BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

PACOTE DE MALDADES: VOTAÇÃO DO AUMENTO DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SERÁ EM ABRIL

Prezados leitores, o governo segue com as as suas articulações, aguardando o desenlace de pendências políticas para votar o aumento da contribuição previdenciária.
A divisão do PMDB do Rio de Janeiro também está sendo determinante para esses adiamentos, pois ninguém sabe o que e quem será delatado após a prisão de boa parte do grupo do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).




"Jornal Extra
Publicado em 02/02/17 05:00 Atualizado em 02/02/17 14:41  
Governo monta estratégia e deve tratar cota extra de servidores para a Previdência em abril 
Nelson Lima Neto 
O governador Luiz Fernando Pezão e sua base de deputados na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) já têm em mente a tática para tratar o pacote de medidas formulado em conjunto com a União. Ao que tudo indica, o projeto que prevê a contribuição extra dos servidores para a Previdência chegará à Casa somente no fim de março, para ser debatido no início de abril. Isso se o governo conseguir, antes, aprovar o processo de privatização da Cedae, a tomada de um novo empréstimo bancário no valor de R$ 3,5 bilhões para pagar os salários aos servidores e, em seguida, a elevação da contribuição previdenciária mensal fixa de 11% para 14%.
— O governo vai acompanhar o andamento dos acontecimentos. Caso o processo ocorra da forma que se espera, com aprovações na Alerj e no Congresso Nacional, e os salários dos servidores pagos em dia, poderemos discutir a cota extra. Caso contrário, pode nem entrar em pauta — disse um interlocutor do governo (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. Mais uma vez caiu a máscara do partido mais corrupto da história política do país e o PMDBOSTA do ERJ mostrou a sua cara feroz, sua carantonha medonha, como mostra o focinho do seu presidente, seu time composto pelos maiores escroques do planeta, formados, deformados, graduados e pós graduados em bandidagem, ícones da macrocriminalidade, meliantes capazes de roubarem bilhões dos cofres públicos, que se elegem vereadores, prefeitos, deputados, senadores, governadores e até mesmo presidentes desta RELESBÚBLICA e desfilam em público como se nada estivesse acontecendo, mesmo depois de conseguirem levar à bancarrota um estado rico como o Rio de Janeiro, tudo isso nas barbas da Polícia Judiciária, do Ministério Público, do Poder Judiciário e do Tribunal de Contas.
    A ALERJ é mesmo é uma instituição inepta, composta por partidos igualmente corruptos e pior, "CONTROLADO", pelo dono do cofre: o despudorado e pornográfico Poder Executivo,que com sua deletéria gestão quebrou as finanças do ERJ.
    Em oito anos esticados para no mínimo mais quatro, seus áulicos e mandatários cometeram os maiores crimes contra a Administração Pública: PREVARICAÇÃO, PECULATO, CORRUPÇÃO ATIVA E PASSIVA, CONCUSSÃO, TRÁFICO DE INFLUÊNCIA, LAVAGEM DE DINHEIRO E ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA.
    Concederam criminosamente isenção fiscal do ICMS, o imposto que configura a maior arrecadação do estado, no montante de 150 bilhões de reais, entre 2008 e 2013, conforme declarado pelos conselheiros do TCE, o que desmonta a farsa de jogar a culpa da crise na queda da arrecadação dos royaties do petróleo E , PIOR, NAS DESPESAS COM OS APOSENTADOS, INATIVOS E PENSIONISTAS.
    Contra tudo e contra todos, inclusive com uma manifestação popular em 2013, que levou milhares de pessoas dizendo não nas ruas, o capo maior dessa quadrilha, o mega bandido sergio cabral conseguiu realizar o Pan, a Copa do Mundo e as Olimpíadas, numa orgia de gastos que não deveriam ser feitos, em nome de uma austeridade financeira, naquele momento mais do que necessária.
    Contrataram mais de dez mil Policiais Militares para o projeto das UPPS, que agora sabemos inócuo, inchando mais ainda a FOPAG do Estado, e promoveram a maior mortandade de PPMM que se tem notícia desde que DOM JOÃO VI fundou a DIVISÃO MILITAR DA GUARDA REAL DE POLÍCIA DA CORTE, em 13 de Maio de 1809.
    E para encerrar tudo em grande estilo o Poder Executivo promove este crime hediondo contra os servidores públicos, primeiro alterando o calendário de pagamento do primeiro dia útil para o sétimo, para o décimo e depois simplesmente anunciando que não pagariam aos inativos, aposentados e pensionistas, somente deixando a possibilidade de fazê-lo, se houver receita para isso!!!
    Depois, em conluio com o governo federal e através de uma intermediação no mínimo espúria com o STF, tenta empurrar pela goela abaixo dos servidores estatutários, civis e militares, um PACOTAÇO, adotando medidas eivada de vícios e ilegalidades, tais como aumento da alíquota previdenciária, de 11% para 14%, além de uma cota extra de mais 8%, configurando confisco, extorsão, apropriação indébita, na maior violência jamais praticada contra servidores desde que o Barão de Muritiba, ministro do exército de D.Pedro II, NÃO PAGOU OS SALÁRIOS DOS VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA, QUE RETORNARAM AO BRASIL AO TÉRMINO DA GUERRA DO PARAGUAI
    E o Poder Judiciário,tanto estadual quanto federal, bem como o Ministério Público, diante desse crime inclassificável, que atenta contra todos os princípios de um estado de direito democrático, ao invés de se posicionar contra essa ultra violência, fica bem quietinho e só se preocupa com o repasse do duodécimo constitucional, necessário para integralizar o pagamento dos seus integrantes, fazendo jus ao ditado popular: "FARINHA POUCA, MEU PIRÃO PRIMEIRO"!!!
    OS SERVIDORES E A POPULAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PEDEM SOCORRO AQUELES QUE AINDA PODEM FAZER ALGUMA COISA POR ESTE INDIGITADO ESTADO!
    PAULO FONTES

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.