BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - INVESTIGAÇÕES CONTINUAM, AVISA PROMOTOR


Prezados leitores, a ida do senhor Ilídio Lico ao Ministério Público e à sede do Fluminense para pedir desculpas sobre as acusações infundadas não deve surtir qualquer efeito.
Ele sempre poderá colocar a culpa no vinho forte.
O Fluminense e a Unimed têm o dever de manterem os processos contra ele, isso em respeito ao clube e à corporação da área de saúde.
O promotor responsável pelo ICP, Dr Roberto Senise, disse que as investigações continuam, mas que não existem novidades, o que nos faz depreender que ainda não chegaram a "quem" deu vantagem para "alguém" da Portuguesa para escalar Heverton. 

"Jornal Extra
07/10/15 05:00 
Mesmo com recuo de ex-presidente da Lusa, promotor garante prosseguimento da investigação do ‘caso Héverton’
Leonardo Barros 
Depois de acusar o Fluminense de ter participação no "caso Héverton', Ilídio Lico, ex-presidente da Portuguesa, pediu desculpas ao presidente do Tricolor, Peter Siemsen, e ao vice de futebol Mário Bittencourt, que aceitaram retirar a ação por danos morais contra ele. Porém, o acerto, realizado na terça-feira nas Laranjeiras, não encerrou a novela que o problema se tornou.
Dias antes de resolver pedir desculpas para os dirigentes do clube, Ilídio esteve no Ministério Público de São Paulo — que investiga possíveis irregularidades no “caso Héverton” — para afirmar que não tinha provas contra o Fluminense. Porém, isso não vai afetar o trabalho que apura o caso. — O fato de ele ter ido ao Ministério Público para falar que não tem provas não muda nada nas investigações — disse o o promotor do caso, Roberto Senise: — Não há novidade para ser divulgada, mas a investigação continua (Fonte)." 

Juntos Somos Fortes!

5 comentários:

  1. Bom saber que as investigações continuam, porem essa matéria do Extra e muito tendenciosa. Continuam querendo jogar a culpa pra cima do Fluminense.
    Abracos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o fluminense continua como maior suspeito.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Informo que o Fluminense não integra o rol de suspeitos. Isso não passou de uma invenção da #FLAPRESS

    ResponderExcluir
  3. Difícil acreditar que o MP esteja investigando de verdade, já que - passados quase dois anos do fatídico fim de semana da última rodada do Brasileirão 2013 - não temos notícias de que as figuras chaves do episódio tenham sequer prestado depoimento.
    Nós tricolores, ao contrário da "nassão" que apoia a operação abafa, seguimos querendo apuração dos fatos, esclarecimento, punição aos culpados. Mas... conforme afirmou o Capitão Nascimento, "o sistema é foda".

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.