BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

NOVO ESCÂNDALO NO GOVERNO PEZÃO

Prezados leitores, tememos que Pezão seja eleito no primeiro turno, pois um novo escândalo surgiu no seu governo e quando isso acontece ele sobe nas pesquisas eleitorais. 
Note a semelhança do caso do enteado de Pezão com o caso da esposa de Sérgio Cabral.



Juntos Somos Fortes!

NÓS PODEMOS TUDO. NÓS PODEMOS MUDAR O BRASIL. VOTE!

Prezados leitores, nunca se entreguem.
Fé na vida.
Fé no homem.
Nós podemos tudo.
Vamos lá fazer o que será.
No dia 5 de outubro de 2014, vote!
Vote por você e vote por sua descendência.
Nós podemos tudo.
Nós podemos mudar o Brasil!


Canal do youtube: Elvira Bagarolli.

Juntos Somos Fortes!

ELEIÇÃO: GRAVÍSSIMA ACUSAÇÃO CONTRA O IBOPE

Prezados leitores, publicamos um vídeo com o pronunciamento do Senador da República Mozarildo Cavalcanti (RO) que fez sérias acusações contra o IBOPE.
O IBOPE é acusado de "vender" os resultados de uma pesquisa eleitoral.
O fato teria ocorrido nas eleições de 2010.



Juntos Somos Fortes!

RIO: SUBSECRETÁRIO DE INTELIGÊNCIA DEVE DESCULPAS À POLÍCIA MILITAR E AOS POLICIAIS MILITARES



Prezados leitores, a seguir transcrevemos correspondência encaminhada pelo Tenente Coronel PM RR Fontes, onde cita uma possível ofensa à Polícia Militar que teria sido proferida pelo subsecretário de inteligência da Secretaria de Segurança Pública. 
Nós concordamos inteiramente com o Ten Cel PM RR Fontes e acrescentamos que o próprio Secretário de Segurança, o delegado de Polícia Federal Beltrame, foi recentemente denunciado pelo Ministério Público por improbidade administrativa e superfaturamento de contratos
Os bons velhos tempos precisam voltar.
A AME/RJ precisa agir como fazia o antigo Clube de Oficiais. 
Uma associação (ou clube) de Oficiais ou de Praças que não reúne seus associados quando a instituição atravessa uma grave crise, sinceramente, deixa de cumprir a sua principal função.

"EXCELENTÍSSIMO Sr PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DOS MILITARES ESTADUAIS 
CORONEL PMERJ CARLOS FERNANDO FERREIRA BELLO 
Diante dos fatos narrados pela imprensa a respeito da Operação Amigos S/A levada a efeito pelo Ministério Público Estadual e que infelizmente maculou a nossa mais do que bicentenária corporação e resultou na prisão do Coronel PM Alexandre Fontenelle acusado de ser o Chefe da quadrilha composta por mais 26 Policiais Militares, gostaria de chamar a atenção para alguns fatos que foram divulgados pelos órgãos da mídia e que podem ou não serem verdadeiros. 
O JORNAL O GLOBO LINE ON LINE de 23 DE SETEMBRO DE 2014 publicou a seguinte matéria: 
“O comandante da operação, que é o subsecretário de inteligência da Secretaria de Segurança, Fábio Galvão, considera a ação dos PMs uma "corrupção institucionalizada", já que os oficiais integrantes do Estado Maior do 14º BPM, na época, eram oriundos do 41º BPM (Irajá) - unidade onde durante as investigações os agentes também constataram a existência da irregularidade”. 
Se de fato o Subsecretário de Inteligência Fábio Galvão declarou o que consta na matéria do periódico, a análise dos fatos nos leva a concluir que aquela autoridade também acusou a INSTITUIÇÃO PMERJ de ser corrupta, ao invés de considerá-la setorizada, por envolver uma ínfima parcela de servidores que de forma alguma representam todo o corpo institucional. 
Diante das declarações do Subsecretário será que poderíamos considerar outras instituições também corruptas pelo fato de servidores integrantes dos seus quadros estarem envolvidos, acusados, denunciados, condenados, exonerados e demitidos pelo crime de Concussão, Peculato, Prevaricação,Corrupção passiva, Formação de Quadrilha, Extorsão, etc? 
Para melhor ilustrar o “case” em questão será que poderíamos considerar a instituição Receita Federal de ser corrupta pelo fato de auditores fiscais e outros servidores serem acusados do desvio de 3 bilhões de Reais, crime ocorrido na Delegacia da Receita em Osasco em 2011 e investigado na Operação Paraíso Fiscal, pela Polícia Federal? 
Mesmo diante dos altos valores desviados dos cofres públicos, 3 bilhões de reais, entendo que não devemos acusar toda a instituição pelo crime cometido por uma ínfima parcela de servidores do órgão. 
Continuando a mesma lógica de raciocínio, será que poderíamos acusar a instituição Polícia Federal de ser uma corporação corrupta pelo fato de quatro Delegados Superintendentes do órgão no Rio de Janeiro, além de outros servidores menos graduados, terem sido investigados na Operação CEROL, acusados, processados e exonerados do maior posto organizacional no Estado: 
Creio que a mesma lógica se a aplica aqui também e a respeitável Polícia Federal não poder ser maculada como um todo em virtude do desvio de conduta de servidores do órgão. 
Então se estas argumentações estão corretas o Subsecretário de Inteligência da SESP. deve se retratar ou retificar suas declarações dadas à imprensa, no sentido de restabelecer a verdade dos fatos para que a dignidade, o pundonor, a honra e a ética da família Policial , composta por mais de 80 mil pessoas, não seja atingida por crimes cometidos por alguns maus servidores que aqui estão infiltrados mas que serão expurgados com todo o rigor permitido pela legislação constitucional e infra constitucional. 
Sugiro remessa de expediente ao ilustre Subsecretáruio de Inteligência da SESP Fábio Galvão para tomar conhecimento e se manifestar a respeito.
PAULO FONTES TENENTE CORONEL PMERJ RR"

Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

DENÚNCIA: A PERIGOSA MISTURA DE CANDIDATOS, ESCÂNDALOS, INSTITUTOS E IMPRENSA

video


Prezados leitores, o Coronel Paúl comenta a relação existente entre escândalos políticos, candidatos, institutos de pesquisa e imprensa.
O objetivo é apontar o mistério que está ocorrendo na eleição para presidente e para o governo do estado do Rio de Janeiro, considerando que quanto mais surgem escândalos sobre os governos desses candidatos Dilma Rousseff e Pezão, inexplicavelmente, Dilma e Pezão alcançam um índice maior de intenções de votos nas pesquisas dos institutos.
Isso contraria a lógica.
Qual é a sua opinião?

Juntos Somos Fortes!

