BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

sábado, 15 de outubro de 2016

A ANULAÇÃO DO FLA-FLU SERIA JUSTA?



Prezados leitores, primeiro agradecemos aos comentários que recebemos e que nos permitiram corrigir o texto sobre a sequência das decisões da arbitragem.
Ontem, o assunto foi exaustivamente noticiado pela imprensa e discutido nas redes sociais.
Novo duelo entre a razão e a paixão.
O que se viu nos comentários da imprensa e nas redes sociais é que tudo indica que houve uma interferência externa, o que não é ainda permitido.
Eis o que deve ser o centro da análise.
A arbitragem anulou o gol logo após o lance?
Sim, isso é indiscutível.
Os jogadores do Fluminense correram em cima do bandeirinha para protestarem?
Sim, isso é comum no futebol.
O árbitro conversou com o árbitro auxiliar (bandeirinha)?
Sim.
Validou o gol após essa conversa?
Sim, o que significa que a argumentação foi aceita.
Bola no meio e jogo que segue.
Mas, não foi isso que aconteceu.
Longos e intermináveis minutos se passaram com conversas envolvendo a arbitragem, jogadores dos dois times e outras pessoas.
Após todo esse teatro, o árbitro voltou atrás e anulou o gol.
Por que o árbitro voltou atrás novamente?
Eis a resposta que nos permitirá avaliar se o Fla-Flu deve ou não ser anulado.
O árbitro se omitiu na súmula e nada narrou sobre o ocorrido.
A anulação não pode ter sido em razão de uma nova conversa com o bandeirinha envolvido no lance.
Se fosse isso não demoraria tanto.
Os indícios dão conta que aconteceu uma interferência externa.
Se foi isso que aconteceu, como a maioria está alegando, que um novo Fla-Flu seja jogado.
Caso não tenha ocorrido, mantenha-se o jogo como válido.
Por derradeiro, como um leitor fez uma menção do nosso livro (O Escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento) em um comentário, esclarecemos que o livro só contém fatos, todos comprovados, não existem ilações.
Fatos que não foram investigados pelo GAECO do MP-SP como ficou claro na análise dos autos que realizamos, tanto que além de outros "fatos novos", encaminharemos o livro, quando solicitarmos a reabertura do inquérito.
A luta pelo esclarecimento de todos os fatos do Brasileirão 2013 só acabará quando todos eles foram esclarecidos, a começar pelo misterioso silêncio da imprensa durante e após o jogo Flamengo e Cruzeiro, quando André Santos jogou irregularmente, fato que colocou o Flamengo com 40% de chance de ser rebaixado no dia 8 de dezembro de 2013, como seria se a Portuguesa não tivesse escalado irregularmente o jogador Héverton.
Tudo isso dentro de campo, vale lembrar, os jogadores foram escalados e jogaram.
Fatos, esses chatos!

Juntos Somos Fortes!

5 comentários:

  1. Concordo que se deve anular e jogar outra vez, desde que a prove que houve interferência externa, pois no tribunal não basta o que se sabe e sim o que se pode provar, em 2013 o flamengo foi eliminado da taça Rio pelo Duque de Caxias em circunstâncias bem parecidas, a diferença foi o tempo pra a tomar a decisão, entrou com o mesmo pedido de anulação e foi ridicularizado por torcedores rivais comentando nas matérias, e perdeu pela subjetividade das acusacões mas como agora está do outro lado da moeda e esses mesmos rivais o acusam de ser favorecido, olha como o mundo da voltas, o ônus da prova cabe ao acusador o fluminense que junte provas e peça a anulação, o resto é conversa fiada, se quer anular entak que prove o que acusa.

    ResponderExcluir
  2. A imagem é clara. O árbitro pergunta se o Henrique estava impedido. Diante da negativa do assistente, ele valida o gol

    https://twitter.com/palmeirasptd/status/786752673576062976

    ResponderExcluir
  3. Vejam que no tira-teima da SporTV a bola já está no alto, ou seja, já havia saído do pé do Scarpa.

    A edição do vídeo pra levar informação falsa pro campo foi mais rápida que o Usain Bolt.

    https://twitter.com/Fabio_Lemos55/status/787376716645797888

    ResponderExcluir
  4. Tá de brincanagem só pode anular se for favorável para eles, os reis do tapetão tão se achando.

    ResponderExcluir
  5. Tava impedido, o gol foi anulado, intimidaram o bandeira e o ludibriaram, aí querem ficar com o gol validado na marra.
    Coisa tipica de timinho.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.