BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quinta-feira, 7 de maio de 2015

AS GRANDES "VANTAGENS" DO ANONIMATO


Prezados leitores, nós trabalhamos com blogs desde 2007, quando exercíamos a função de Corregedor Interno da Polícia Militar.
Ao longo desses quase oito anos, administramos alguns blogs e em todos eles convivemos com os comentários anônimos (e e-mails anônimos também), os quais sempre procuramos considerar, publicando a maioria deles, pois entendemos que vivendo sob o foco dos regulamentos próprios do militarismo, nem todos tinham a coragem de assinar as suas opiniões.
Nós sofremos inúmeras represálias exatamente por não sermos anônimos e termos iniciado as nossas lutas quando estávamos no serviço ativo.
Não esperamos a inatividade para lutar, a história comprova e isso deve ficar claro. 
A Constituição Federal garante a liberdade de expressão e veda o anonimato, mas nós sempre procuramos respeitar essa postura de omitir a identidade.
Nós sempre soubemos que o anonimato não era apenas uma maneira do Praça ou do Oficial se defender de futuras punições, tendo em vista que civis também faziam uso desse expediente, pois preferiam não correr o risco de serem identificados, isso por diferentes motivos.
Apesar da nossa postura liberal, pois publicamos incontáveis comentários contrários aos nossos posicionamentos, algo não muito comum, nunca desconhecemos que o anonimato sempre teve também outros motivos.
O anonimato permite a ofensa covarde, por exemplo.
Ele permite a mentira.
O anônimo pode ofender e mentir à vontade, pois não será confrontado (eles acham).
O anônimo escreve um absurdo como a acusação de que nós não lutamos quando estávamos na ativa, uma mentira, pois inciamos em 2007 e só fomos exonerados do cargo de Corregedor Interno em janeiro de 2008.
O anônimo com a sua covardia natural, não consegue aceitar que um Coronel de Polícia, no topo funcional da carreira, ergueu a voz contra o governo em defesa da instituição, pois ele não ergue a voz contra ninguém, em defesa de nada, ele só se esconde.
Para tentar esquecer a sua covardia,  ele mente e diz que outros não fizeram, o que ele nunca teve coragem de fazer.
O anônimo chega a escrever que nunca lutamos, quando organizamos e participamos de centenas de atos nas ruas, escrevemos milhares de artigos, produzimos centenas de vídeos, escrevemos três livros e fomos presos ilegalmente duas vezes.
Quem lutou mais do que nós no Rio de Janeiro?
O anônimo é um idiota, nega a realidade.
Não todo anônimo, pois reconhecemos os que usam "justificadamente" o anonimato, ratificamos.
A esses anônimos, nós continuaremos a aceitar.
Aos anônimos covardes e mentirosos nós deixamos a sua própria frustração.
A pior coisa para um covarde é ter que conviver com a própria covardia.
Tentar esconder de seus familiares e amigos essa covardia, todo dia.
O mentiroso é um fraco que pensa que ao escrever algumas palavras em um comentário anônimo está demonstrando coragem, um grande tolo.
Aos anônimos covardes e mentirosos avisamos, mais uma vez, que só estão perdendo seu tempo.

Juntos Somos Fortes!

6 comentários:

  1. O VENCIMENTO DO SOLDADO DA PMERJ ESTÁ ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO DIVULGADO PELO DIEESE (R$ 3.186,92), CONTRARIANDO O INCISO IV DO ARTIGO 7º DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL (NOSSA CARTA MAGNA).

    ResponderExcluir
  2. "Quem lutou mais do que nós no Rio de Janeiro?" Não conheço, e acho que não existe tal pessoa. Nem aqueles que alcançaram um cargo legislativo o fizeram.

    ResponderExcluir
  3. E quanto ao Fluminense? Alguém lutou mais que o senhor em busca da verdade?

    ResponderExcluir
  4. http://www.pec300.com/?m=0

    ResponderExcluir
  5. Eu sou testemunha desse fato, tanto lutou na ativa, que o Cel Ubiratan perdeu o cargo de Comandante Geral, porque não reprimiu quem estava na ativa. Verdade seja dita, todo esses movimentos só tiveram inicio depois das nossas manifestações que tiveram inicio em 2007.
    Marcos Padilha.

    ResponderExcluir
  6. EU SOU BOMBEIRO MILITAR. O SENHOR LUTOU MUITO, FOI PERSEGUIDO E PRESO EM BANGU1. PARABÉNS CORONEL PAUL.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.