Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

sexta-feira, 7 de julho de 2017

A TENDÊNCIA DA VIOLÊNCIA É AUMENTAR NO RIO DE JANEIRO



Prezados leitores, o policiamento ostensivo realizado pela Polícia Militar, a base do sistema de segurança pública, está cada dia mais prejudicado.
Além da grande diminuição do número de Policiais Militares nas ruas, a péssima conservação da frota da instituição é outro grave problema.
As soma dessas deficiências poderá resultar no aumento da violência.

"Site G1
Crise reduz efetivo e deixa mais da metade da frota de viaturas da PM parada no RJ 
Sem dinheiro, governo deixou de investir na manutenção. De 6.756 carros, 3.458 (51,2%) estão parados, sendo que 1.836 (27,2%) não têm a menor condição de rodar, mostra RJTV. 
Por RJTV 
06/07/2017 12h56 Atualizado há 5 horas 
Mais da metade da frota de veículos da Polícia Militar do Rio de Janeiro está fora de circulação nas ruas. A informação foi obtida pelo repórter Edmilson Ávila e divulgada no RJTV desta quinta-feira (6). 
Atualmente, a PMERJ conta com 6.756 carros. Destes, 3.458 estão parados, sendo que 1.836 deles não têm a menor condição de rodar pelas ruas. 
A reportagem do RJTV mostrou que enquanto a criminalidade cresce no Rio, a PM tem cada vez menos recursos e encolhe de tamanho. Os agentes sofrem com condições precárias de trabalho, incertezas sobre a previdência e salários atrasados. 
Desde o ano passado, a corporação perdeu 1,3 mil homens. O último concurso aconteceu em 2014. O objetivo era reforçar a tropa com seis mil profissionais, mas apenas 1,175 mil foram incorporados (Fonte)". 

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. A Segurança pública é prioridade ! É a manutenção da Ordem e defesa do caos e do crime. Está em jogo a liberdade de ir e vir! creio estar acima mesmo da Saúde! Então o Governo estadual e federal não priorizar a retomada da Segurança , em especial no Rio, mostra (deixando o Crime correr solto) descaso despótico ou má intensão de desorientação, medo e submissão da população ! Se não for proposital e evidente perda de controle e desgovernabilidade e pede imediata intervenção militar das FA assumindo o governo e o controle do país. Não vai adiantar as FA intervir só no Rio "politicamente" , sendo que o Crime está politicamente institucionalizado no Brasil. A intervenção tem que ser nacional

    ResponderExcluir
  2. Está passando da hora de acontecer um revolução sangrenta. Só assim teremos alguma chance de sobreviver ao que políticos fizeram com o país, especialmente RJ. O povo ignorante, acovardado, eleitor dessas águias,também é culpado porque é vendido. Ou esses bandidos de Brasília, Estados e Municípios são banidos da vida ou nós acabaremos banidos e engrossando estatísticas macabras.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.