COMO COMPRAR OS LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em adquirir os livros publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quarta-feira, 9 de maio de 2012

ALERJ - AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE A EXPULSÃO DOS PMs QUE LUTAVAM POR MELHORES SALÁRIOS

Ontem, eu participei da audiência pública realizada na ALERJ pelas Comissões de Direitos Humanos e de Segurança Pública, para tratar das expulsões dos Policiais Militares que estavam lutando por salários dignos e justos no Rio de Janeiro.
A seguir destaco os principais aspectos abordados, esclarecendo que estiveram presentes, entre outras pessoas: o deputado Marcelo Freixo (PSOL), o deputado Zaqueu Teixeira (PT), o deputado Paulo Ramos (PDT), o deputado Luís Martins (PDT), o Coronel PM Ref Bello (Presidente da AME/RJ) e o Coronel PM Waldir (Corregedor Interno), representando a PMERJ, o qual informou que o comandante geral não estava presente por ter sido convocado para uma reunião pelo secretário de segurança.
1) Os parlamentares, o Coronel PM Ref Belo e eu fizemos alguns questionamentos sobre as expulsões, prisões e transferências dos PMs, assim como, a respeito do encarceramento na Penitenciaria Bangu 1. 
2) O Coronel PM Waldir, após uma longa exposição sobre o trabalho da Corregedoria Interna, respondeu a alguns dos questionamentos, ficando de encaminhar os dados solicitados pelos parlamentares sobre expulsões e sobre as punições. Informou que 17 (dezessete) PMs já foram excluídos em razão da participação na mobilização salarial e que outros poderão ser após a conclusão das investigações e dos processos administrativos disciplinares. Esclareceu que só o comandante geral poderia esclarecer quanto ao encarceramento em Bangu 1 e sobre as transferências de PMs envolvidos na mobilização, transferências que estão sendo consideradas "punições geográficas"  pelos parlamentares, pelo Coronel PM Belo e por mim.
3) O deputado Marcelo Freixo (PSOL) informou que o comandante geral da PMERJ, Coronel PM Costa Filho, será convidado para prestar esclarecimentos.
4) O deputado Paulo Ramos (PDT) fez um questionamento importante sobre o fato da PMERJ não respeitar o preconizado pela Constituição Federal (artigo 125) no sentido de que os Praças também só poderm ser excluídos por decisão do tribunal competente e não por ato do comandante geral. O Coronel PM Waldir explicou que a Súmula 673 do Supremo Tribunal Federal permite que os Praças sejam excluídos administrativamente pelo comandante geral, após o processo administrativo disciplinar.
5) O deputado Zaqueu Teixeira (PT) perguntou se tinha ocorrido algum dano material em bens estaduais em razão da mobilização, tendo o Coronel PM Waldir afirmado que não.
6) Evidenciou-se durante a audiência que os deputados estaduais estão mobilizados na direção da concessão da anistia para os Policiais Militares e os Bombeiros Militares. O projeto já tem 64 (sessenta e quatro) assinaturas de deputados e na condição de autores.
7) Será realizada uma audiência específica para tratar das expulsões no CBMERJ.
Nos resta aguardar as novas audiências para que tudo seja esclarecido e nos mobilizar na luta pela anistia.
Juntos Somos Fortes!

3 comentários:

  1. Onde estava o Wagner Montes? Aquele "fanfarrão" que não engana mais ninguém.
    Antes da greve eu não gostava do Cel Paúl, nem do Marcelo Freixo. Hoje, vejo que esta greve serviu para podermos ver quem realmente é honesto e trabalha sério. Marcelo Freixo e Coronel Paúl, estou com vocês e não abro. Me tornei fans e admiradores destes HOMENS.

    ResponderExcluir
  2. Valdelei Duarte (ex Sub.Ten.BM) excluído covardemente.9 de maio de 2012 10:58

    " Será realizada uma audiência específica para tratar das expulsões no CBMERJ.
    Nos resta aguardar as novas audiências para que tudo seja esclarecido e nos mobilizar na luta pela anistia."

    E este foi um dos motivos que nós os BOMBEIROS excluídos NÃO comparecemos a essa audiência pública.

    JUNTOS SOMOS FORTES.

    ResponderExcluir
  3. Cel Paul, a ALERJ não esta muito devagar com esse assunto de tamanha importância? Será que os representantes do Policiais Militares de nosso estado vão dar as costas ao clamor desses homens que foram excluídos da corporação a qual serviram com seu suor e sangue. Sabe-se que a luta é difícil, mas com a boa vontade de nossos deputados esse jogo pode ser virado. Mas, porque então ainda não aprovaram essa anistia. Será que falta clamor público. As vozes desses heróis, que foram colocados para fora de sua corporação, e agora estão por ai, jogados, sem seu sustento e de suas famílias, não serão ouvidas. Deputados mostrem seu valor. De quatro em quatro anos vão até cada policial pedir seu voto, e de seus familiares. Não deixem essa covardia continuar. A policia só quer dignidade e agora esta sendo massacrada com punições e exclusões.
    Cel Paul, sabe-se que o Sr. esta sendo também injustiçado e caçado, só porque esta do lado do bem. Do lado daqueles lutam por dignidade e um pouco de melhoria.
    Cel Paul, fique atento e continue nessa pressão sobre nossos ilustres deputados, e mantenha a todos informados sobre como cada um deles tem procedido no empenho da aprovação dessa anistia.
    De o nome de cada deputado que esta a favor e o daqueles que estão contra, para que na próxima eleição possa-se saber quem luta a favor da Policia Militar do Rio de Janeiro.
    Juntos somos fortes.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência.