BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

RIO - NOTÍCIAS SOBRE O PAGAMENTO DO 13o SALÁRIO DE 2016 E 2017



Prezados leitores, notícias sobre o 13o salário dos militares (policiais e bombeiros) e do funcionalismo. 

"Jornal O Dia 
Servidor: Estado planeja pagar décimo terceiro ainda este ano 
Possibilidade foi sinalizada pelo secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa 
22/09/2017 11:00:30 
PALOMA SAVEDRA 
Rio - O governo estadual planeja pagar, ainda em dezembro, o décimo terceiro salário de 2017. Essa possibilidade foi sinalizada pelo secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, em entrevista à Rádio CBN ontem, ressaltando que o depósito se daria a partir da chegada dos R$ 3,5 bilhões do empréstimo bancário que vem sendo negociado. 
Os recursos da operação financeira serão para pagar o abono natalino atrasado (referente a 2016) e horas extras da Segurança. E ao quitar esses débitos, o Executivo teria planejamento para pagar o décimo terceiro de 2017 este ano."A intenção do estado é que, tão logo saia essa operação de crédito, o 13º de 2016 seja pago, bem como o Regime Adicional de Serviço (RAS) da Segurança. Além disso, esse valor daria estabilidade para que, por exemplo, o 13º de 2017 seja pago no mês adequado", declarou Barbosa (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

A ESTRANHA EXONERAÇÃO DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DO RIO DE JANEIRO

secretário de segurança Roberto Sá

Prezados leitores, o RJ-TV (edição especial) acabou de informar que o presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Rodrigo Maia, "solicitou" a exoneração do secretário de segurança pública do estado do Rio de Janeiro, delegado de Polícia Federal Roberto Sá.
Vamos aguardar a confirmação da notícia que soa muito estranha pois cabe ao governador Pezão avaliar quanto à nomeação e exoneração do secretário de segurança pública.

Juntos Somos Fortes!

DENÚNCIA ENDEREÇADA AOS DEFENSORES DOS DIREITOS HUMANOS

Prezados leitores, peço que encaminhem o link desse artigo para todos os defensores dos direitos humanos, tendo em vista que não podemos permitir uma covardia tão grande, envolvendo inclusive um idoso e alguns menores.


video


Denunciem!
A vítima precisa do apoio dos defensores dos direitos humanos.

Juntos Somos Fortes!

DESAFIO - ASSISTA O TRAILLER E ADIVINHE O NOME DO FILME...

Prezados leitores, publico trailler de um filme e desafio que adivinhem o nome da obra.


video


O local do trailler é a comunidade da Rocinha.
O nome do filme é "A PACIFICAÇÃO"  e está sendo exibido em todo estado do Rio de Janeiro.
Uma produção do ex-governador Sérgio Cabral, do governador Pezão e de seus assessores na área da segurança pública.

Juntos Somos Fortes!

CÂMARA DOS DEPUTADOS RECEBE SEGUNDA DENÚNCIA CONTRA PRESIDENTE TEMER

presidente Temer e ex-governador Sérgio Cabral


Prezados leitores, o número de denúncias, de delações, de inquéritos e de processos em desfavor dos políticos brasileiros é tão grande que acaba anestesiando a população, nascendo a crença que isso é comum.
Não!
Mil vezes não!
Uma denúncia contra um Presidente da República oriunda da Procuradoria Geral da República é um fato muito grave.
Se uma denúncia é gravíssima, uma segunda agrava sobremaneira a situação.
Infelizmente, a investigação só poderá seguir em frente caso a Câmara dos Deputados permita, algo que não aconteceu com relação à primeira denúncia.
Como o presidente Temer deve ter os votos necessários para barrar também esta segunda denúncia, mais uma vez, o denunciado não será investigado, o que é lamentável.
Eu sempre defendo que o interesse do inocente é que tudo seja devidamente investigado, pois só assim a sua inocência é palatável.
Sem investigação, não podemos "engolir" que o presidente seja inocente, isso é lógico.
Diante de tal realidade, o melhor para o país é que a Câmara aprove a investigação e o próprio presidente deve cobrar isso da sua base de apoio.
Apesar dessa verdade, não podemos esperar um comportamento de tamanha grandeza, nem dos deputados, nem do presidente, salvo melhor juízo.

