BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - AS INVESTIGAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO



Prezados leitores, comparecemos ao Fórum Criminal da Barra Funda, onde tivemos acesso aos autos da investigação procedida pelo GAECO do Ministério Público de São Paulo, iniciada a partir de um Inquérito Civil Público (ICP).
No momento nos cabe relatar o seguinte para nivelar o conhecimento com todos que estão na luta desde dezembro de 2013 para que todos os fatos sejam devidamente esclarecidos:
1) Destacamos a excelência do tratamento que recebemos de todos os funcionários do DIPO 3.1.1 com os quais mantivemos contato.
2) Ao recebermos os autos constatamos que não eram apenas oito volumes como inicialmente foi informado, sendo esses oito volumes as peças principais, na verdade são mais de 20 volumes, considerando o número de anexos, sendo um anexo composto unicamente por documento encaminhado na época por nós, contendo cerca de cento e cinquenta folhas.
3) Diante da quantidade tivemos que traçar uma estratégia para que o trabalho fosse mais produtivo, tendo em vista que era inviável permanecer dias em São Paulo para ler toda a investigação: resolvemos fazer uma leitura dinâmica escolhendo as páginas para solicitação de cópias, o que permitirá uma leitura pormenorizada. 
4) Assim fizemos e ao término preenchemos a ficha para a solicitação de cópias. 
5) Um amigo de São Paulo, que está conosco desde o começo dessa luta, fará o pagamento no banco existente no Fórum da Barra Funda para a reprodução das cópias e entregará a solicitação no DIPO 3.1.1para que sejam produzidas. Certamente, será estabelecido um prazo para a liberação das cópias, as quais serão encaminhada para nós através do correio.  
6) Estranhamos o fato do nosso livro não constar nos autos. Lembramos que encaminhamos o primeiro exemplar ao ilustríssimo Promotor de Justiça, DR. Roberto Senise Lisboa, quando as investigações ainda estavam sob sua responsabilidade (ICP).
Diante do exposto, aguardaremos a chegada das cópias para promovermos a leitura com a atenção necessária.
Na certeza de que os interessados estão ávidos por informações, solicitamos que tenham um pouco mais de paciência, pois não devemos emitir opiniões apressadas sobre o arquivamento das investigações, considerando que temos que centrar no nosso objetivo, ou seja, avaliar o que foi investigado e, se for o caso, fornecer fato(s) novos(s) que demande a reabertura das investigações.
Nós estamos lutando há quase três anos, demonstramos que somos pacientes e que não desistiremos.

Juntos Somos Fortes!

5 comentários:

  1. Parabéns, Coronel! Um forte abraço e, por favor, continue com a sua boa luta! Além disso, seguem os meus votos de muita saúde.

    ResponderExcluir
  2. Apenas a título de curiosidade, foi publicada ontem uma matéria na Folha de S.Paulo informando que o promotor Roberto Senise Lisboa tornou-se réu em uma ação criminal sob suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro (ressaltando que o referido caso nada tem a ver com "o escândalo do Brasileirão 2013"):

    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/09/1813116-promotor-do-consumidor-em-sao-paulo-e-reu-suspeito-de-corrupcao.shtml

    ResponderExcluir
  3. Muito importante que essa história não termine apenas com esse arquivamento. Para a opinião pública em geral (a grande maioria) ficou o Flu como o vilão.
    Hoje mesmo, na reportagem ESPN sobre a provável queda para a "D" e eventual quebra da Portuguesa, vemos o Fluminense mais uma vez sendo citado como o clube que se salvou em 2013 com o "caso Heverton". Por mais que esteja comprovado que foi o flamengo que se salvou, a imprensa insiste em passar a bola para o Flu.

    http://espn.uol.com.br/noticia/631409_presidente-refuta-falencia-da-portuguesa-em-caso-de-queda-a-serie-d-nao-fecha

    ResponderExcluir
  4. Muito bom trabalho, Coronel Paúl.

    Vamos ter finalmente uma visão sobre como foi esse "inquérito".

    Na Lava-Jato, a imprensa foi convocada e até foi feita uma apresentação em Power Point.

    No caso Flamenguesa, o MP/SP se fechou e não deu nenhuma informação à opinião pública sobre o que estava acontecendo.

    Depois que o promotor Senise afirmou com todas as letras que houve corrupção, a próxima notícia foi o arquivamento, dois anos depois.

    O MP/SP nos tratou como se estivéssemos numa república de bananas.

    Tenho certeza de que o Sr. e seus colaboradores acharão, além dos crimes dos suspeitos já sabidos, provas de prevaricação do órgão de investigação, começando por não anexar aos autos o livro que o Sr. escreveu, o que me pareceu um absurdo de ineficiência na apuração dos fatos.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.