LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

OBRIGADO, POVO COLOMBIANO !




Juntos Somos Fortes!

PRISÃO DE CABRAL - DESABA O "MUNDO MARAVILHOSO" DE SÉRGIO CABRAL



Prezados leitores, o ex-governador Sérgio Cabral, alguns familiares e amigos viviam em um mundo de conto de fadas, sustentado pelo nosso dinheiro, segundo o noticiário da imprensa.
O "mundo maravilhoso" de Sérgio Cabral está sendo implodido.

"Site R7
Operador de esquema de corrupção de Cabral presta novo depoimento e confirma recebimento de propina.
O homem considerado operador do suposto esquema de corrupção de Sérgio Cabral decidiu contar o que sabe a justiça. Wagner Jordão é um dos presos na operação Calicute. Ele pediu para prestar um novo depoimento e confirmou a cobrança de 1% de propina das empreiteiras para a secretaria de obras do estado. Segundo as investigações, além da taxa, o ex-governador cobrava mais 5% destinados aos envolvidos no esquema". 

Acessem o link e assistam a reportagem:


Juntos Somos Fortes!

O NOVO PRESIDENTE DO TCE-RJ VIAJAVA COM SÉRGIO CABRAL E CAVENDISH ?


Prezados leitores, as fotos acima são de domínio público, estando vinculadas ao escândalo denominado a "gangue dos guardanapos".



A foto acima é do novo presidente do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (site do TCE-RJ).
Ele não guarda semelhança com o homem que aparece na primeira foto e na segunda foto ao lado direito de Sérgio Cabral?
Será que o novo presidente acompanhava Sérgio Cabral e comitiva nas viagens?
Nós esperamos que não.


"Site do TCE-RJ
Aloysio Neves é eleito presidente do TCE
01/12/2016 - 20:39
Aloysio Neves é eleito presidente do TCE para o biênio 2017/2018  
O plenário do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) elegeu, por unanimidade, nesta quinta-feira (1/12), o conselheiro Aloysio Neves para a presidência da Corte de Contas no biênio 2017/2018. Também foram escolhidos o vice-presidente e o corregedor-geral do TCE-RJ, respectivamente, Domingos Brazão e Marianna Montebello Willeman.
"Tenho certeza de que os três eleitos terão sucesso em sua tarefa de gerir esta Casa, que é eminentemente técnica e a principal guardiã do dinheiro público do nosso estado", afirmou o presidente Jonas Lopes de Carvalho Júnior, que chega ao final de seu terceiro mandato. A sessão solene de posse foi marcada para o dia 10 de janeiro, às 11h, no auditório do Tribunal (Fonte)".

Juntos Somos Fortes!

PRISÃO DE CABRAL - EX-GOVERNADOR ESTÁ RECEBENDO VISITAS IRREGULARES

Eduardo Paes, Picciani, Cabral e Pezão

Prezados leitores, nós escrevemos vários artigos sobre a possibilidade de Sérgio Cabral estar recebendo tratamento diferenciado em Bangu 8.
Ontem a Rede Record exibiu uma reportagem que confirmou a nossa expectativa.
Acessem o link e assistam:


Juntos Somos Fortes!

SÉRGIO CABRAL: UM MOTIVO PARA O RENASCIMENTO DA ESPERANÇA



Prezados leitores, neste exato momento, maus políticos estão presos no Brasil, dentre eles o todo poderoso ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que ocupa uma cela em Bangu 8.
Além de estar preso, bens da família Cabral estão sendo apreendidos para garantir o ressarcimento aos cofres públicos.
A atual situação da família Cabral é um motivo de esperança para todos os brasileiros do bem e um motivo de enorme preocupação para os que agem (agiram) como eles.

Juntos Somos Fortes!

DOMINGO - 4/12 - 10:00 HORAS - VAMOS COMEÇAR A SALVAR O BRASIL !



Prezados leitores, temos o compromisso com o país e com as nossas famílias de promovermos o maior ato popular já realizado no Rio de Janeiro.
A população do Rio de Janeiro que tem padecido sob péssimos governos, deve dar a resposta, ordeira e pacífica, enchendo as ruas de Copacabana de cidadania.
A concentração será no Posto 5 da Praia de Copacabana.
É hora de cada um fazer a sua parte para salvar o Rio de Janeiro e o Brasil.

Juntos Somos Fortes!

