BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

SÉRGIO CABRAL ACUSADO DE APADRINHAR ESQUEMA DE CORRUPÇÃO GIGANTESCO



Prezados leitores, nós fomos para as ruas do Rio de Janeiro gritar "Fora Cabral", isso desde 2008. 

"Jornal O Estado de São Paulo 
‘Gigantesco esquema de corrupção’ no Rio teve ‘apadrinhamento’ de Sérgio Cabral, diz Procuradoria 
Ministério Público Federal cita ex-governador do Rio em manifestação na Operação Saqueador, que pegou seu ex-aliado e potencial delator, Fernando Cavendish, da Delta Engenharia 
A Procuradoria da República afirmou em manifestação na Operação Saqueador que o ‘gigantesco esquema de corrupção de verbas públicas’ instalado no Rio teve o ‘apadrinhamento’ do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) que chefiou o Estado entre 2007 e 2014. A Saqueador investiga desvios de recursos públicos pela construtora Delta Engenharia, do empresário Fernando Cavendish, antigo aliado de Cabral. 
O documento anexado na ação penal da Saqueador é subscrito pelos procuradores da República Rodrigo Timóteo C e Silva, Eduardo Ribeiro El Hage, Lauro Coelho Júnior, Renato Silva de Oliveira, Leonardo Cardoso de Freitas e pelo procurador regional da República José Augusto Vagos. 
São réus no processo, além de Cavendish, o contraventor Carlinhos Cachoeira, o lobista Adir Assad e outros 20 investigados. “Tal esquema delituoso, como descreve a denúncia, envolveu desvio de verbas destinadas a importantes obras públicas a exemplo da construção do Parque Aquático Maria Lenk, para os Jogos Panamericanos de 2007 e a reforma e construção de Estádios para a Copa do Mundo de 2014 (Maracanã)”, assinalam os procuradores. 
“As investigações produziram fortes elementos que apontam para a existência de gigantesco esquema de corrupção de verbas públicas no Rio de Janeiro, que contou, inclusive, com o apadrinhamento do então governador de Estado Sérgio Cabral, conforme se extrai das declarações de colaboradores”, destacam.
Segundo a Saqueador, entre 2007 e 2012, a Delta teve 96,3% do seu faturamento oriundo de verbas públicas em um montante de quase R$ 11 bilhões (Fonte)".

Juntos Somos Fortes!

3 comentários:

  1. Coronel, o verdadeiro rei do tapetão ataca novamente! Ou melhor, os seus súditos, os flamenguistas:

    http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2016/10/25/por-que-o-palmeiras-nao-corre-risco-de-perder-pontos-por-escalar-allione.htm

    "Torcedores do Flamengo alimentaram nas redes sociais a expectativa de o Palmeiras perder pontos no Campeonato Brasileiro ao escalar o meia Allione na vitória por 2 a 1 sobre o Sport. A justificativa alegada é a de que o jogador atuou de forma irregular pela expulsão contra o Grêmio, jogo que marcou a eliminação do Alviverde da Copa do Brasil. Alguns lembraram o 'caso André Santos' de 2013."

    Só rindo desses flamenguistas (e da imprensa esportiva)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu chapa, vá comentar futebol em artigo que fala sobre futebol.

      Excluir
    2. Maracutaias de Cabral só é uma surpresa para a justiça do RJ. TCE, MP, PC, Alerj, nunca pegariam o Pinóquio pq, como já dizia o slogan do Cabral, Somando Forças. Aguardo ansiosamente o dia de vê-lo algemado, escoltado pela PF entrando em um camburão, ser enunciado e condenado.

      Excluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.