BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

FLUMINENSE ENFRENTA O PODER DA REDE GLOBO



Prezados leitores, nós recebemos o link dessa notícia através de comentários.
Ninguém que gosta de futebol pode deixar de parabenizar a postura do Fluminense Futebol Clube que resolveu enfrentar o poder da Rede Globo na gestão do futebol brasileiro.

"UOL Esporte
Rabo preso? Flu mostra independência da Globo em negociação com rival
Bernardo Gentile 
Do UOL, no Rio de Janeiro 
19/01/2016 
As empresas interessadas em possuir os direitos de transmissão dos jogos do Fluminense dos próximos anos precisarão ser mais ousadas para fechar um acordo. E isso é uma mensagem clara para a Globo, que se acostumou a contar com a preferência dos clubes sem tanto esforço. O Tricolor, no entanto, não está fechando os olhos para alternativas e já se reuniu com o Esporte Interativo para tratar do assunto. 
Mais que isso, está satisfeita com o decorrer das conversas e já tem novo encontro marcado. Ao contrário de outros clubes, o Fluminense não pegou qualquer adiantamento de cotas, o que pesa em futuras negociações. Além disso, o Tricolor já recusou a primeira oferta da Globo para renovação, o que mostra não ter 'rabo preso' com a maior emissora do país. 
Evidentemente isso não quer dizer que o Fluminense assinará contrato com o Grupo Turner para ter seus jogos transmitidos pelo Esporte Interativo. No momento, existe uma negociação em fase inicial, mas que agradou o Tricolor. Além do clube das Laranjeiras, as negociações ocorrem simultaneamente com outras cinco equipes: Internacional, Grêmio, Santos, Coritiba, Atlético-PR e Bahia. 
Segundo apuração do UOL Esporte, o Fluminense está bastante satisfeito com os números apresentados e principalmente com a forma de distribuição do dinheiro, baseado na Premiere League. A verba será distribuída com 50% de maneira igualitária, 25% de acordo com desempenho técnico e outros 25% a partir da audiência. 
Além disso, o Tricolor lutou bastante para que não houvesse um monopólio de jogos de apenas um clube, como ocorre frequentemente com Flamengo e Corinthians. Também pesa a favor o fim das partidas às 22h, uma criação da Globo para não perder as novelas, que têm alto índice de audiência. 
A Globo ainda aposta na facilidade que tem para entrar nas casas dos brasileiros como trunfo para vencer a concorrência. Essa questão é decisiva e pode valer até mais do que o dinheiro a mais oferecido pela concorrência para transmissões em TV fechada. Sim ou não, a resposta para definir quem transmitirá os jogos nos próximos anos será dada até o fim do mês (Link)." 

Parabéns, Fluminense! 

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.