BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

sábado, 31 de outubro de 2015

ÓTIMA NOTÍCIA! PGR QUER INVESTIGAR SÉRGIO CABRAL E PEZÃO

Uma ótima notícia! 



 "Jornal O Dia 
29/10/2015 23:44:43 - Atualizada às 30/10/2015 00:45:24 
Procuradoria Geral da República quer investigação contra Cabral e Pezão
Caberá ao Superior Tribunal de Justiça bater o martelo sobre o arquivamento ou continuidade da apuração 
Rio - Em oposição à decisão da Polícia Federal, a Procuradoria-Geral da República (PGR) defendeu nesta quinta-feira a investigação sobre o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e seu antecessor, Sérgio Cabral (PMDB), no âmbito da Operação Lava-Jato. No mês passado, a Polícia Federal concluiu inquérito sobre o caso e pediu o arquivamento. Caberá ao ministro Luís Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), bater o martelo sobre o arquivamento ou continuidade das investigações (Leia mais)." 

Juntos Somos Fortes!

MORTE DE TORCEDOR NA ARENA PALMEIRAS DEVE SER INVESTIGADA


Prezados leitores, caso ainda exista alguém com dúvida sobre a necessidade de ser investigado se o atendimento médico foi adequado na Arena Palmeiras, sugerimos a leitura do artigo publicado pelo Rodrigo Barros no seu site, ele esteve presente ao jogo.
"O meu prazer agora é risco de vida"
Acessem o link e leiam o artigo:


Existe uma fundada suspeita de que o atendimento médico demorou, como consta no artigo citado.
Reforça essa possibilidade o fato dos torcedores vaiarem o atendimento dos Bombeiros Militares como comprova o vídeo publicado no site do Globo Esporte.


Vaiar Bombeiros não é um comportamento normal da população, que tem os Bombeiros como heróis.
A grande verdade é que não devemos acusar ninguém, mas devemos cobrar uma investigação rigorosa.
Nesse sentido solicitamos que os torcedores que tenham filmado o atendimento que encaminhem vídeos para o Ministério Público ou encaminhem para o blog e nós faremos o encaminhamento:

pauloticardopaul@gmail.com

Além disso, quem presenciou os fatos e quiser colaborar, basta nois encaminhar, nós reuniremos todo material e encaminharemos ao Ministério Público.

Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

FUTEBOL: OS ERROS DE ARBITRAGEM E O USO DA TECNOLOGIA


Prezados leitores, o Fluminense foi eliminado na Copa do Brasil não por ter sido inferior ao seu adversário nos dois jogos, mas em virtude de erros de arbitragens nos dois jogos.
O Fluminense também já foi beneficiado por erros de arbitragens.
Se nós fizermos um levantamento dos erros de arbitragem no Brasileirão e na Copa do Brasil, provavelmente constataremos que quase todos os clubes já foram beneficiados e prejudicados.
Tal realidade nos leva a uma triste constatação: os erros de arbitragem estão decidindo jogos e campeonatos.
Isso não é novidade, isso é fato, mas a diferença é que hoje temos um antídoto para matar esse mal que afronta o espírito esportivo: a tecnologia.
Caso a tecnologia estivesse sendo empregada nos jogos entre Palmeiras e Fluminense, a final seria entre Santos e Fluminense.
Isso significa que o Fluminense perdeu muito dinheiro e que a presença do Palmeiras na final viola os valores que devem reger o esporte.
Não venceu o melhor, venceu o que foi beneficiado pelos erros de arbitragem.
Vamos por um ponto final nesse problema.
Os torcedores precisam cobrar que a tecnologia seja empregada a partir de 2016.
As arbitragens não podem decidir jogos, como está acontecendo com muita frequência.
Só quem gosta do "roubado é mais gostoso" não quer o uso da tecnologia.

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

TORCEDOR DO FLUMINENSE MORRE NA ARENA. ALEGAÇÃO DE NEGLIGÊNCIA


Prezados leitores, os nossos sentimentos aos familiares e amigos do torcedor do Fluminense, senhor Flávio Gusmão de Figueiredo Mendes. 
Torcedores presentes alegam demora excessiva no socorro. 
Se isso for comprovado, estádio deve ser interditado.