GOVERNO PEZÃO ANUNCIA 2017 PIOR PARA FUNCIONÁRIOS, BOMBEIROS E POLICIAIS



Prezados leitores, a coisa vai de mal a pior, isso significa que a mobilização dos funcionário públicos e dos militares estaduais (Bombeiros e Policiais Militares) precisa se organizar para ter a força necessária para a luta por nossos direitos.
Salvo melhor juízo, falta planejamento, o que só será possível com a criação de uma comissão organizadora, composta pelos presidentes das associações e dos sindicatos.
A referida comissão receberia todas as propostas e funcionaria como nossa representatividade para tratar com o governo Pezão e com o poder legislativo (ALERJ).
Hoje temos iniciativas de pequenos grupos junto ao governo e a ALERJ, as quais nos parecem pouco produtivas.
A união nos fortalecerá.

"Jornal Extra
01/12/16 05:00
Secretário de Fazenda prevê 2017 difícil para servidores: ‘Não garanto pagar 13 folhas’
O secretário estadual de fazenda, Gustavo Barbosa, prevê mais dificuldades em 2017. Segundo ele a previsão é de um aperto muito maior nas contas, o que deve impactar o pagamento dos servidores. "O que posso dizer é que não garanto o pagamento das treze folhas em 2017 (Leiam mais)".

O secretário não garante as de 2017, mas garante o pagamento das treze folhas em 2016? Nem isso!
Faltam os salários de novembro e dezembro, além do décimo-terceiro.
Os desvios criminosos do dinheiro público (o nosso dinheiro) e a incompetência gestora dos governos Cabral e Pezão arruinaram a economia do Rio de Janeiro.

Juntos Somos Fortes!

FENEME REÚNE ASSOCIAÇÕES DE PMs E BMs DO BRASIL NO RIO DE JANEIRO



Prezados leitores, ontem, a FENEME reuniu no Rio de Janeiro associações de Policiais Militares e Bombeiros Militares (Oficiais e Praças) de quatorze estados brasileiros.
A seguir transcrevemos uma mensagem sobre o evento recebida pelo Whats App:

"A luta continua.
Hoje, 01/12/16, recebemos na AME/RJ (Associação de Oficiais Militares do RJ) a visita dos Deputados Federais, Sub Ten PMMG Gonzaga  e Maj PMSP Olímpio, o Presidente da Federação Nacional dos Oficiais Militares Estaduais, Cel Marlon e alguns dos seus Diretores, representantes de Associações de Oficiais Militares de DEZETE estados da federação, o Presidente da Associação Nacional das Praças (PM/BM), Cabo Lotin, além de diversos Oficiais e Praças da PMERJ e CBMERJ.
A discussão de mais de três horas foi muito proveitosa e várias deliberações foram estabelecidas de modo a por freio nos diversos pacotes da maldade que querem, no país, impor aos militares, seja os de investidura federal seja os estaduais.
Em seguida, nos dirigimos para a Assembleia Legislativa, e, no plenário, fomos anunciados, aplaudidos e alguns deputados se dirigiram ao grupo. Dali, fomos ao governador do estado a quem colocamos nossas demandas. A luta continua sem descanso, sem trégua, marchando resolutamente, para frente e para cima.
A todos o meu agradecimento e fraternal abraço". 




Juntos Somos Fortes!

PACOTE DE MALDADES - ATENÇÃO PARA O CALENDÁRIO DE VOTAÇÃO



Prezados leitores, os funcionários públicos e os militares estaduais (Bombeiros e Policiais Militares) precisam estar atentos ao calendário de votação do "pacote de maldades" para a programação dos protestos em frente à ALERJ.

"Site R7
Alerj divulga calendário de votação do pacote de Pezão; projetos serão votados entre 6 e 15 de dezembro
Redução no salário do governador será o primeiro projeto votado pelos deputados
A Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) divulgou nesta quinta-feira (1º) a ordem de votação dos projetos de lei referentes ao pacote de ajuste fiscal enviado pelo governo estadual. As medidas serão votadas em sete sessões entre os dias 6 e 15 de deste mês.
No primeiro dia, os deputados votam o projeto que tratam da redução do salário do governador, vice e secretários, além da medida que propõe a criação de um mecanismo que tratam da redução do salário do governador.
Ainda no dia 6, os parlamentares também vão analisar duas medidas de cortes de gastos da Alerj. Com o fim da frota de veículos oficiais e a mudança no horário de sessões solenes da Casa, os deputados esperam economizar R$ 26 milhões por ano.
Antes de cada votação, as propostas serão discutidas em reuniões dos líderes partidários, com a participação de representantes do governo, servidores e da sociedade civil que sejam impactados pelas medidas.
Dos 22 projetos de lei do governo do Rio enviados à Alerj para tentar reverter a crise financeira do Estado, apenas 13 foram analisados pelos deputados. Eles receberam aos 722 emendas.
O projeto mais polêmico aumentava a contribuição previdenciária dos servidores de 16% para 30%. Ele foi devolvido pelo presidente da Assembleia, Jorge Picciani (PMDB), ao Executivo fluminense. Outra proposta, que extinguia por meio de decreto do Executivo o programa Aluguel Social, foi derrubada após a aprovação de um projeto de decreto legislativo que neutralizou a ordem do governador Luiz Fernando Pezão.
Outros sete projetos previam extinção de institutos estaduais, mas foram retirados de pauta — e podem ser votados no próximo ano —, e outro foi suspenso provisoriamente por decisão do Tribunal de Justiça, que previa a extinção do adicional por tempo de serviço a cada três anos.
Confira o calendário de votações:
06/12
14h: Projeto de Resolução 389/16 - acaba com os carros oficiais de diretores da Alerj em dezembro de 2016 e com os veículos de deputados em janeiro de 2019: 14 emendas.
Projeto de Resolução 390/2016 - acaba com sessões solenes à noite: 3 emendas.
15h: Projeto de lei 2.243/16 - Cria modelo de intimação eletrônica para cobranças da Fazenda Estadual: 26 emendas.
Projeto de lei 2.260/16 – Reduz em 30% os salários do governador, vice-governador, secretários e subsecretários: 43 emendas.