"Site G1 
Câmara recebe nova denúncia da PGR contra Temer; presidente será notificado 
Defesa de Temer havia pedido ao STF para suspender envio da denúncia, mas Corte rejeitou. 
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, prevê votação para outubro; saiba tramitação. 
Por Fernanda Calgaro, G1, Brasília 
21/09/2017 20h31 Atualizado há menos de 1 minuto 
A Câmara dos Deputados recebeu nesta quinta-feira (21), do Supremo Tribunal Federal, a nova denúncia contra o presidente Michel Temer apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR). Com isso, Temer será notificado a apresentar a defesa sobre as acusações. 
O documento foi entregue por volta das 20h30, pelo diretor-geral do STF, Eduardo Toledo, à Secretaria Geral da Mesa da Câmara. 
Temer foi denunciado ao STF pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. Mas a Corte só poderá analisar a acusação se a Câmara autorizar. A votação pode acontecer em outubro, segundo estimou o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) - (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

SEGURANÇA PÚBLICA - A "BOLA DE CRISTAL" DO CORONEL DE POLÍCIA PAÚL



Prezados leitores, não tenho "bola de cristal" para prever o futuro e descobrir, citando exemplos, o fracasso completo que iria acontecer quando comecei a criticar em 2009 o projeto de implantação das UPPs, o que me levou a publicar um livro reunindo todos os artigos críticos que postei por anos ou para descobrir que o fim das oficinas nos batalhões em decorrência da celebração de contratos casados de compra e manutenção de parte da frota de viaturas da Polícia Militar também seriam também um total fracasso, o que me fez denunciar na época o primeiro contrato ao Ministério Público, denúncia que serviu de base para o processo que atualmente responde o ex-secretário de segurança, entre outras autoridades, acusados de improbidade administrativa.
Repito que não tenho "bola de cristal", tenho algum conhecimento adquirido em mais de 30 anos de serviço e, acima de tudo, nunca tive "rabo preso" com ninguém, o que sempre me permitiu agir com correção, escrever e dizer a verdade, isso desde o início da minha luta contra a corrupção, no final da década de setenta, quando era um jovem Tenente de Polícia.
Um jovem Tenente de Polícia que nunca deixei (ou deixarei) morrer dentro de mim.

"Jornal da Record
20/9/2017 às 00h03 
Metade da frota da Polícia Militar do Rio de Janeiro está parada por falta de manutenção 
A polícia militar informou que abriu um processo de licitação no mês passado para a manutenção dos carros, mas não disse quando o problema será resolvido. Link para assistir a reportagem: http://noticias.r7.com/jornal-da-record/videos/metade-da-frota-da-policia-militar-do-rio-de-janeiro-esta-parada-por-falta-de-manutencao-20092017

Juntos Somos Fortes!

