Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

segunda-feira, 27 de julho de 2015

A DIFÍCIL ARTE DE AGRADAR OS TORCEDORES DO FLAMENGO


Prezados leitores, a torcida rubro-negra é muito difícil de agradar.
Após a eclosão do escândalo do Brasileirão 2013, isso no dia 10 de dezembro de 2013, nós iniciamos uma mobilização nas redes sociais com o intuito de defender o Fluminense e seus torcedores, os quais estavam sendo hostilizados.
Torcedores de vários clubes entraram na mobilização, inclusive torcedores do Flamengo.
Logo no início nós constatamos um favorecimento ao Flamengo e comunicamos o fato formalmente ao MP de SP, MP do RJ, MPF- RJ , Polícia Federal e CBF.
Os rubro-negros queriam provas.
A mobilização continuou com uma série de discussões e de declarações do ilustríssimo Promotor de Justiça Roberto Senise, encarregado pelo ICP, de jornalistas esportivos e até de humoristas. Isso nas televisões, nas rádios, nos jornais, nas revistas e nas redes sociais.
Nós aguardamos um ano e meio para que os resultados do MP fosse revelados por completo, mas isso não aconteceu.
Então, diante desse silêncio, resolvemos publicar um livro sobre a mobilização.
Inserimos no livro o que consideramos o favorecimento do Flamengo, o qual a partir da escalação irregular do jogador André Santos, no dia 7 de dezembro de 2013, passou a lutar contra o rebaixamento.
Livro publicado, lançado e, para nossa surpresa, os flamenguistas se recusam a ler o livro, como estão demonstrando claramente no Twitter, por exemplo.
Os que interagem no Twitter preferem negar os fatos sem ler o livro, ameaçar processar o autor, além de produzir xingamentos.
Afinal, o que querem os flamenguistas?
Nós, torcedores do Fluminense, queremos que a verdade apareça de forma ampla , geral e irrestrita.
A eternização do silêncio sobre os fatos?
Abafar o que ocorreu?
Não apurar responsabilidades?
Não punir os responsáveis?
Se os objetivos dos rubro-negros são esses, desistam, nós iremos até o final e escreveremos quantos artigos e vídeos forem necessário até que o MP esclareça tudo.
Caso seja necessário escreveremos outros livros, cada vez aprofundando mais o assunto, pois hoje temos um fato novo muito importante: o silêncio da imprensa do Rio de Janeiro sobre o livro.
Nós já concedemos entrevistas para dois jornalistas de SP e um do DF.
Por que a imprensa do Rio não se interessa por um livro que trata do Flamengo, do Fluminense, do Vasco e da própria imprensa?
Será que pelo mesmo motivo que omitiu a escalação irregular de André Santos?

Juntos Somos Fortes!

3 comentários:

  1. Se parar de falar mentiras sobre o flamengo já bastaria.

    ResponderExcluir
  2. Engraçado que o FLU foi enxovalhado pela imprensa e pelas torcidas adversárias por meses a fio, que SEM NENHUMA PROVA acusaram o Fluminense do rebaixamento da lusa. Agora queremos saber a verdade. Por que a imprensa se desinteressou pelo caso ???

    ResponderExcluir
  3. O livro já começa a ser tendencioso por sua própria capa... Se os clubes envolvidos eram Flamengo, Fluminense e Portuguesa, então porque fazer uma capa com apenas dois bonecos abraçados (denotando parceria, amizade e cumplicidade), um trajando as cores do Flamengo e outro da Portuguesa ? Cadê o bonequinho com as cores do Fluminense ? E ainda se mostra com um viés racista, colocando o bonequinho do Flamengo com uma cor mais escura que o outro. E ainda tem a cara de pau de ficar lamentando porque o livro está sendo ignorado pela imprensa ??? Ora, tenha a santa paciência !! Se as pessoas quisessem ler textos extremamente parciais e tendenciosos é mais fácil comprar uma revista Veja. Resigne-se ao fracasso do seu livro. Simples assim...

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.