Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

domingo, 31 de julho de 2016

DENÚNCIA - A INSEGURANÇA NOS JOGOS OLÍMPICOS 2016

Prezados leitores, no dia 29 de julho de 2016, Coronéis PM falaram sobre a insegurança nos jogos olímpicos Rio 2016, na Associação dos Oficiais Militares Ativos e Inativos (AOMAI)..
A imprensa foi convidada, mas não compareceu.
O que seria uma entrevista coletiva, acabou se transformando em um painel.
Os Coronéis PM prepararam um manifesto sobre a insegurança para ser entregue à imprensa, a versão em português foi lida no início do painel como retrata o vídeo.
A versão em inglês está inserida no final do vídeo.
Assistam e comentem.
Publicaremos outro vídeo com o painel completo.





Juntos Somos Fortes!

31 DE JULHO - DIA DE PROTESTOS DO POVO BRASILEIRO



Prezados leitores, o povo brasileiro volta neste domingo para as ruas, dando continuidade à luta por um oaís muito melhor que o atual.
No Rio de Janeiro, o protesto será realizado às 10:00 horas, no Posto 5 da Praia de Copacabana.

Juntos Somos Fortes!

sábado, 30 de julho de 2016

INSEGURANÇA NAS OLIMPÍADAS: POR QUE A IMPRENSA FALTOU À ENTREVISTA COLETIVA?

Prezados leitores, nos ajudem a decifrar esse novo enigma, assistindo o vídeo e opinando.





Qual a sua opinião sobre a imprensa ter faltado à entrevista coletiva?

Juntos Somos Fortes!


sexta-feira, 29 de julho de 2016

RIO 2016: OS JOGOS OLÍMPICOS MAIS PERIGOSOS DA HISTÓRIA (?)



Prezados leitores, o Rio de Janeiro é uma cidade conflagrada onde a violência está completamente fora de controle, como comprovam os dados do Instituto de Segurança Pública e o noticiário diário.
A realidade vivenciada na cidade fundamenta a interpretação de que os jogos olímpicos do Rio de Janeiro poderão ser os mais perigosos da história para os atletas, os turistas e os jornalistas nacionais e internacionais.

"Site G1
28/07/2016 17h50 - Atualizado em 28/07/2016 18h39
Jornalista japonês é furtado no aeroporto do Galeão
Crime aconteceu na terça-feira (26).
Dois homens trocaram a mochila da vítima por outra vazia.
Um jornalista japonês foi furtado, na tarde da última terça-feira (26), no setor de desembarque do terminal 1 do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o RIOgaleão. De acordo com as informações da Delegacia do Aeroporto Internacional (DAIRJ), a vítima foi abordada por dois homens que trocaram a sua mochila por outra vazia.
Ainda segundo a delegacia, foi instaurado um procedimento para apurar as circunstâncias do furto praticado contra o jornalista. Os investigadores estão em busca de câmeras de segurança que possam ter gravado a ação e testemunhas que possam ajudar a identificar os autores do crime
O procedimento está sendo encaminhado à Delegacia Especial de Apoio ao Turismo - DEAT que dará prosseguimento ao caso. 
Este não foi o primeiro caso de furto aos turistas que estão vindo a trabalho ou passeio.
Na manhã desta quarta-feira (27), três chineses foram assaltados na Rua Cândido Mendes, na Glória, Zona Sul do Rio. Segundo a Polícia Civil, nenhum deles era atleta. Os criminosos levaram cerca de R$ 40 mil reais (R$10 mil e 10 mil doláres). 
No início do mês, dois contêineres, com equipamentos de transmissão de uma TV alemã que está no Rio de Janeiro para cobrir a Olimpíada, foram roubados na Avenida Brasil, porém, os equipamentos foras encontrados em um galpão em Magé, na Baixada Fluminense. 
Além disso, um lutador de jiu-jistu da Nova Zelândia, que está no Rio à cerca de um ano, relatou em redes sociais que sofreu um sequestro relâmpago por homens com farda policial no Rio. Segundo postou Jayson (Jay) Lee neste domingo (24), ele foi obrigado a entrar em um carro e a rodar por caixas eletrônicos para sacar dinheiro (Fonte)."

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 28 de julho de 2016

OLIMPÍADAS: ENTREVISTA DE CORONÉIS DA POLÍCIA MILITAR E DO CORPO DE BOMBEIROS



Prezados leitores, um grupo de Coronéis da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar está convidando a imprensa nacional e internacional para uma entrevista coletiva que acontecerá no dia 29 de julho (sexta-feira), às 11:00 horas, na AOMAI.
A segurança nas Olimpíadas, o apoio aos Comandantes Gerais e o atraso dos salários estarão entre os temas abordados.

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 27 de julho de 2016

CONHEÇAM O FUNCIONAMENTO DE UMA MÁQUINA DE MULTAR VEÍCULOS

Prezados leitores, publicamos vídeo que circula na internet.
Observem a velocidade da ferramenta arrecadadora.



Juntos Somos Fortes!

PEDRO PAULO E CIDINHA CAMPOS? O PMDB QUER DESTRUIR O RIO DE JANEIRO?

Prezados leitores, salvo melhor juízo, o PMDB parece ter um projeto para destruir o Rio de Janeiro.
Após os governos terríveis de Sérgio Cabral e Pezão no estado e de Eduardo Paes na cidade do Rio de Janeiro, querem que Pedro Paulo e Cidinha Campos assumam a prefeitura.
Logo Cidinha Campos que declarou que não faz campanha e que tem muito eleitor burro, como podemos comprovar no seu discurso na ALERJ.


  

Link: https://www.youtube.com/watch?v=9jejHdOEYeE&feature=youtu.be
 
Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 26 de julho de 2016

RIO 2016, OS JOGOS OLÍMPICOS DA INCERTEZA



Prezados leitores, a marca dos jogos olímpicos do Rio de Janeiro é a incerteza.
A única certeza que temos é que os governantes brasileiros não deveriam ter colocado a candidatura do Brasil para sediar os jogos, algo que não fez qualquer sentido diante da realidade nacional.
Um erro de projeto, como nós denunciamos participando dos atos públicos que se realizaram nas ruas do Rio de Janeiro contra os jogos, quando a cidade ainda era apenas candidata.
Os governantes insistiram no erro e a cidade foi eleita, isso para festa de grande parcela dos políticos e dos empresários.
O povo, a massa, por sua vez, justificou a sua exclusão da educação de boa qualidade e entrou na festa.
Hoje os jogos do Rio de Janeiro tem a incerteza como marca registrada.
As obras foram superfaturadas?
As obras foram realizadas com a qualidade necessária para permitir a realização das inúmeras modalidades?
A Cidade Olímpica não foi, como as reclamações comprovam. 
O transporte público funcionará?
Em caso de urgência médica, os atletas, os turistas e os jornalistas nacionais e estrangeiros receberão o atendimento necessário ou permanecerão como a população carioca que fica em macas nos corredores hospitalares aguardando?
A violência do Rio de Janeiro será controlada de modo a garantir a segurança de atletas, turistas e jornalistas nacionais e estrangeiros em toda cidade do Rio de Janeiro?
O governo brasileiro conseguirá evitar uma provável ação de grupos terroristas?
Qual será o gasto total de dinheiro público com a mobilização de milhares de integrantes das Forças Armadas, Polícia Federal e Força Nacional de Segurança?
A incerteza é geral.
Só nos resta acreditar que Deus é brasileiro e que os jogos olímpicos do Rio de Janeiro transcorram dentro da normalidade.
Amém!

Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 25 de julho de 2016

OLIMPÍADAS 2016: MODALIDADE "SEQUESTRO-RELÂMPAGO" JÁ COMEÇOU



Prezados leitores, antes dos jogos começarem nós já começamos a passar por uma enorme vergonha diante de todo o mundo, tudo em virtude dos governantes brasileiros terem insistido em realizar uma Olimpíada no Rio de Janeiro.
A Vila Olímpica parece um conjunto do programa "minha casa, minha vida".
O Comitê Olímpico Internacional também é responsável.
O órgão deveria ter mudado a sede e ficou inerte diante do caos.
Enquanto isso, a modalidade "sequestro-relâmpago" já começou.

"Jornal Extra
25/07/16 10:18 Atualizado em 25/07/16 11:43 
Polícia investiga sequestro de lutador de jiu-jitsu da Nova Zelândia por ‘homens fardados’ 
Diana Figueiredo 
Um lutador de Jiu-Jitsu da Nova Zelândia passou por um susto no último fim de semana. Jason 'Jay' Lee, de 27 anos, voltava de uma competição em Resende quando foi abordado por bandidos e sofreu um sequestro-relâmpago. Ele relatou o caso em seu Facebook e, segundo a Polícia Civil informou ao EXTRA, o lutador prestou depoimento neste domingo na Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (DEAT). 
Numa declaração em seu Facebook, o lutador disse que foi sequestrado por “homens fardados”, mas não deu detalhes do caso. Ele estaria com um carro alugado quando foi abordado. Amigos questionaram se ele precisava de dinheiro e se ele estava bem e, pela rede social Jay disse que estavam bem e fez um desabafo: 
“Então, ontem eu fui sequestrado no Brasil. Não por algumas pessoas aleatórias com armas, mas por homens de serviço no uniforme completo. Fui ameaçado se eu não entrasse em seu carro particular e acompanhá-los até dois caixas eletrônicos para retirar uma grande soma de dinheiro para suborno. Eu não tenho certeza o que é mais deprimente, o fato disso estar acontecendo com os estrangeiros tão perto dos Jogos Olímpicos ou o fato de os brasileiros terem de viver em uma sociedade que permite que essa bobagem absoluta em uma base diária. Este lugar é verdadeiramente f... em todos os sentidos da palavra que se possa imaginar”, escreveu (Fonte)." 

Juntos Somos Fortes! 

O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - A BUSCA PELA VERDADE CONTINUA



Prezados leitores, hoje encaminhamos uma reiteração ao excelentíssimo Corregedor do DIPO sobre a nossa solicitação de esclarecimentos sobre a obtenção de cópia dos autos da investigação desenvolvida pelo GAECO sobre o denominado "o escândalo do Brasileirão 2013".
A luta pelo esclarecimento dos fatos continua.
Não desistiremos, enfrentaremos todos os obstáculos para o alcance dos nossos objetivos.
Conclamamos a TODOS os torcedores do Brasil que ombreiem com o grupo que está há três anos cobrando a verdade.

Juntos Somos Fortes! 

OLIMPÍADAS 2016: IMPRENSA INTERNACIONAL DESCOBRIU A VERDADE

Prezados leitores, a imprensa internacional retratou a verdade sobre as Olimpíadas do Rio de Janeiro.
Assista, avalie e opine.





Juntos Somos Fortes!

VILA OLÍMPICA É DO MINHA CASA, MINHA VIDA





Prezados leitores, os jogos olímpicos nem começaram e o Brasil já passa por uma série de vergonhas.
Ontem, surgiu mais uma, uma Vila Olímpica que parece do programa minha casa, minha vida.
O prefeito Eduardo Paes nos envergonha todo dia.
Diante das críticas da delegação da Austrália, ele disse que providenciará uma canguru para que os atletas se sintam em casa.
Patético, o prefeito do Rio de Janeiro.

"Portalodia.com
Estrangeiros relatam furtos e chamam Vila Olímpica da Rio-16 de inabitável 
Vila é aberta e Força Nacional chega ao Rio de Janeiro neste domingo (24). 
24/07/2016 12:35h 
Se a ideia do comitê organizador da Rio-2016 era oferecer neste domingo uma primeira amostra do que serão os Jogos Olímpicos realizados no Brasil, a primeira impressão esteve longe de ser positiva. A abertura da Vila Olímpica para atletas teve longas filas, reclamações de delegações e relatos de objetos furtados no interior do condomínio.
O Comitê Olímpico da Austrália classificou a Vila como “inabitável”. O site australiano “The Age” publicou que as reclamações da delegação incluem pias vazando, sanitários entupidos e escadas sem iluminação, por exemplo. O teor das críticas foi confirmado pelo UOL Esporte com membros de pelo menos outras duas delegações que chegaram à Vila neste domingo.
O UOL Esporte também ouviu relatos sobre falta de uma série de objetos no interior dos apartamentos. Um funcionário da Vila contou que a situação é decorrente de furtos praticados durante a construção do empreendimento e que o comitê organizador agora corre para repor os utensílios retirados (Fonte)." 

Juntos Somos Fortes!

ANÉIS OLÍMPICOS SÃO USADOS PARA PROTESTO DO FUNCIONALISMO

Prezados leitores, os servidores públicos, os Policiais Militares e os Bombeiros Militares fizeram um protesto ontem na Praia de Copacabana, em frente aos anéis olímpicos.
O jornal O Dia noticiou (Leia).
 












Juntos Somos Fortes!

domingo, 24 de julho de 2016

OLIMPÍADAS SÃO ALVO DE PIADAS NA INTERNET

Prezados leitores, a todo instante surgem vídeos e charges satirizando as Olimpíadas que serão realizadas no Rio de Janeiro.









Juntos Somos Fortes!

sábado, 23 de julho de 2016

AMANHÃ, PROTESTO CONTRA GOVERNO EM COPACABANA

Prezados leitores, amanhã é dia de protestar.




Juntos Somos Fortes!