ROCINHA - GOVERNADOR PEZÃO ERRA AO JUSTIFICAR O NÃO EMPREGO DA PM PARA EVITAR INVASÃO



Prezados leitores, a situação que estamos assistindo na Rocinha é injustificável.
Isso sem falar nas cenas que a maioria não está assistindo, como as cenas que circulam em redes sociais de corpos sendo queimados.
Primeiro, a tentativa de explicação do exmo governo Pezão para ter determinado às forças de segurança que não atuassem para evitar a invasão por ser domingo carece de qualquer sentido.
Lembro das reuniões que aconteciam na sala do Chefe do Estado Maior da PMERJ nos idos de 2005, envolvendo o Chefe, o Subchefe e o PM-2 (Inteligência), as quais eram realizadas após o expediente, quando dados sobre esse tipo de invasão em comunidades eram constantes e eles três estabeleciam o planejamento para evitar, isso com o deslocamento de tropas para locais determinados com o intuito de impedir o deslocamento dos grupos invasores.
A ideia não era confrontar, mas evitar a invasão, impedindo a circulação do grupo invasor.
O índice de acerto era muito grande e incontáveis invasões foram evitadas, não importando o dia da semana (o planejamento dos finais de semana era feito nas sextas-feiras e alterado em caso de novos dados).
Eu participava basicamente como ouvinte, não fiz parte dessas ações de sucesso, apenas participava das reuniões para tratar dos temas da Corregedoria Interna.
Portanto, a explicação governamental é sem fundamentação.
Outro aspecto importante a ser destacado é a presença de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na comunidade, totalmente incapaz de oferecer resistência aos traficantes, onde os Policiais Militares apenas servem de alvo e contribuem para a desmoralização institucional, não por sua culpa, vale destacar.
Finalmente, para não escrever um artigo gigante, trato do fato noticiado dando conta que traficantes estão fugindo da comunidade com medo de serem presos e mortos dentro do presídio por membros da facção, o que revela a precariedade do sistema penitenciário do estado do Rio de Janeiro, alvo de tantas denúncias nos últimos anos.
Sofre a população fluminense com a incapacidade dos gestores da segurança pública, tanto no governo federal, quanto no governo estadual.
A esperança de melhoria só existirá quando "o mando couber ao mais digno e competente", mas isso parece não interessar a ninguém.

"Jornal Extra
Publicado em 21/09/17 06:00 Atualizado em 21/09/17 08:54 
Traficantes começam a fugir da Rocinha com medo de serem mortos por facção 
Rafael Soares 
Acuado e sem apoio da facção, o bando de Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, alvo dos traficantes que invadiram a Rocinha no último domingo, começou a se desmantelar. Temendo serem presos e mortos na Penitenciária Jonas Lopes de Carvalho, Bangu 4 — dominada pela Amigos dos Amigos (ADA), facção a qual Rogério pertencia —, alguns bandidos já saíram da parte alta da favela e buscaram refúgio em outras localidades dominadas pela ADA, como o Morro de São Carlos, na Região Central do Rio. Uma gravação obtida pela polícia mostra a apreensão de bandidos ligados a Rogério. “Os caras do Bangu 4 falaram que, quem rodar, vão passar o cerol”, diz um homem pelo rádio (Leiam mais)".

Juntos Somos Fortes!

VIOLÊNCIA NO RIO - MINISTÉRIO DA DEFESA E SECRETARIA DE SEGURANÇA NÃO SE ENTENDEM



Prezados leitores, a população do estado do Rio de Janeiro convive com uma violência que o Estado Brasileiro não consegue controlar.
O governo federal (presidente Temer) e o governo estadual (governador Pezão) uniram forças para tentar opor alguma resistência aos criminosos, sendo empregados integrantes das Forças Armadas, do projeto da Força Nacional de Segurança Pública, da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar e da Polícia Civil.
Os resultados obtidos até a presente data são pífios, como a imprensa tem destacado.
Ao que parece não está existindo o indispensável entendimento entre o Ministério da Defesa e a Secretaria de Segurança Pública.
A situação lembra o dito popular: "filho feio não tem pai".
Onde a constância da violência é o "filho feio".
A incapacidade que tem sido demonstrada pelos governos federal e estadual de reverter o quadro de violência está penalizando a população diariamente.
É preciso que os dois governos assumam a sua parcela de culpa no problema e que atuem para solucioná-lo.
Caso contrário permanecerá a improdutividade e o gasto de dinheiro público sem resultados.
Se o Exército não é Polícia Militar para realizar policiamento ostensivo, a Polícia Militar também não é Exército para retomar e ocupar partes do território brasileiro que estão dominadas por grupos armados com fuzis e metralhadoras.
Acertem o passo, o povo precisa.

"Jornal Extra
20/09/17 20:03 Atualizado em 20/09/17 20:25
Governo pede o patrulhamento das Forças Armadas em 103 pontos da Região Metropolitana do Rio; ministro nega
RIO - A secretaria de Segurança do Rio solicitou na tarde desta quarta-feira que as Forças Armadas façam o patrulhamento em 103 pontos da Região Metropolitana. Pelo twitter, o órgão afirma que o pedido foi feito após o ministério da Defesa " expressar a inexistência de qualquer limitador financeiro ou operacional para emprego das Forças Armadas" no Rio.
Em nota, o Comando Militar do Leste (CML) afirma que ainda não recebeu a demanda feita pela secretaria. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, no entanto, disse que negará o pedido de patrulhamento. Em entrevista à GloboNews TV, Jungmann disse que não é função das Forças Armadas fazer papel de polícia (Leiam mais)".

