BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

domingo, 26 de fevereiro de 2017

O QUE É ISSO? POLICIAMENTO DE PROXIMIDADE, POLICIAMENTO COMUNITÁRIO, PACIFICAÇÃO OU INVASÃO?



Prezados leitores, a notícia publicada no jornal Extra nos trouxe enorme surpresa, tendo em vista que viola por completo a tão desejada integração dos moradores das comunidade "pacificadas" com a Polícia Militar.
Certamente, o Comando Geral desconhece essa prática, notícia essa que se ganhar as redes nacional e internacionais, servirá para desmoralizar ainda mais o único projeto na área da segurança pública implementado no Rio de Janeiro em dez anos.

"Jornal Extra
26/02/17 06:00 
Policiais ocupam, sem permissão, casas de famílias no Complexo do Alemão 
Rafael Soares 
Quando chegou ao Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, no final dos anos 1980, o mestre de obras aposentado, hoje com 72 anos, teve que transformar uma casa de estuque, com um só cômodo, no lar da família. Aos poucos, reforçou a fundação, construiu quartos, equipou cozinha e sala. Na casa, situada na Praça do Samba, nasceram e cresceram as duas filhas que ele teve com sua mulher. Mesmo com problemas de saúde — ele teve que amputar uma perna e ela, aos 65 anos, sofreu um aneurisma —, nesse ano, o casal tinha planos de aumentar o imóvel para que uma das filhas passasse a morar no segundo andar. Há duas semanas, material de construção já comprado, o sonho teve de ser adiado: em meio a um tiroteio, PMs com fuzis subiram na laje e não saíram mais.
Desde então, três policiais da UPP Nova Brasília se revezam, por turnos, no local. De cima da laje, atiram em direção a traficantes, se protegem de disparos atrás de uma geladeira que a família guardava ali — e que parou de funcionar — e fazem suas necessidades — há várias garrafas com urina no local. O EXTRA visitou a Praça do Samba na manhã da última quinta-feira. Na ocasião, além da casa do casal de idosos, PMs ocupavam o segundo andar de um imóvel vizinho. Outras três famílias afirmam que suas casas também já foram invadidas (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.