O ESCÂNDALO DO BRASILEIRO 2013 - DIPO NÃO RESPONDEU - REITERAÇÃO

(Capa da 1a edição)

Prezados leitores, nós estamos aguardando a resposta do excelentíssimo Corregedor do DIPO à nossa solicitação de instruções para obtenção de cópia integral investigação procedida pelo GAECO do Ministério Público de São Paulo sobre o denominado "escândalo do Brasileirão 2013".
No início da próxima semana reiteraremos o pedido, tendo em vista que terá transcorrido um mês da solicitação inicial.
Caso a resposta não ocorra, iremos até São Paulo para concretizar nosso objetivo, conforme informamos em artigos anteriores.
A obtenção da cópia é imprescindível para que avaliemos a publicação de uma segunda edição do livro.
Não desistiremos de buscar a verdade dos fatos, seja ela qual for.

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 21 de julho de 2016

APRENDENDO A VALORIZAR OS QUE VIERAM ANTES DE NÓS

Prezados leitores, uma mensagem edificante para que valorizemos o que vieram antes de nós.




Juntos Somos Fortes!







quarta-feira, 20 de julho de 2016

CENAS DE TREINAMENTO

Prezados, cenas de treinamentos que circulam pela internet.









Juntos Somos Fortes! 

terça-feira, 19 de julho de 2016

ASSASSINATO DE POLICIAIS: UM TSUNAMI DE SANGUE E DOR



Prezados leitores, a mensagem que transcrevemos está circulando nas redes sociais.
Não tivemos como confirmar se o autor é realmente o excelentíssimo Juiz de Direito Alexandre Abrahão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro:

"Há um tsunami de sangue e dor se aproximando muito de nós, e continuamos não dando a devida atenção. Policiais são a ultima barreira entre o bem e o mal, se eles estão CAINDO assim, sinal que nossas defesas acabaram, pensem nisso!.". 
Alexandre Abrahão 
Juiz de Direito no TJRJ.

Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 18 de julho de 2016

RIO: COMENTÁRIO SOBRE O FIM DA SECRETARIA DE SEGURANÇA



Prezados leitores, transcrevemos comentário sobre a segurança pública no Rio de Janeiro:

"Anônimo
17 de julho de 2016 20:01 
Cel Paúl, volto a dizer, necessitamos urgentemente um Sec. de Polícia Militar e outro da Polícia Civil. Até pq, sabemos que as funções são diferentes e com atribuições pertinentes a cada elas, isso é fato...!. Outra coisa, preso custodiado deve ser feito pela SEAP, custe o que custar, até pq, essa é sua função, e caso o for pela dificuldade de recursos humanos, que abra concursos e preenchas as vagas necessárias! Sabe pq dessas minhas palavras, ao meu ver as duas instituições policiais desse estado, estão fora de sintonia a muito tempo. 
Na matéria do Jornal "O dia On Line" de 17/07/2016 11:30:27 - Atualizada às 17/07/2016 15:00:11
Onde está Fat Family? Terça-feira completa um mês de buscas ao bandido - Li essa declaração escrita pelo autor: Adriana Cruz e Diego Valdevino - Delegados contaram, porém, que Fat Family não é uma prioridade para a instituição. “Existem traficantes mais importantes. Queremos prender o Fat Family, assim como queremos prender qualquer traficante”, afirmou um delegado, que completou: “quem deve priorizar o Fat Family é a PM, que deixou ele fugir”. Esse comentário ou interpretação do Delegado, conforme falei antes não está em sintonia como a SESEG. E por isso, acho que devemos mudar esse inconformismo entre as autoridades policias, com a mudança nas pastas dessa secretaria, ou seja, cada um cumpre sua missão!
"Assim pois um feliz dualismo,
Duas vezes soldados nos faz,
Do Brasil defensores na guerra,
Sentinelas da ordem e da paz.
Eis a justa razão da ufania,
Que no peito trazemos constante.
Somos ordem, civismo e harmonia,
Somos braços da lei vigilantes! 

Juntos Somos Fortes!

O ASSASSINATO DE POLICIAIS É UM FATO NORMAL ? CLARO QUE NÃO ! REVOLTE-SE !

40 da Evaristo


Prezados leitores, a frase "bem-vindo ao inferno" foi de uma felicidade incomum para representar uma realidade.
O Rio de Janeiro, apesar de suas belezas naturais, foi transformado por maus gestores da segurança pública em um autêntico inferno, onde assaltos, latrocínios e homicídios fazem parte do cotidiano, como se vivêssemos em um estado sem lei e sem ordem.
Cruzar com um corpo estendido na via pública, ser vítima de um assalto ou ficar no meio de um tiroteio, fazem parte da rotina, o que acaba nos desumanizado pela repetição.
A morte violenta produzida pelos criminosos passou a ser considerando algo normal no Rio de Janeiro.
Isso precisa ser combatido por todos.
O assassinato de Policiais Militares e Policiais Civis, quando estão de serviço ou de folga, também caiu nessa rotina e não causa a indignação que deveria provocar em todos nós.
É a banalização do assassinato de heróis, algo que está crescendo no Rio de Janeiro por culpa dos governantes e dos gestores da segurança pública.
Cabe aos Policiais Militares e aos Policiais Civis reverterem esse quadro, exigindo o devido respeito.
O primeiro passo na direção dessa cobrança deve ser dado pelos Coronéis e pelos Delegados.
A inércia dos Coronéis e dos Delegados está transformando cada policial em uma peça que pode ser substituída a qualquer momento.

"Jornal Extra
17/07/16 04:30 
Banalização da morte de policiais preocupa, dizem especialistas
Rafael Galdo - O Globo 
RIO - Sem autoridades ou pêsames oficiais, o sepultamento do PM reformado Carlos Magno Sacramento, 60º policial morto no Rio este ano, aconteceu na última terça-feira apenas com a presença de parentes e alguns colegas de farda. Um dia antes, o presidente Barack Obama e seu antecessor, George W. Bush, fizeram homenagens a cinco policiais mortos em Dallas, nos EUA. O contraste reflete um fenômeno cada vez mais preocupante, segundo especialistas, de banalização de crimes contra agentes de segurança pública. Para eles, perde a sociedade como um todo. Neste sábado, a estatística mudou: o soldado Carlos Eduardo dos Santos Mira, de 33 anos, foi baleado num confronto com bandidos numa favela em Niterói. Agora são 61 policiais mortos (Leia mais)."

Juntos Somos Fortes!

domingo, 17 de julho de 2016

O BLOG ESTÁ DE LUTO PELA POLÍCIA MILITAR

Prezados leitores, estamos de luto pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.