O CORONEL PM PAÚL COMUNICA O LANÇAMENTO DE DOIS NOVOS LIVROS

video


Prezados leitores, o Coronel PM Paúl comenta em vídeo o lançamento de seus dois novos livros.





O próximo livro do Coronel PM Paúl deverá ser sobre os julgamentos dos PMs condenados pelo assassinato da juíza Patrícia Acioli.

Juntos Somos Fortes!

ESCÂNDALO: PROCURADOR QUE DEFENDIA PEZÃO AGORA VAI JULGÁ-LO.

Prezados leitores, escrever o quê? 


(Jornal Extra)


 Juntos Somos Fortes!

PEZÃO NÃO ENTREGOU CASAS POPULARES, MAS QUERIA REFORMAR ESTÁDIOS EM FRIBURGO

Prezados leitores, não votem em Pezão, não façam isso com a sofrida população do Rio de Janeiro. 



"REVISTA VEJA
21/01/2014 - 19:18
Rio de Janeiro
Sem entregar casas populares, Pezão promete reforma de três estádios em Nova Friburgo 
Obras custarão 2,2 milhões de reais. Governo do estado do Rio de Janeiro prometeu 8.000 casas para região serrana após chuvas de 2011, mas só entregou mil 
Daniel Haidar, do Rio de Janeiro 
Das 8.000 casas prometidas pelo governo do Estado do Rio de Janeiro para cidades da região serrana devastadas pelas chuvas de abril de 2011, só mil foram entregues até agora. A promessa foi posteriormente reduzida a 4.702 unidades pelo governo, mas ninguém sabe ao certo quando as 3.700 restantes ficarão prontas. A cidade de Nova Friburgo enfrenta mais uma época de chuvas com moradias precárias e parte da população dependente do subsídio conhecido como "aluguel social" para ter um teto provisório. Mesmo assim, na última segunda-feira, o vice-governador Luiz Fernando Pezão, pré-candidato ao Palácio Guanabara, aterrissou na cidade no helicóptero oficial para prometer mais construções. Não de casas, mas de estádios de futebol. Pezão assinou convênio para gastar 2,2 milhões de reais na reforma de estádios municipais em Riograndina, Campo do Coelho e Cordoeira. 
Apesar dos recursos escassos do orçamento estadual e dos sucessivos atrasos na entrega de moradias prometidas à população, Pezão alega que um projeto não atrapalha o andamento do outro. Agora, o governo do Estado promete entregar quase 5.000 moradias até o fim de 2014. Ou seja, em pouco menos de 12 meses, diz que o governo vai fazer mais do que executou em quase dois anos. 
A situação da cidade ainda é crítica. Os alagamentos deixaram de ser episódios extremos: qualquer chuva inunda áreas do centro e dos bairros. Na última quinta-feira, uma chuva normal de verão, que durou cerca de meia hora, deixou inundadas áreas do centro e a Praça do Suspiro - locais também afetados pelo temporal de 2011. 

Juntos Somos Fortes!

VOCÊ SABIA QUE DILMA ROUSSEFF CONTRATOU O IBOPE?



Prezados leitores, o governo Dilma Rousseff contratou os serviços do IBOPE.
Você sabia? 
Avalie os resultados divulgados pelo IBOPE incluindo essa informação (Acesse o Portal da Transparência).

Juntos Somos Fortes!

OUÇAM UM COMANDANTE GERAL DE POLÍCIA MILITAR...



Prezados leitores, ouçam o Comandante Geral de Polícia Militar do Estado de São Paulo.
"SITE G1
26/09/2014 12h34 - Atualizado em 26/09/2014 18h18 
Comandante faz desabafo em enterro de policial: 
'Vivemos em uma guerra' 
Benedito Roberto Meira acredita que o país está em 'situação de guerra'. Alexandre Hiath de Lima foi enterrado, nesta sexta (26), em Santos, SP (Leiam e assistam a entrevista).
Foto: G1.

Juntos Somos Fortes!

domingo, 28 de setembro de 2014

BRASILEIRO, NÃO DESISTA DE LUTAR CONTRA A CLEPTOCRACIA

Prezados leitores, não desistam de lutar contra a cleptocracia.




Juntos Somos Fortes!

UMA MENSAGEM PARA OS ELEITORES INDECISOS DO RIO DE JANEIRO: NÃO VOTEM EM PEZÃO



Prezados leitores, temos feito uma campanha contra a candidatura Pezão (Cabral) no blog, no twitter e no facebook, uma tentativa de fazer com que os indecisos não optem por Pezão em virtude simplesmente do fato dele estar sendo colocado na liderança pelos institutos de pesquisa e pela imprensa.
Os indecisos são o nosso foco.
Como temos escrito, o importante é não votar em Pezão, pois temos que impedir a continuidade do domínio do grupo de Sérgio Cabral na política do Rio de Janeiro.
Isso é imprescindível!
No Rio de Janeiro podemos dividir os eleitores nos seguintes grupos:
- Os que odeiam a política e os políticos, esses não comparecem para votar, votam em branco ou anulam o voto. Infelizmente esse número cresce a cada eleição, mas não decide as eleições.
- Os que votarão em Pezão por considerarem que ele fez um bom governo junto com Cabral.
- Os que votarão em Pezão em razão de estarem obtendo alguma chantagem, por exemplo: cargo comissionado, gratificações, contratos com o governo, ...
- Os que não votarão em Pezão porque votarão em outro candidato pelos mais diferentes motivos.
- Os que não votarão em Pezão porque conhecem o péssimo governo que ele realizou junto com Cabral, mas ainda não escolheram em quem votar.
- Os que irão votar mas não escolheram o seu candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro.
Como o importante é não votar em Pezão, o último grupo é o nosso objetivo, os outros grupos já definirão a opção.
Prezado eleitor indeciso, não vote em Pezão, escolha outro candidato, motivos não faltam, os incontáveis escândalos estão no noticiário.
Pezão foi vice de Sérgio Cabral por quase oito anos.
Pezão e Cabral fizeram o governo pior avaliado da história do Rio de Janeiro, tanto isso é verdade que Cabral teve que se esconder e não aparecer na propaganda política de Pezão, no claro objetivo de apresentar Pezão como algo novo, quando ele é o velho Pezão, o que foi vice de Cabral.
Eleitor indeciso não esqueça das inúmeras vezes que o povo foi para as ruas gritar FORA CABRAL! (FORA PEZÃO!) e quantas vezes o Palácio Guanabara foi cercado por multidões que queriam tirar a dupla Cabral-Pezão do poder, mas foram impedidos pela ação da Polícia Militar.
Eleitor indeciso não seja bobo, institutos de pesquisa entrevistam 1.500 eleitores (cerca de 0,01 do número de eleitores) em um universo de mais de 11.000.000 de eleitores e apontam Pezão como líder das intenções de votos, apoiados pela imprensa que divulga esses resultados, isso para manipular você.
Você acredita nisso?
É hora de por um fim nesse trágico governo que só piorou a educação, a saúde e a segurança pública no Rio de Janeiro.
Se os outros candidatos não atendem aos parâmetros que você escolheu, caro eleitor indeciso, vote no que mais se aproximar, mas não vote em Pezão, essa é a pior opção.
Não votem em Pezão, isso por amor ao Rio de Janeiro e a sua população.

