BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

POLICIAL MILITAR DENUNCIOU A FARSA DAS UPPs E MORREU ONTEM EM CONFRONTO



Prezados leitores, a Polícia Militar precisa fazer algo contra essa CATÁSTROFE.
As UPPs são uma CATÁSTROFE.
O pior projeto de segurança pública da história do Brasil.
Hora de dar um BASTA!
Ouçam as VERDADES que o Policial Militar fala no áudio.

"Jornal Extra
22/02/17 17:09 Atualizado em 22/02/17 17:14
PM morto em ataque criticou UPP: 'Colocam a gente dentro do morro para morrer' 
Júlia Cople 
Menos de um ano depois de entrar para a Polícia Militar, o soldado Michel de Lima Galvão denunciou a falta de condições de trabalho nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Uma gravação do policial de 2015 mostra o claro descontentamento do agente com a falta de munição e a desvantagem numérica e operacional no confronto com traficantes. Para ele, o projeto das UPPs estava falido. O soldado foi morto na noite de terça-feira, durante um ataque do tráfico no Jacarezinho, na Zona Norte da Cidade (Leiam mais)". 

Ouçam o áudio na reportagem do jornal Extra. 
Link: 

Juntos Somos Fortes!

21 comentários:

  1. Que lástima... Até quando, meu Deus? Por qual razão nossos comandantes não se importam com nossas dores e perdas? Por qual razão a própria tropa não se sente vagarosamente exterminada? Apesar da fila ser invisível e a PMERJ não reconhecer que um verdadeiro desrespeito aos Direitos Humanos está em curso com a banalização da morte de policiais militares (praças), a fila está andando...
    Quem será o próximo? Eu? Você? Triste. É muito triste ver homens caminhando como gado em direção ao próprio abate, mas mesmo assim eles caminham.

    Jamais esqueceremos essa lição deixada por você no áudio.

    Que Deus te receba, Galvão!
    Sgt Foxtrot.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. até qdo? até o povo desse país aprender a obedecer as leis, respeitar a Polícia, aprender a ser civilizado e não se preocupar só com festa, ou seja, até nunca né...

      Excluir
  2. A Era da esquerda no Poder no Brasil foi um desastre em todas as áreas! e no final um colapso total! No caso da Policia são feitos "bucha de canhão" do estado! Estão sendo propositalmente e covardemente dizimados. O estado esquerdista bolivariano não quer a nossa Polícia Militar! Quer uma polícia política bolivariana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Proponho, respeitosamente, ao sr. estudar a origem e significado histórico da palavra "bolivarianismo".
      Difere em muito do sentido que a mídia inocula na cabeça das pessoas atualmente, levando-as a - literalmente - dar um tiro no próprio pé e nos seus interesses, enquanto cidadão.
      Por favor, examine por si mesmo.

      Excluir
    2. Do meu ponto de vista o problema vai além de se culpar qualquer tipo de administração . O descaso é geral , o Brasil vem sendo lesado a muito tempo e nada acontece , é como aquela musica que diz : Charrete que perdeu o condutor e faz tempo ...

      Excluir
  3. Os políticos e o comandante da PMRJ fizeram a parte deles, e os bandidos, só complementaram.

    ResponderExcluir
  4. Cel PM Ref Nelson HERRERA Ribeiro23 de fevereiro de 2017 08:13

