BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

PACOTE DE MALDADES: IGNORE AS TENTATIVAS DE ENFRAQUECER PROTESTO DO DIA 8



Prezados leitores, os militares estaduais (Policiais Militares e Bombeiros Militares), os funcionários públicos e os seus familiares, estão sendo massacrados pelo governo Pezão-Dornelles, que não pagou o décimo-terceiro salário e tem atrasado os pagamentos mensais.
Na semana passada, esse governo que criou toda a crise, encaminhou para a ALERJ um pacote de novas maldades, que atingirá também a população fluminense.
O pacote é um absurdo gigantesco penalizando mais ainda os Policiais Militares, os Bombeiros Militares e os funcionários públicos do Poder Executivo.
A reação foi a programação de um ato de protesto para a primeira data com presença de deputados estaduais na ALERJ (eles trabalham 3a, 4a e 5a feiras), ou seja, amanhã, dia 8, às 10:00 horas.
O movimento viralizou nas redes sociais e são esperadas milhares de pessoas no protesto.
Acuado, o governo (e seus simpatizantes) começaram a tentar o enfraquecimento da mobilização nas redes sociais,  as quais devem ser todas ignoradas, pois precisamos reunir o maior número de manifestantes possível para que seja retirado o pacote de maldades.
Logo surgiu nas redes que Comandantes da PMERJ estavam marcando reuniões com a tropa no dia 8, fato logo desmentido. Na verdade um batalhão tinha uma reunião marcada para essa data e ela foi cancelada de imediato, para não prejudicar a mobilização.
Ontem surgiu uma nota oficial de um sindicato que aponta para a fragmentação do protesto, sob a insinuação de que os profissionais da segurança pública estariam agindo na ALERJ para serem beneficiados, especificamente os Policiais Civis. Os sindicalistas que emitiram a nota alegam que integram o MUSPE e farão atos nos dias 7 e 9 com o apoio da população, fragmentando a mobilização.
Basta olhar o pacote de maldades para identificar que nesse momento estão fora do pacote de maldades o Judiciário, o Ministério Público e o Legislativo. Todos os que recebem pelo Executivo e toda população serão prejudicados. 
O nosso sucesso contra o governo começa pela nossa união.
Não podemos dividir, isso só nos enfraquecerá.
Todo ato de protesto na ALERJ ou no Palácio Guanabara é bem-vindo e todos devem ser convidados.
Temos apenas que ter a preocupação de que os que recebem pelo Executivo estão sem receberem salários, portanto, não podem ficar gastando muito com o transporte, o que determina  uma programação adequada dos atos.
Amanhã o ato é de todos os que estão sofrendo e sofrerão mais ainda com os desmandos do governo Pezão-Dornelles, inclusive a população fluminense, caso permaneçam inertes.
Um ato de todos e não um ato de grupos.

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.