Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

GOVERNADOR PEZÃO IGNORA GRAVIDADE E NÃO GARANTE PAGAMENTO NO DIA 16



Prezados leitores, o governo Pezão-Dornelles está agravando a cada dia a crise com os militares estaduais (Policiais Militares e Bombeiros Militares) e com os funcionários públicos, ativos e inativos.
Imaginamos que o governo não percebeu o que ocorreu na ALERJ na terça-feira.
Não estamos falando sobre a "invasão facilitada", mas da presença de milhares de mobilizados no entorno da ALERJ.
O movimento está em crescimento e ganhando força.
Na semana que vem o protesto poderá paralisar todo o Centro do Rio de Janeiro, isso pela presença de milhares de manifestantes.
É hora do governo achar um "plano B", um "plano C", ..., para pagar os salários, proventos e pensões.

"Jornal O Dia 
Coluna do Servidor: Estado não garante pagamento no dia 16 
O motivo, agora, é o bloqueio das contas estaduais no valor de R$ 170 milhões, por parte da União, informou ontem a Secretaria de Fazenda 
09/11/2016 12:00:20
PALOMA SAVEDRA
Rio - O tormento do funcionalismo estadual parece não ter fim. À espera do pagamento do salário de outubro no 10º dia útil, ou seja, dia 16 (próxima quarta-feira), os mais de 400 mil servidores ativos, inativos e aposentados do Rio não podem mais contar com essa previsão. O estado já não garante mais o crédito na data antes anunciada. O motivo, agora, é o bloqueio das contas estaduais no valor de R$ 170 milhões, por parte da União, informou ontem a Secretaria de Fazenda. 
Segundo a pasta, o confisco dos cofres “comprometerá o fluxo de pagamento dos salários de outubro do funcionalismo público”. A Fazenda divulgou ainda que “ a equipe econômica avalia como se dará este comprometimento”. A previsão, de acordo com a secretaria, é que o bloqueio nas contas permaneça até sexta-feira. 
Os R$ 170 milhões correspondem à dívida que o estado tem com a União. Desse total, R$132 milhões são de contragarantia (a União pagou débito do Rio com instituições), e mais R$ 38 milhões são da dívida de R$ 64 bilhões que o estado tem com o governo federal e que está em renegociação (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. CARO COMPANHEIRO CORONEL PMERJ PAUL,
    LEIA ABAIXO COLACIONADO PARTE DAS DECLARAÇÕES DO PEZÃO,PUBLICADAS NO JORBNL FOLHA DE SÃO PAULO DEMONIZANDO MAIS UMA VEZ OS CORONÉIS DA PM, RESPONSABILIZANDO-OS PELA CRISE NO ERJ.
    PAULO FONTES
    "O governador concordou com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que não adianta intervenção do governo federal no Rio de Janeiro. "Intervenção para quê? Você pode colocar o Mister M lá que não vai resolver e o dinheiro não vai cair do céu", disse, em referência ao mágico.

    Nesta quarta, Pezão lembrou que a maior parte da força militar do Estado recebe o teto. "Imagina um coronel da PM e dos bombeiros se aposentar com 49 anos de idade com R$ 23 mil. Essa conta não fecha. E eu sei que é um direito adquirido, é essa a discussão que a gente quer fazer, que não tem recurso hoje no país para sustentar isso", disse.

    De acordo com Pezão, se o tempo de contribuição for elevado, não haveria necessidade de reduzir postos de trabalho.

    "Eu quero que as pessoas permaneçam mais tempo no serviço. O Estado não suporta ter 66% de aposentadoria especial. Eu tenho 438 mil funcionários ativos e inativos, que consomem quase toda a nossa arrecadação, e eu tenho 16 milhões de pessoas que querem mais saúde, educação, segurança e eu não posso contratar um PM hoje. Essa é a discussão que eu quero fazer, dentro do Parlamento".

    ResponderExcluir
  2. Manda o Piccianni, o Pezão o Cabral, demais políticos corruptos e seus familiares venderem os bens particulares que conseguiram com saques dos cofres públicos que resolve o problema de recursos do estado.
    Somente os gados da família Piccianni paga o rombo.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.