Juntos Somos Fortes!

DENÚNCIA: NAS ELEIÇÕES A UNIÃO DA IMPRENSA COM OS INSTITUTOS DE PESQUISAS É DECISIVA



Prezados leitores, vocês devem ter ouvido a expressão "levanta que eu corto".
Oriunda de jogadas do vôlei, a expressão significa entre outras interpretações, uma união de propósito, onde um tema é introduzido por alguém e explorado para outra pessoa, isso para que ambos alcancem o sucesso.
O raciocínio vale também para instituições.
Uma eleição deveria ser decidida nas urnas tendo como parâmetro o bom histórico e as propostas dos candidatos, mas como no Brasil a população não está nem aí para a política, como comprovam as abstenções, os votos em branco e os votos nulos, a regra não vale.
No Brasil, o cidadão vota para cumprir um dever, não para exercer o direito de escolher seus representantes, eis a verdade, infelizmente.
Nesse cenário surgem duas instituições que praticamente definem o rumo das eleições majoritárias (presidente, governador, prefeito e senador): a imprensa e os institutos de pesquisa.
Quem levanta a bola são os institutos de pesquisas.
Eles entrevistam cerca de 0,01% do total de eleitores, isso em menos da metade dos municípios e não indicam quais foram os municípios onde foram realizadas as pesquisas.
As pesquisas não são auditáveis, não podem ser conferidas.
Como comentamos em vídeos e artigos, os resultados da forma como são divulgados não deveriam servir para nada, mas servem para ganhar a eleição.
A imprensa corta e marca o ponto.
Como ela faz isso?
Repercute maciçamente esses resultados nas televisões, nas rádios, nos jornais e nas revistas.
A imprensa referenda os resultados.
No Rio de Janeiro, estamos assistindo algo que seria inexplicável se não soubéssemos a atuação dos institutos de pesquisa e da imprensa.
Pezão foi vice-governador de Sérgio Cabral por mais de sete anos.
O governo foi pessimamente avaliado e Cabral quase foi arrancado do Palácio Guanabara pelo povo que foi para as ruas gritar: Fora Cabral!
Cabral teve que se esconder e não participa da campanha de Pezão, uma tentativa de descolar seu nome do nome de Pezão.
Os escândalos são sucessivos e não param.
Apesar dessas verdades, sendo o quadro totalmente desfavorável ao candidato Pezão, os institutos de pesquisas indicam um crescimento de Pezão a cada pesquisa.
Por sua vez, a imprensa espalha esses dados invadindo a mente dos incautos.
A cada escândalo que surge envolvendo Pezão e seus aliados, mais ele cresce nas pesquisas.
Eleitor, você está sendo manipulado, isso é de clareza solar.
A imagem que ilustra o artigo corresponde a uma pesquisa não encomendada pelas Organizações Globo e não realizada por instituto de pesquisa. Não confiem nos dados revelados.

Juntos Somos Fortes!

SE SURGIR MAIS UM ESCÂNDALO NO GOVERNO PEZÃO, ELE GANHA NO PRIMEIRO TURNO



Prezados leitores, o escândalo da Petrobras seria mais que suficiente para retirar das eleições a candidata do PT, Dilma Rousseff, isso se o Brasil fosse um país sério.
Atualmente, os escândalos aumentam as intenções de voto dos candidatos envolvidos neles, pelo menos é essa realidade que os institutos de pesquisa indicam nos seus resultados.
No Rio de Janeiro, quanto mais escândalos envolvendo o governo Pezão, mais ele sobe nas pesquisas eleitorais.
Devia acontecer o inverso, mas as pesquisas sinalizam que o povo apoia os envolvidos em escândalos.
Será que o povo enlouqueceu?
Será que estão querendo manipular o povo?
Se surgir mais um escândalo surgir no governo Pezão, os institutos de pesquisa apontarão ele como vencedor no primeiro turno.

Eleições 2014
'Acusações de Paulo Roberto Costa fazem estremer essa República', diz Marina 
Felipe Frazão 
A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, cobrou neste sábado o aprofundamento das investigações do escândalo da Petrobras, que ganhou contoatrnos eleitorais após VEJA revelar na edição desta semana que a campanha de Dilma Rousseff procurou o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa para pedir "ajuda" de 2 milhões de reais na campanha de 2010, conforme disse o ex-diretor da estatal em seu depoimento às autoridades. Marina exigiu medidas "urgentes e severas contra os que causaram dolo aos cofres públicos". 
"Eu quero ter as informações. Queremos que os autos atestem o que ele está dizendo. Ele está fazendo acusações muito graves que fazem estremecer essa República", disse Marina. "Que a Justiça faça a investigação, que seja concluído o trabalho da Polícia Federal, do Ministério Público e de todas as instituições que estejam envolvidas [na apuração] desse lamentável episódio, para que se tenha o veredito de culpar os culpados e puni-los ou inocentar quem for inocente. Não costumo fazer política utilizando a corrupção, qualquer que seja ela e contra quem quer que seja, como forma de me promover", disse (Leia mais). 

Eleições 2014
Aécio: informações de corrupção na campanha de Dilma em 2010 são 'assustadoras' 
O candidato, que corre contra o tempo para angariar votos e chegar ao segundo turno, ainda classificou como "indecoroso" o modo de o PT administrar a corrupção 
Bruna Fasano 
O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, classificou de "assustadora" a informação de que a campanha que elegeu Dilma Rousseff em 2010 pediu dinheiro ao esquema do 'petrolão'. "É assustador o que vem acontecendo no Brasil. A cada semana, a cada dia, uma nova denúncia de corrupção. É extremamente grave", afirmou o candidato na manhã deste sábado. Reportagem publicada na edição desta semana de VEJA informa que Paulo Roberto Costa, no processo de delação premiada, disse às autoridades que, no fim do governo Lula, o ex-ministro Antonio Palocci o procurou para pedir 2 milhões de reais para a disputa de então à Presidência da República. 
"É urgente que essas investigações sejam aprofundadas", disse Aécio, que prometeu, caso eleito, "tirar a Petrobras das garras desse grupo político que se apoderou da nossa maior empresa pública para fazer negócios" (Leia mais)".

