Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

LIVRO "O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - ..." - NOVIDADES


Prezados leitores, o livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento" ganhou uma dimensão muito além da esperada por nós, tendo em vista que os objetivos principais da obra foram materializar a grande mobilização da torcida do Fluminense e servir como uma forma de cobrança para que o MP de SP divulgue os resultados das investigações, tanto que um exemplar foi enviado para o órgão.
Não podemos deixar de registrar o imenso apoio que temos recebido ao longo de toda a a mobilização e os inúmeros comentários elogiosos daqueles que leram o livro.
Temos certeza com os resultados que a opção que fizemos por um livro simples e objetivo, contendo todas as referências para serem confirmados os fatos, foi uma decisão acertada.
Confessamos que temos ignorado por completo as opiniões emitidas sobre o livro daqueles que não o leram, eles que fiquem perdidos na sua ignorância sobre o conteúdo, falando ou escrevendo besteiras.
Agradecemos a todos, tanto com relação ao apoio, como ao retorno sobre o livro, ambos são indispensáveis, pois a luta só começou.
Hoje temos material para lançar uma segunda edição, revisada (identificamos erros) e ampliada, pois fatos novos e importantes surgiram e surgirão com certeza.
Tudo indica que algumas pessoas parecem ter acusado o golpe, como se costuma dizer no boxe, quando um dos lutadores demonstra que a pancada teve efeitos.
Como era de se esperar, querem revidar, isso faz parte da luta e nós estamos acostumados a lutar.
O momento é de aguardar, cobertos e abrigados.
Mais cedo ou mais tarde, o MP de SP terá que dar publicidade aos resultados e esse será o momento oportuno para a segunda edição.
Enquanto isso estamos avaliando o projeto de um novo livro, dessa vez com intuito comercial, algo que não ocorreu nos nossos quatro livros anteriores.
O tema será futebol e nele nós voltaremos no tempo com o objetivo de esclarecermos melhor alguns fatos.

Juntos Somos Fortes!

22 comentários:

  1. Mesmo qualquer rubro-negro que tenha lido o livro certamente será obrigado a elogiá-lo (aliviado), já que não contém nenhuma acusação. A reunião de fatos, sempre acompanhados de convites à reflexão, leva cada leitor à sua própria conclusão.
    É fato que o Flamengo foi salvo pelo erro (erro mesmo?!?) da Lusa. E é fato que a imprensa se furtou de cobrir os acontecimentos.

    ResponderExcluir
  2. Coronel, ainda é possível encomendar o livro por e-mail ou comprá-lo no ponto de venda no Centro do RJ?

    ResponderExcluir
  3. Denílson Rei Zulu18 de agosto de 2015 00:37

    Boa noite, Coronel.

    O Sr. bem que poderia escrever sobre as Papeletas Amarelas, crime que já deve ter prescrito, mas que mostra bem o caráter do clube de remo.

    http://www.apitonacional.com.br/noticias/noticiasantigas/papeletasamarelas.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que não falar sobre o campeonato de 2002 e a subida direto da 3 para a primeira divisão?

      Excluir
  4. Coronel Paul, que tal falar sobre a Libertadores de 1981? Jogo flamengo contra o Atlético em Goiânia, o juiz José Roberto Wright ficou hospedado no mesmo hotel dos urubus e ele acabou expulsando 5 jogadores do Galo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As papeletas e o mundial são os temas principais em análise.

      Excluir
    2. Que tal falar da final de 83 e 85?

      Excluir
  5. Continue forte Paul.
    A honestidade ha de vencer.
    Abracos

    ResponderExcluir
  6. Coronel, o Sr. mandou um exemplar do livro para o Promotor Senise, mas deve mandar urgentemente outro exemplar para o GAECO. Se esse caso for elucidado, será lá onde isso se dará.
    P.S.: Reparou que não saiu em lugar algum que o Fluminense está processando o pilantra do Lico? É obviamente prova inequívoca da inocência do Fluminense. Acho que nós, os torcedores do Fluminense, teremos que espalhá-la por outdoors pelo Brasil afora...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo.
      Vou encaminhar um livro para o GAEGO.
      O exemplar do Dr Roberto Senise foi o primeiro a ser encaminhado.

      Excluir
    2. Aos acudadores o ônus da prova. Foram os tricolores que inventaram esssa teoria de venda, sendo motivados pelo promotor Senise, o qual está envolvido em venda de sentença. Mas até o momento nada provado., apenas que a imprensa se calou inclusive os tricolores.

      Excluir
  7. Coronel,

    O futuro livro tratará de assuntos que envolvam vários clubes, ou somente o Flamengo Malvadão-Cruel-Criminoso-Feio-Bobo-Carademelão ?

