Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

RIO: POLICIAIS MILITARES EM DESVANTAGEM DE ARMAMENTO COM RELAÇÃO AOS TRAFICANTES


Prezados leitores, o fuzil é uma arma para ser usada em guerras, foi fabricada com essa finalidade, portanto, não é o armamento apropriado para ser usado por Policiais Militares no policiamento ostensivo, isso é verdade.
Diante dessa realidade, o que explica a compra de fuzis pelos governos estaduais para armar suas Polícias Militares e Civis por todo Brasil?
A resposta é simples: os criminosos começaram a empregar esse tipo de armamento de guerra em suas ações, o que determinou que para que fosse mantido o equilíbrio de forças, as polícias também tivessem a sua disposição esse material bélico.
Um problema gerou outro.
Uma das características do fuzil é o seu alcance útil, o que permite a quem o esteja usando efetuar disparos de longa distância, tornando desigual o confronto com quem empregue uma arma de alcance menor, como uma pistola ou uma carabina .40.
A partir do próximo dia 15, os Policiais Militares que trabalham nas UPPs não poderão mais usar seus fuzis, passando a ter uma grande desvantagem em caso de confrontos armados com os traficantes.
A ordem partiu da Secretaria de Segurança.
Nós consideramos um grande erro que aumentará o risco de morte dos Policiais Militares.

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. Se querem reduzir o calibre para evitar efeitos colaterais, reduz do 7,62 pro 5,56.
    O 5,56 é usado em várias polícias no mundo, normalmente carabinas m4 comando(versão carabina do m16).
    Por serem cara a PM poderia fácilmente adotar as carabinas IA2 5,56 da imbel, que dão mais tiros por minuto do que o enorme FAL 7,62 que é horrível para de passar em becos e vielas, além de ser lento.
    Com essas .40 estão condenando os PMs a morte!
    Conselho aos familiares dos PMs que viram infelizmente a morrer, acusem o Governo do estado de assassinato na justiça!!!

    ResponderExcluir
  2. Será que alguém está se beneficiando com a compra dessas carabinas, que tem um histórico de defeitos de fábrica, panes e acidadentes, igual se beneficiaram da compra das viaturas?!

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.