Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

RIO - PROTESTO CONTRA GOVERNO PEZÃO ACABA EM TUMULTO

Prezados leitores, mais uma vez, o protesto acabou em tumulto com a Polícia Militar.
Infelizmente os manifestantes não podem evitar a infiltração de pessoas interessadas politicamente em tirar proveito do sofrimento dos servidores, dos militares, dos inativos e das pensionistas, o que acaba estimulando o confronto.
Aliás, alguns interesses políticos estão "saltando aos olhos" há muito tempo na mobilização.
Na matéria publicado pelo G1 existe vídeos, recomendamos que sejam assistidos.




- "Site G1 
Servidores protestam na reabertura dos trabalhos na Alerj; veja imagens
Assembleia do RJ reabriu os trabalhos para reeleger o presidente da casa, Jorge Picciani. Do lado de fora, PMs entraram em confronto com servidores.
Por Cristina Boeckel e Alessandro Ferreira, G1 Rio
01/02/2017 10h21 Atualizado há menos de 1 minuto
Os servidores estaduais que se manifestavam em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) desde a manhã entraram em confronto com a Polícia Militar por volta das 14h desta quarta-feira (1º). A confusão começou quando representantes de alguns sindicatos tentavam puxar a grade de proteção que cercava o Palácio Tiradentes. Os PMs atiraram bombas de efeito moral para afastar os manifestantes. Eles revidaram atirando pedras na direção dos policiais, como mostrou a GloboNews (Assistam os vídeos da reportagem)".




- "Jornal Extra
01/02/17 12:55 Atualizado em 01/02/17 14:32
Servidores fazem manifestação em frente à Alerj
Nelson Lima Neto
A manifestação dos servidores públicos que começou tranquila no início da tarde desta quarta-feira, em frente à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), no Centro, virou palco de uma grande confusão por volta das 14h. Os manifestantes e a polícia entraram em confronto na Rua Primeiro de Março, interditada para carros. Grupos de pessoas jogam pedra nos agentes de segurança, que revidam com bombas de efeito moral (Leiam mais)".




- "Jornal O Dia
Servidores fazem protesto em frente à Alerj 
Deputados estaduais retomaram o ano legislativo nesta quarta-feira. Força Nacional faz a segurança do local
01/02/2017 12:59:54 - ATUALIZADA ÀS 01/02/2017 14:39:05
Rio - Os servidores estaduais realizam um protesto em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) na manhã desta quarta-feira. Entre as pautas reivindicadas pelos manifestantes, está a regularização dos pagamentos dos salários.
Às 11h30, os servidores bloquearam o trânsito na Rua Primeiro de Março, que está fechada ao tráfego de veículos. A Rua da Assembleia e a Avenida Presidente Antônio Carlos também estão interditadas. O trânsito na Avenida Rio Branco está caótico devido o protesto. Policiais revistam as mochilas de quem chega para manifestação.
Confusão entre PMs e servidores 
Por volta das 14h10, cerca de 15 manifestantes usaram cordas para tentar derrubar a barreira de isolamento colocada no entorno da Alerj. Houve tumulto e a polícia dispersou os servidores com tiros de bala de borracha. Muitas pessoas estão gritando por Justiça neste momento de votação do pacote de austeridade do Rio.
Ao todo, 500 homens da Polícia Militar e da Força Nacional de Segurança, além de agentes da Guarda Municipal, reforçam a segurança na região e ruas próximas (Leiam mais)".

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.