Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

segunda-feira, 10 de julho de 2017

BRASILEIRÃO 2013 - SEGUNDO JOGADOR HÉVERTON A POLÍCIA FEDERAL ESTÁ INVESTIGANDO O "ESCÂNDALO"



"UOL Esporte
Dono de padaria, Héverton diz que Lusa tem de parar de usá-lo como desculpa
( ... )
"Fiz um depoimento de uma hora na Polícia Federal filmado, pegaram meu telefone, conta bancária. ...Fiquei sem dinheiro, travou minha conta, Eu falava 'não tenho dinheiro para pagar. Devo e não nego, pago e quanto puder'. Deixei de pagar muita coisa, escola,... (Leiam mais)".

Prezados leitores, todos que acompanham as ações que desenvolvemos com relação aos fatos estranhos que ocorreram na última rodada do Brasileirão 2013, isso desde 2013, sabem que eu solicitei e tive acesso aos autos da investigação que foi realizada pelo Ministério Público de São Paulo (GAECO), inclusive solicitei e recebi cópias dos autos que selecionei para instruir um recurso que protocolei solicitando o reinício das investigações e que foi indeferido.
Conhecem ainda o fato de que fiz novo recurso dessa vez ao Conselho Superior do Ministério Público.
Nos autos consta que o jogador Héverton foi ouvido através de carta precatória e pelo Ministério Público.
Na época ele estava no Pará e jogava pelo Paysandu.
Salvo engano, nos autos não existe qualquer referência a ele ter sido ouvido pela Polícia Federal.
Também não encontrei referência sobre bloqueio de conta bancária do jogador ou quebra de sigilo telefônico, fatos que podem estar sob sigilo, o que impediu que visualizasse a documentação relacionada com esses procedimentos.
Héverton não comentou esses fatos na entrevista concedida logo após o depoimento (imagem).
Será que ele também foi acometido na época da amnésia coletiva, como parece ter ocorrido com os responsáveis pelos QUATRO sites que noticiaram que o jogador André Santos (Flamengo) não podia jogar, ele jogou e eles não noticiaram o que seria o "furo" do Brasileirão 2013?
Por que só lembrou agora desses detalhes importantes?
Penso que Héverton deve ter se equivocado ao citar a Polícia Federal ou o engano foi de quem fez a reportagem.
Apesar do provável erro, caso o jogador esteja certo na segunda versão, isso pode significar que a Polícia Federal também está investigando (ou investigou) os fatos insólitos ocorridos nos dias 7 e 8 de dezembro de 2013.
Se foi isso que ocorreu o jogador Héverton e os responsáveis pelo site UOL Esporte devem aos torcedores brasileiros os devidos esclarecimentos sobre o que foi publicado.
A Polícia Federal está ou não investigando o caso?

Juntos Somos Fortes!

11 comentários:

  1. Na quarta-feira, 29 de março de 2017
    O senhor, Cel PM Paulo Ricardo Paul publicou uma postagem com o título – “VÍDEO – DIVULGUEM – NOTÍCIA IMPORTANTÍSSIMA PARA O POVO BRASILEIRO”, pois bem, será que quando for resolvido este problema do “BRASILEIRÃO 2013” os problemas que o senhor citou no referido vídeo, serão resolvido?

    ResponderExcluir
  2. Coronel Paúl, fico impressionado pela forma como o cidadão brasileiro é tratado.
    A imprensa conta o que quer e da forma que deseja. Ninguém observa e pune. Estão livres pra repetir amanhã.
    Já os investigadores do MP/SP disseram inicialmente que houve corrupção no caso Flamenguesa. Trocaram o autor desta descoberta por alguém que ignorou o trabalho anterior e simplesmente arquivou o processo, sem dar uma única satisfação à sociedade.
    Pergunto: O arquivamento foi porque não teve nenhum crime ou foi porque o MP/SP não teve capacidade de colher as provas?
    Neste último caso, bandidos estão soltos, livres pra repetir amanhã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O processo foi encaminhado para o Gaeco investigar, mas essa investigação nunca aconteceu. Não se trata de ter capacidade. Simplesmente, por qualuqer que seja o motivo, não houve interesse. Não houve quebras de sigilos, interrogatórios, acareações, nem nada... o Gaeco simplesmente avaliou os fatos já existentes (com fortes indícios de crimes, como o próprio promotor Roberto Senise Lisboa disse algumas vezes publicamente) e arquivpu o provessonpor falta de provas. Óbvio... não buscaram as provas que eles, com a auteridade e ferraments que possuem parabisso, dedevrivter buscado através de investigação.