Juntos Somos Fortes!

LUTA CONTRA A CLEPTOCRACIA - NOVA CONDENAÇÃO DE SÉRGIO CABRAL É HISTÓRICA

ex-governador Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo Cabral

Prezados leitores, a imprensa nos mostra todo dia que implantaram no Brasil um regime cleptocrático como forma de governar.
Partindo de tal realidade devemos considerar a segunda condenação do ex-governador Sérgio Cabral como um fato histórico na luta desenvolvida por parte da população brasileira (ainda sadia moral e eticamente) contra os cleptocratas.
Ele responde como réu em outros processos e espero que o somatório das penas seja o maior possível e lamento a limitação legal que impede que fique atrás das grades até morrer.
É fundamental que sua esposa Adriana Ancelmo seja condenada também a expressivo número de anos, assim como, todos que integraram (ou integram) o esquema criminosos implementado no governo Cabral-Pezão.
Por derradeiro, recomendo que a vigilância sobre Cabral, Adriana e companheiros de crime seja aumentada a cada condenação, diante da possibilidade de fuga que sempre existirá nestes presídios comuns e da quase certeza que o grupo ainda tem muito dinheiro escondido por aí.

"Jornal O Globo
Cabral é condenado a 45 anos de prisão na Calicute 
Essa foi a primeira sentença dada pelo juiz Marcelo Bretas ao ex-governador 
por Juliana Castro / Marco Grillo / Gabriel Cariello 
20/09/2017 19:52 / Atualizado 20/09/2017 21:55 
RIO — O ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) foi condenado nesta quarta-feira a 45 anos e dois meses de prisão na Operação Calicute — é a maior pena das investigações no Rio até o momento. Ele foi considerado culpado dos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. 
Essa foi a primeira sentença do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio e responsável pela Lava-Jato no Rio, sobre o peemedebista. O magistrado ainda vai julgar outros 12 processos em que o ex-governador é réu. 
Cabral condenado 
A ex-primeira-dama do Rio Adriana Ancelmo foi condenada a 18 anos e três meses de prisão. Esta é a primeira condenação dela. Os ex-secretários Wilson Carlos (Governo) e Hudson Braga (Obras) também foram condenados — Carlos recebeu sentença de 34 anos de prisão, enquanto Hudson, 27 anos. 
"O conjunto probatório trazido aos autos comprovou a prática sistemática de corrupção passiva pelos réus, com o fim de favorecer a ANDRADE GUTIERREZ em contratos com o Estado do Rio de Janeiro, passando, assim, a integrar o seleto “clube das empreiteiras”, que exerceu sua hegemonia no território fluminense ao longo dos dois mandatos do ex-governador SERGIO CABRAL, mediante cartel e fraude a licitações", afirmou Bretas na decisão, que classificou a atuação do ex-governador e seus aliados como um "forte esquema criminoso" (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

RIO - DESMORALIZAÇÃO! - ADVOGADO DE BANDIDO PROPÕE ACORDO PARA "PACIFICAR" ROCINHA



Prezados leitores, não falta mais nada acontecer no item "desmoralização do governo Pezão na área da segurança pública".
A desmoralização é total.
A proposição do acordo foi o golpe final contra a credibilidade da área de segurança pública.

governador Pezão

"Jornal O Dia
Advogado de bandido propõe acordo para cessar confrontos na Rocinha 
Defensor diz que transferência de criminoso preso em Rondônia reduziria violência no local. Governo diz que "não dialoga com traficantes" 
20/09/2017 07:00:48 - ATUALIZADA ÀS 20/09/2017 07:48:13
BRUNA FANTTI E RAFAEL NASCIMENTO 
Rio - O advogado Jaime Fusco que defende o traficante Antonio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, quer negociar com a Secretaria de Segurança propostas para a redução da criminalidade, mesmo que isso acarrete em negociar com os chefes do tráfico. 
Em entrevista à rádio BandNews, Fusco disse que "a ideia é estabelecer uma trégua. Mas não uma trégua de corredor. É um acordo institucionalizado. E aquelas pessoas que estão em presídios federais estão à disposição disso". O advogado é presidente da Comissão de Segurança Pública da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas, grupo que irá se reunir na sexta-feira para debater as medidas que serão propostas aos governos estadual e federal (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

