Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

sábado, 17 de janeiro de 2015

POLICIAIS MILITARES, NOVAMENTE, SÃO ACUSADOS DE MATAR MENOR



Prezados leitores, o envolvimento de menores com o tráfico de drogas em comunidades carentes é uma verdade inquestionável. Fotos e vídeos circulam nas redes sociais com menores portando armas de guerra. Obviamente, a maioria dos menores que vivem nas comunidades não são envolvidos com o tráfico, mas toda vez que um menor é morto durante uma operação policial, logo surge a notícia que ele não era envolvido.
Verdade ou mentira?
Só uma investigação de boa qualidade poderá esclarecer.
O fato é que, novamente, Policiais Militares estão sendo acusados pela morte de um menor que não seria envolvido com o tráfico.

"SITE G1
16/01/2015 09h33 - Atualizado em 16/01/2015 09h54
Família de menino morto em área de UPP nega que ele estivesse armado
Patrick Ferreira de Queiroz, de 11 anos, morreu nesta quinta.
Ele foi baleado após tiroteio entre PMs e suspeitos.
A família de Patrick Ferreira de Queiroz, criança de 11 anos que morreu após ser baleada após um tiroteio envolvendo PMs na Comunidade Camarista Meier, nega que a arma que a polícia afirma ter encontrado junto ao corpo seja da criança. 
Segundo o pai, Daniel Pinheiro de Queiroz, que chegou na manhã desta sexta-feira (16) para retirar o corpo do Instituto Médico Legal, a família estaria preparando uma festa de aniversário para o jovem, que completaria 12 anos neste sábado (17).
"O sentimento é de tristeza, só isso. A gente tava preparando uma festa para ele, comprei pipa, linha, tudo", disse.
De acordo com a irmã de Patrick, Scarlet de Queiroz, o jovem não estaria envolvido com o tráfico de drogas na comunidade. A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) informou que o menino foi baleado após um tiroteio, mas a família nega que ele tenha envolvimento como tráfico (Leia mais)".

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. PMs são novamente acusados de matar menor. Leia e opine: http://blogcoronelpaul.blogspot.com.br/2015/01/policiais-militares-novamente-sao.html

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.