Juntos Somos Fortes!

sábado, 16 de julho de 2016

TERRORISMO: O ERRO GROSSEIRO DE COMPARAR COPA 2014 COM OLIMPÍADAS 2016



Prezados leitores, todas as autoridades públicas envolvidas com a realização das Olimpíadas 2016 estão afirmando em alto e bom tom que os jogo serão realizados em clima de segurança.
O Presidente da República, o Ministro da Defesa, o Governador do Rio de Janeiro, o Prefeito do Rio de Janeiro, o Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, estão entre as autoridades que estão garantindo a segurança durante o evento, inclusive com relação a prática de atos de terrorismo.
É uma declaração que consideramos não fundamentada, diante da realidade do Rio de Janeiro, cidade na qual todos os jogos serão realizados e onde a violência está completamente fora de controle, como o noticiário policial comprova diariamente.
Entre as autoridades algumas citam a Copa do Mundo de Futebol de 2014 como parâmetro de segurança.
Alegam que se conseguimos realizar a Copa sem a ocorrência de qualquer atentado, repetiremos o sucesso nas Olimpíadas.
Salvo melhor juízo, tal comparação é um erro grosseiro de avaliação.
Uma rápida análise destrói a infeliz comparação.
Na Copa foram realizados apenas sete jogos no Rio de Janeiro.
Quatro jogos na fase de grupos, um jogo nas oitavas, um nas quartas e a final.
As semifinais não foram realizadas no Rio de Janeiro.
Como comparar a complexidade da realização da segurança para sete jogos de futebol  com a complexidade para promover a segurança para o desenvolvimento de quarenta e duas modalidades olímpicas, realizadas em diferentes pontos da cidade, inclusive com provas de rua?
É absurda a comparação.
Como comparar a estrutura humana e material necessária para garantir a segurança dos integrantes de algumas equipes de futebol com a segurança de milhares de atletas olímpicos?
Novo absurdo.
Tal erro primário de avaliação coloca em dúvida a credibilidade da afirmação de que os jogos olímpicos transcorrerão em clima de segurança, estando descartada a ocorrência de atos terroristas.
Nós discordamos diametralmente da avaliação das autoridades.

Juntos Somos Fortes!

RIO: O NOSSO DINHEIRO ESTÁ NO BOLSO DOS EMPREITEIROS (VÍDEO)

Prezados leitores, assistam o vídeo que trata da crise econômica que os governos Sérgio Cabral e Pezão enfiaram o Rio de Janeiro.




Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 15 de julho de 2016

OLIMPÍADAS - SE FOR VERDADE, O MUNDO ACABOU...



Prezados leitores, no passado se dizia que uma folha de papel aceitava qualquer coisa, nela se podia escrever verdades e mentiras, como ainda pode ser feito.
Hoje a tecnologia trouxe a internet para substituir a folha de papel.
A internet trouxe mais recursos de publicação e com uma velocidade de propagação quase que instantânea, isso com um alcance mundial.
Na grande rede nós podemos publicar além de textos e de fotos, áudios e vídeos, que também podem representar verdades e mentiras.
Textos, fotos, áudios e vídeos mentirosos foram desmascarados aos milhões, portanto, temos que sempre ter o devido cuidado antes de aceitar como verdade.
Hoje circula pelo WhatsApp um áudio no qual um homem indignado e usando palavras de calão informa que após os integrantes da Força Nacional de Segurança (FNS) terem sido ameaçados por milicianos, como a imprensa noticiou, a Polícia Militar está fazendo a segurança durante à noite do condomínio onde está alojada a FNS. 
Ele alega que o fato pode ser conferido, o que não faremos.
Nós ficamos na torcida para que isso tudo seja uma grande mentira, caso contrário, o mundo acabou...

Juntos Somos Fortes!

RIO: O VERDADEIRO LEGADO DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA BELTRAME



Prezados leitores, fomos surpreendidos com a matéria que ilustra esse artigo, a qual circula pelas redes sociais, sem o devido crédito.
O legado Beltrame não são fotos, vídeos e livros,
O verdadeiro legado do Secretário de Segurança Pública Beltrame, após dez anos gerindo a segurança no estado do Rio de Janeiro, não é o contido na matéria, mas sim a realidade da violência fora de controle que a população fluminense enfrenta todo dia em todos os lugares e horários.
Eis o legado Beltrame.
Nós levaremos décadas para nos livrarmos desse maldito legado.

Juntos Somos Fortes!

O HOMEM NÃO HUMANO, UMA SUBESPÉCIE QUE NOS AMEAÇA

Prezados leitores, a espécie humana ainda apresenta milhões (talvez bilhões) de exemplares espalhados pelo globo terrestre que estão completamente afastados dos conceitos relacionados com a fraternidade, conceitos que nos fazem evoluir moral e intelectualmente.
Apesar de todos os avanços alcançados pela humanidade como um todo, eles representam o quanto ainda estamos longe da verdadeira civilização.
O vídeo que apresentamos a seguir é uma prova do perigo que esses "homens não humanos" representam para todos.
As cenas são fortes.








Juntos Somos Fortes!"

quinta-feira, 14 de julho de 2016

O PROTESTO DOS SERVIDORES, DOS POLICIAIS E DOS BOMBEIROS



Prezados leitores, ontem o MUSPE realizou um novo protesto em frente à ALERJ.
Representantes de várias categorias de servidores comparecerão ao ato de protesto com destaque para os profissionais da saúde e da educação.
A presença de Policiais Militares e de Bombeiros Militares foi muito reduzida.
Meia dúzia de Bombeiros e quatro Coronéis PM inativos.
Diante da gravidade da situação que nós estamos vivenciando, a desmobilização dos militares estaduais é alarmante.
Será que os ativos, inativos e pensionistas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar ainda não compreenderam o que está acontecendo e o que vai acontecer após a realização dos jogos olímpicos?
A ignorância seria o motivo da ausência?
A acomodação pelo fato de terem recebido parte dos pagamentos devido seria a causa? 
O medo de represálias?
O certo é que milhares de PMs e de BMs (ativos, inativos e pensionistas) deveriam estar protestando nas ruas.
Está tudo errado.
É urgente que as associações de classe se movimentem para promover a conscientização dos efetivos e a consequente mobilização para participar dos protestos.
No horizonte nuvens carregadas de dor e de sofrimento nos aguardam.
Não devemos esperar que elas estejam sobre as nossas cabeças para sair da tempestade, talvez não consigamos, devemos agir para não sermos alcançados por ela.

Juntos Somos Fortes!