"A LUTA, A CRISE E A FESTA" - CORONEL PM REF NELSON HERRERA RIBEIRO

Prezados leitores, transcrevo recomendo um novo artigo da lavra do Coronel PM Ref Nelson Herrera Ribeiro.



"A  LUTA, A  CRISE  E  A  FESTA

As Polícias Militares nacionais são implacavelmente criticadas, como instituições, quando ocorrem atos de corrupção ou erros operacionais cometidos por alguns de seus integrantes. Sempre o foram, mesmo no período da chamada ditadura militar, quando havia rigorosa censura jornalística.
Em sã consciência, porém, todos sabemos que os desvios de conduta são impossíveis de eliminação, pois inerentes à natureza humana: onde houver duas ou mais pessoas, poderão surgir delitos. Ao contrário de como se mantinham as virgens vestais romanas, também as Forças Armadas e a própria Justiça não estão imunes à delinquência de seus membros. Melhor dirão os arquivos judiciais.
Em meio a constantes notícias que dão conta dos meandros dessa corrupção endêmica, tendo como cenário atual até malas repletas de dinheiro, surgiu o triste episódio no glorioso Corpo de Bombeiros do nosso Estado, a nos decepcionar a todos mais ainda.
Nesse recente acontecimento, das gravações realizadas pelo GAECO e amplamente divulgadas pela mídia, choca-nos, de certa forma, a expressão atribuída ao Major BM Jonas Grujahu, aos risos:
–  No meio da crise a gente tá fazendo festa!
Não pretendo  –  e não me compete  – fazer juízo de valor sobre quaisquer episódios. Todo cidadão, em silêncio, já faz sua própria avaliação ante cada notícia difundida. E, sobretudo, quando do enorme destaque da ação no CBMERJ, reproduzida, no domingo último, em alarmante reportagem no programa Fantástico, da Rede Globo, de reconhecida audiência nacional.
Entretanto não pude evitar que me viessem à cabeça diversas imagens reminiscentes.
De início, as tentativas de protesto que eu fizera pelos jornais (Tribuna da Imprensa, Jornal do Brasil e O Globo), nos idos de 1984, então jovem major PM ainda muito idealista. Criticava as péssimas condições de trabalho do policial militar e, sobretudo, a sórdida utilização da instituição PM pelo então governador Leonel Brizola, ex-asilado político retornado pela Lei da Anistia, mas ainda o velho e experimentado estancieiro gaúcho, que, com objetivos eleitoreiros, sempre em nome do povo sofrido e explorado, permanecia na luta em defesa dos trabalhadores. Desgastada cantilena populista, criada por Getúlio Vargas, convenientemente realimentada, chegando a nossos dias pela bandeira petista, sintetizada na mal pronunciada expressão de Lula contra ”a zelite branca” [as elites brancas]. Os mais antigos já vimos esse filme em preto e branco, exibido agora em cores, masterizado por computador. Infelizmente nada mudou.
Em passado recente, as muito criticadas aparições públicas de um Coronel PM reformado, então desconhecido para mim, exibindo uma faixa com os dizeres “FORA CABRAL!”, enquanto em seu blog combatia os desmandos político-partidários contra a instituição Polícia Militar. Mas de forma solitária, qual um louco inconsequente, quando toda a mídia enaltecia o brilhante governador Sérgio Cabral e seu proficiente secretário de segurança José Beltrame.
Mais tarde, as sucessivas notícias do movimento dos bombeiros militares, por duas ocasiões em 2011 e 2012, com os comoventes episódios da prisão de mais de 400 bombeiros e da inusitada invasão posterior do Quartel Central do CBMERJ, emocionando a opinião pública.
Sucessivamente, as reuniões de oficiais bombeiros e policiais militares no Clube dos Subtenentes e Sargentos (Campinho) e no Clube de Oficiais (Barra da Tijuca), ambos do Corpo de Bombeiros, às quais tive a honra de comparecer. Infrutíferas por completo, dada a reconhecida ausência do espírito de liderança de oficiais ante os praças, se desconsiderarmos o rito do regulamento militar.
