BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

sábado, 8 de julho de 2017

MAIS UM POLICIAL MILITAR É ASSASSINADO EM SERVIÇO NO RIO "PACIFICADO"

"Jornal O Dia
PM é morto em troca de tiros em Magé
Na ocasião, ele estava fazendo patrulhamento pela região com um outro sargento. Um suspeito foi morto e o outro preso
07/07/2017 07:51:15 (Leiam mais)".




Prezados leitores, qual o conceito de competência quando tratamos da gestão de recursos humanos?
Eu gosto do conceito do sociólogo francês Philippe Zarifian:
Competência é "tomar a iniciativa e assumir a responsabilidade diante das situações profissionais com as quais nos deparamos. Consiste em um entendimento prático de situações, que se apoia em conhecimentos adquiridos e os transforma à medida que aumenta a diversidade de situações".
Baseado neste conceito eu afirmo que falta ao governo Pezão, como faltou ao governo Sérgio Cabral, gestores competentes para minimizar o risco de morte a que estão expostos os Policiais Militares em serviço.
É importante destacar que os nossos Policiais Militares não estão sendo assassinados em serviço porque isso é normal diante da periculosidade da atividade de policiamento ostensivo, a verdade é que os gestores da segurança pública estão sendo incompetentes nesses últimos dez anos.
Se o governo nada fizer para alterar a atual gestão, no ano de 2017 poderemos ter mais de 160 Policiais Militares assassinados de serviço e de folga.
Isso será uma tragédia para os familiares e amigos dos Policiais Militares, para a Polícia Militar e para a população do estado do Rio de Janeiro.
É hora de dar um basta em tanta incompetência!

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. Estamos diante de um abate sistemático de policiais , juntos com um desmonte nacional executado pelo Estado, das Forças de Ordem! O Crime organizado não reconhece mais o Estado! e até Desenvolveram sua própria Cultura (a do Crime e modo de vida sem Lei!) Porque , então, as Polícias persistem em se achar braços do Estado e reconhecer o Estado como legítimo?! Deixar prorrogar isso é burrice das Polícias ( em não tomar iniciativas inteligentes cabíveis, como adequada mobilização nacional das Policias e familiares contra o Sistema! Se não formar um Corpi Nacional não terá a Força e vusibiludade necessária!

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.