A ARMA É CIVILIZAÇÃO - MAJOR L. CAUDILL



Prezados leitores, postamos artigo sobre o porte de arma de fogo no intuito de promover a reflexão: 

"A arma é civilização.
Manifestação do Major L. Caudill – Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA - USMC.
As pessoas só possuem duas maneiras de lidar umas com as outras: pela razão e pela força. Se você quer que eu faça algo para você, você tem a opção de me convencer via argumentos ou me obrigar a me submeter à sua vontade pela força. Todas as interações humanas recaem em uma dessas duas categorias, sem exceções. Razão ou força, só isso. Em uma sociedade realmente moral e civilizada, as pessoas somente interagem pela persuasão.
A força não tem lugar como método válido de interação social e a única coisa que remove a força da equação é uma arma de fogo (de uso pessoal), por mais paradoxal que isso possa parecer.
Quando eu porto uma arma, você não pode lidar comigo pela Força. Você precisa usar a Razão para tentar me persuadir, porque eu possuo uma maneira de anular suas ameaças ou uso da Força.
A arma de fogo é o único instrumento que coloca em pé de igualdade uma mulher de 50 Kg e um assaltante de 105 Kg; um aposentado de 75 anos e um marginal de 19, e um único indivíduo contra um carro cheio de bêbados com bastões de baseball.
A arma de fogo remove a disparidade de força física, tamanho ou número entre atacantes em potencial e alguém se defendendo.
Há muitas pessoas que consideram a arma de fogo como a causa do desequilíbrio de forças. São essas pessoas que pensam que seríamos mais civilizados se todas as armas de fogo fossem removidas da sociedade, porque uma arma de fogo deixaria o trabalho de um assaltante (armado) mais fácil. Isso, obviamente, somente é verdade se a maioria das vítimas em potencial do assaltante estiver desarmada, seja por opção, seja em virtude de leis – isso não tem validade alguma se a maioria das potenciais vítimas estiver armada.
Quem advoga pelo banimento das armas de fogo opta automaticamente pelo governo do jovem, do forte e dos em “maior número”, e isso é o exato oposto de uma sociedade civilizada. Um marginal, mesmo armado, só consegue ser bem sucedido em uma sociedade onde o Estado lhe garantiu o monopólio da força. Há também o argumento de que as armas de fogo transformam em letais confrontos os que de outra maneira apenas resultariam em ferimentos. Esse argumento é falacioso sob diversos aspectos. Sem armas envolvidas, os confrontos são sempre vencidos pelos fisicamente superiores, infligindo ferimentos seríssimos sobre os vencidos.
Quem pensa que os punhos, bastões, porretes e pedras não constituem força letal, estão assistindo muita TV, onde as pessoas são espancadas e sofrem no máximo um pequeno corte no lábio. O fato de que as armas aumentam a letalidade dos confrontos só funciona em favor do defensor mais fraco, não do atacante mais forte. Se ambos estão armados, o campo está nivelado. A arma de fogo é o único instrumento que é igualmente letal nas mãos de um octogenário quanto de um halterofilista. Elas simplesmente não funcionariam como equalizador de Forças se não fossem igualmente letais e facilmente empregáveis.
Quando eu porto uma arma, eu não o faço porque estou procurando encrenca, mas por que espero ser deixado em paz. A arma na minha cintura significa que eu não posso ser forçado, somente persuadido. Eu não porto arma porque tenho medo, mas porque ela me permite não ter medo. Ela não limita as ações daqueles que iriam interagir comigo pela razão, somente daqueles que pretenderiam fazê-lo pela força. Ela remove a força da equação. E é por isso que portar uma arma é um ato civilizado.
Então, a maior civilização é onde todos os cidadãos estão igualmente armados e só podem ser persuadidos, nunca forçados."

Qual a sua opinião?

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 13 de julho de 2016

FROTA DA POLÍCIA MILITAR PODE ENTRAR EM COLAPSO

Prezados leitores, anos atrás, ainda no governo Sérgio Cabral, nós avisamos que a terceirização da manutenção da frota da PMERJ era um grande erro, sobretudo em função dos preços exorbitantes.
Nós denunciamos os contratos ao Ministério Público e hoje existe um processo em andamento de improbidade administrativa e superfaturamento de contratos.
O erro crescia em gravidade em face da ordem do Secretário de Segurança para acabar com as oficinas existentes nas Organizações Policiais Militares.
Isso era fácil de prever que ocasionaria o caos, a partir do momento que os contratos não fossem renovados, como já aconteceu, ficando centenas de viaturas sem manutenção, pois não mais existiam as oficinas na PMERJ.
Parece que o problema irá se repetir.
Nós torcemos para que o Comando Geral consiga vencer os obstáculos decorrentes dos erros da Secretaria de Segurança Pública.


Juntos Somos Fortes!

MUSPE REALIZA PROTESTO HOJE NA ALERJ

Prezados leitores, servidores públicos, Policiais Militares e Bombeiros Militares participarão de um protesto organizado pelo MUSPE.





Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 12 de julho de 2016

ASSASSINATO DE PMs - MENSAGEM DO COMANDANTE GERAL DA PMERJ



Prezados leitores, transcrevemos mensagem do Comandante Geral da PMERJ:

"CComSoc - Polícia Militar
Do: Cel Oderlei
Para: P5 de OPM
Senhores P5 de OPM, peço que repassem para a nossa Tropa a Mensagem a seguir do Cmt Geral - Cel Edison Duarte em relação às vitimizações de PPMM recentes. 
"Senhores Policiais Militares, lamentavelmente sepultamos um Companheiro de Combate na tarde de hoje e esclareço as medidas adotadas pelo Comando da Corporação em virtude da vitimização recente do Sd Eric da UPP Lins, que morreu no combate ao crime. 
No primeiro momento é fundamental prestar o apoio aos familiares do Companheiro que se foi e prestar também as últimas homenagens a esse herói da Sociedade. 
Junto com essas medidas determinei a intensificação de operações policiais com objetivo de buscar e capturar os criminosos que praticaram o crime. 
Determinei também que o COE - Comando de Operações Especiais realize operações policiais naquela região como resposta a essa ação criminosa covarde que vitimou um companheiro nosso. 
Companheiros de luta contra crime, sempre haverá uma pronta-resposta firme da Corporação para ações dessa natureza que vitimam covardemente nossos irmãos de farda! 
Edison Duarte
Comandante Geral da Polícia Militar" 

Juntos Somos Fortes!

domingo, 10 de julho de 2016

O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - TRÊS FATOS SEM RESPOSTA ATÉ HOJE



