BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

terça-feira, 13 de junho de 2017

VIOLÊNCIA SEM CONTROLE NO RIO E MAIS DE 2.000 PMs FORA DAS RUAS TRABALHANDO EM GABINETES

BRT incendiado


Prezados leitores, isso é surreal.
A violência fora de controle.
A população apavorada.
E o governo tirando Policiais Militares das ruas para ceder a outros órgãos.
O Ministério Público deveria estar fiscalizando esse absurdo e fazendo a sua parte para que os Policiais Militares voltem para as ruas.

"Jornal O Globo
Órgãos públicos têm dívida de R$ 35 milhões com a Polícia Civil 
Valor é referente aos salários de 142 agentes cedidos 
por Antônio Werneck 
13/06/2017 4:30 / Atualizado 13/06/2017 4:43 
RIO - Um decreto estadual de fevereiro de 2009, assinado pelo então governador Sérgio Cabral, determina que a cessão de um policial para um órgão público sempre deve ser efetuada com ônus para o cessionário. Trocando em miúdos: quem tem a obrigação de cobrir o salário dele é quem o recebe. Na prática, porém, não é o que vem acontecendo, um levantamento revela que a Polícia Civil está levando calote. Hoje, há 142 agentes cedidos a 44 instituições, e boa parte delas é responsável por uma dívida de R$ 35,1 milhões, referente a pagamentos que deixaram de ser feitos. 
Atualmente, a Polícia Civil tem 25 delegados, 89 inspetores, dez escrivães, dez investigadores, cinco papiloscopistas, dois peritos legistas e um piloto cedidos. 
Enfrentando uma crise financeira que provocou uma redução de agentes de segurança nas ruas, o governo estadual autorizou a cessão de 3.161 policiais, bombeiros e agentes penitenciários para diferentes órgãos. O total de agentes afastados das funções para as quais foram convocados é dez vezes maior do que o efetivo da Força Nacional — 300 homens — mobilizado no mês passado pela União para ajudar no combate à violência no Rio. Somente a PM tem 2.044 fora dos quartéis, trabalhando para deputados, promotores e juízes e para prefeituras e os tribunais de contas do Estado (TCE) e do Município (TCM). Já o Corpo de Bombeiros emprestou 921 militares; e a Secretaria de Administração Penitenciária, 71 agentes (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. Tudo isso é disparate! A Polícia precisa entender a má fé do "Sistema" e precisa de consciencia Patriótica urgente

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.