Depois a ruptura das garantias constitucionais e de prerrogativas legais de militares estaduais, da ativa e inativos – sabidamente íntegros, de moral ilibada –, por sucessivas decisões administrativas do então governador Sérgio Cabral, hoje em prisão preventiva, acusado da prática de dezenas de crimes e deslavada corrupção.
A repugnante atitude ilegal, praticada pelos então comandantes-gerais do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, hoje coronéis reformados, respectivamente, SÉRGIO SIMÕES e ERIR RIBEIRO COSTA FILHO (não digo de quê) – sendo-lhes determinada a atuação simples e inexpressiva de sabujos políticos, como biombo protetor da imagem suja de Cabral –, assumindo a responsabilidade da prisão ilegal de praças e oficiais em penitenciária de segurança máxima, adredemente preparada, com a transferência de criminosos de alta periculosidade, 48 horas antes da histórica manifestação dos policiais e bombeiros militares na Cinelândia.
Minhas duas idas a Bangu 1, na qualidade de advogado, no fim de semana imediato, sendo impedido meu acesso, inclusive a defensores públicos (como constatei), ferindo-se de morte a Constituição do país e o Estatuto da Ordem dos Advogados.
O público e notório silêncio da Justiça, do Ministério Público e da Ordem dos Advogados do Brasil, à época, quanto à flagrante violação de direitos e prerrogativas dos militares estaduais, e a decorrente ruptura constitucional, talvez em premente salvaguarda da ordem pública. Mas, de fato, se impondo uma ditadura de terno e gravata.
Ainda minha atitude como advogado, em patrocínio pro bono (sem cobrar honorários) no Conselho Disciplinar a que responderam dois heroicos cabos e mais o destemido subtenente VALDELEI DUARTE (que hoje considero meu amigo); atitude profissional que julguei necessária ao preparo da decorrente lide judicial, em futura busca do restabelecimento da Justiça, embora sabedor de que o processo instaurado seria apenas para dar forma legal para a prévia condenação e a já decidida expulsão daqueles bombeiros militares. 
Por fim, a anistia de bombeiros e policiais militares, que não visava a praticar Justiça, mas, de forma dissimulada, muito mais a excluir da apreciação judiciária o vandalismo autoritário cometido por Sérgio Cabral e sua grei. Daí o Ministério Público Estadual não ter dado seguimento a várias queixas formuladas por atingidos pela barbárie cabralista.
Atualmente, embora eu um pobre velho diabético de 73 anos, não me pude evitar a reflexão: Decorridos quase 30 anos, tudo isso para quê?
Consideremos que qualquer pessoa com apenas 15 minutos de Polícia já saberia que esses esquemas criminosos não são ocasionais, mas sim, complicadas teias de longa atividade criminosa.
Consideremos que, em quaisquer sociedades humanas, militares ou civis, sempre vão ocorrer reprováveis atos delituosos.
Entretanto – ao que sei  –  deles nunca participaram os valentes homens que conheci em minha atividade profissional, tais como, agora reformados, o destemido Cel PM PAULO RICARDO PAÚL, os nobres Maj BM MÁRCIO GARCIA e Maj PM HÉLIO SILVA DE OLIVEIRA, o honesto SubTen BM VALDELEI DUARTE, bem como os demais heroicos bombeiros e policiais militares que participaram dos históricos movimentos reivindicatórios. Todos duramente combatidos por pretenderem, apenas e tão somente, aquilo que almeja e merece o mais humilde dos trabalhadores brasileiros: humanas condições de trabalho e remuneração justa.
Em contraponto, consideremos que, nas instituições militares estaduais, apesar das crises,  muitos continuam “fazendo festa” sem pudor algum. De coronéis a soldados, sem quaisquer melindres de hierarquia. Ou defecção do militarismo.
Melhores interpretações deixarei a eventuais leitores e críticos realistas.
Nelson HERRERA Ribeiro, Cel PM Ref, advogado e professor"

Juntos Somos Fortes! 

