desastrada forma como foram implantadas as UPPs.
O projeto foi tão mal gerido pela Secretaria de Segurança Pública que espalhou criminosos pelo estado e não "pacificou" nem as áreas ocupadas.
Em apertada síntese, um fracasso completo.
Obviamente, ninguém é obrigado a viver sem segurança, isso está fazendo com que os que possuem mais recursos encontrem as suas soluções para minimizar os ricos.
Na Lagoa Rodrigo de Freitas, bairro onde residem pessoas de alto poder aquisitivo, resolveram implantar a solução da segurança privada, diante da ineficiência da segurança pública ofertada pelo governo Pezão.
É flagrante a ilegalidade, o policiamento ostensivo é prerrogativa da Polícia Militar, mas nós perguntamos:
- Prezado leitor, se você tivesse dinheiro não contrataria segurança particular para o seu bairro?


(Jornal O Globo)


Juntos Somos Fortes!

GOVERNO PEZÃO: A "PACIFICAÇÃO" SEGUE VITIMANDO OS POLICIAIS MILITARES

Prezados leitores, nós imaginamos a dor e o sofrimento dos familiares dos Policiais Militares que trabalham nas denominadas Unidades de Polícia Pacificadora provocados pela preocupação, considerando que eles e elas trabalham com constante risco de morte.

(Jornal Meia Hora)


Juntos Somos Fortes!

GOVERNO PEZÃO: CRISE NA SEGURANÇA É INTERMINÁVEL.

Prezados leitores, a crise na área da segurança pública do governo Pezão parece interminável. 
Imaginem após mais quatro anos de Pezão, o que restará da Polícia Militar, isso se restar alguma coisa.

(O Fluminense)


Juntos Somos Fortes!

PAÚL NELES! - 21 OUT 2014 - 1a EDIÇÃO - FOTOS DA PROPAGANDA IRREGULAR DE PEZÃO


 

Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

PAÚL NELES! - 20 OUT 2014 - 2a EDIÇÃO - ATAQUES DE PEZÃO CANCELAM DEBATE



Juntos Somos Fortes!

ELEIÇÃO: PEZÃO SABE QUE ESTÁ PERDENDO NAS RUAS



Prezados leitores, demonstramos com clareza através de artigos e de vídeos que os resultados divulgados pelos institutos de pesquisa não servem para avaliar intenções de voto. 
Na verdade eles servem apenas para serem divulgados com grande estardalhaço pela imprensa na direção de manipular a opinião pública, isso segundo seus interesses.
No Rio de Janeiro, os institutos erraram de forma vexatória e estão novamente errando, pois nas ruas, enquanto as placas de Pezão estão amarradas em postes em vias de grande movimento (contrariando a legislação eleitoral), as pessoas comentam que votarão em Crivella, pois não querem dar um terceiro mandato para Sérgio Cabral.
Caso alguém ainda duvide dessa realidade, aconselhamos a leitura do artigo de Lauro Jardim (Revista Veja):

"RADAR ON LINE
segunda-feira, 20 de outubro de 2014 13:21
Eleições 2014 
Tracking que incomoda Pezão. 
Pezão: pé atrás com as pesquisas
Mesmo com uma vantagem de até dois dígitos nas pesquisas Ibope e Datafolha, a campanha de Luiz Fernando Pezão não consegue se tranqüilizar na disputa com Marcelo Crivella. 
Culpa do tracking de Pezão que continua detectando um empate técnico no segundo turno do Rio de Janeiro. 
Como as pesquisas erraram feio no início do mês, o clima de tensão na campanha vai até o próximo domingo".

Tal realidade fará Pezão colocar mais placas irregulares nas ruas e aumentar os ataques contra a religião.
Podem anotar...

Juntos Somos Fortes!

POLICIAIS MILITARES, AS MAIORES VÍTIMAS DO GOVERNO CABRAL-PEZÃO

Prezados leitores, a rotina macabra continua na insegurança pública que vivenciamos no Rio de Janeiro, mais dois Policiais Militares foram feridos em UPPs.
Nunca antes na história do Rio de Janeiro um governo foi tão incompetente na área da segurança pública.

(Jornal O Globo)


Juntos Somos Fortes!

ESCÂNDALO DA PETROBRAS - LAVAJATO - DELAÇÕES PREMIADAS INCRIMINAM PEZÃO



Prezados leitores, na coluna do jornalista Cláudio Humberto o ex-governador Sérgio Cabral é citado como não constando das delações premiadas, uma surpresa.
O acusado é o seu vice Pezão, atual governador e candidato à reeleição.

"COLUNA DE CLÁUDIO HUMBERTO
20 de outubro de 2014.
PEGAM NO PEZÃO 
As citações mais contundentes contra políticos do Rio, na delação premiada, atingem o atual governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) (Link)".

As investigações avançam e Pezão pode aparecer com as mãos ou os pés sujos de petróleo.

Juntos Somos Fortes!

PAÚL NELES! 20 OUT 2014 - 1a EDIÇÃO - PEZÃO: EU SÓ ASSINEI!