"Site do Globo Esporte
29/10/2015 19h50 - Atualizado em 29/10/2015 22h09 
Tricolor morre após infarto na Arena; torcedores reclamam de negligência
Torcedor passou mal após a eliminação do Fluminense para o Palmeiras na Copa do Brasil. Tricolores presentes relatam demora exagerada na chegada do atendimento 
Um torcedor do Fluminense morreu ao sofrer um infarto logo após a decisão por pênaltis contra o Palmeiras, na noite da última quarta-feira, na Arena Palmeiras. Flávio Gusmão de Figueiredo Mendes tinha 51 anos, morava no Rio de Janeiro e viajou a São Paulo para assistir ao confronto, que terminou com classificação paulista. Torcedores tricolores que estavam no estádio reclamaram de lentidão no atendimento ao torcedor (Assistam o vídeo).

Juntos Somos Fortes!

FLUMINENSE PREJUDICADO: ALGUNS ERROS DECISIVOS A FAVOR DO PALMEIRAS


Prezados leitores, as arbitragens no Brasil estão cada vez piores, isso é fato.
Em recente entrevista ao Site Sportist Page (Link) afirmamos que os erros são tantos que não se pode alegar que as arbitragens queiram ajudar ou prejudicar determinado time, pois quase todos acabam sendo vítimas.
A tecnologia nos tem permitido constatar esses erros de forma cristalina, inclusive expondo ao ridículo alguns comentaristas de arbitragens que insistem em negar a verdade que as câmeras exibem.
Nós somos favoráveis ao uso da tecnologia nos jogos de futebol como ocorre em alguns esportes com pleno sucesso.
Ontem, o Fluminense acabou sendo prejudicado no seu jogo com o Palmeiras, em face da ocorrência de erros de arbitragens, demonstraremos alguns.
Nos dedicaremos apenas aos erros relacionados com os tiros penais (Regra 14):

1) O segundo gol do Palmeiras.
A regra estabelece em um dos seus itens sobre o caso de invasão da grande área antes da bola entrar em jogo (ser chutada):

Um jogador da equipe defensora e um da equipe atacante infringem as Regras do jogo: 
tiro será repetido.


Exatamente o que aconteceu.

Acessem (Link) e parem aos 02:26 minutos. Congelem a imagem quando o batedor ainda está com a perna totalmente distendida para trás no movimento para chutar. Observarão jogadores do Fluminense e do Palmeiras já sobre a linha da grande área, inclusive o que fez o gol no rebote.
Obviamente, quando ele bateu na bola, os jogadores já tinham entrando mais na área.
Nesse vídeo o comentarista também coloca em dúvida a própria marcação do tiro penal, mas isso é discutível, pois não temos todos os ângulos para analisar.

2) Na disputa de tiros penais.

"O goleiro defensor: deverá permanecer sobre sua própria linha de meta, frente ao executor do tiro penal, entre os postes de meta até que a bola esteja em jogo."


A regra não permite em qualquer hipótese que o goleiro não fique sobre a linha, a regra não prevê nenhum passo para a frente, como querem criar alguns (Leiam uma interpretação a favor do passinho).

O goleiro do Palmeiras não respeitou a regra nos dois tiros penais desperdiçados pelo Fluminense.
Acessem (Link) e parem antes dos dois jogadores do Fluminense tocarem na bola e verão com clareza que o goleiro do Palmeiras descumpriu a regra.
Qual a sanção prevista na lei?

"O goleiro infringe as Regras de jogo: 
o árbitro permitirá que continue a jogada; 
se a bola entra na meta, se concederá um gol; 
se a bola não entra na meta, se repetirá o tiro."

Eis alguns erros da arbitragem que prejudicaram o Fluminense no jogo de ontem.



PS - Por favor, retornem ao lance do segundo gol do Palmeiras.
Observem que o goleiro do Fluminense também comete esse erro.
Avança e defende.
O árbitro deveria apitar e mandar voltar a cobrança.
Ele erra, deixa a jogada prosseguir, a bola fica dividida na pequena área e acaba indo para a esquerda, onde aparece o jogador do Palmeiras que faz o gol.

Juntos Somos Fortes!

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO" - CRIAÇÃO DE ASSOCIAÇÃO PARA COBRAR RESULTADO


Prezados leitores, diante da demora do Ministério Público de São Paulo de dar publicidade aos resultados obtidos no Inquérito Civil Público (ICP) que apurar os fatos relacionados com a última rodada do Brasileirão 2013, que terminou com a Portuguesa salvando o Flamengo do rebaixamento, em razão da escalação irregular do jogador Heverton, surgiu no Twitter a ideia de criarmos uma associação de torcedores para interagir com o Ministério Público.
O autor da proposta foi o amigo @RogrioBarbieri .
De imediato nós apoiamos a iniciativa, assim como, vários outros twitteiros, torcedores de diferentes times, o que é excelente pois caracteriza que é uma mobilização de torcedores (nós que pagamos todos os salários de quem vivem do futebol) para a moralização do futebol brasileiro.
O primeiro tema de luta é o Brasileirão 2013, mas podemos buscar soluções para todos os problemas do futebol brasileiro, sendo indispensável a organização e a determinação para promover as mudanças.
A ideia está sendo discutida no Twitter, estamos nos primeiros passos, os interessados podem fazer contato com o autor da proposta ( @RogrioBarbieri ).