Juntos Somos Fortes!

sábado, 27 de setembro de 2014

O DESARMAMENTO, AS ELEIÇÕES E OS INSTITUTOS DE PESQUISA



Prezados leitores, recebemos através do twitter o artigo que transcrevemos a seguir.
O artigo foi publicado no site DEFESA.ORG (Link).
Solicitamos aos leitores que façam uma analogia entre o referendo sobre o desarmamento e as eleições, considerando as pesquisas de opinião que foram realizadas na época e as que estão sendo realizadas para as atuais eleições.

Desarmamento 
O Governo petista preferiu ignorar o resultado e enterrar a democracia no Brasil 
Referendo 1
O Comércio de Armas de Fogo e Munições deve ser Proibido no Brasil? 
Esta foi a pergunta que mais de 95 milhões de brasileiros responderam em 23 de Outubro de 2005. Após pesados investimentos do erário para convencer o cidadão que o melhor seria entregar suas armas, finalmente era hora de votar. Os maiores – e os mais corruptos – políticos do Brasil estavam ansiosos pelo aval da população para – finalmente – acabar com qualquer resistência por parte dos cidadãos contra todo tipo de ameaça. 
Institutos de pesquisas foram descaradamente manipulados, com especial atenção para o IBOPE e para o DataFolha, que chegaram a apontar, nas prévias, até uma vitória do “sim”. Não adiantou mentir, não adiantou chantagear, não adiantou corromper. 
O brasileiro não foi enganado. 63,94% dos votantes foram manifestamente contra o desarmamento. Lembro-me de ouvir um cidadão saindo da Zona Eleitoral e dizendo em alto e bom tom: “Hoje eu vim votar com gosto”. Sentimento compartilhado por mim e por milhões de outras pessoas. 
Referendo 2? 
Vencemos. 
Nosso direito de acesso às armas está resguardado. 
Ou não? 
Mesmo após o referendo, ano após ano, o Governo Federal, comandado pelo então presidente Luis Inácio Lula da Silva, ignorou descaradamente o resultado. As campanhas desarmamentistas continuaram, e o pior, financiadas com os recursos do erário, o imposto pago pelas mesmas pessoas que votaram NÃO. 
Hoje, 23 de Outubro de 2013, é aniversário de 8 anos do referendo. Ainda assim não conseguimos botar as mãos naquilo que é nosso direito de fato, naquilo que votamos para ter. 
Não é uma data de comemoração, mas sim de reflexão: em que tipo de Governo vivemos, que ignora uma votação tão expressiva? Como é possível confiar o dinheiro dos seus tributos e a administração da máquina a pessoas que não têm o menor apreço pelo interesse público e pela própria democracia? Por que um presidente, Deputados e Senadores, insistem em desrespeitar uma votação feitas nos exatos mesmos moldes que aqueles que os colocaram no poder? 
Independentemente da resposta, vale ressaltar que há um ano também nasceu a DEFESA. Uma organização sem fins lucrativos que objetiva recuperar, ampliar e conservar o direito de acesso às armas, em respeito, inclusive ao próprio referendo de 2005. 
Ainda existe um caminho a percorrer para tirar as mãos dos déspotas do poder e devolver o Brasil para os brasileiros. Todavia nunca chegamos tão perto disso. 
Com o apoio dos milhares de membros da DEFESA.ORG vamos fazer valer a democracia e reconquistar a liberdade que nos foi subtraída. O dia 23 de Outubro de 2005 não deve ser esquecido. Pelo contrário, deve ser uma marca e um incentivo para cada novo dia de luta. 
Unidos somos invencíveis".

Juntos Somos Fortes!

ELEIÇÃO - GOVERNO DO RIO DE JANEIRO - PESQUISA DE INTENÇÃO DE VOTOS

Prezados leitores, divulgamos resultado de uma pesquisa de intenções de voto para o governo do estado do Rio de Janeiro. 
Não foram representados no gráfico os votos nulos e os votos em branco.
A pesquisa não foi contratada pelas Organizações Globo, não foi realizada pelos institutos de pesquisa tradicionais e não foi registrada no TRE/RJ. 
Aconselhamos aos nossos leitores que não se deixem influenciar pelos resultados apresentados na pesquisa.




Juntos Somos Fortes!

A GRAVÍSSIMA CRISE NA SEGURANÇA PÚBLICA DO GOVERNO PEZÃO

Prezados leitores, desde 2007 (no nosso primeiro blog) temos denunciado que a gestão da segurança pública no estado do Rio de Janeiro é uma verdadeira catástrofe.
Um misto de amadorismo com interesses meramente eleitoreiros.
Oito anos de governo Cabral-Pezão só serviram para espalhar a violência por todo estado do Rio de Janeiro.
A verdade é que ninguém se sente seguro em lugar nenhum.
Qual foi o maior erro?
A população foi a maior vítima desse governo e a Polícia Militar quase foi destruída por completo.
A sorte da população é que no dia 5 de outubro pode expulsar a turma do Cabral da política fluminense e a sorte da Polícia Militar é que ainda existem (poucos) que amam a instituição e que tudo farão para reconstruí-la.

(Jornal O Dia)

(Jornal Extra)


Juntos Somos Fortes!

PEZÃO VAI SUBIR MAIS NAS PESQUISAS, MAIS UM ESCÂNDALO NO GOVERNO PEZÃO



Prezados leitores, Pezão vai disparar nas "pesquisas eleitorais", mais um escândalo no governo dele e como a cada escândalo ele sobe nas pesquisas, ele vai subir até o céu... 

"REVISTA VEJA
Rio de Janeiro
Pezão ou Paizão? 
Advogado Roberto Horta, enteado do governador do Rio de Janeiro, formou banca de clientes que detêm concessões públicas com o estado 
Leslie Leitão, do Rio de Janeiro 
O advogado fluminense Roberto Horta é jovem. Tem 33 anos e saiu dos bancos da universidade há apenas uma década. É praticamente um desconhecido nos meios jurídicos e tem uma banca pequena, mas está em ascensão no mercado. Seu sucesso, porém, pode estar perigosamente ligado ao fato de ele ter um pai poderoso – o governador do Rio de Janeiro e candidato à reeleição Luiz Fernando Pezão (PMDB). Horta é enteado do governador, que o criou desde menino e o chama de filho. E 70% do faturamento da banca que ele formou com o primo, Horta & Jardim Associados, vêm de concessionárias de serviços públicos ou de fornecedores do estado. Fundado em 2008, o escritório é especializado em causas trabalhistas. E seu cliente mais notório é a construtora Delta, do empresário Fernando Cavendish. Foi no período de Pezão a frente da Secretaria de Obras da gestão Sérgio Cabral que a empresa tornou-se uma das mais importantes empreiteiras do Rio de Janeiro, integrando consórcios de obras gigantescas como a do Arco Metropolitano e a bilionária reforma do Maracanã. Em 2012, a construtora foi acusada pela Polícia Federal de desviar pelo menos 300 milhões de reais dos cofres públicos para empresas fantasmas. Naquele mesmo ano, entrou em recuperação judicial (Leia mais)".

