Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

sábado, 22 de novembro de 2014

RIO DE JANEIRO: VOCÊ NÃO VAI ACREDITAR DO QUE VAI LER, MAS TUDO É VERDADE

(Jornal Meia Hora) 


Prezados leitores, o Rio de Janeiro é um estado verdadeiramente FORA DO COMUM em termos de segurança pública.
Em oito anos de governo Cabral-Pezão, o Rio teve UM secretário de segurança, mas teve SEIS Comandante Gerais da Polícia Militar e QUATRO Chefes da Polícia Civil.
Tal situação nunca tinha sido vivenciada no Brasil.
Todos se calam.
O Rio de Janeiro é o único estado no qual o secretário de segurança pública foi denunciado pelo Ministério Público por improbidade administrativa e superfaturamento de contratos. O MP cobra a devolução de mais de R$ 130 milhões aos cofres públicos e solicitou que o delegado da Polícia Federal (secretário de segurança) perca o cargo público. 
A Corregedoria da Polícia Federal arquivou a investigação das acusações no âmbito administrativo. Logo a Polícia Federal que gosta tanto de investigar integrantes de outras instituições policiais, como os Policiais Militares, por exemplo.
Tal situação nunca tinha sido vivenciada no Brasil.
Todos se calam.
Em oito anos de governo Cabral-Pezão, o Rio teve apenas UM projeto na área da segurança pública: as Unidades de Polícia Pacificadora, as UPPs.
Pior, o único projeto não deu certo.
O serviço onde o maior número de Policiais Militares é assassinato ou ferido é exatamente nas UPPs.
Situação semelhante nunca tinha sido vivenciada no Brasil.
Todos se calam.
Em oito anos de governo Cabral-Pezão, o Rio está sob intervenção militar há anos, com as Forças Armadas sendo responsáveis por manter a lei e a ordem em parte do território fluminense, em face da ineficiência da gestão da segurança pública.
Isso não é inédito no país, outros estados vivenciaram igual situação, mas não estados com a importância do Rio de Janeiro, o tambor de ressonância do país.
Todos se calam.
A população vive com medo e acuada.
Eis a verdade.
Apesar de tudo isso, o secretário de segurança não pode ser exonerado!
Todos se calam sobre isso também!

Juntos Somos Fortes!


6 comentários:

  1. É Coronel Paúl, como o Sr. disse no seu texto(denúncia), o Rio de Janeiro é a caixa de ressônancia, eu afirmo e com todo respeito que o Sr. merece, o Sr. é o único tamborim nessa bateria desafinada. E vamos aguardar na torcida para que o TSE/RJ impugne o Pezão na segunda feira.

    ResponderExcluir
  2. IMPOTENTE!
    Uso este pseudônimo pelo fato de ainda ser da ativa e poder sofrer represálias, como bem sabem! Mas são um cúmulo os casos ocorridos em vários batalhões, onde policiais estão sendo deslocados de seus DPOs e Companhias para outros batalhões em serviço, por falta de efetivo nas unidades! Unidades como Macaé e outras tantas estão recebendo efetivos de batalhões menores ainda. Lá as unidades ficam desguarnecidas, aumentando seu índice de violência e expondo seus policiais em razão de quê? Por que então não acabam com os Batalhões menores e os transformem em subunidades, pois ao que parecem é o que são apenas dando vaga para coronéis? Pois continuam sem efetivo e sem comandante, pois não pode mandar na própria tropa!
    A este passo, onde vão parar? Em quê estão pensando com este planejamento? Qual a motivação dos policiais em combaterem o crime em outras unidades que não são suas? Até aonde vai a ignorância de quem manda e de quem obedece?

    ResponderExcluir
  3. @luizPCarlos - Paul, estou contigo e não abro...

    ResponderExcluir
  4. O TSE só não caça o mandato se não quiser, enfim, provas não faltam. Ele bem que poderia dar um exemplo para o Brasil, principalmente, depois dessa caixa preta abrir do Petrolão, vão sobrar poucos partidos pra contar historia.

    ResponderExcluir
  5. Eu não quero pensar q o atual secretário tenha algo haver com isso, prefiro pensar q ele perdeu o rumo e esta sendo pau mandado do EX-GOVERNADOR, o PMDB esta igual o PT até nisso, O CRIADOR controla a CRIATURA !!! :)

    ResponderExcluir
  6. Estou com vcs!!! Cabral prometeu várias coisas e não cumpriu.acho q os órgãos de segurança tinham q ser mas Unidos. O q fazem com a pêra esta sendo covardia.esta encurralado a pmerj.a sociedade não dá o valor q o policia merece

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.