Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

segunda-feira, 17 de julho de 2017

RIO - MATANÇA DE POLICIAIS MILITARES CONTINUA NO RIO "PACIFICADO"



"Jornal O Dia
PMs são atacados por bandidos na Mangueira 
Um policial acabou morto e outro baleado na perna no ataque à base avançada do Telégrafo. Bope foi acionado e helicóptero auxilia na ação 
17/07/2017 10:10:23 - ATUALIZADA ÀS 17/07/2017 10:46:55 
Rio - Um policial militar morreu com um tiro na cabeça e outro foi baleado na perna durante um ataque na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Mangueira, na manhã desta segunda-feira, orquestrado por traficantes do morro. Os PMs foram atacados na base avançada do Telégrafo e o Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Comando de Operações Especiais (COE), precisou ser acionado para ajudar os militares (Leiam mais)".

A tropa da Polícia Militar está sendo massacrado no estado do Rio de Janeiro, sobretudo nas denominadas Unidades de Polícia Pacificado (UPPs).
Eu tenho insistido que não existe alternativa para o controle da violência, as Forças Armadas precisam ser empregadas na retomada e na ocupação das comunidades carentes (favelas) dominadas por grupos armados.
Hoje um novo ataque provocou a morte de um PM e ferimento em outro.
Uma rotina macabra que não terá fim enquanto o governo federal não participar.
É óbvio que o governo estadual não solucionará o problema, não tem capacidade e demonstrou na última década não ter competência.
Não custa lembrar que discursos emocionados de gestores não trazem de volta as vidas que foram perdidas, precisamos de ações que evitem essas mortes.
Salvo melhor juízo é hora de apurar responsabilidades pela implantação totalmente equivocada do projeto das Unidades de Polícia Pacificadora, erros que estão custando muitas vidas.
Meus sinceros pêsames aos familiares e amigos do Policial Militar assassinado.

Juntos Somos Fortes!


2 comentários:

  1. Concordo com o senhor diz Coronel Paúl,que não adianta discurso emocionado por parte do governo, e até dos Comandantes.
    Mais quem hoje tem que decidir se que morrer ou sobreviver, são as "PRACAS" da PMERJ,que estão na linha de frente,e consequentemente são os que mais são mortos, estamos na metade do ano,e os números de Policiais Militares mortos, 88 até hoje, já superou o número de todo ano de 2016.
    Pensem nisso, se você(s) querem viver ou morrer,a fila infelizmente está andando,e para a morte !

    JUNTOS SOMOS FORTES.

    ResponderExcluir
  2. A corrupção é a causa de toda desgraça brasileira, a morte de policiais e de pessoas inocentes, bem como tantos outros crimes que se alastram Brasil afora, são consequências da corrupção, além do agravante das autoridades que ganham, via penduricalhos, salários exorbitantes, fora da nossa realidade, para assitir tudo isto de braços cruzados.

    Por isto eu faço um apelo aos homens e mulheres de bem, se for pedir ajuda às FFAA que seja para por para correr todos os corruptos de todos os setores da vida pública, caso contrários amanhã estaremos enterrando mais um policial assassinado, mais uma vítima inocente e assistindo mais um caso de corrupção.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.