    Foi, como se diz, uma tragédia anunciada. E o pior: anunciada pela própria vítima, que foi esse bravo Soldado PM. Tragicamente apavorante, mas está sendo a nossa triste realidade. O Cel PAUL, antes injustiçado por vingança do corrupto governador Cabral, já havia feito minudente estudo sobre esse malsinado projeto midiático, que se mantém mesmo à custa das vidas de muitos jovens policiais "em desvantagem numérica, logística e operacional". Leiam o livro "UPP - uma farsa eleitoral". Há mais de 30 anos, no jornal O Globo, eu mesmo havia escrito que se deveria "instituir dinâmico e justo sistema de administração de recursos humanos, paralelo a condições mais humanas de trabalho. Cuidar do Homem (insumo básico) para melhorar o Serviço (Produto PM)". Tudo em vão. Quando, no Comando do Cel Ubiratan (2007), a cúpula de coronéis decidiu expor as mazelas internas, para buscar soluções condignas, esse corrupto Cabral alterou o Estatuto PM, para reduzir a 4 anos a permanência de coronéis na ativa, obrigando a que todos aqueles passassem à inatividade. E não faltaram sequiosos substitutos. O "sistema" é cruel. E nossos chefes se calam, sempre à espera de uma "boquinha" dentro ou fora da Corporação, para obter gordas gratificações, enquanto, nossos policiais que "se virem", nessa insana guerra diária, nessa drástica "loteria da morte". Se notarem, já temos a média de 1 PM assassinado a cada 2 dias. Nem no Vietnã, nem no Iraque, proporcionalmente, morreram tantos combatentes. "Governo falido, projeto falido", para reverberar o grito desse bravo Sd PM Galvão. O militarismo tem, sim, normas draconianas. "Ordem é ordem", todos sabemos.Mas há dois brocardos básicos que não podemos esquecer: "Quem dá a missão dá os meios" e "Ordem absurda não se cumpre". Como o Comando está cronicamente omisso em rever e aprimorar nosso sistema de recursos humanos, só antevejo uma saída para enfrentar essa absurda e desumana situação que vive o policial na lida operacional: a exemplo da Polícia Federal, iniciar a prática de uma "Operação Padrão", recusando equipamentos vencidos, armamentos inadequados ou viaturas em condições ilegais de trânsito. Até que nossos coronéis saiam de sua zona de conforto de polpudas gratificações, mesmo à custa das vidas de nossa tropa. O momento é de reflexões: situações graves exigem soluções drásticas. Minhas sentidas condolências à família de nosso herói, Sd PM Galvão: que Deus, em Sua infinita bondade, possa aquietar-lhe a alma. Mas até quando virão outros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo no Rio de Janeiro morrem mais soldados do que em qualquer guerra. O estado na verdade nao está nem ai, até quando????

      Excluir
    2. Isso tudo sem contar os custos do desgaste emocional da tropa, coagida a tal descalabro, pagamentos atrasados - quando ocorrem.
      Mais da metade do contingente está sob observação/acompanhamento psiquiátrico.

      Excluir
  5. Infelizmente temos que concordar que nada disso funciona e que mesmo sendo denunciado pelo policial, nada foi feito.
    Senhores policiais segue aqui a minha posição:
    Os senhores, não são respeitados pelo governador, e nem pela sociedade, que de tudo os culpa, não recebem em dia seus salários, ganham mal para manter a sua família e os senhores ainda tentam manter a ordem.
    Então,fiquem presos por não cumprirem ordens absurdas, mais voltem para suas casas e suas famílias vivos, parem de ser heróis por convicção, pois se morrerem seja em serviço ou fora dele, ninguém a não ser sua família irá chorar pelos senhores.
    Os coronéis estão ganhando muito dinheiro com seus cargos de comando e gratificações para o controle da tropa, e os senhores sofrendo esses absurdos, de não ter nem como se locomover para o trabalho e manter suas casas, então, não se matem por uma sociedade hipócrita e corrupta e muito menos por coronéis que determinam seus deslocamentos para a morte.
    Voltem para casa, pois lá sim os senhores tem valor e são queridos.

    ResponderExcluir
  6. Cada policial morto nestas condições, é um atestado de óbito do estado democrático de direito e a nulidade do comandante-geral da PMRJ frente a esta instituição.

    ResponderExcluir
  7. A missão principal da Polícia Militar é o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública.