Juntos Somos Fortes!

FLUMINENSE X PALMEIRAS: O RETRATO DA ARBITRAGEM NO BRASIL


Prezados leitores, os dois jogos pela Copa do Brasil reunindo os times do Palmeiras e do Fluminense foram emocionantes, mas de baixo nível técnico, uma decorrência natural de elencos repletos de carências, fato comum a quase todos os times atuais do Brasil.
Nem nos nossos piores pesadelos nos imaginamos que um dia o Fluminense teria a sua zaga formada por Wellington Silva, Gum, Marlom e Breno Lopes.
Além dessas constatações, o fator decisivo inegavelmente foi a arbitragem, isso nos dois jogos, o que demonstra o baixo nível da arbitragem nacional. 
Para não perdermos tempo discutindo lances que geram interpretações variadas, inclusive contrárias às regras, como as que ouvimos até dos comentaristas de arbitragens, citamos apenas o pífio acréscimo de 4 minutos dado pela arbitragem no segundo jogo, quando o time do Palmeiras ficou mais no chão do que em pé, durante o segundo tempo. Vale acrescentar que nem os 4 minutos a arbitragem respeitou, no momento que só existia um time em campo, pois o Palmeiras se arrastava.
Os erros de arbitragem tem decidido muitos jogos no Brasileirão e na Copa do Brasil, isso é péssimo, pois tira o brilho dos vitoriosos.
A expressão "roubado é mais gostoso" ofende aos valos éticos e morais que também devem existir no futebol, embora os próprios jogadores sejam os primeiros a violarem tais conceitos, sendo verdadeiros autores para simular faltas.
O nosso futebol anda muito parecido com a nossa política.
Infelizmente, para nós que somos tricolores, o Fluminense foi o prejudicado dessa vez, mas poderia ser o Palmeiras, pois as arbitragens erram de forma ampla, geral e irrestrita.
O fato marcante foi o esforço do jogador Fred, algo muito raro no futebol brasileiro atual.
Se ele faz o segundo gol no fim do jogo, jogando com uma perna só, mereceria uma estátua na sede do Fluminense.

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - O TIME DA PORTUGUESA CONCENTROU OU NÃO?


Prezados leitores, um dos mistérios que perduram sobre o que aconteceu na última rodada do Brasileirão 2013 é o fato do time da Portuguesa ter concentrado ou não antes do jogo contra o Grêmio, no dia 8 de dezembro de 2013.
Embora seja um fato fácil de ser comprovado com a exibição de documentos, isso não ocorreu até a presente data.
Nós já comentamos o assunto algumas vezes, hoje recebemos o seguinte comentário:


"Aldo Vianna
28 de outubro de 2015 15:07
Coronel Paúl, essa história de que houve concentração do time da Portuguesa antes do último jogo é a maior cascata
Teve um torcedor tricolor que ofereceu R$ 5.000,00 (e ainda oferece, tenho certeza) pra quem conseguir provar que a concentração realmente aconteceu. 
E mais: a Lusa devia salários e direitos de imagem aos jogadores. Imagine a situação: o clube devendo, mas gastando uma grana em hotel, alimentação, bebidas, etc. e os jogadores pensando: 
- Podiam economizar pra pagar nossos salários, mas vão gastar o que não têm pra juntar um monte de homem em um hotel, pra um jogo que não vale mais nada? 
Deixo de novo o desafio: Quem puder provar que houve concentração que envie para o Ministério Público de São Paulo os documentos originais. 
Fotos de jogador dentro de carro e quartos, que não permitem precisar a data, não valem. 
Também não valem montagens de imagens de relatórios, que qualquer um com um computador pode fazer. 
Tem de mandar pro MP/SP os documentos originais. Se eles existirem, estão na contabilidade do clube da Portuguesa." 

Juntos Somos Fortes!