07/12
15h: Projeto de lei 2.249/16 - Muda regras para pagamentos com precatórios: 60 emendas.
Projeto de lei complementar 37/16 – Proíbe por dez anos qualquer anistia aos devedores de impostos estaduais: 34 emendas.

08/12
15h: Projeto de lei 2.248/16 - Limita o subsídio do Bilhete Único a 150 reais: 121 emendas.
Projeto de lei 2.247/16 – Acaba com a isenção da tarifa da barca aos moradores de Ilha Grande e Paquetá: 27 emendas.

12/12
11h: Projeto de lei complementar 36/16 - determina que um percentual de 40% das receitas dos fundos estaduais e 70% do superávit financeiro – saldo positivo nas contas – possam ser utilizados para o pagamento de pessoal: 66 emendas.

13/12
15h: Projeto de lei 2.246/16 – Extingue os programas Renda Melhor e Renda Melhor Jovem: 24 emendas.
Projeto de lei 2.242/16 – Aumenta as alíquotas do ICMS: 87 emendas.

14/12
15h: Projeto de lei complementar 34/16 - Muda a forma de repasse do orçamento dos poderes do estado, que deixa de ter valor fixo e passa a ser um percentual da arrecadação real: 29 emendas
Projeto de lei 2.240/16 – Muda regras no Rioprevidência, aumentando alíquotas de servidores ativos e inativos de 11% para 14% e a contribuição patronal de 22% para 28%: 106 emendas.

15/12
15h: Projeto de lei complementar 35/16 - limita o crescimento da despesa de pessoal dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e suas autarquias a 70% do aumento real da Receita Corrente Líquida (RCL): 38 emendas.
Projeto de lei 2.245/16 - Adia para 2020 aumentos salariais aprovados em 2014 e que entrariam em vigor em 2017 (Fonte)".

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

CORONEL PM PAÚL - ENTREVISTA PARA A REDE RECORD - ESCLARECIMENTOS



Prezados leitores, agradecemos, mais uma vez, a oportunidade de prestarmos esclarecimentos à população através de entrevista concedida à Rede Record.
A entrevista realizada na tarde dessa quinta-feira e exibida no Jornal da Record, sendo que sofreu muitos cortes, mas isso é normal.
Na entrevista tratamos do problema salarial e o reflexo no aspecto emocional do Policial Militar (os dois pequenos trechos exibidos trataram dessa parte); da situação das viaturas (depanagem); do desvio de dinheiro público e da incompetência na gestão da segurança pública.
A Record costuma repetir a entrevista em outros jornais, apresentando trechos não exibidos na primeira exibição e/ou trechos maiores.
Logo que for disponibilizado o vídeo no site R7 nós o publicaremos.

Juntos Somos Fortes!

VITÓRIA DO POVO! - RENAN CALHEIROS VIRA RÉU EM PROCESSO NO STF

Rodrigo Maia e Renan Calheiros

Prezados leitores, após uma série de péssimas notícias oriundas de Brasília, o Supremo Tribunal Federal nos presenteia com a nova situação do senador Renan Calheiros: réu por desvio de dinheiro público.

"Site G1
Renan Calheiros vira réu no STF por desvio de dinheiro público
Presidente do Senado é acusado de destinar parte da verba de gabinete para uma locadora de veículos que não teria prestado o serviço, segundo a PGR.
Por Renan Ramalho, G1, Brasília
01/12/2016 18h46 Atualizado há 1 hora
Por 8 votos a 3, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (1º) abrir uma ação penal e tornar réu o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pelo crime de peculato (desvio de dinheiro público).
A decisão não significa que o senador seja culpado, conclusão que só poderá ser feita ao final do processo, após coleta de novas provas, depoimento de testemunhas e manifestações da defesa.
O peemedebista é acusado de destinar parte da verba indenizatória do Senado (destinada a despesas de gabinete) para uma locadora de veículos que, segundo a PGR, não prestou os serviços. No total, o senador pagou R$ 44,8 mil à Costa Dourada Veículos, de Maceió, entre janeiro e julho de 2005. Em agosto daquele ano, a empresa emprestou R$ 178,1 mil ao senador (Leiam mais)".