Prezados leitores, o Brasileirão 2016 segue o seu curso com times lutando pelo título, por uma vaga na Libertadores, para não cair para a série B e a maior parte apenas fazendo figuração.
Enquanto o atual Brasileirão avança, nós estamos tentando obter cópia das investigações procedidas pelo GAECO do Ministério Público de São Paulo, autos arquivados no final do ano passado, sem dar publicidade as respostas que todos aguardamos há três anos.
Na última rodada do Brasileirão 2013 alguns fatos insólitos ocorreram e podem ter influenciado diretamente na classificação final do campeonato, inclusive sobre os clubes rebaixados.
O primeiro fato, amplamente comprovado, ocorreu no dia 7 de dezembro de 2013 (sábado), quando o Flamengo cometeu um erro administrativo e escalou irregularmente o jogador André Santos que estava suspenso e impedido de jogar. Tal erro resultaria em uma punição ao clube com a perda de pontos, como ocorreu em todos os níveis de julgamento no âmbito esportivo.
O segundo fato, igualmente comprovado, foi a denominada "amnésia coletiva" da imprensa esportiva brasileira, que de forma inexplicável não noticiou o erro do Flamengo e as consequências, nos dias 7 e 8 de dezembro, antes dos jogos de domino. Tal comportamento da imprensa foi de encontro a própria natureza do jornalismo, que busca o furo incessantemente. Por que ninguém noticiou o maior furo do Brasileirão 2013, o qual envolvia o Flamengo, clube de maior torcida no país. Não existe explicação palatável para a amnésia.
O terceiro fato, talvez o foco da investigação do GAECO, foi a escalação do jogador Héverton pela Portuguesa, isso no domingo dia 8 de dezembro. Fato que acabaria salvando o Flamengo e causando o rebaixamento da Portuguesa, após os julgamentos e as perdas de pontos de ambos os clubes.
Não sabemos ainda como as investigações do GAECO se desenvolveram, quais os caminhos que foram trilhados na busca da verdade, algo que ainda não revelado.
Vale lembrar que as investigações do GAECO podem ter concluído que as duas escalações foram mera coincidência, mas nem isso foi divulgado.
Aliás, o próprio arquivamento das investigações não teve divulgação.
Nós sempre defendemos que as investigações deveriam ter como ponto inicial o segundo fato:o silêncio da imprensa.
Isso fugiu completamente da normalidade.
O que constitui indício de que algo (ou alguém) alterou o comportamento natural da imprensa esportiva.
A alteração é evidente e está comprovada, o que falta apurar é o que levou a promoção de tal modificação tão grande na atividade jornalística.
Nós estamos fazendo tudo que é possível para obtermos uma cópia da investigação.
Só conhecendo seu conteúdo poderemos solicitar o desarquivamento, caso exista algum fato que não foi investigado, ou seja, um fato novo para os autos.
O importante é que tudo seja devidamente esclarecido.
O silêncio não pode ser a resposta, nem o fundo de um arquivo o lugar da verdade.

Juntos Somos Fortes!

sábado, 9 de julho de 2016

OLIMPÍADAS: É INACREDITÁVEL QUE REALIZARÃO OS JOGOS NO RIO DE JANEIRO



Prezados leitores, a decisão de manter os jogos olímpicos no Rio de Janeiro é uma violência contra os atletas, os turistas e os jornalistas internacionais.

"Jornal O Dia
08/07/2016 17:11:10
Hospital Salgado Filho, referência nos Jogos, tem lotação e remédio vencido
É o que aponta relatório de vistoria realizada na unidade pelo Conselho Regional de Medicina (Cremerj), que pediu soluções
Adriano Araújo e Paola Lucas 
Rio - Um relatório resultado de uma fiscalização realizada pelo Conselho Regional de Medicina do Rio (Cremerj) apontou diversas irregularidades no Hospital Municipal Salgado Filho, no Andaraí, uma das unidades de referência no atendimento de cidadãos e turistas durante os Jogos Olímpicos no Rio. Entre os problemas apontados estão a superlotação de enfermarias e medicamentos fora da validade. Outros hospitais também foram vistoriados pelo conselho e a conclusão da fiscalização deve ser divulgada na próxima semana. 
Na sala de observação vermelha, por exemplo, que tem pacientes mais graves, havia mais gente do que a sua capacidade. “Setor apresentando superlotação, com número de leitos e macas muito superior à sua capacidade instalada, no que tange a espaço físico e a equipamentos”, aponta o relatório, ressaltando que no local possui quatro leitos, mas estava atendendo 10 pacientes. No setor de trauma, não havia tanque para a higienização de ferimentos (Leia mais)". 

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 7 de julho de 2016

SOLICITADA A INTERVENÇÃO FEDERAL NO RIO DE JANEIRO



Prezados leitores, a seguir publicamos matéria encaminhada por um leitor sobre a solicitação de intervenção federal no Rio de Janeiro.
Antes conheçam os artigos da Constituição Federal que tratam do tema (Link).

"Jornal O Dia
06/07/2016 19:50:34 
Deputado entrega a Temer pedido de intervenção federal no estado do Rio
Índio da Costa pediu ação 'com urgência' ao presidente interino
Agência Brasil
Rio - O deputado Índio da Costa (PSD-RJ) entregou nesta quarta-feira ao presidente interino Michel Temer um pedido de intervenção federal no estado do Rio de Janeiro, a fim de solucionar problemas de saúde, educação e segurança. 
A intervenção é uma medida de caráter excepcional e temporário que afasta a autonomia dos estados, Distrito Federal ou municípios. De acordo com o deputado, que é pré-candidato à prefeitura do Rio de Janeiro, a preocupação com os Jogos Olímpicos não pode ser maior do que o cuidado com a sociedade. 
Durante rápido encontro no Planalto, o parlamentar entregou pessoalmente a Temer o ofício assinado por ele pedindo intervenção “com urgência” no estado. “Estou convencido, senhor presidente, de que, sem a intervenção constitucional do Rio de Janeiro, imediatamente, logo logo, estaremos diante de uma fissura social gravíssima, sem retorno”, afirmou Índio da Costa no documento (Fonte)." 

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 6 de julho de 2016

O POVO DEVE IR PARA AS RUAS GRITAR "FORA PEZÃO!" E "FORA DORNELLES!"



Prezados leitores, a população do estado do Rio de Janeiro está sendo vitimada pelos efeitos da péssima gestão dos recursos públicos promovida pelos governos Sérgio Cabral-Pezão e Pezão-Dornelles.
Nenhum serviço público funciona no Rio de Janeiro e o funcionalismo está padecendo sem receber os salários.
É a falência promovida pela má gestão.
O caminho evidente para mudar o quadro é o impeachment do governo, mas a ALERJ não instaura o processo, em face de interesses políticois.
Os nossos deputados estão apartados da vontade popular, não nos representam, eis a verdade.
Diante da inércia do parlamento estadual, não existe alternativa para começarmos a reverter o quadro que não passe pela realização de novas eleições para o governo estadual.
Cabe ao governador licenciado Pezão e ao governador em exercício Dornelles renunciarem, abrindo o caminho para que uma nova gestão possa reerguer o estado.
Se Pezão e Dornelles tivessem um mínimo de amor ao povo fluminense, renunciariam amanhã, isso na primeira hora.
Como eles não demonstram tal vontade, o povo deve empurrá-los nessa direção, ocupando novamente as ruas e apoiando o funcionalismo nos gritos de "Fora Pezão!" e "Fora Dornelles!".

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 5 de julho de 2016

WELCOME TO HELL - UMA FRASE PERFEITA PARA O CONTEXTO DO RIO DE JANEIRO



Prezados leitores, a frase "welcome to hell" com a qual Policiais e Bombeiros têm recebido os turistas no Aeroporto Internacional Tom Jobim expressa com perfeição o atual quadro de violência no Rio de Janeiro.
Hoje mais um Policial Militar foi assassinado em serviço.

