Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

quinta-feira, 22 de junho de 2017

OLIMPÍADAS 2016 - SÉRGIO CABRAL QUER DELATAR LULA E EDUARDO PAES

Prezados leitores, o ex-governador Sérgio Cabral está tentando que o Ministério Público aceite uma delação premiada para que possa diminuir as suas penas, mas não está fornecendo os detalhes necessários para que a delação seja aceita.


ex- governador Cabral, ex-prefeito Paes e ex-presidente Lula

"Revista Piauí
Questões pós-olímpicas 
O BEIJA-MÃO DA PROPINA
Para seduzir o Ministério Público a aceitar sua delação, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral promete contar como foi o encontro entre ele, Lula e Eduardo Paes para comprar a Olimpíada do Rio 
POR MALU GASPAR 
21 DE JUNHO DE 2017 16:55 
Não são poucos os segredos que o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral guarda em sua cela no Batalhão Especial Prisional de Benfica, na capital fluminense. Uma parte deles – mais precisamente 96 – foi exposta por Cabral em forma de anexos de uma proposta de delação premiada feita ao Ministério Público Federal no início deste ano. 
Entregue pelos advogados de Cabral a uma equipe formada por procuradores de Brasília e do Rio de Janeiro, a proposta reúne as histórias que o ex-governador está disposto a contar para diminuir sua pena – na semana passada, Sérgio Moro o condenou, em primeira instância, a 14 anos e dois meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Há outras dez denúncias ainda por serem julgadas, e vários inquéritos em andamento. 
O Ministério Público achou que Cabral falou pouco, e as negociações não foram adiante. Elas muito provavelmente continuarão hibernando nos escaninhos de Brasília, onde o time de Rodrigo Janot tem como prioridade os casos eletrizantes de Joesley Batista, Lúcio Funaro, Eduardo Cunha e companhia, todos mirando a cabeça do presidente Michel Temer. 
Entre os episódios relatados por Cabral, porém, um em especial chamou a atenção dos procuradores. O ex-governador prometeu detalhar uma reunião, realizada em 2009, na qual ele, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-prefeito Eduardo Paes teriam autorizado o empresário Arthur César Soares de Menezes, conhecido como “Rei Arthur”, a pagar propina a membros do Comitê Olímpico Internacional para que o Rio de Janeiro fosse escolhida cidade-sede dos Jogos de 2016 (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. Um pouco tarde para isso(obter benefícios), mas servirá para enjaular os outros 2 facínoras (espero...)

    ResponderExcluir
  2. Chefe de orcrim do RJ quer delatar chefe de quadrilha do BR... Acho que não vai rolar, visto que chefe de orcrim não recebe perdão.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.