Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

quinta-feira, 17 de maio de 2012

O SOFRIMENTO DOS JOVENS POLICIAIS MILITARES QUE ATUAM NA ROCINHA - DENÚNCIA ANÔNIMA.

DENÚNCIA ANÔNIMA:
"Cel gostaria de fazer uma denuncia sobre as condições de trabalho dos Policias que se formaram no dia 13/04 e 05/05. 
Além das já reveladas sobre as condições do 23 BPM reveladas no Balanço Geral, estamos enfrentando problemas na falta de material, faltam coletes, placas, bandoleiras e fuzis M16, isso causa um atraso na nossa rendição pois para que a próxima ala esteja totalmente pronta é necessário que a ala em serviço repasse o material, mesmo assim sempre falta material para alguns policiais que ficam um bom tempo aguardando para estarem prontos para o combate, algumas vezes tivemos que emprestar nossas capas de colete e placas que havíamos pego na rumb para a próxima ala. Meu ultimo serviço, como quase todos saímos da Rocinha ás 22:10 só entreguei meu armamento ás 22:30, estamos tirando serviço de 14 horas situação que se agravou por conta da baixa das duas vans que faziam o transporte dos policiais até a Rocinha, nos primeiros serviço parte da ala que já estava pronta era levada ate a rocinha um pouco antes do inicio do serviço 8:00/20:00 e alguns postos já eram trocados, com esse tipo de planejamento os atrasos não eram tão grandes mas já existiam, porem agora pioraram aguardam todos da ala se aprontarem causando atrasos pois não existe armamento disponível para todos e então colocam de 60 militares no micro ônibus todos equipados com colete fuzil pistola e alguns com bastão, Coronel a condição e desumana sorte nossa que o trajeto e rápido pois e insuportável e impraticável um micro ônibus para todos. Chegando na Rocinha os problemas continuam, não existe estrutura temos que utilizar banheiros privados alguns serviços não forneceram agua e quando fornecem e quente,a refeição é uma quentinha fria que comemos no ônibus em 15 minutos e o auxilio transporte não foi pago e ainda recebemos como alunos, conclusão estamos pagando para trabalhar estamos arcando com transporte e alimentação, a situação piora conosco policiais que residem no interior, alguns colegas gastam de 80 a 100 reais por serviço são 12 serviços por mês pois estamos na escala 12x 48 como todos. Lembrando que nunca são 12 no minimo 13 e quase sempre 14 horas de serviço o único momento permitido para sentar são os 15 minutos da refeição trabalhamos 14 horas e sem nenhuma hora de descanso. O Major ( ... ) prometeu que a escala dos policiais do interior do estado seria de 48x 144, pediu que suportassem somente 10 dias já se passaram 30 dias e ate agora nada nenhuma posição e tudo isso ganhando 1050, 00 reais e isso por conta da coragem dos nossos colegas que de forma pacifica e ordeira exigiram dignidade caso contrario seria 758 reais não daria nem pra pagar o transporte. 
Por favor Cel publique essa denuncia estamos sendo massacrados. 
Coronel Paúl por favor divulgue essa denuncia. 
Anônimo". 
Comento:
Toda denúncia anônima deve ser avaliada com cautela, mas deve ser apurada, afinal o próprio governo estimula as denúncias anônimas através do Disque Denúncia.
Eu conheço bem as dificuldades enfrentadas pelos Policiais Militares na fase de implantação e logo após a inauguração das UPPs, pois compareci em várias dessas comunidades carentes e fiz inclusive denúncias ao Ministério Público quanto às péssimas condições de trabalho.
O nosso blog é acompanhado pelo governo, espero que providências sejam desenvolvidas, pois o quadro descrito é muito grave, um completo desrespeito aos Policiais Militares.
Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.