Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

FUTEBOL: OS ERROS DE ARBITRAGEM E O USO DA TECNOLOGIA


Prezados leitores, o Fluminense foi eliminado na Copa do Brasil não por ter sido inferior ao seu adversário nos dois jogos, mas em virtude de erros de arbitragens nos dois jogos.
O Fluminense também já foi beneficiado por erros de arbitragens.
Se nós fizermos um levantamento dos erros de arbitragem no Brasileirão e na Copa do Brasil, provavelmente constataremos que quase todos os clubes já foram beneficiados e prejudicados.
Tal realidade nos leva a uma triste constatação: os erros de arbitragem estão decidindo jogos e campeonatos.
Isso não é novidade, isso é fato, mas a diferença é que hoje temos um antídoto para matar esse mal que afronta o espírito esportivo: a tecnologia.
Caso a tecnologia estivesse sendo empregada nos jogos entre Palmeiras e Fluminense, a final seria entre Santos e Fluminense.
Isso significa que o Fluminense perdeu muito dinheiro e que a presença do Palmeiras na final viola os valores que devem reger o esporte.
Não venceu o melhor, venceu o que foi beneficiado pelos erros de arbitragem.
Vamos por um ponto final nesse problema.
Os torcedores precisam cobrar que a tecnologia seja empregada a partir de 2016.
As arbitragens não podem decidir jogos, como está acontecendo com muita frequência.
Só quem gosta do "roubado é mais gostoso" não quer o uso da tecnologia.

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. De acordo! A tecnologia é uma ferramenta poderosa, portanto deve sim ser empregada no esporte em prol da VERDADE. O ser humano é falho, é corrupto, é tendencioso e tem emoções. A tecnologia a serviço do esporte servirá para trazer a MERITOCRACIA para os campos e quadras. Apoiamos esta idéia. Juntos Somos Fortes!

    ResponderExcluir
  2. Esta decidindo a favor dos paulistas né, afinal esse Sérgio Corrêa é o mesmo que em 2005 presidia a comissão de arbitragem e coagia os árbitros dizendo " olha la heim, vc vai apitar o jogo do timão" não da pra esperar nada além de falcatrua de um sujeito desses, o mais incrível é que os clubes sabiam do passado desse senhor e o aceitaram pacificamente presidindo mais uma vez à comissão brasileira de arbitragem eis aí o resultado todos os paulistas nas cabeças do brasileirão brigando por g4 e final Paulista na copa do Brasil, estamos pagando pela omissão dos nossos dirigentes.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.