BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

sábado, 11 de março de 2017

TRÊS MORTES E O RETRATO DE UM BRASIL QUE NÃO QUEREMOS MAIS



Prezados leitores, o nosso irrestrito apoio a advogada MARIA CLARA AMADO e nossa solidariedade com a dor da senhora ANDREIA MAGALHÃES. 
Eis a nota da advogada sobre a tragédia.

"Sou a advogada da Andreia Magalhães Isso já é notório. No Domingo recebi um soco no estômago. O IML me informou que o pai havia matado seus próprios filhos a facadas e teria se jogado do quinto andar! Jesus! Chorei muito! Como minha cliente, minha amiga suportaria viver sem seus 2 filhos? 
Desde então venho sendo bombardeada pela imprensa e em momento algum divulguei ou falei qualquer coisa. Foi uma decisão da Andreia contar o que aconteceu. César não tinha condições de ficar com as crianças. Tal fato foi provado no dia 16 de fevereiro quando eu consegui uma medida protetiva pra ela na Vara de Violência Doméstica da Barra da Tijuca e em seguida, pedi a mesma medida e proteção ao juiz titular da 1 Vara de Família da Barra da Tijuca para as duas crianças. Tinha provas, tinha áudios, e FUI DESPACHAR diretamente com ele. A secretária - como de costume- disse que ele não iria me receber mas que iria analisar o caso e daria um despacho, mas que ela não via perigo algum no que por mim foi relatado. 
Vivemos num país que secretários se acham magistrados e que magistrados fazem o que querem da maneira que lhes é mais confortável. Magistrados são Semi Deuses que não ouvem advogados. 
A AMAERJ colocou a Dr. ERICA para responder as diversas denúncias que comprovam meu pedido de medida protetiva para as crianças, mas não foi ela a juíza que se negou a me receber, e sim o titular da Vara.
Após o ocorrido com as crianças, recebi muito apoio de colegas que advogam na área de família e os relatos são idênticos. 
Meu cansaço é imenso. Vontade de sumir desse país hipócrita. Eu não ganho 35 mil reais por mês, mas fiz um juramento há 13 anos atrás quando peguei minha carteira da OAB: trabalhar com ética, verdade e principalmente COMPROMETIMENTO. 
E por isso não me acovardei! Espero que a vida dessas crianças faça com que esses juízes sejam mais HUMANOS. É isso o que falta! 
Agradeço a todas as mensagens de apoio e carinho. É muito bom deitar a cabeça no travesseiro com a consciência tranquila, com a minha verdade PROVADA. 
Peço que rezem por esses 2 anjinhos: Maria Nina e Bernardo. Eles são vítimas de um Pai louco e de uma sociedade hipócrita.
Os amigos e colegas podem compartilhar. 
Não temo mais nada".

Apoio recebido: 

"Jornal Extra
09/03/17 20:29 Atualizado em 09/03/17 20:33
Movimento dos Advogados defende advogada que entrou com pedido para proteger crianças mortas pelo pai (Leiam)".

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.