Juntos Somos Fortes!

CADÊ O QUARTEL DA POLÍCIA MILITAR? NOVO ESCÂNDALO NO GOVERNO PEZÃO

Prezados leitores, o Coronel PM Ref Paúl entrou com uma ação popular em defesa do patrimônio e do erário público.
O advogado é o Dr Carlos Fernando dos Santos Azeredo.
O governo Pezão cedeu um quartel da Polícia Militar em troca da construção em outro local.
Cadê o novo quartel?
Não custa lembrar que denúncia do Coronel Paúl já deu início à investigação do Ministério Público que resultou na denúncia de dois secretários estaduais do governo Cabral-Pezão por improbidade administrativa e superfaturamento de contratos.




Juntos Somos Fortes!

PEZÃO É RÉU EM CINCO AÇÕES NA 1a VARA FEDERAL DE BARRA DO PIRAÍ

PEZÃO = CABRAL


Prezados leitores, o candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro indicado por Sérgio Cabral (PMDB), o senhor Luiz Fernando Pezão,  é réu em 5 (cinco) ações na 1a Vara Federal de Barra do Piraí (Link)
Vocês se deixarão manipular por pesquisas feitas com "meia dúzia" de eleitores e em "meia dúzia" de municípios, sendo que nem o nome dos municípios onde foram realizadas as pesquisas eles informam?
Vocês não acham isso estranho?
Por isso nunca encontramos alguém que tenha sido entrevistado nesses pesquisas.
Vocês precisam buscar as informações para formar a própria opinião. 
Não deixem que votem por vocês. 
Não sejam meros instrumentos dos manipuladores. 
Se vocês não reagirem logo eles estarão votando no seu lugar nas urnas eletrônicas. 

Juntos Somos Fortes! 

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

A CADA NOVO ESCÂNDALO NO GOVERNO PEZÃO MAIS ELE CRESCE NAS PESQUISAS ELEITORAIS



Prezados leitores, uma situação paradoxal está sendo construída no Rio de Janeiro em termos de eleição para o governo estadual: a cada novo escândalo do governo Pezão, os resultados das pesquisas eleitorais indicam um crescimento das intenções de voto em Pezão.
Como explicar tal anomalia?
Pense e tire as suas conclusões.
Não se deixe induzir por resultados de pesquisas eleitorais.
Nós temos repetido essa mensagem para despertar a atenção para a inconsistência dos resultados das pesquisas eleitorais encomendadas e divulgadas pela imprensa.
Acesse nossos comentários sobre outras pesquisas (Link).
Hoje noticiaram uma nova pesquisa do Instituto Datafolha encomendada, mais uma vez, pelas Organizações Globo.
Os dados da pesquisa ainda não estão disponíveis no site do Instituto Datafolha (o artigo está sendo escrito às 20:15 horas):
Antes de tratarmos da pesquisa vamos tratar dos resultados das eleições de 2010 para o governo do Rio de Janeiro obtida no site G1 (Link):
- Sergio Cabral (PMDB): 5.217.972 (66,08%)
- Gabeira (PV): 1.632.671 (20,68%)
- Fernando Peregrino (PR): 853.220 (10,81%)
- Jefferson Moura (PSOL): 131.980 (1,67%)
- Cyro Garcia (PSTU): 48.793 (0,62%)
- Eduardo Serra (PCB): 11.299 (0,14%)
- Brancos: 586.375 (6,13%)
- Nulos: 1.090.176 (11,39%)
- Abstenção: 2.011.597 (17,37%)
Isso significa que em 2010 o número de eleitores do estado do Rio de Janeiro era:
- 11.584.083 eleitores.

O Rio de Janeiro possui 92 municípios.

Tendo como parâmetros o número de eleitores e o número de municípios, analisemos os resultados anunciados pelo jornal O Globo da pesquisa Datafolha:

"O Datafolha entrevistou 1.405 eleitores em 33 municípios do estado, nos dias 25 e 26 de setembro. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e jornal Folha de S. Paulo, e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio sob o protocolo 00046/2014, e no Tribunal Superior Eleitoral com o protocolo 00782/2014 (Leia mais)". 

Máquina de calcular em ação:
- O Datafolha realizou entrevistas com 0,0121287 do número totalç de eleitores.
A amostra é desprezível.
- O Datafolha entrevistou eleitores de 35,869565% do total de municípios.
Pouco mais da terça parte do total de municípios.
Além disso, o Datafolha não revelou o nome dos municípios onde a pesquisa foi realizada.
Prezado ELEITOR, pense sobre o contido nesse artigo, não se deixe induzir ou manipular por ninguém.

Juntos Somos Fortes!

CADÊ CABRAL? A FAN PAGE DE QUEM NÃO QUER A CONTINUIDADE DE CABRAL NO GOVERNO



Prezados leitores, vocês que não querem o continuísmo do governo Sérgio Cabral, acessem, curtam e compartilhem a fan page "CADÊ CABRAL?".

Facebook: 

Notícias sobre os escândalos e vídeos imperdíveis.

Juntos Somos Fortes!

IMPERDÍVEL! DEPOIMENTO DO CORONEL EB MOÉZIA NA COMISSÃO DA VERDADE

Prezados leitores, publicamos o vídeo contendo o depoimento do Coronel EB Moézia na Comissão da Verdade:


 


Juntos Somos Fortes!

O COMANDANTE GERAL NÃO ENTREGOU O CARGO



Prezados leitores, apesar de fartamente noticiado que o Comandante Geral da PMERJ tinha entregue o cargo ontem, surgiu um desmentido no período da noite.
Cada um que tire as suas conclusões.

Juntos Somos Fortes!

MORTE DE RECRUTA NO CFAP

Prezados leitores, eis o resultado das investigações sobre a morte de um aluno do Curso de Formação de Soldados durante um treinamento no CFAP:


(Jornal Extra)


Juntos Somos Fortes!

JORNAL O DIA ENCONTRA SÉRGIO CABRAL E REVELA "ESQUEMA"



Prezados leitores, temos escrito que votar em Pezão significará na prática reeleger Sérgio Cabral, isso parece estar se confirmando após o jornal O Dia ter encontrado o ex-governador.

