Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

segunda-feira, 4 de maio de 2015

RIO: ACABEM COM A POLÍCIA MILITAR


Prezados leitores, quando falam (escrevem) sobre a promoção de alterações do sistema policial brasileiro, dois parâmetros aparecem como sendo a solução para todos os problemas:
- a desmilitarização das Polícias Militares; e
- a unificação das polícias.
A solução será a adoção dessas medidas?
O povo pediu isso nas ruas e a voz do povo é a voz de Deus.
Não é esse o dito popular?
Por que não tentar?
Nós devemos apenas lembrar que na implementação de mudanças é importante estabelecê-las de forma segura, portanto, o controle dos resultados é primordial, assim sendo, nada melhor para isso do que escolher um estado como sendo o protótipo para a testagem das alterações.
Por favor, não levantemos impedimentos legais, todos podem ser contornados, existindo a vontade política.
Atualmente, nenhum estado reúne melhores condições de servir como "balão de ensaio" do que o Rio de Janeiro, onde a segurança pública se transformou em completo um caos.
Nós iniciamos com uma grande vantagem começando pelo Rio de Janeiro, pois aqui pior não fica.
Se der certo, expandimos para outros estados, sempre mantendo o controle.
Se der errado, desfazemos a desmilitarização e a unificação.
Tudo volta a ser como antes e pensamos em outro caminho.
Façam isso, desmilitarizem a PMERJ e unifiquem a PMERJ e a PCERJ.
Criem a nova polícia cidadã e redentora.
A panaceia que resolverá todos os problemas.
É isso que ensina a sabedoria do barzinho e a filosofia "facebookeana" também aponta nessa direção.
Nós sempre ouvimos e lemos que os Praças da Polícia Militar sonham com essa desmilitarização.
Quem sabe esse não será um fator que contribua para o sucesso?
Afinal,  os Praças estarão motivados com a mudança.
Nós só pedimos que façam isso logo, pois continuarmos no caminho que estamos trilhando é suicídio.
Acabem com a Polícia Militar, só não demorem.

Juntos Somos Fortes!

8 comentários:

  1. Eu vou além: Acabem com as polícias. Todas elas! Deixem correr frouxo! Ninguém gasta de polícia. Liberem geral. Acabem com os presídios também. Ninguém gosta de ser preso. Fechem as portas dos presídios e "tranquem" os presos aqui fora!

    ResponderExcluir
  2. http://www.pec300.com/2015/05/delegacias-do-rio-de-janeiro-ficam.html?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que vergonha!! A PCERJ não consegue garantir nem a própria segurança??

      Excluir
  3. Jornal Atual Rio
    5 h ·
    EXCLUSIVO: VÍDEO MOSTRA ALA DO BEP ONDE FOI INVESTIDO MILHÕES DE REAIS E AGORA GOVERNO DECIDE DESATIVAR A UNIDADE
    TRANSFERENCIA DE 231 MILITARES PODE SER MANOBRA PARA ABAFAR DESVIO DE VERBAS E UM NOVO ESCANDALO DO GOVERNO PEZÃO NO COMANDO DA POLICIA MILITAR
    Familiares e amigos, vem cobrando do comando da polícia militar e do SEAP, respostas sobre o porque da transferência às pressas dos militares do BEP para Niterói, e sobre quais condições os mesmos vão receber de visitas e estruturas. Mas até ontem quando pareceu ser o último dia de visita dos presos naquele presídio, nada foi informado.
    O Fato é que o Batalhão Especial Prisional recebeu verbas milionárias para obras e reparos da estrutura do presídio, na gestão do comandante anterior, e as denúncias de desvios de verbas se tornaram muito fortes por visivelmente materiais usados em obras serem seminonovos ou de baixa qualidade, além de faltar ainda muita coisa para inaugurar e receber novos dependentes.
    Um vídeo obtido com exclusividade pelo jornal atual rio, mostra uma ala que estava sendo reformada para receber novos militares, ala esta que recebeu investimento de milhões de reais, mas que agora o governo decidiu desativar o BEP e fazendo com que todo o dinheiro gasto seja jogado fora.
    No vídeo pode se perceber, que as camas não são novas, e que mesmo com tanto investimento, as obras não acabaram e tudo está parado e jogado, existe uma investigação sobre desvios de verbas do BEP pelo antigo comandante, e a desativação do presido pode ser uma tentativa do governo de abafar o escândalo de desvio de verbas, sacrificando assim 231 presos e familiares obrigando uma transferência que a princípio seria ilegal pelo estatuto interno da pmerj, que os acautelados teria que estar na responsabilidade da PM, e não dá SEAP, já que todos ali estão presos em medidas preventivas e ainda não teve o processo julgados, deixando eles assim como militares da Ativa.

    ResponderExcluir
  4. cel Paul de uma olhada no Jornal Atual. Facebook.

    ResponderExcluir
  5. Denúncia grave... Merece atenção. Tem um porém: inquérito pode até ser manipulado para proteger "amiguinhos", mas só pode ser arquivado pelo MP. Portanto, as chances de ter havido "sujeira" escondida são pequenas.

    ResponderExcluir
  6. Cel isso jamais acontecerá, uma polícia de qualidade custa caro, e a PM é barata e serve pra tudo, e os seus integrantes tem poucos direitos, além disso uma boa parte é excluída antes da aposentadoria e a até depois dela, o que não aconteceria com a facilidade de hoje numa corporação séria e que seus integrantes tivessem direitos assegurados. A PM é eficiente, barata, não custa nada.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.