Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

INVESTIGAÇÕES DOS CASOS PATRÍCIA ACIOLI E AMARILDO PRECISAM SER REVISTAS


Prezados leitores, a segurança pública entrou em colapso no Rio de Janeiro.
Se o policiamento ostensivo vai mal pela falta de Policiais Militares nas ruas, as investigações da Polícia Civil também estão deixando a desejar. 
Nós temos alertado para os problemas relacionados com as investigações dos casos Patrícia Acioli e Amarildo. Elas devem ser revistas.

"JORNAL EXTRA 
Casos de Polícia 
11/01/15 06:00 
Justiça critica investigação contra milícia e concede liberdade a guarda municipal acusado de integrar grupo 
Carolina Heringer 
Acusado de ser um dos 48 integrantes de uma milícia que atua nas zonas Norte e Oeste do Rio — investigados durante a Operação Armagedom pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) — o guarda municipal Leonardo Fróes da Costa, de 33 anos, diz estar sendo vítima de uma injustiça e nega envolvimento com o grupo. Ele teve a prisão preventiva decretada no início de dezembro e estava foragido, mas conseguiu um habeas corpus no último dia 28. A liminar, concedida pelo desembargador Luiz Noronha Dantas, da 6ª Câmara Criminal, faz duras críticas e coloca em xeque as acusações feitas pelo Ministério Público estadual e pela Draco contra o guarda. A denúncia é chamada pelo magistrado de “uma razoável crônica jornalística policial” (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.