 

Juntos Somos Fortes!

domingo, 19 de outubro de 2014

OS PRINCIPAIS MOTIVOS PARA NÃO VOTAR EM PEZÃO



Prezados leitores, a seguir comentamos alguns dos incontáveis motivos para o eleitor fluminense NÃO VOTAR EM PEZÃO:

PRINCIPAIS MOTIVOS PARA NÃO VOTAR EM PEZÃO
Um livro poderia ser escrito facilmente só com os motivos para NÃO VOTAR no atual governador Pezão, mas isso não seria produtivo, assim sendo, preferimos produzir uma apertada síntese e elencar alguns motivos que consideramos os principais para NÃO VOTAR EM PEZÃO.
Devemos salientar, antes de elencar os motivos para NÃO VOTAR EM PEZÃO, que consideramos só existirem três motivos que possam levar alguém a votar em Pezão:
1) Levou algum tipo de vantagem nesses últimos oitos anos na relação com o governo Cabral-Pezão.
2) É desinformado, ou seja, não sabe o que ocorreu no Rio de Janeiro nesses oito anos.
3) É mal informado, nesse caso acredita na parte da imprensa que é parceira do governo ou acredita no contido nas propagandas eleitorais.
Preâmbulo encerrado, apresentamos os principais motivos para NÃO VOTAR EM PEZÃO:

1) VIOLAÇÃO DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO
O governo Cabral-Pezão usou e abusou em violar os direitos e as prerrogativas dos Bombeiros e dos Policiais Militares que lutavam por salários justos e por adequadas condições de trabalho. Culminando por ilegalmente encarcerar Bombeiros e Policiais Militares honestos (só honestos lutam por salários, pois vivem dele, vale lembrar) na Penitenciária Bangu 1.

2) ESCÂNDALOS
Os escândalos povoaram todo o governo Cabral-Pezão.
Só para citar alguns nomes, lembramos o recente escândalo que envolveu o deputado federal Rodrigo Bethlem (PMDB), parceiro de Paes, Cabral e Pezão, mas não podemos esquecer que estão sendo acusados de improbidade administrativa os seguintes homens fortes do governo: Régis Fichtner e Beltrame (esses dois também por superfaturamento de contratos), assim como, Afonso Monerat e Hudson Braga..

3) DESRESPEITO À POPULAÇÃO
Quem não lembra das farras na Europa e da "Turma do Guardanapo"?
A ostentação das festas luxuosas, enquanto a população morria nas filas dos hospitais.
Quem não lembra do cachorro Juquinha do governador Sérgio Cabral passeando no helicóptero oficial do governo do Rio de Janeiro, enquanto a população padeceu nesses oito anos em transportes públicos precários.
Quem não lembra do descaso com as vítimas da Região Serrana e do Morro do Bumba?

4) INCOMPETÊNCIA
A incompetência é a marca registrada do governo Cabral-Pezão.
A dupla teve apoio total do governo federal e da riquíssima prefeitura do Rio de Janeiro.
Nunca antes na história desse país um governo do Rio de Janeiro teve tanto apoio.
Apesar disso o governo não conseguiu superar nem a marca da mediocridade (ficou abixo da média) e o ex-governador saiu do Palácio Guanabara  com o maior índice de rejeição popular da história, não esqueçam.
O "FORA CABRAL" (o que deve ser lido também como "FORA PEZÃO) ganhou as ruas nos protestos e o governador só não foi expulso do Palácio Guanabara porque colocou a PM para reprimir duramente o povo que várias vezes cercou a sede do governo.
O fracasso nos transportes, na educação e na saúde são evidentes, porém foi na área da segurança pública que o fracasso foi maior.
O governo Cabral-Pezão municipalizou a segurança (só atuou na Capital) não "pacificou" nenhuma comunidade e ainda distribui criminosos por todo estado do Rio de Janeiro.
Um completo fiasco,  apesar de ter incorporado mais de 10.000 novos Policiais Militares, de ter o apoio da Força Nacional de Segurança e das Forças Armadas.
Isso sem falar no apoio incondicional de parte da imprensa que noticiou até distribuição de lanches sendo feita em UPP pelo próprio secretário de segurança Beltrame.
A violência está em todos os lugares.
Eis o real legado Cabral-Pezão-Beltrame.

5) COVARDIA
Na ânsia cega de se reelegerem a qualquer custo a dupla Cabral-Pezão jogou nas comunidades carentes jovens Policiais Militares inexperientes e mal formados, em UPPs sem qualquer infraestrutura, jovens que estão sendo mortos e feridos constantemente nos confrontos com os traficantes de drogas.

Prezados leitores, em apertadíssima síntese, enumeramos motivos mais que suficientes para NÃO VOTAR EM PEZÃO.
É hora de expulsar esse grupo da política fluminense, nós temos o dever de fazer isso por nós, pelos nossos filhos e nossos netos.
Viva o Rio de Janeiro!

Juntos Somos Fortes!