BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

A TROPA ESTÁ INSATISFEITA ?



Prezados leitores, os regulamentos disciplinares são rigorosíssimos, o que faz com que os militares federais, distritais e estaduais, tanto no serviço ativo, quanto na inatividade, não exerçam o direito constitucional da liberdade de expressão.
O cerceamento tem efeito maior junto aos praças em razão de serem facilmente excluídos das instituições em razão de transgressões disciplinares, como ocorre sobretudo nas Polícias Militares e nos Corpos de Bombeiros Militares, tendo em vista que a decisão cabe aos respectivos Comandantes Gerais.
A demissão de oficiais é bem mais difícil, pois é necessário a avaliação pelo poder judiciário.
Apesar dessa "maior garantia" raros são os oficiais que se manifestam ao longo do serviço ativo contra os desmandos dos superiores e dos governantes.
Como não devem falar para não correrem riscos, a tropa espera que os oficiais sejam a sua voz, o que via de regra não ocorre.
Os Coronéis Barbonos da PMERJ foram uma exceção, defendendo a instituição e a tropa quando estavam no serviço ativo, isso nos anos de 2007 e 2008, sofrendo graves represálias do governo Sérgio Cabral, inclusive prisões, ameaça de demissões e inatividade precoce.
Em 2011, ainda no governo Sérgio Cabral, os praças do Corpo de Bombeiros Militar foram a voz da instituição, diante de uma oficialidade calada em sua quase totalidade. As represálias foram rigorosas, inclusive com prisões e exclusões que só foram revertidas por meio de anistias.
Diante dessa realidades, a notícia publicada pelo jornal O Dia deve ser avaliada com toda cautela, considerando que as manifestações contrárias aos regulamentos podem significar uma insatisfação da tropa.

"Jornal O Dia
Comandante chama tropa à disciplina
Almirante Ferreira reage à enxurrada de manifestações de militares da Marinha contra ou a favor de Michel Temer 
23/07/2017 11:00:00
ADRIANA CRUZ
Rio - A enxurrada de manifestações de integrantes da Marinha nas redes sociais contra ou a favor do presidente Michel Temer, ou mesmo pedindo a volta do regime militar, levou o comandante da Marinha, almirante de esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, a ‘puxar o freio’ da tropa. O oficial enviou mensagem aos subordinados na qual alerta que o Regime Disciplinar Militar (RDM) proíbe manifestações públicas a respeito de assuntos políticos (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.