"Jornal Extra
05/07/16 07:54 Atualizado em 05/07/16 10:26 
Sargento da PM é morto em operação na Zona Oeste do Rio; era o primeiro dia dele no quartel 
Um terceiro sargento da Polícia Militar morreu na manhã desta terça-feira após ser baleado durante um tiroteio com traficantes na Favela do Rola, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. Segundo informações do 27º BPM (Santa Cruz), Alexandre Moreira de Araújo, de 44 anos, havia se apresentado no quartel nesta segunda - ele era lotado no 41º BPM (Irajá) - e participava de sua primeira operação na região. Ele estava trabalhando no Serviço Reservado (P-2). 
Ainda de acordo com o 27º BPM, o sargento estava com sua equipe na região conhecida como Canaã quando foi atingido. A bala entrou perto da axila, local que o colete à prova de balas não protege, segundo os colegas de farda de Alexandre. 
O agente ainda foi levado para o Hospital Pedro II, também em Santa Cruz, mas não resistiu ao ferimento. O corpo será necropsiado no Instituto Médico Legal (IML). Alexandre era solteiro, não tinha filhos e estava há 14 anos na corporação (Fonte)."

Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 4 de julho de 2016

PROTESTO DE PMs, BMs E SERVIDORES - DIA 13 DE JULHO - ALERJ



Prezados leitores, transcrevemos mensagem que está circulando pelas redes sociais sobre protesto a ser realizado na ALERJ, no dia 13 de julho, às 14:00 horas.





"URGENTE! RECADO AOS SERVIDORES DO RIO! 
Estamos em julho e até agora centenas de milhares de servidores aguardam o pagamento de metade do salário de MAIO. E você sabe de quem é a culpa? Não é do Cabral. Não é do Pezão. Não é do Dornelles.... todos eles deveriam estar trancafiados há anos, com certeza, mas a culpa é do próprio servidor, que não reage, não acorda e não tem vergonha na cara! 
Não é possível que o servidor sem SALÁRIO há dois meses simplesmente saia de casa e vá trabalhar, como se estivesse tudo normal. Não é possível que servidores que têm filhos pra criar, famílias pra sustentar e contas pra pagar não tenham a coragem e a honradez de lutar por sua própria dignidade. 
São mais de 400 mil servidores. Onde estão, em vez de protestar e lutar por mudanças? Em casa, dormindo, vendo novela, aplaudindo atletas olímpicos de uma olimpíada superfaturada, que custou a saúde, a educação e a segurança dos moradores do Rio? Isso não te incomoda? como acha que as coisas vão mudar deste jeito? Podemos culpar o governo pela roubalheira, mas quem é o culpado pela SUA omissão? 
Se 10% dos servidores tivessem um pingo de coragem, teríamos pelo menos quarenta mil pessoas protestando no Palácio, na Alerj e na casa do governador, cobrando uma solução IMEDIATA para a pouca vergonha neste estado! E a solução apareceria, pode ter certeza... assim como apareceram 3 bilhões de reais, do nada, pra olimpíada... 
No dia 13 de julho, será realizado o maior ato de protesto que este governo já viu. Uma luta de servidores e da população. Sem partidos políticos. Sem bandeiras. Sem outra causa, que não seja o respeito ao servidor e à população. Estaremos em frente à Alerj, a partir das 14h, para mostrar a este governo desqualificado e criminoso que não aceitaremos receber com atraso e não aceitaremos que esta quadrilha gaste o dinheiro dos nossos impostos com empreiteiras e desvios, enquanto a população sofre e o servidor é explorado. Traga seus familiares para lutarmos juntos por dignidade! 
Quem trabalha sem receber é ESCRAVO! 
Agora é com você, servidor! Compartilhe, divulgue e, principalmente, COMPAREÇA! Político desonesto só tem medo de duas coisas: prisão e povo! A prisão ainda não chegou para essa quadrilha. Então a solução é a reação do povo! A começar pelos servidores! Dia 13 de julho, às 14h, em frente à Alerj! Juntos, somos fortes! 
MUSPE - Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais 

Juntos Somos Fortes!

A VIDA É MUITO CURTA PARA MORAR NO RIO - MARILIZ PEREIRA JORGE



Prezados leitores, publicamos texto que traduz muito bem a realidade de viver no perigoso estado do Rio de Janeiro.

"A vida é muito curta para morar no Rio 
30/06/2016 09h04 
Eu era a paulista mais carioca que meus amigos conheciam. Tinha a tal alma, roupas coloridas, conta na barraca do Leandro, no Posto 12, mesa cativa no Jobi, chamava os garçons pelo nome, tomava cerveja na calçada, banho de mar à noite no verão. Estava com uma mala sempre pronta, e a poltrona 8F no avião religiosamente reservada para ver lá de cima a cidade chegando. 
A vida é muito curta para não morar no Rio, diziam. Eu ria, mas voltava feliz para o meu caos organizado em São Paulo, às segundas pela manhã. Até que uma proposta de trabalho me trouxe de mala e mudança. Depois do primeiro mês, a lua de mel com a cidade acabou e eu me perguntava: como as pessoas moram aqui? 
Demorou, mas não sou mais solitária nesse questionamento. Vejo amigos e conhecidos compartilhando em redes sociais uma pesquisa feita pela ONG Rio Como Vamos, que mostra que 56% da população tem vontade de ir embora da cidade. Em 2011 esse percentual era de 27%. 
O que faz os moradores quererem fazer as malas é o aumento da violência. Roubos na rua assustam mais as classes mais altas, enquanto as balas perdidas são o terror na vida da população menos favorecida. Mas os problemas do Rio vão muito além disso, e é um espanto que apenas tiro, porrada e bomba tenham acendido o alerta de que a Cidade Maravilhosa é uma farsa. Uma paisagem espetacular, recheada de problemas escandalosos. 
Essa visão de que o Rio é o melhor lugar do mundo para se viver é um tanto provinciana e romântica, além de cega, de uma maioria que mora e trabalha na zona sul –e parte da zona oeste– e só de vez em quando tem o doce cotidiano chacoalhado pela violência que atravessa o túnel Rebouças. Gente que vive numa bolha, que eventualmente estoura num assalto com morte. 
Vida que segue. A gente se deslumbra com a belezura da geografia e aprende a conviver com malandragem generalizada, falta de pontualidade, incompetência disfarçada de informalidade, hostilidade travestida de espontaneidade, infâncias miseráveis, pobreza, falta de tudo. 
O Rio é só uma cidade decadente que vive de um glamour passado, num presente melancólico. E parte da sua população sempre foi conivente com tudo que nos fez descambar para essa triste realidade. Como fechar os olhos para uma parte gigante da cidade que apenas sobrevive? 
Praias, lagoas e baía não ficaram poluídas da noite para o dia. Ainda assim, as areias estão sempre cheias, mesmo nos dias em que o mar não está nem para peixe nem para gente. O negócio é mergulhar no cocô para se refrescar, tomar uma cervejinha e tirar foto do pôr do sol. Com sorte, daqui uns anos ainda reste o pôr do sol. 
Chamar favela de comunidade não muda o fato de que centenas de milhares de pessoas continuam vivendo sem saneamento, sem saúde, sem educação, reféns ora do tráfico ora da milícia. Mas é bonito subir o morro, ir ao sambinha, postar foto na "comunidade" e fazer de conta que ela está integrada. Não está. Fica bonito na letra de música, na poesia, mas é apenas gente esquecida –e tolerada– em troca de status de cartão postal. 
Mas tudo bem, a gente dá uma maquiada, ergue muros nas linhas Amarela e Vermelha para que os turistas não vejam o lado mais feio, miserável e perigoso da cidade –além de evitar que balas atravessem a pista e matem os desavisados. De quebra, nós mesmo esquecemos que existe o lado mais feio, miserável e perigoso por onde só passamos a caminho do aeroporto. 
O coro de "nunca pensei que diria isso, mas penso em ir embora do Rio", tomou o lugar de posts babaovistas com legenda "Rio, eu amo eu cuido", "Eu moro onde as pessoas passam as férias". Férias é somente o que uma pessoa com juízo faria aqui. Vem, passa o dia na praia, torce para não ser vítima de um arrastão, passeia pelos pontos turísticos, toma um chopp aguado, come um bolinho no Braca, vai no ensaio da escola de samba, se o tráfico não estiver em pé de guerra, pega o avião a vai embora. 
Para quem mora aqui, o jeito é torcer. O que nem sempre é suficiente. Para muita gente a vida tem sido muito curta para morar no Rio. Juan, um ano e dois meses. Giselle, 34. José Josenildo, 31. Foram mortos nas últimas semanas. Bala perdida. Tentativa de assalto. Emboscada. Não há paisagem que valha a pena morrer tão cedo. 
Obviamente, criminalidade, pobreza, corrupção e falta de toda a sorte de serviços básicos são problemas em maior ou menor grau em todas as capitais brasileiras, mas nenhuma se vende como Cidade Maravilhosa. E antes que algum ofendido venha me mandar embora, só tenho uma coisa a dizer: é o que eu mais quero. Eu e os 56% dos moradores do Rio. 
Mariliz Pereira Jorge 
É jornalista e roteirista. Apresenta o programa "Sem Mimimi com Mariliz", no YouTube". 