"JORNAL O DIA
INFORME DO DIA 
25/09/2014 00:34:27
Além de cuidar do filho Marco Antônio, Cabral virou consultor de Pezão
Nada vai ao ar nos programas eleitorais sem passar pelo crivo do ex-governador
FERNANDO MOLICA
Rio - Além de cuidar do filho Marco Antônio (candidato a deputado), Sérgio Cabral virou o principal consultor de Pezão. O ex-governador desistiu de disputar esta eleição. 
Todos os dias, Cabral vai para seu escritório, no Leblon. Lá, recebe políticos e cumpre algumas outras tarefas — entre elas, a de assistir a todos os programas da campanha para o governo do estado que serão apresentados no horário de propaganda eleitoral. Nada vai ao ar sem passar por seu crivo. Já deu conselhos até para os vídeos de Cesar Maia, candidato ao Senado (Leia mais)".

Juntos Somos Fortes!

SECRETARIO BELTRAME NÃO CAI, MAS CAI O QUINTO COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR

(Foto: Jornal Extra)

Prezados leitores, a crise na área da segurança pública é cada vez maior no governo Pezão, mas nada faz com que o secretário de segurança pública Beltrame seja exonerado, nem o fato de ter sido denunciado pelo Ministério Público por improbidade administrativa e por superfaturamento de contrato.
A prática é sempre igual desde o governo Cabral: manter o secretário de segurança Beltrame e tirar o comandante geral da Polícia Militar ou o chefe da Polícia Civil.
Amanhã, provavelmente, será nomeado o SEXTO comandante geral da PMERJ do governo Cabral-Pezão.
O secretário de segurança continuará sendo o mesmo, afinal ele apenas escolhe os comandantes gerais da PMERJ que não dão certo...
A culpa é dos Coronéis da Polícia Militar.
Pelo visto nenhum de nós tem competência para ser comandante geral.
No somos incompetentes.
Competente é o secretário de segurança, não resta a menor dúvida, basta ver o sucesso do seu único projeto na área de segurança pública em oito anos: as UPPs.

"JORNAL O GLOBO
18h20
EXTRA
Comandante-geral da Polícia Militar entrega o cargo 
O comandante-geral da Polícia Militar, coronel José Luís Castro Menezes, entregou o cargo na tarde desta quinta-feira. Nesta quarta, um Inquérito Policial Militar (IPM) havia sido aberto para investigar a evolução patrimonial do coronel e a denúncia, feita por um praça que obteve delação premiada, de que o Estado Maior da corporação recebia R$ 15 mil mensais de cada batalhão do estado. Como o EXTRA revelou, o IPM será presidido por um colega de turma do agora ex-comandante-geral, o coronel Eduardo Frederico Cabral de Oliveira — ambos se formaram juntos em 1987 (Fonte)".

Juntos Somos Fortes!

O MAIS NOVO ESCÂNDALO DO GOVERNO PEZÃO

Prezados leitores, transcrevemos artigo da Revista Veja: 

"Empresário ligado a caciques do PMDB acumula R$ 480 milhões em contratos com o governo estadual 
Mario Peixoto é sócio do presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Melo, e do presidente do PMDB fluminense, Jorge Picciani. Os dois políticos foram seus padrinhos em casamento de luxo na Itália
Leslie Leitão, do Rio de Janeiro


Sede da Atrio Rio Service, do empresário Mario Peixoto, no Centro do Rio (VEJA)
O castelo Orsini-Odescalchi é uma imponente construção medieval do século XV que se destaca na paisagem da pequena Bracciano, cidade a 30 quilômetros de Roma. É um cenário cinematográfico, onde se casaram, em 2006, Tom Cruise e Katie Holmes. Noivas de todo o mundo sonham trocar alianças ali. No último dia 24 de maio, o empresário Mario Peixoto, de 56 anos, ao mesmo tempo um dos mais poderosos e obscuros homens de negócios do Rio de Janeiro, concretizou nos jardins do castelo o desejo de sua bela noiva, Carla Verônica de Medeiros, de 44, numa festa para 50 convidados seletos. No altar, abençoando a união, dois caciques do governo estadual: o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Paulo Melo (PMDB), e o presidente do PMDB fluminense, Jorge Picciani.
As cenas dos dois políticos no altar e depois, divertindo-se na festa, aparecem num vídeo produzido por um dos convidados e obtido por VEJA. O filme mostra ainda Picciani e Melo na véspera, saindo do luxuoso Hotel Saint Regis, no coração de Roma, para um passeio turístico com as respectivas mulheres em uma van fornecida pelo anfitrião. Motivos para comemoração havia de sobra. Amigo e sócio dos dois próceres peemedebistas em empresas de incorporação imobiliária, Peixoto se tornou, nas gestões de Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão, do mesmo partido, um dos maiores prestadores de serviços do Rio. Com o governo do Estado, os contratos somam 480 milhões de reais, dos quais muitos são "de emergência", ou seja, sem licitação. A maior parte (70%) vem de aditivos. Mais de 281 milhões foram contratados junto às prefeituras do Rio e de Duque de Caxias, comandadas por aliados (Leia mais)".

Juntos Somos Fortes!

OS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DO IN DUBIO PRO REO E DA INOCÊNCIA



Prezados leitores, transcrevemos a seguir um artigo escrito por um leitor do blog que prefere não ser identificado:

"Dentro de um Estado democrático de direito, temos uma constituição que deve ser seguida e sempre servir de amparo para a justiça. Assim, temos algumas premissas que devem ser minimante respeitadas. Como os princípios CONSTITUCIONAIS DO IN DUBIO PRO REO E DA INOCÊNCIA, que discorre sobre aquele dito supremo que todos(as) são inocentes até que se prove o contrário... TODOS E TODAS!! Até que se PROVE o contrário!! Isso é um direito de qualquer humano. Seria... se não rasgassem a constituição todos os dias e cada vez mais.
Tiremos como exemplo o fatídico “Caso Amarildo”, essa semana será lançado um filme de FICÇÃO sobre o referido caso, onde é atribuída a responsabilidade aos policiais militares que estão sendo ACUSADOS pelo tal fato. Agora eu te pergunto, será que o diretor, produtor, ator, patrocinadores, etc.. que fizeram o filme tem conhecimento sobre o processo?? Ou será que eles pegaram relatos só de algumas pessoas... algumas pessoas específicas... Porque qualquer pessoa que conhece VERDADEIRAMENTE o processo, sabe que NÃO HÁ PROVAS de que houve um crime e NÃO HÁ PROVAS sobre a autoria do suposto crime. Se, mesmo sem provas, realizam um filme com uma versão fantasiosa, cadê o direito de ampla defesa dos réus?! O processo está sendo julgado ainda, não há condenados. Qual será o real intuito da divulgação deste filme?
Como fazer um filme que induzirá a opinião pública para a condenação de tais acusados e, ainda mais sério, levar para as telas cenas de torturas que ninguém viu e que ninguém sabe se REALMENTE aconteceram? Onde está o DIREITO DE DEFESA dos réus, dos seus familiares, dos seus dependentes? 
Porque os produtores deste filme não quiseram escutar os PMs e seus familiares? Será que eles estão querendo manipular algo? Será que a índole inabalável de todos os réus, dentro da corporação, será mostrada?
PARE DE SER MANIPULADO!
PENSAR NÃO DÓI!"