EDUARDO PAES ESTÁ SENDO INVESTIGADO PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

Prezados leitores, acredito que a população fluminense sonhe com o dia que o governador Pezão (PMDB) e o ex-prefeito Eduardo Paes (PMDB) estejam em situação semelhante a experimentada pelo ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

ex-prefeito Eduardo Paes

"Jornal O Dia 
Ministros mantém investigação contra Eduardo Paes no STF 
Ex-prefeito é suspeito de favorecer contratos da Odebrecht 
19/09/2017 20:03:26 
Rio - A primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, manter no tribunal a investigação aberta sobre Eduardo Paes (PMDB-RJ). O ex-prefeito do Rio foi citado na delação da Odebrecht junto com o deputado federal Pedro Paulo (PMDB-RJ), que foi seu secretário, sob a suspeita de recebimento de R$ 18,3 milhões em vantagens indevidas em troca da facilitação de contratos da companhia relacionados à Olimpíada de 2016 (Leiam mais)".

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 19 de setembro de 2017

VÍDEO - E O BRASIL? ORA, PRESIDENTE...

Prezados leitores, recomendo que assistam trecho de uma entrevista do ex-presidente General Figueiredo.


video


Juntos Somos Fortes!


VÍDEO - RIO - AUTORIDADES NÃO INFORMAM QUE NÃO CONSEGUEM CONTROLAR VIOLÊNCIA

Prezados leitores, comento o fato das autoridades ligadas aos governos federal e estadual não estarem comunicando a população o fato evidente de que não estão conseguindo controlar a violência no estado do Rio de Janeiro, algo que deveria ser feito para que o cidadão pudesse adotar maiores precauções para sua defesa e para a defesa de seus familiares, diante da criminalidade que atua fortemente armada nas comunidades e nas ruas.


 


Juntos Somos Fortes!

VÍDEO - MINISTÉRIO PÚBLICO CONCLUIU QUE PORTUGUESA VENDEU A VAGA NA SÉRIE A PARA FLA OU PARA FLU

Prezados leitores, peço que assistam com redobrada atenção a reportagem contida no vídeo que foi publicado no Youtube. 
O comentado pelos dois jornalistas da Espn tem relação com matérias publicadas pela imprensa. 
Os jornalistas citam a matéria do Estadão (Link) que foi publicada no dia 11 de novembro de 2014, sendo que o fato em investigação ocorreu no dia 8 de dezembro de 2013. 
Destaco o seguinte trecho: 

"Pelo menos três provas principais sustentam a conclusão do órgão. A CBF enviou um e-mail, via Federação Paulista de Futebol, que foi aberto pela Portuguesa. Pelo menos seis funcionários tinham a informação, de acordo com o MP. Além disso, a Portuguesa sabia do julgamento do jogador, pois foram descobertas conversas telefônicas entre o departamento jurídico e o advogado do clube na sexta e no sábado anteriores ao jogo, realizado no domingo".


  


Tendo como base o contido na matéria jornalística faço algumas observações:

1)  As duas matérias (Estadão e Espn) só podem ter tido como fonte o Ministério Público de São Paulo (MP-SP), logo, não podemos desconsiderar o seu conteúdo.
2) O MP-SP baseou sua conclusão em "pelo menos três provas".
3) Nas duas matérias existe riqueza de detalhes sobre as conclusões do MP-SP.

Diante do exposto em apertada síntese, pergunto:
- Onde foram parar as "provas" citadas pelo MP-SP, considerando que o inquérito foi arquivado no GAECO do MP-SP de forma inconclusiva por falta de provas?

Não custa lembrar que eu tive acesso aos autos e extrai cópias, isso com a devida autorização, portanto, os conheço.
Quem souber a resposta, por favor, informe para que possamos publicar e informar nossos leitores sobre esse fato de tanta relevância para o futebol brasileiro.

Juntos Somos Fortes!