Juntos Somos Fortes!

domingo, 3 de julho de 2016

PAGAMENTO - MENSAGEM DO COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR



Prezados leitores, a seguir publicamos mensagem do Comandante Geral da Polícia Militar sobre as negociações para o recebimento dos nossos salários, proventos e pensões:

"Boa tarde a todos. 
Dia 02/07/2016 - Palácio Guanabara. 
Acabo de sair agora, as 11:50hs, da reunião que tivemos com o governador, para tratar de assuntos de nosso interesse. 
Presentes este Comandante Geral acompanhado dos coronéis Basilio e Neto, chefe de polícia civil, SESEG, secretário de fazenda e secretário de planejamento e gestão. 
Assuntos tratados por nós:
- Contrato da frota da PM;
- Pagamento dos Salários, RAS e SIM.
Ficou decidido o seguinte, com a garantia do Governador e dos secretários de fazenda e de planejamento e gestão: 
- Com relação ao contrato de gestão e manutenção da frota, a assinatura ficará por conta do próprio governador. 
Com relação aos salários:
- segunda feira dia 04/07 será paga a parcela restante do salário de maio.
- quarta feira será pago o salário de junho, integralmente, RAS e a premiação do Sistema de Metas relativo ao primeiro semestre de 2015.
- está garantido o pagamento do RAS para os policiais militares que forem empregados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.
- está garantido pagamento da premiação do Sistema de Metas relativo ao segundo semestre de 2015, na folha de pagamento de agosto. 
Ao final, questionei o secretário de planejamento e gestão, Francisco Caldas, sobre a situação dos nossos inativos e o mesmo garantiu que não haveria tratamento diferenciado entre ativos e inativos. 
Reitero que todas as garantias do que foi tratado e decidido nesta reunião foram dadas pelo Governador, pelo secretário de fazenda e pelo secretário de planejamento e gestão, com nossa ressalva de que tais informações seriam divulgadas imediatamente para nossa tropa. 
Seguimos em frente, firmes, lutando pela PMERJ e por nossos policiais militares. 
Edison Duarte - Cel PM 
Comandante Geral"

Juntos Somos Fortes!

MENSAGEM DO VEREADOR MAJOR BM MARCIO GARCIA SOBRE ASSASSINATO DE COMPANHEIRO



Prezados leitores, transcrevemos mensagem do Vereador Major BM Marcio Garcia:

"Hoje deveria ser um dia de festa no Corpo de Bombeiros. Deveria, mas no Estado do Rio, alegria e comemorações são para poucos. O sargento bombeiro Antônio Marcos de Oliveira, de 42 anos, carinhosamente chamado de Tio Chico, foi assassinado em São Gonçalo, após ser reconhecido como militar pelos bandidos que o abordaram, ontem à noite, na BR 101, na altura do bairro Santa Luzia.
A cerimônia de celebração dos 160 anos do CBMERJ , no Quartel Central, vai ser abafada pelo choro das duas filhas do militar e da viúva, que está grávida. É mais uma família que se soma na dor de outras tantas famílias vítimas da explosão da violência. A morte ronda os militares e ronda o trabalhador, em cada rua, em cada esquina.
No caso dos militares, um agravante: somos caçados por bandidos apenas por termos escolhidos uma profissão na qual juramos servir e proteger a sociedade. Fazemos nosso trabalho mesmo mal remunerados, isso quando somos pagos pelo (des) governo.
A foto do sargento Antônio como as labaredas ao fundo é uma analogia perfeita da situação que vivemos hoje. O Rio está em chamas. Foi tudo consumido pela ganância de gestores corruptos e incompetentes, que usaram a desculpa da Olimpíada e da Copa do Mundo para promoverem um festival de roubalheira e gastos desnecessários com estádios e arenas. A maioria da população até poderia ter atuado como bombeiro, não elegendo quem transformou em cinzas o dinheiro público, mas deixou o incêndio fora de controle ao escolher o mesmo grupo político que incendeia os recurso do povo há dez anos. Não temos mais segurança, não temos saúde pública decente, não temos educação de qualidade. A única coisa que nos restou como referência para o Brasil e para o mundo é o caos, a terra arrasada.
Que o sangue dos que tombaram na guerra urbana do Rio seja a água dos combatentes desse incêndio. Vamos acabar de uma vez por todas com essa escória que se perpetua no poder. Não deixemos um só foco, para evitar que o incêndio se propague novamente. É preciso extingui-los para sempre. 
Major Marcio Garcia, bombeiro combatente e vereador do Rio de Janeiro (rede)." 

Juntos Somos Fortes!