Juntos Somos Fortes!

OS POSTES - SOCIÓLOGA MARIA LUCIA VICTOR BARBOSA



Prezados leitores, transcrevemos um novo artigo da socióloga Maria Lucia Victor Barbosa: 

"OS POSTES 
Maria Lucia Victor Barbosa
25/09/2014 
No meu primeiro livro, O Voto da Pobreza e a Pobreza do Voto – A Ética da Malandragem, editado por Jorge Zahar, escrevi:
“É necessário que o candidato em seus discursos aborde problemas cotidianos e use uma retórica exaltada, eivada de ideologia cabocla de justiça social, pois é necessário ressaltar a diferença entre ricos e pobres e clamar por vingança contra os que no momento ou no passado não conseguiram satisfazer as aspirações populares”.
Focando na figura de Lula da Silva compreende-se que foi graças a tais artimanhas que ele, na quarta tentativa, chegou lá. De um lado agradou a maioria composta pela pobreza. De outro, convenceu aos que depois chamou de “zelite”, que não ia mexer no mercado ou desagradar banqueiros, empreiteiros, grandes empresários. Aquela linguagem revolucionária de esquerda era só de brincadeirinha.
No poder Lula deu migalhas aos pobres e agiu como “coronel”, daqueles do “voto de cabresto”. Aos ricos proporcionou lucros inimagináveis e eles, agradecidos, sustentaram suas campanhas e a de seus companheiros. A classe média, onde entre outras categorias se inserem artistas, intelectuais, universitários, profissionais liberais que costumam ostentar ser de esquerda, Lula provocou aquele embasbacar pueril que faz a alegria dos demagogos.
Lula fez da presidência da República seu palanque de politicagem no qual achincalhou a língua pátria e se deliciou ao utilizar pesada retórica onde não faltaram palavrões, impropriedades e estultices. Louvado pela obra de ficção descrita pelo marketing como o Brasil transformado em paraíso reinou absoluto sem nenhuma oposição, quer partidária, quer institucional.
O saldo do seu longo período é a herança maldita que se sente no caos econômico, na corrupção presente em escândalos que permearam seus oito anos de governo, mais os quase quatro de Rousseff em que ele foi o presidente de fato.
O último e mais estrepitoso escândalo está sendo escancarado pelo detento, Paulo Roberto da Costa, ex-diretor da Petrobrás, o companheiro Paulinho. Na tentativa de diminuir sua pena, Paulo Roberto está mostrando que se roubou não em milhões, mas em bilhões e dá nome aos poderosos que se locupletaram, sobretudo, aos companheiros do PT e aos amigões do PMDB e do PP. Lula e Rousseff durante anos não viram nada, não souberam de nada e se alguma coisa houve a culpa foi dos Estados Unidos, de Fernando Henrique e da crise internacional.
Mantém ainda Lula o mesmo poder? Seu primeiro poste, a criatura Rousseff, é um retumbante fracasso e tem conduzido o Brasil à bancarrota. Seu segundo poste, Fernando Haddad, eleito por Lula prefeito de São Paulo, tem uma das piores avaliações entre os prefeitos de todo o país. O terceiro poste, o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, amarga o último lugar na campanha ao governo de São Paulo.
O teste das urnas, que inclui outros candidatos do PT Brasil afora mostrará se Lula continua poderoso ou não. Para alegria dos petistas pesquisas do momento estão dando esperança ao PT, que estava sentindo medo. O chamado escândalo do pretrolão que fez empalidecer o mensalão não sensibilizou o povo. Inflação acelerada junto com inadimplência, indústria afundando, piora no emprego, o Brasil entrando em recessão, nada disto é notado pelos eleitores que continuam otimistas.
Se os brasileiros não ligam mais para seu bolso, que como dizem é a parte mais sensível do corpo, seria difícil imaginar a maioria assistindo ou entendendo a recente entrevista concedida por Rousseff ao Bom Dia Brasil. Naquela ocasião a governanta esbanjou prepotência, cinismo e total ignorância de dados do seu próprio governo e do panorama internacional.
A última da governanta se deu na ONU, dia 23, antes de seu discurso de autoelogio feito na abertura do evento. Não se sabe se por inspiração de Lula da Silva, que sempre defendeu a pior escória mundial ou se por instrução do chanceler de fato, Marco Aurélio Garcia, Rousseff se posicionou contra os Estados Unidos e aliados, e a favor do Estado Islâmico. Uma aberração diplomática capaz de matar de vergonha os brasileiros que têm informações e senso das medidas. De fato, com bem disse uma autoridade israelense, somos um anão diplomático. Afinal, apoiamos terroristas fanáticos cujas ações contra os que consideram infiéis são a degola, a crucificação, o enforcamento, o estrupo, a flagelação e o apedrejamento de mulheres. A governanta certamente ignora que pelas leis do IE é uma infiel e, que por isso, merece perder literalmente a cabeça ou no mínimo ser obrigada a usar burca.
Diante de tantos descalabros e ao ver o poste Rousseff subindo nas pesquisas, a pergunta a se fazer não é mais que país é esse, mas que povo é esse, que não se envergonha da incompetência e da corrupção internas e da repulsiva política externa. A resposta estará contida no teste de poder de Lula quando as urnas mostrarem os resultados.
Maria Lucia é socióloga.
mlucia@sercomtel.com.br 

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

PEZÃO E BOMBEIROS: A VERDADE E A MENTIRA.

Prezados leitores, quem está ao lado da verdade e quem está ao lado da mentira?


O "convite":




A "explicação":

(Jornal Extra)


Juntos Somos Fortes!

UMA EXPLICAÇÃO PRÁTICA PARA NÃO CONFIAR NOS RESULTADOS DAS PESQUISAS ELEITORAIS

Prezados leitores, o Coronel PM Ref Paúl comentou os resultados de uma nova pesquisa eleitoral de intenções de votos para o governo do Rio de Janeiro, demonstrando como fez nas análises anteriores, que os resultados não devem servir para a formação de opinião.
No intuito de melhor demonstrar os dados ocultos, o Coronel Paúl fez os comentários mostrando a pesquisa no próprio site do instituto.
Sugerimos que ingressem no site para confirmação.
As análises anteriores estão em dois vídeos cujos links estão em artigo anterior sobre o tema (Link para o artigo).


 

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

MARCIO GARCIA DENUNCIA COAÇÃO AOS BOMBEIROS NA REUNIÃO COM PEZÃO NO TRE/RJ



Prezados leitores, o candidato Pezão, o vice de Cabral,  começa a correr um sério risco de deixar de ser candidato.