      Excluir
  3. Dessa vez o timinho da terceira divisão não escapa.

    ResponderExcluir
  4. Seria fantástico descobrir que a PF fez ou está fazendo uma investigação pralela. Mas lamentávelmente é óbvio que isso não está acontecendo. O Héverton mente a fazer essa declaração. Nunca teve nem conta bloqueada e nem respondeu à PF em interrogatório filmado. Duvido! E que droga de jornalismo fazbo UoL que ouve isso e não vais atrás dos fatos, para ajudar a elucidar o caso??

    ResponderExcluir
  5. Não dá par afirmar que o flamengo comprou a lusa. Seria necessário que as autoridades investigassem o caso atrás de provas que incliminassem o corruptor, seja ele quem for.
    Mas é óbvio que quem comprou a lusa queria salvar o rubro-negro, e salvou.
    É fato também que a omissão da imprensa na primeira etapa e ação da imprensa contra o Flu na etapa seguinte, for fundamentais para salvar o flamengo. Lance! e Globo (cujos site noticiaram que AS não estava apto a jogar), ambos, tinha e têm interesse direto no flamengo forte.
    Minha aposta é que foram eles - Globo e Lance! - os articuladores de todo plano de salvamento rubro-negro. Tinhamno interesse, o poder, os contatos, o dinheiro e todosnos meios para cuidar do assunto, ainda protegendo os seus comparsas.
    Qe quem teria coragem de investigar eles??

    ResponderExcluir
  6. José Mascarenhas11 de julho de 2017 18:46

    Concordo com o Anônimo 10 de julho de 2017 22:33.
    Investigadores cheios de recursos como interrogatórios, acareações, revistas, escutas, controle de vôos e fronteira, quebras de sigilo bancário e fiscal, além de ajuda de polícia estrangeira, não chegaram aonde nós, os mortais, chegamos apenas com o que escapou pela imprensa e o nosso raciocínio.
    Sangue da Globo tem poder!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocês são deuses iluminados ou os cegos das Laranjeiras.

      Excluir
  7. Samuel contra o Bahia12 de julho de 2017 03:45

    O José esqueceu de escrever que os investigadores também podem quebrar sigilos telefônicos.
    Isso seria bem útil pra saber quem telefonou pros cartolas urubus no meio do jogo flamengo x Cruzeiro.
    Pelo menos dois jornalistas ligaram tentando avisar da escalação irregular do André Santos.
    Com quem o Manuel da Lupa falou na noite do sábado e na manhã/tarde do domingo?
    Um jornalista paulista chamado Portuga escreveu que o advogado do flamengo, Michel Assef Filho, viajou pra São Paulo na manhã da 4a feira, um dia depois que o escândalo explodiu na imprensa.
    Uma quebra de sigilo telefônico poderia revelar com quem ele combinou essa estranha viagem.
    É estranha porque o normal seria ele ficar no Rio de Janeiro com a sua equipe de advogados estudando a melhor defesa para o seu cliente, o flamengo.
    Ao invés disso, ele foi ao Canindé conversar com gente do clube rival da única vaga em disputa no Tapetão.
    Era um ou outro clube. Se a Lusa ganhasse e o flamengo não, esse último é que seria rebaixado.
    "Estranho" é pouco pra definir essa viagem improvável.
    Estou sentindo um "Cheirinho de Acordo" entre flamengo e Lusa no ar.

    ResponderExcluir
  8. Queremos reabertura de investigações para provar o óbvio: o Fluminense comprou a Portuguesa.

    ResponderExcluir
  9. https://www.netflu.com.br/caso-heverton-lusa-e-condenada-a-pagar-r100-mil-para-a-advogado-por-difamacao/

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.