    Por que que os osficiais fogem do policiamento ostensivo e da manutenção da ordem pública? Uma vez que esta, é missão da Policia militar, e a Polícia Militar é composta de oficiais e praças e não só de praças, para que o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública fique só a cargo dos praças. Por acaso, o serviço burocrático fica só a cargo dos oficiais? Por que que os praças podem trabalhar na burocracia e o oficiais não podem trabalhar no combate ao crime. Não foi para isto que ele foram formados? Ou juraram sacrificar a vida se preciso for, à toa?

    Os oficiais são comandantes dos praças que fazem o policiamento ostensivo, só na teoria, porque na prática os praçam trabalham sem comando, por opção dos oficiais e não porque a missão de policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública não diz respeito as suas atividades, faz sim, é missão da Polícia Militar, não diz que é missão dos praças da Polícia Militar, principalmente se levarmos em consideração que a atividade de combate ao crime é a que exige maior responsabilidade, pois são patrimônios e vidas em risco, e não papéis e ordens, para que os oficiais dê menos atenção e prioridade, não faz sentido os cargos exercidos pelos oficiais priorizem a burocracia e não a ordem pública. Estou convicto de que os oficiais são formados para assumires maiores responsabilidades, que as dos praças.
    Portanto fica a pergunta: qual das duas missões é a principal – proteger vidas e patrimônios ou manter o serviço burocrático em ordem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre me fiz a pergunta que você fez. Por que os oficiais, mestres do ofício, as cabeças pensantes não cumprem a missão constitucional da polícia militar? É muito fácil exigir que outrem faça aquilo que você mesmo não tem coragem de fazer. Senhores, vamos espalhar essa idéia pelas redes sociais e blogs:uma campanha para que os oficiais exerçam a atividade fim da PM. Onde já se viu tropa sem comando de oficial? Acho que é justamente isso que está faltando na PM, oficiais conhecerem a atividade policial militar no teatro de operações. Vamos lá! Sabemos que qualquer oficial terá desempenho acima da melhor média de um praça.
      Está aberta a campanha QUEREMOS OFICIAIS PM NO POLICIAMENTO OSTENSIVO.

      #vempraruafazercumpriralei

      Excluir
  8. Que Porra é essa Marreco? Só qm viu tropa de elite sabe do que estou falando.

    ResponderExcluir
  9. Onde esta a deputada, que só defende bandido?

    ResponderExcluir
  10. Como a muito tempo ... A charrete que perdeu o condutor não faz sentido dizer que foi a ou b o culpado . Porque o verdadeiro culpado é o sistema administrativo e social brasileiro em sua completa falta de compromisso com seu polvo . Mesmo porque em sua grande maioria tem dupla cidadania , e se preocupam mais com Londres , Paris ou com o próprio umbigo de que com suas reais responsabilidades

    ResponderExcluir
  11. A desgraça do Brasil são os políticos. Vejam o caso do Rio. O ex-governador preso, os militares é que se ferram para por um pouco de ordem. Acorda Brasil....

    ResponderExcluir
  12. Vc que votou em Cabral e Pezão é responsável por isso, não esqueça.
    Sem hipocrisia.

    ResponderExcluir
  13. É necessário INTERVENÇÃO MILITAR....tão matando a policia...o brasileiro tá à Deus dará , não tem a quem pedir socorro...GENERAL VILLAS BOAS FAZ A INTERVENÇÃO e poe o nosso país em ordem.

    ResponderExcluir
  14. Fico revoltado com esse maldito estado viramos estatísticas de vagabundos lugar de gansos é no inferno. ....odeio bandido. ....descanse em paz guerreiro.....sgt..Salles

    ResponderExcluir
  15. Vamos avanteeeee pmerj pra cima dos gansos bandidos dos infernos.....upps é o cacete vamos abandonar tudo nós somos à força. ......devemos dar um basta nisso......cabral safado desgraçado ,pezao monstro fantasma do ghost tem que mofar na cadeia

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.