BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

sábado, 16 de julho de 2016

TERRORISMO: O ERRO GROSSEIRO DE COMPARAR COPA 2014 COM OLIMPÍADAS 2016



Prezados leitores, todas as autoridades públicas envolvidas com a realização das Olimpíadas 2016 estão afirmando em alto e bom tom que os jogo serão realizados em clima de segurança.
O Presidente da República, o Ministro da Defesa, o Governador do Rio de Janeiro, o Prefeito do Rio de Janeiro, o Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, estão entre as autoridades que estão garantindo a segurança durante o evento, inclusive com relação a prática de atos de terrorismo.
É uma declaração que consideramos não fundamentada, diante da realidade do Rio de Janeiro, cidade na qual todos os jogos serão realizados e onde a violência está completamente fora de controle, como o noticiário policial comprova diariamente.
Entre as autoridades algumas citam a Copa do Mundo de Futebol de 2014 como parâmetro de segurança.
Alegam que se conseguimos realizar a Copa sem a ocorrência de qualquer atentado, repetiremos o sucesso nas Olimpíadas.
Salvo melhor juízo, tal comparação é um erro grosseiro de avaliação.
Uma rápida análise destrói a infeliz comparação.
Na Copa foram realizados apenas sete jogos no Rio de Janeiro.
Quatro jogos na fase de grupos, um jogo nas oitavas, um nas quartas e a final.
As semifinais não foram realizadas no Rio de Janeiro.
Como comparar a complexidade da realização da segurança para sete jogos de futebol  com a complexidade para promover a segurança para o desenvolvimento de quarenta e duas modalidades olímpicas, realizadas em diferentes pontos da cidade, inclusive com provas de rua?
É absurda a comparação.
Como comparar a estrutura humana e material necessária para garantir a segurança dos integrantes de algumas equipes de futebol com a segurança de milhares de atletas olímpicos?
Novo absurdo.
Tal erro primário de avaliação coloca em dúvida a credibilidade da afirmação de que os jogos olímpicos transcorrerão em clima de segurança, estando descartada a ocorrência de atos terroristas.
Nós discordamos diametralmente da avaliação das autoridades.

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. Com certeza. É uma visão completamente equivocada fazer tal comparação. Creio que assistiremos uma tragédia no RJ. É lamentável, mas factível.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.