BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

FUTEBOL: PARTE DA IMPRENSA ESPORTIVA DISTORCE OS FATOS, ISSO É PÉSSIMO



Prezados leitores, a principal missão da imprensa é informar.´
Informando a imprensa contribui para a formação da opinião pública.
De tal realidade decorre o compromisso da imprensa com a verdade, caso contrário, ela deforma a opinião pública, o que é péssimo em todos os sentidos.
Pior que uma população de desinformados, só uma população de mal informados.
Parte da imprensa brasileira deforma a opinião pública segundo seus interesses.
A imprensa esportiva também padece desse mal.
Ontem recebemos o seguinte comentário:

"Anônimo
18 de outubro de 2016 19:10
Coronel, o senhor costuma dizer que a imprensa não fala mais do Fluminense com envolvido no caso do Brasileirão de 2013. Eu nunca concordei. O portal da Microsoft não só não cita o Flamengo, como, hoje, indiretamente chama de tapetão a anulação temporária dos pontos do Flamengo. http://www.msn.com/pt-br/esportes/brasileirao-serie-a/relembre-os-casos-de-tapet%c3%a3o-no-futebol-brasileiro/ar-AAj6ns2?li=AAggXC1&ocid=iehp
Fora isso, um apresentador do SporTV, conversando com o Peter Siemsen, hoje, ao vivo, por telefone, fala de uma suposta mancha na imagem do Fluminense, por, segundo ele, entrar sempre nos tribunais. O presidente do Fluminense, obviamente, o corrigiu dizendo que, em 2013, o Flamengo é quem era polo ativo no processo".

A leitura do primeiro parágrafo desaconselha o restante da matéria.

"O Campeonato Brasileiro de 2016 pode registrar mais um decisão de “tapetão”, como é popularmente conhecida a prática de alterar, via tribunal, um resultado conquistado em campo. Mais uma vez, o Fluminense aparece como principal envolvido. A equipe tricolor alega que houve interferência externa, proibida pela Fifa, na derrota para o Flamengo e solicitou a anulação do clássico junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O Fluminense já escapou de dois rebaixamentos e “pulou” uma divisão com a ajuda de seus advogados. Outras grandes equipes do futebol nacional também já se envolveram em escândalos. Relembre os principais casos:"

Será que o autor do artigo não considera que houve interferência externa?
- Difícil acreditar depois da leitura labial feita pela Rede Globo.
Será que ele desconhece que foi a interferência externa que mudou o resultado do jogo?
- Sim, o jogo seria, em tese, 2 a 2, caso não ocorresse novo gol no tempo que faltava após o gol irregular do Fluminense, mas validado pela arbitragem após a conversa entre o árbitro e o bandeirinha. Foi a interferência externa que mudou o resultado.
Aposto que o autor do artigo deve fazer parte do grupo que ainda considera que a Portuguesa e o Flamengo perderam os pontos no "tapetão" (Brasileirão 2013), ignorando a verdade, já que perderam os pontos dentro do campo, ao escalarem jogadores irregulares para jogar (dentro do campo, bom lembrar).
É preciso por um ponto final nessa mania de parte da imprensa esportiva de querer manipular os fatos, esses chatos.
Se fosse o inverso, o Flamengo teria feito exatamente como o Fluminense fez (sobretudo por estar disputando o título) ou será que o autor do artigo desconhece que o Flamengo também recorre aos tribunais?
Até ao tribunal internacional o clube já recorreu e perdeu.
No tocante ao restante do artigo, recomendamos a leitura do livro "Pagar o quê? (link para compra).

Juntos Somos Fortes!

4 comentários:

  1. Mas a diferença é que o fluminense quer validar um lancenet ilegal, sabemos que as legislações são falhas pois o legislador é humano, a apegar a letra fria da lei pra validar uma irregularidade pode até ser legal mas é no mínimo imoral, Isso tudo depois de haver anulado inicialmente é depois do auxiliar quase apanhar dos jogadores do fluminense ele volta atrás, como disse antes é legítimo recorrer aos tribunais, mas a letra fria da lei não quer dizer que seja justa, qualquer time poderia entrar com pedido de anulação de partida por erro de direito em cobranças de pênalti onde sempre há invasão da área, e mesmo assim o juiz não manda voltar, mas seria complicado parar o campeonato sempre, então motivos pra se pedir anulação de partidas todos tem, mas vai do caráter de cada presidente.

    ResponderExcluir
  2. Não adianta.
    Paguem a segunda divisão ou serão assombrados para sempre.
    Saiam de baixo do tapetão ou jamais serão honrados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que o senhor aprova um comentário desses, Coronel? A mim, parece puro masoquismo. Tens lido o conteúdo antes de aprovar os comentários?

      Além disso, é o tipo de comentário raso que de nada agrega ao blog.

      Se quiser falar m..., meus caros flamenguistas e afins, usem, ao menos, um nome. Deixem de ser covardes!

      Excluir
  3. Ninguém ta tentando validar um gol irregular, a questão foi qie o gol irregular foi anulado ilegalmente. Se fosse contra o Flamengo com certeza ele também recorreria como o fez em 2013.Chega de hipocrisia!

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.