"JORNAL EXTRA
Berenice Seara Vice de Garotinho denuncia reunião de Pezão com bombeiros ao TRE
Por: Fabiana Paiva em 24/09/14 15:59
O vereador Marcio Garcia, candidato a vice na chapa de Anthony Garotinho (PR), protocolou uma representação pedindo que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) investigue as circunstâncias da reunião entre o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) com oficiais do Corpo de Bombeiros. O encontro político foi realizado na noite da última sexta-feira (19), no Clube dos Oficiais, na Barra da Tijuca (Leiam mais)".

Juntos Somos Fortes!

ATENÇÃO, TRE/RJ ! CANDIDATO PEZÃO (PMDB) CONVOCANDO PARA O "BOCA DE URNA"

Prezados leitores, assistam o candidato Pezão convocar para o "boca de urna" algo proibido pela legislação eleitoral:

"SITE JUSBRASIL
Boca de urna 
Prática vedada pela Lei Eleitoral e conceituada como crime, punível com pena de detenção de seis meses a um ano (artigo 39, parágrafo 5º, I e II, da Lei Ordinária 9.504/97) e mais multa. Consiste em fazer propaganda eleitoral no dia da eleição pelo uso de alto falante e amplificadores de som, promoção de comícios ou carreatas, além da distribuição de material de propaganda política, inclusive volantes e outros impressos, bem como pela prática de aliciamento, coação ou qualquer manifestação tendente a influir na vontade do eleitor (Link).

 

Juntos Somos Fortes!

RESULTADO DE PESQUISA ELEITORAL - ANALISE OS PARÂMETROS E NÃO SEJA MANIPULADO


Prezados leitores, duas novas pesquisas eleitorais foram anunciadas.
Como demonstramos com clareza em artigos anteriores os dados oferecidos pelos institutos não permitem uma real avaliação dos dados divulgados.
Assistam os dois vídeos que produzimos sobre pesquisas anteriores (Link).
Os institutos não revelam os municípios pesquisados, o que faz uma enorme diferença em termos de interpretação dos resultados e que torna os números apresentados como algo que não pode servir para a correta avaliação das intenções de voto dos eleitores do Rio de Janeiro.
Observem o percentual de eleitores pesquisados diante do número total de eleitores, a amostra não é significativa.
Basta observar a diferença entre os dois institutos para perceberem que os dados das pesquisas nada indicam e que só servem como indutor de votos, pois como todos sabem a tendência é votar em quem é apontado como estando na frente nas pesquisas nesse país de analfabetos funcionais.
O IBOPE coloca Crivella 12 pontos atrás de Pezão e 9 pontos atrás de Garotinho.
O GERP aponta um empate técnico entre os três candidatos. 
Sinceramente, quem acredita nos resultados dessas pesquisas acaba sendo manipulado.
Não se deixe manipular, avalie os parâmetros, forme a sua opinião e vote.
Não vote segundo a opinião dos outros, isso o torna um "boneco" no jogo político.

1) IBOPE (Link):
Não conseguimos localizar a pesquisa no site, os dados abaixo foram colhidos no noticiário.
A pesquisa foi realizada entre os dias 20 e 22 de setembro de 2014.
2002 eleitores foram entrevistados. ( 0,0172823% do eleitorado).
A margem de erro é de 2%.
Não foram revelados os dados relativos ao número de municípios e o nome dos municípios onde ocorreram as pesquisas.
O Rio de Janeiro tem 92 municípios e 11.584.083 eleitores (dados da votação de 2010 para o governo)
RESULTADOS:
- Pezão = 29%.
- Garotinho = 26%
- Crivella = 17%.
- Lindberg = 8%.

2) INSTITUTO GERP (Link):
Não conseguimos localizar a pesquisa no site, os dados abaixo foram colhidos no noticiário.
A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 21 de setembro de 2014.
1.300 eleitores foram entrevistados. ( 0,0112222% do eleitorado).
A margem de erro é de pouco mais de 2%.
Não foram revelados os dados relativos ao número de municípios e o nome dos municípios onde ocorreram as pesquisas.
O Rio de Janeiro tem 92 municípios e 11.584.083eleitores (dados da votação de 2010 para o governo)
RESULTADOS:
- Garotinho = 22%
- Pezão = 22%.
- Crivella = 20%.
- Lindberg = 8%.

Charge: Ivan Cabral.

Juntos Somos Fortes!

"CABRAL 3, O PEZÃO" - A VERDADE

Prezados leitores, a seguir apresentamos o vídeo "Cabral 3, o Pezão".
O objetivo do vídeo é lembrar à população do Rio de Janeiro que o candidato PEZÃO foi vice-governador de SÉRGIO CABRAL por mais de 7 anos, sendo igualmente responsável pelo péssimo governo.
Os responsáveis pela campanha de PEZÃO estão tentando descolar PEZÃO de CABRAL, o que é impossível, pois são unha e carne, como ensina o dito popular.


video


Juntos Somos Fortes!

SEGURANÇA: A CRISE NO GOVERNO PEZÃO SE AGRAVA



Prezados leitores, após o Ministério Público ter denunciado por improbidade administrativa e por superfaturamento de contratos, o secretário de segurança pública, o delegado de Polícia Federal Beltrame e ter promovido a prisão do Coronel Comandante das Unidades Especiais da Polícia Militar, o MP manifesta o interesse de investigar a evolução patrimonial do Comandante Geral da Polícia Militar.
A crise é cada vez maior na segurança pública.

"Jornal Extra
Casos de Polícia
23/09/14 14:44 Atualizado em 23/09/14 14:48
MP quer investigar evolução patrimonial do comandante-geral da Polícia Militar
O Ministério Público do Rio (MP-RJ) vai pedir que a Corregedoria Geral Unificada investigue a evolução patrimonial do coronel José Luís Castro Menezes, comandante-geral da Polícia Militar. A solicitação vem depois da divulgação do depoimento de um dos policiais presos pela operação Amigos SA, que obteve um acordo de delação premiada e foi solto após revelar que o Estado Maior da corporação recebia R$ 15 mil mensais de cada batalhão do estado. As informações foram veiculada pelo “RJTV”, da Rede Globo.
No depoimento prestado ao MP, o PM afirmou que o repasse de dinheiro foi citado em mais de uma ocasião, de maneira reservada, pelos majores Nilton João dos Prazeres Neto e Edson Alexandre Pinto de Góes, presos na mesma operação. Na ocasião, 24 policiais, sendo seis oficiais — todos lotados no 14º BPM (Bangu) no período investigado —, foram capturados sob a acusação de cobrar propina de moradores e comerciantes no bairro da Zona Oeste (Leia mais)".

Juntos Somos Fortes!