    Desculpe a ironia, mas é que a imparcialidade passa cada vez mais longe dos seus comentários e das suas investigações.

    É uma ode ao anti-flamenguismo. Decepcionante.

    Ah, e o Wright tb não viu um pênalti no Cláudio Adão...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prometo avaliar a sua ideia.
      Sem dúvida, existe muito a ser escrito sobre o Flamengo, mas comercialmente não é bom (o próximo terá esse interesse) , pois Flamenguista não lê nada que seja contra o Fla, uma estratégia defensiva. Asdim perderei um público considerável.

      Excluir
    2. Prometo avaliar a sua ideia.
      Sem dúvida, existe muito a ser escrito sobre o Flamengo, mas comercialmente não é bom (o próximo terá esse interesse) , pois Flamenguista não lê nada que seja contra o Fla, uma estratégia defensiva. Asdim perderei um público considerável.

      Excluir
  8. Obrigado pela resposta, Paulo Ricardo.

    Sem dúvida, um livro que abrangesse vários clubes, seria muito mais justo, uma vez que não é só o Flamengo que tem "coisas contras para serem ditas".

    Mas acredito que mesmo que trate somente do Flamengo, ainda assim venderá bastante. Ele soará como música e irá deliciar os leitores anti-flamenguistas.

    Veja Coronel, não se tratá de dizer que o Flamengo não tem coisas obscuras no seu passado. Elas existem. E tem que ser faladas. O problema seria SÓ falar sobre o CRF. O clubismo travestido de isento e em busca de moralidade e justiça histórica.

    Grato.

    Leandro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não me lembro de ter lido alguma afirmação do Coronel sobre o seu novo livro ser dedicado apenas a atacar o CRF. Essa lebre foi levantada por você mesmo, Leandro.

      Se o assunto for fugir a qualquer custo do rebaixamento, não apenas o Flamengo teria que ser citado, mas também Botafogo, Grêmio, Corinthians, etc.. Agora, verdade seja dita, o seu clube encabeça essa lista, meu caro. Mas a má-fama fica com o FFC, como sempre.

      Excluir
    2. Caro anônimo,

      Também não me lembro de ter afirmado que o livro seria apenas sobre o Flamengo. Aliás, sequer usei a palavra "ataque". Disse, isso sim, que TODOS os clubes tem histórias obscuras para serem lembradas. TODOS.

      Com relação a fugas do rebaixamento, obviamente todos tem "história pra contar".
      Dizer que o Flamengo lidera essa lista, é uma amostra, em estado bruto, de anti-flamenguismo e da histeria paranóica que acomete os torcedores quando se trata do CRF.
      O Flamengo nunca caiu. Um dia talvez caia, para o deleite de muitos. Mas nunca caiu.
      E, tirando ilações e teorias conspiratórias, nunca esteve entre os rebaixados de nenhum campeonato...

      Um abraço.

      Leandro.

      Excluir
  9. O livro é muito bom. Comecei a ler e só parei no final, sem me dar conta de que o escrito teria um fim. Conforme narrado ali, os indícios (e não as provas, pois estas somente podem ser obtidas pelos meios legais de investigação) são cabais em dois aspectos: 1) ao Fluminense nada adiantaria fazer prévio acordo com a Portuguesa, haja vista que dependeria ainda do seu próprio esforço em vencer o Bahia; 2) ao Flamengo caberia um acordo, haja vista que já havia jogado e escalado o A. Santos, assim nada mais poderia ser feito "no campo" para evitar sua queda. Mesmo assim o sr. foi "econômico", não fez acusações levianas e colocou apenas fatos (esses chatos...).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esqueça que outra linha é que a escalacao do André Santos pode não ter sido apenas um erro, pois se era sabido que estava suspenso, pode ter sido escalado intencionalmente.
      Estranho alguém que foi suspenso está concentrado, se não estava, quantas pessoas estavam envolvidas nessa confusão? Quanto o Flamengo teve gastar. O que um advogado tricolor fazia defendendo o Fluminense. Porque ease foi ligar p portuguesa so no sábado a tarde, mesmo o julgamento tendo sido na sexta? Tem teoria p tudo quanto é lado. Mas como aqui no Brasil adoramos essas teorias vai ficar nisso.
      Assim como existe coincidência de fatos que sempre salvam o fluminense, alheio a sua vontade. O Flamengo teve essa oportunidade também com o erro da Portuguesa.
      Mãos para cima e agradeçam Fla e Flu, foram salvos e nao caíram. Se goase p comprar era mais facil compra auditor fajuto.

      Excluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.