BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quinta-feira, 29 de junho de 2017

POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES - CANDIDATURAS - ELEIÇÕES 2018 - IMPORTANTES RECOMENDAÇÕES

Prezados leitores, transcrevemos texto que lemos ontem no Facebook do Tenente-Coronel de Polícia Emir Campos Larangeira por julgá-lo oportuno e esclarecedor. 



"Facebook (Link)
Há diversos postulantes de instituições estatais do RJ a cargos eletivos no ano que vem. A maioria faz questão de sublinhar seus comentários eloquentes e sistemáticos, como manda o figurino da comunicação ideológica, de muita carga emocional e pouco ou nenhum conteúdo prático visando à melhoria da vida de suas categorias funcionais. 
Não vou nominar ninguém aqui em crítica direta ou indireta, apenas destaco que esse método do "hay gobierno, soy contra" não deveria mais impressionar a mente de pessoas que passam fome e sofrem de doenças dependentes de remédios que não podem suprir por falta de salários e pensões, nem serão supridos por discursos inócuos. Também não poderiam ou deveriam impressionar quem sofre injustiças em suas carreiras sem que haja quaisquer providências pragmáticas no sentido de minorar o sofrimento dessas pessoas. 
Sim, são milhares de distraídos capazes de eleger seus representantes classistas a troco de nada, como já o fizeram muitas vezes! De tal modo que hoje há na ALERJ quatro PMs e outros tantos policiais civis, porém absolutamente autistas em relação aos anseios e valores pessoais e funcionais de suas categorias, estas que lhes serviram de base eleitoral. 
Creio que, como a "corrida do ouro eleitoral" já começou, os candidatos precisam se mostrar com mais pragmatismo, demonstrando conhecer os problemas reais de suas instituições de origem e apontando os reflexos negativos e positivos dessas instituições no seu dia a dia de ações na tessitura social. Ou seja, deveriam mostrar capacidade de intervenção intelectual para a futura melhoria do arcabouço legal que norteia as relações internas e externas de suas instituições de origem e de outras afins. Ou seja, em vez de apelar para emoções ideológicas a explorarem o fragilizado sentimento das categorias, deveriam fazer uso maior da RAZÃO, pautando sistematicamente quais serão suas intervenções se vencerem alguma eleição. 
Não significa a sugestão de nenhuma campanha eleitoral fora de época, mas a imposição de ideias objetivas por meio da liberdade de expressão, tal como fazem os jornalistas em seus comentários. E assim, assumindo posições claras e contundentes, apontando problemas e sugerindo medidas a quem hoje detém o poder político, esses futuros candidatos poderão influenciar positivamente seu eleitorado base, primeiramente assumindo-o como tal para depois alargar seus discursos sem apelar para a eloquências estrondosas, porém vazias de conteúdo. 
Sim, chega de soltar bombinhas cheias de pólvora, mas sem quaisquer complementos capazes de danificar algo no ambiente! 
Chega de "soltar puns" como se fossem bombas atômicas! 
Que fique a sugestão e que essas categorias abram o olho e a mente para ideias claras e fechem as portas da emoção para "abobrinhas" de autopromoção com fins eleitorais! 
Ah, não sou candidato a nada, sou só um eleitor classista e impertinente! 
Pronto, falei!" 
Tenente-Coronel de Polícia Reformado Emir Larangeira 

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. será que aguém da pm/bm vai ter coragem de se candidatar ? o major olimpio pm/sp , foi convidado a se retirar da CCJ , pois iria votar contra o governo, na hora que mais presisaremos do parlamentar ele é descartado,votar para que?

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.