BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

A INEXPLICÁVEL MANUTENÇÃO DO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA BELTRAME



Prezados leitores, nós somos críticos ácidos da existência da Secretaria de Segurança Pública (SESEG), um órgão que consideramos desnecessário, que consome recursos financeiros e humanos que seriam muito melhor empregados com uma gestão governamental medianamente competente.
Defendemos a criação da Secretaria de Policiamento Ostensivo e da Secretaria de Polícia Investigativa, as quais usariam os recursos da Polícia Militar e da Polícia Civil, sem aumento de despesas.
Certos ou errados, o fato é que a Secretaria de Segurança existe e temos que conviver com o desperdício do dinheiro público.
Apesar dessa cruel realidade, o fato de termos que suportar a SESEG, não temos que aceitar a inércia do governo diante da explosão da violência que se generalizou por todo o estado do Rio de Janeiro.
O governador tem que cumprir o seu dever para reverter a tragédia que se transformou a vida no Rio de Janeiro.
Nesse sentido consideramos inexplicável a manutenção do Secretário de Segurança Beltrame no exercício da função.
Por maiores que tenham sido nossos esforços não encontramos nenhum motivo que possa justificar o fato do excelentíssimo governador Dornelles não tê-lo exonerado ainda da função.
O que falta acontecer no Rio de Janeiro em termos de insegurança para que o governador faça o que tem que ser feito?
É um mistério a manutenção do Secretário de Segurança.
Um mistério que fica maior a cada dia.

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. A única razão seria a que "ele sabe aquilo". Ora, ele foi o encarregado da Operação Boi Barrica, fato quase esquecido por muitos, que investigou vários governadores de estado dentre eles da Bahia e do Rio de Janeiro, onde muitas escutas telefônicas e de emails foram autorizadas pela Justiça. Poucos se lembram, mas foi logo após uma grande operação dessas que ele foi guindado ao cargo se SESEG no RJ.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.