Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

sábado, 7 de abril de 2018

LULA, O GRANDE GANHADOR COM A DECRETAÇÃO DE SUA PRISÃO



A partir da premissa que a decretação da prisão do ex-presidente Lula era certa, respeitando as opiniões contrárias, avalio como sendo ele o grande ganhador com a decretação de sua prisão, considerando que conquistou (e está conquistando) dividendos eleitorais incalculáveis.
Planejamento, essa maldita etapa indispensável que tantos esquecem.
Respeitosamente, ocorreram erros de planejamento na decretação da prisão pelo Poder Judiciário que acabaram gerando erros na execução, tudo em face das deferências concedidas em razão de se tratar de um ex-presidente da república, embora a legislação apregoe a falácia de que todos nós somos iguais perante a lei.
Sabedores da prisão a qualquer momento, só restava à Lula e à sua turma obterem a maior repercussão possível, o que foi facilitado com a divulgação da expedição do mandato de prisão e, sobretudo, com o prazo dado para apresentação do preso.
O prazo era tudo que Lula e o PT queriam.
Ontem, só se falou em Lula e PT.
Isso por todo Brasil e em vários países.
Uma propaganda eleitoral gigantesca.
As televisões exibiram as concentrações de militantes petistas que estavam apoiando a "resistência de Lula".
Lula foi sendo "martirizado" na consciência dos incautos.
Isso enquanto era feita uma espécie de contagem regressiva para o término do prazo.
O prazo acabou.
Lula não foi preso, mas foi notícia no mundo todo.
Ganhou Lula.
Vai ganhar de novo quando for solto nos próximos dias.
O PT vai preparar festas em todo país para saldar seu líder "injustiçado pelas elites".
Perdeu o Poder Judiciário.
Perdeu a Polícia Federal.
Perdeu a Lava-Jato.
Perderam os outros pré-candidatos.
Lula fará a partir de agora um estrago ainda maior na campanha eleitoral, apesar de não ser mais um "ficha limpa".
Basta uma leitura da legislação eleitoral e da "ficha limpa" para conhecer até onde Lula pode ir mesmo sendo "ficha suja".
Planejamento, sem ele, o fracasso é quase certo.

3 comentários:

  1. O juiz Sergio Moro é um estrategista frio que se apressou porque é praticamente certo, dia 11 ou 12/04, as prisões em segunda instância serem explodidas pelo ministro-advogado de defesa Marco Aurélio e seus 04 aliados. Por quê? Porque a finalidade é usar as ADCs e Lula para salvar outros caciques. Resta saber se do dia 04 ate lá já conseguiram influenciar a ministra Rosa Weber.
    O Brasil é uma piada, mas acho que o sucesso da manobra vai azedar a paz social de vez.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.