BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

RIO: A DESTRUIÇÃO AMPLA, GERAL E IRRESTRITA DA SEGURANÇA PÚBLICA




Prezados leitores, temos sido cobrados em razão do tema segurança pública estar rareando nosso espaço democrático, criado em 2007 com o objetivo de discutir o tema e de fortalecer a luta dos Policiais Militares por melhores salários e adequadas condições de trabalho, osso no início do movimento dos "40 da Evaristo" e dos Coronéis Barbonos".
Os críticos estão com razão.
Temas como política e esporte têm sido abordados com maior frequência.
Nós explicamos essa alteração em artigos anteriores, mas devemos repeti-la diante dos novos questionamentos.
Respeitando todas as opiniões em contrário, desde que fundamentadas, nós consideramos que a gestão da segurança pública nos governos Sérgio Cabral e Pezão (2007-2016), ambos do PMDB, destruiu o sistema de segurança pública estadual.
Uma ação deletéria ampla, geral e irrestrita.
Um conjunto de erros que foi se acumulando ao longo desses anos e que dilacerou os valores institucionais, sobretudo na Polícia Militar, a base do sistema, por ser a instituição policial que possui a missão de desenvolver o policiamento ostensivo.
O número elevadíssimo de Policiais Militares e de Policiais Civis assassinatos de serviço e de folga é a prova mais visível da péssima administração governamental.
Vários Comandantes Gerais da Polícia Militar e Chefes da Polícia Civil foram nomeados e exonerados pelo Secretário de Segurança Pública, o que constitui outra prova da forma equivocada de gerir a segurança pública.
A situação é tão grave que não se pode esperar qualquer melhoria enquanto o governo Pezão não se encerrar, ao contrário, o que pode acontecer é o agravamento do quadro de insegurança e de violência.
Nós estamos perdendo tempo com esses gestores.
O fim do governo Pezão e a exoneração do Secretário de Segurança Pública serão os primeiros passos para reconstruir o sistema de segurança pública, aproveitando o que sobrou dele.
A população precisa entender a realidade e recuperar o tempo perdido pelo atual governo.
A boa notícia é que tudo indica que a luz está começando a surgir, como ficou provado na grande reprovação do candidato do Prefeito Eduardo Paes (PMDB).
É preciso que a luta que começou no município do Rio de Janeiro se espalhe por todo estado.
Nós estamos engajados nela e convidamos a todos para participarem.
Enquanto Pezão for governador, discutir melhoras para a segurança pública é pura perda de tempo e não temos tempo a perder.

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.