Juntos Somos Fortes!

RIO - FUNCIONALISMO - PAGAMENTO



Prezados leitores, o jornal Extra publicou notícia sobre o pagamento de outubro.
Acessem o link: 
http://glo.bo/2gMrV4D

Juntos Somos Fortes! 

O LEGADO DA GESTÃO BELTRAME: O AVANÇO DA VIOLÊNCIA NO RIO DE JANEIRO



Prezados leitores, como nós publicamos exaustivamente desde 2007, a gestão da segurança pública no Rio de Janeiro era muito ruim.
Os cidadãos fluminenses sofreram e sofrem com os efeitos desses erros.

"Jornal Extra
01/12/16 06:00 Atualizado em 01/12/16 07:26 
Dados do ISP mostram que houve crescimento nos homicídios e roubos no Rio 
Os números mostram que, em média, 15 pessoas foram assassinadas por dia em outubro. Foram, ao todo, 462 vítimas de homicídios dolosos em todo o estado.
Segundo o ISP, das áreas cinco integradas de segurança pública (Aisp) que registraram os índices mais altos de homicídios, quatro estão na Baixada Fluminense. Elas englobam municípios como Queimados, Nova Iguaçu, Nilópolis, Duque de Caxias e São João de Meriti. Também estão na Baixada os municípios com o maior número de roubos: Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis e Duque de Caxias, além de São Gonçalo, na Região Metropolitana, somam 43,6% do total.
170 mil roubos em dez meses
Os roubos, aliás, foram os delitos que mais cresceram. O total de 169.479 ocorrências, no acumulado desde janeiro, é o maior desde 2007. São, em média, 23 roubos por hora, um a cada dois minutos e meio.
O índice representa ainda quase o dobro dos 87.084 registrados em igual período de 2012, considerado o melhor ano do estado desde a introdução das UPPs. A maior parte dos roubos é do grupo que engloba os praticados contra pedestres, em ônibus e de aparelhos de telefone celular — os chamados roubos de rua, que somaram 104.302 casos (Fonte)". 

Juntos Somos Fortes!

STF, APOIE O POVO BRASILEIRO, TORNE SENADOR RENAN CALHEIROS RÉU

Renan Calheiros e Sérgio Cabral


Prezados leitores, o Supremo Tribunal Federal poderá transformar o senador Renan Calheiros em réu nesta quinta-feira.

"Site G1
01/12/2016 05h00 - Atualizado em 01/12/2016 10h51
STF decide nesta quinta se Renan vira réu por falsidade e peculato
Acusação aponta informações falsas de renda e desvio de verba de gabinete.
Denúncia surgiu a partir de suspeita de que lobista pagava pensão da filha.
Renan Ramalho 
O Supremo Tribunal Federal (STF) deverá decidir nesta quinta-feira (1º) se abre uma ação penal e torna réu o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O parlamentar é acusado de prestar informações falsas, usar documentos falsos e desviar verbas públicas. 
A denúncia a ser analisada pelos ministros surgiu de um escândalo revelado em 2007, a partir da suspeita de que um lobista da construtora Mendes Junior pagava a pensão de uma filha de Renan Calheiros com a jornalista Mônica Veloso. 
No total, Calheiros é alvo de 12 inquéritos no STF, em diversos casos. O que será analisado nesta quinta não tem relação com a Operação Lava Jato (que apura desvios na Petrobras, na qual o senador é alvo de outros 8 inquéritos) nem com a Operação Zelotes (relacionada à suposta venda de medidas provisórias, em que ele é alvo de outra investigação) - (Fonte)". 

Juntos Somos Fortes!

DOMINGO - DIA 4 DE DEZEMBRO - O POVO OCUPARÁ AS RUAS DO BRASIL



Prezados leitores, nós precisamos mostrar o nosso descontentamento com os políticos brasileiros indo para as ruas.
Em todas as cidades deve ocorrer o protesto de forma ordeira e pacífica.
Os atos de vandalismo só servem para fortalecer os políticos.
É inadiável a implantação de uma reforma política que tenha como um dos parâmetros a diminuição significativa do número de senadores, deputados federais, deputados estaduais e vereadores.
É impossível fiscalizar centenas de deputados federais, por exemplo.
Vamos para as ruas cobrar a reforma política e o combate a corrupção, temas que estão intimamente ligados.




Juntos Somos Fortes!