Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

MISTÉRIO - POLÍCIA MILITAR - WHATSAPP - APOLOGIA À VIOLÊNCIA E AO NAZISMO

(Foto: Revista Veja)

Prezados leitores, a Revista Veja publicou trechos de conversas entre Oficiais e Praças através do WhatsApp, as quais fazem apologia à violência e ao nazismo.
As mensagens foram replicadas pelos órgãos de imprensa e escandalizaram a todos.
Oficiais foram expostos à execração pública.
Um Inquérito Policial Militar (IPM) está em andamento na Polícia Militar para apurar os indícios de crimes e as transgressões disciplinares.
Salvo melhor juízo, as mensagens publicadas pela Revista Veja integram o IPM.
O que nos causa estranheza é que dados dão conta que as mensagens tratam de outros indícios de crimes que envolvem outras pessoas, além das citadas na reportagem, mas essas mensagens não foram divulgadas pela Revista Veja.
Qual a explicação?
A Revista Veja só obteve parte das mensagens?
A Revista Veja recebeu todas as mensagens, mas resolveu dar publicidade apenas a algumas delas?
O nosso blog desenvolve um jornalismo investigativo e caso todas as mensagens relevantes não surjam na imprensa nos próximos dias, nós diligenciaremos para dar publicidade ao conteúdo das outras mensagens que contenham indícios de crimes atuais e passados.

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. Publique! Nos só teremos uma chance de derrubar esse sistema , com a mobilização nas ruas, como acontecera em 2013, o governo ficou igual barata tonta, quando viu a multidão nas ruas. Tem vir a tona o porquê dessa blindagem ao Beltrame. A gente ate desconfia, mas não temos certeza.

    ResponderExcluir
  2. E o Comandante Global da PM não sabe de nada uma vez que ele somente tem tempo de ver as novelas da Globo.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.