BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

JORNAL PAÚL NELES! - 14 NOV 2014 - 2a EDIÇÃO - RESPEITAR OS POLICIAIS MILITARES

Prezados leitores, o Coronel PM Paúl destaca que o Ministério Público e o Poder Judiciário precisam respeitar os direitos e as prerrogativas dos Policiais Militares.




Juntos Somos Fortes!

7 comentários:

  1. É como o meu amigo da cavalaria, Ricardo Garcia, escreveu nos anos 90: "O DIREITO DE NÃO TER DIREITO". Se o agente é um policial militar, ninguém demostrará interesse em garantir seus direitos ou fazer justiça eficazmente (nem os seus próprios colegas), pois o PM já nasceu condenado antecipadamente pela mídia e pela opinião pública. Você é policial militar? Prepare-se para se tornar o judas malhado, o símbolo da desonestidade, o comedor de criancinhas, que saciará o desejo dessa sociedade estúpida e revanchista por medidas severas contra o braço opressor do estado, diga-se, PM. Desviar da Petrobras, pode... Então o PM sempre será condenado duramente em todas as esferas. Você não pode sequer discutir com o vizinho por causa da vaga no estacionamento do condomínio porque ninguém se pronunciará a seu favor (mesmo que você tenha razão). De um jeito ou de outro, se você não for enquadrado pelo CP, será pelo RD. O PM é um bicho perigoso que destrói indicações e promoções e precisa ser chicoteado, ninguém lutará por ele, nem a própria Polícia Militar que dispõe de Assessoria Jurídica o defenderá de acusações que tenham ocorrido em serviço, pois a PM é a primeira a demonizar seus funcionários antes mesmos de checar de maneira honesta (quem na PM consegue investigar alguma coisa sem copiar, colar e carimbar papel?), sem a inclinação galhofeira para o discurso pronto que agrada aos apedrejadores, tão somente para acrescentar mais um ponto nas estatísticas de casos com resposta rápida e fazer a sua média de automutilação no RJ/TV. O policial militar já está condenado desde o dia que ingressou na corporação, e o início do cumprimento de uma sentença qualquer é somente uma questão de quando "o perigoso comedor de criancinhas" se colocará na mira, na pauta: é questão de tempo e de sorte (se for praça irá primeiro). Quer tirar seus trinta anos sem sofrer injustiças por ser policial militar? FEIJÃO COM ARROZ. Não se envolva com o crime (nem para combatê-lo) e torne-se um simples (e omisso) funcionário público, deixando os problemas da segurança pública para os verdadeiros responsáveis pela bagunça. Não? Você é um daqueles infantes que defendem o fim do expediente? Você quer ser o combatente? Quer encontrar o "paiol" da favela para exibir no capô da viatura para as lentes dos fotógrafos? Está tomado pela ideologia (enxuga gelo) do tiro, porrada e bomba que meu avô também seguia? Então vá, siga por sua conta e riscos! NINGUÉM O SOCORRERÁ, NÃO É PRIORIDADE!
    Sgt Foxtrot

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. caraca, show. Meu pai tá lendo comigo e não para de chorar.

      Excluir
    2. Verdade. Morre bandido, morre polícia, morre inocente e o crime não acaba nem diminui, só aumenta. No final o PM que sobrevive aos tiros dos bandidos, as denúncias de ongs, aos artigos de jornalistas e as covardias internas da PM, escapando da cadeira de rodas, do cemitério ou do BEP, vai para a reserva cheio de problemas de varizes, coração e estresse.

      Excluir
    3. Realmente, ninguém nos socorrerá, "nem a nossa perversa madrasta" que não tem como prioridade socorrer os filhos bastardos ou os legítimos para correr o risco de ficar mal com o seu adorável amante. O marido é o estado, o amante é o homologador das nomeações.
      O Cel Paúl foi encarcerado em um presídio estadual de segurança máxima por causa de suas "inconveniências políticas" e presença no local de manifestação de bombeiros (QC). Mas ele não é coronel da PM? Ele não tem direito a prisão especial em unidade da PM? Pois é, tudo foi atropelado, ninguém procurou interceder e este fato abriu precedente para que qualquer PM seja mantido preso onde não deveria. Todo mundo quer ver o PM sofrendo. Virou moda. Um PM foi preso? Manda guardá-lo em presídio comum porque assim ele sofrerá mais. Ele cumpre duas penas. Quem desrespeitou a lei 443/1981? Quem se omitiu na defesa da prerrogativa de um oficial PM? Quem não teve coragem de levar o assunto ao conhecimento das instâncias superiores da justiça. Uma coisa eu garanto: apenas o injustiçado procurou brigar contra a injustiça cometida, mas não teve sua voz ecoada pelos próprios pares que um dia também poderão sofrer aquela mesma injustiça.
      É o tal estado policial de regimes totalitaristas.

      Excluir
    4. EXCELENTE COMENTÁRIO!

      Excluir
  2. ESSE ANO TIREI FERIAS EM OUTUBRO, E PERDI NOVE DIAS DAS MINHAS FÉRIAS, É UM ABSURDO, O QUE FAZEM COM O PM, E SOMOS OBRIGADOS A IR EM REUNIÕES NO BATALHÃO, ONDE SOMOS COBRADOS E AMEAÇADOS DE TRANSFERÊNCIA. NÃO HA POR PARTE DOS COMANDANTES UMA VISÃO HUMANA DA TROPA, QUEREM MOSTRAR SERVIÇO A CUSTO DA ESCRAVIDÃO DOS PRAÇAS E MOSTRAR A SOCIEDADE QUE SÓ FUNCIONA NO CHICOTE, É PRECISO QUE A SOCIEDADE ENXERGUE ISSO, E REFLITA PARA QUE POSSA MUDAR EFETIVAMENTE, E DEMONSTRAR O SEU REPÚDIO A ESSES ABSURDOS. É PRECISO QUE A SOCIEDADE COMESSE A COBRAR MELHORIAS DE TRABALHO PARA QUE POSSAM TAMBÉM COBRAR MELHORES SERVIÇOS. NÓS PMs QUEREMOS MELHORAR, MAS NÃO CONSEGUIMOS, POIS O QUE NOS MOVE SÃO INTERESSES CONTRÁRIOS AO BEM COMUM, E É ISSO QUE TEM QUE MUDAR. NÃO PODEMOS ACEITAR QUE SOMENTE OS PMs ESCOLHIDOS DO COMANDANTE TENHAM PODER PARA ATUAR EM DETERMINADOS SETORES, ISSO É QUE TRANSFORMA A POLICIA EM UMA INSTITUIÇÃO MAFIOSA, ONDE O PODER SE CONCENTRA, IMPERA A CORRUPÇÃO.

    ResponderExcluir
  3. Bota no papel sem medo de levar bico do batalhão. Enquanto houver medo de comprar briga para cima (se tiver razão), você não passará de um simples boneco, um simples escravo. Bota no papel. Aguarde a solução. Não satisfeito, vá se queixar do seu superior. Continua insatisfeito, representa na justiça comum via Ministério Público. Melhor: consulte um advogado ou oficial de sua confiança.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.