BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013: A IMPRENSA, O QUARTO PODER


Prezados leitores, a imprensa é tida como o quarto poder.
No Brasil, salvo melhor juízo, a imprensa tem demonstrado ser o principal poder, tal a capacidade de construir e de desconstruir os fatos, segundo seus interesses, diante de milhões de analfabetos e de analfabetos funcionais, que aceitam como verdades absolutas o que chega aos seus olhos e ouvidos.
A manipulação é uma consequência natural, considerando que povo sem acesso à educação de boa qualidade é facilmente manobrável.
A nossa luta pelo esclarecimento do "escândalo do Brasileirão 2013" continua.
Nós recebemos dois links que direcionam para programas esportivos que trataram do ridículo pedido de desculpas do senhor Ilídio Lico protagonizado na sede do Fluminense Futebol Clube.
Um programa é da SPORTV e outro da ESPN.
Assistimos os programas e optamos por não comentá-los nesse artigo, embora a vontade inicial tenha sido essa. 
Optamos por publicar os links e solicitar aos nossos leitores que assistam os programas e emitam suas opiniões, antes de emitirmos as nossas.
Prestem atenção nos argumentos apresentados, nas omissões de fatos, na repetição de desculpas, no cenário e nas imagens contidas nos sites.
É preciso ter olhos de lince nesse "jogo de 7 erros".
Por favor, assistam e comparem os programas.
- ESPN (Link).
- SPORTV (Link).
Façam seus comentários.
Oportunamente, comentaremos.
Aproveitamos a oportunidade para recomendarmos a leitura do artigo "O vinho e a bravata" de Felipe Fleury, publicado no site Panorama Tricolor (Link), que trata do assunto comentado nos programas.

Juntos Somos Fortes!

6 comentários:

  1. coronel,meu comentario nao tem a ver com esse assunto, mas é uma indagaçao que nao sei se o senhor tem ciencia,ontem recebi um video pelo wathsapp de um capitao e um cabo pm que são deputados e conseguiram aprovaçao na justiça do trabalho a regualamentaçao da carga horaria dos bms e pms de todo o brasil pra 120 horas mensais, sendo assim como eles nao explicaram mais sobre o assunto, o que falta agora pra sair do papel e se tornar realidade? eu nao sei qual é o trâmite final pra se tornar realidade. abraços

    ResponderExcluir
  2. Está claro, por tudo que vi em diferentes blogs tricolores e redes sociais, que nós tricolores NÃO CONCORDAMOS com a decisão da diretoria tricolor de retirar a ação que foi impetrada contra o Ilídio Lico.
    Alguém aí conhece algum meio de recolhermos rapidamente assinaturas para encaminhar ao Peter, expressando nossa insatisfação com isso?
    Sim, um abaixo-assinado que represente o torcedor tricolor.
    Esse lobisomem é peça chave nesse quebra-cabeças e precisa estar sob pressão sim!
    Que p dinheiro obtido vá para uma campanha beneficente. Ou mesmo seja devolvido à ele ao final, se ajudar...
    Quem sabe fazer isso? Quem pode liderar isso?

    ResponderExcluir
  3. Uma diferença abissal entre os dois programas esportivos: a ESPN continua com a sua dubiedade, e tendenciosa a ponto de continuar acusando a UNIMED e o Fluminense embora de forma velada; o SPORTV, através do Rizeck e comentaristas, fazendo praticamente um "mea culpa" e incluindo o que até então não se falava - a omissão da imprensa sobre a escalação do A. Santos pelo clube de regatas.

    ResponderExcluir
  4. Samuel contra o Bahia8 de outubro de 2015 15:36

    Coronel Paúl,

    O candidato à presidência do CRF e vice de futebol em 2013, Wallin Vasconcelos, confessou que o clube de remo escalou o André Santos por um erro do seu departamento jurídico.

    http://netflu.com.br/ex-diretor-do-flamengo-explica-polemica-com-andre-santos-em-2013/

    Tanto é verdade que o André Santos deu uma entrevista para a PUC/TV-TV Aparecida dizendo que sabia da informação pela imprensa de que deveria cumprir suspensão, mas mesmo assim mandaram ele jogar.

    https://www.youtube.com/watch?v=LTembrNzE1o

    O texto “O vinho e a bravata” de Felipe Fleury esclarece que o maior beneficiado com o pedido de desculpas do Ilídio Lico foi ........... o clube da Gávea, já que a sequência do processo acabaria revelando provas contra a urubulândia,

    http://www.panoramatricolor.com.br/o-vinho-e-a-bravata-por-felipe-fleury/

    Foi um erro o Fluminense ter aceitado o pedido de desculpas do Ilídio Lico. Era uma bela oportunidade de trazer fatos novos e uma boa investigação, já que a imprensa não tem feito esse papel, só o de blindagem do clube da praia do Pinto.

    Não sei se o MP/SP está fazendo uma boa investigação. Deveria, até porque a operação Lava-Jato e o julgamento do TCU estão nos mostrando que a lei vale para todos.

    ResponderExcluir
  5. Acho a imprensa o quinto poder. Colocaria as grandes empresas como o primeiro.
    Alexandre, concordo com você. O Rizek inclusive já chamou o tratamento que essa parte da imprensa vem dando ao caso de "campanha de desinformação".

    ResponderExcluir
  6. Segue o brilhante texto do Felipe Fleury, do "Panorama Tricolor":
    http://www.panoramatricolor.com.br/o-vinho-e-a-bravata-por-felipe-fleury/

    Nos comentários, alguém se pergunta quanto à ação contra o Peninha. O que o FFC fará se o tal sujeito resolver pedir desculpas?

    Que eu saiba, na esfera criminal, processos de calúnia são engavetados caso haja retratação pública, correto, Coronel? Calúnia seria o caso do Lico, mas, e quanto ao Peninha? Injúria, meramente?

    Algum leitor que seja jurista poderia nos esclarecer?

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.