Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

segunda-feira, 28 de maio de 2018

PETROBRAS, HORA DE PRIVATIZAR?

Leia e opine.



"Site Imprensa Viva 
Petrobras já deu problemas demais para o Brasil nas mãos de políticos e já passou da hora de ser privatizada 
05:34 
A Petrobras já passou da hora de ser privatizada. Após ter sido usada como instrumento de financiamento de um plano de poder do PT baseado em esquemas mirabolantes de corrupção no qual foram consumidos bilhões do dinheiro do contribuinte, a estatal perdeu tornou-se apenas um triste exemplo de como descambou o nacionalismo obsoleto que serviu de laboratório para corruptos e assaltantes de toda sorte. 
A Coca Cola está em todo lugar, gerando impostos para centenas de países do mundo, mantém seus segredos industriais guardados a sete chaves, emprega milhares de trabalhadores há décadas a fio, sem a interferência de cores partidárias. Não é preciso ter a imaginação fértil para imaginar o que seria se a Vivo, TIM ou Claro fossem empresas estatais aparelhadas por políticos. Seria um inferno tarifário onerando o contribuinte para cobrir rombos, projetos obscuros e contratos com empresários inescrupulosos. A privatização das telecomunicações trouxe a concorrência saudável para o setor, que prosperou, alcançou a maioria absoluta da população e gera bilhões em impostos. 
Já a Petrobras foi usada de formas mais absurdas para financiar projetos baseados na matis ideológica de vários governos, serviu para enriquecer empresários corruptos que ajudaram a desviar o dinheiro do contribuinte para financiar políticos e partidos na outra ponta. Apesar de ser uma empresa mista com ações nas bolsas de valores no exterior, parte da população ainda nutre a ilusão de que a empresa pertence aos brasileiros e lhes deve algum favor. Pelo contrário. Apesar de manter grupos ideológicos em seu quadro de funcionários, a estatal tem que prestar contas aos investidores, deixando a parte amarga do negócio para o contribuinte brasileiro, sempre que algo foge do controle. 
Esta semana, o procurador da República junto ao TCU Julio Marcelo de Oliveira afirmou em seu perfil no Twitter que “reduzir tributos sobre o diesel agora tem impacto imenso sobre as contas públicas, mas não mais que os Refis, perdão de dívidas dos ruralistas, desonerações da folha, incentivos fiscais”, em referência ao episódio das pedalas fiscais que culminaram no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.
Link:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.