RELIGIÃO E POLÍTICA - VENCENDO A CRISE

Prezados leitores, combatendo o estresse.


video


Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 27 de outubro de 2015

NÃO EXISTE RAZÃO PARA ESCREVER SOBRE SEGURANÇA PÚBLICA NO RIO DE JANEIRO


Prezados leitores, os temas relacionados com a segurança pública e com a política sempre motivaram a maioria dos nossos artigos.
O nosso objetivo sempre foi contribuir para a discussão e a análise dos temas que pudessem melhorar o país, sobretudo nas áreas abordadas.
Isso começou com o nosso primeiro blog em 2007 e durou até 2013, ano que introduzimos o tema futebol em razão do que aconteceu na última rodada daquele campeonato.
O futebol passou então a ser o tema principal, o que inclusive nos levou a escrever nosso quarto livro.
Apesar do sucesso no blog e no livro, nunca escondemos que o futebol é um tema temporário, que devemos abandonar logo após o fim das investigações do Ministério Público de São Paulo.
Nossa intenção é voltar aos nossos temas principais, mas reconhecemos que não estamos encontrando motivação para escrevermos sobre segurança pública diante do que está acontecendo no Rio de Janeiro.
Nós consideramos a situação um completo absurdo.
Não conseguimos aceitar que o atual Secretário de Segurança continue no exercício da função,  sendo um gestor de dinheiro público, quando é réu em processo no qual é acusado de improbidade administrativa e de superfaturamento de contratos.
Diante dessa realidade, o que vale discutir a adoção de mudanças no sistema policial, por exemplo, se os Policiais Militares do Rio de Janeiro são obrigados a conviver com tamanha violação dos valores éticos e morais.
Enquanto isso perdurar, nós vamos continuar escrevendo sobre futebol e voltaremos a escrever sobre política, não existe qualquer motivo para escrevermos sobre segurança pública.

Juntos Somos Fortes!

'O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2023 - "PORTUGUESA" INOCENTA "FLAMENGO"

Prezados leitores, enquanto aguardamos a solução do Inquérito Civil Público (ICP) instaurado no Ministério Público de São Paulo; aguardamos também o recebimento da intimação do Coronel PM Paúl relativa à interpelação judicial promovida pelo Clube de Regatas do Flamengo e seguimos elaborando a 2a edição do livro "O escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento"; estamos comentando novamente (usando outras fontes) alguns fatos relacionados com o escândalo, como fizemos no artigo anterior (Link).
Hoje comentaremos um trecho de um programa da Fox Sport no qual um jornalista afirma que na Portuguesa inocentam o Flamengo.
A alegação do jornalista foi usada por muitos torcedores do Flamengo ao longo da nossa mobilização (2013-2015) como sendo a prova definitiva de que ninguém ligado ao clube da Gávea poderia ter feito qualquer acordo com alguém da Portuguesa.
Por favor, assistam, o vídeo tem apenas 1:30 minutos.

 

Em apertada síntese, o jornalista informa que o jogador Heverton se concentrou antes do início do jogo do Flamengo, logo não foi alguém ligado ao Flamengo que promoveu um acordo para sua escalação.
Para analisar o comentário temos que primeiro aceitar algo que nunca foi provado: o fato da Portuguesa ter se concentrado.
Ao longo desse tempo ninguém apresentou qualquer prova sobre onde a Portuguesa se concentrou, sobre data e horário do início da concentração e nem sobre quais jogadores se concentraram para o jogo de domingo.
Vamos avançar aceitando que ocorreu a concentração, que ela começou antes do início do jogo do Flamengo e que Heverton se concentrou.
Se isso tudo for verdade o que primeiro nos chama atenção é a possibilidade do duplo erro, embora remotíssimas sejam suas chances percentuais, tendo em vista que não existe dúvida que o Flamengo cometeu um erro de avaliação e escalou irregularmente André Santos, Nesse caso a Portuguesa poderia ter errado por desconhecer que Heverton tivesse sido suspenso.
Tal possibilidade foi destruída nas entrevistas do Promotor Roberto Senise Lisboa, encarregado pelo ICP, o qual deixou claro que existem robustos indícios de que alguém da Portuguesa levou vantagem para que Heverton fosse escalado irregularmente.
Vencida essa etapa, vale lembrar algo óbvio, ou seja, que para que alguém ligado a algum clube que lutava contra o rebaixamento tivesse a ideia de fazer um acordo com a Portuguesa, tinha que ter o prévio conhecimento de que Heverton tinha sido julgado e suspenso.
As impossibilidades de Heverton (Portuguesa) e de André Santos (Flamengo) enfrentarem o Grêmio (domingo) e o Cruzeiro (sábado) se tornaram realidade no final da tarde de sexta-feira, dia 6 de dezembro de 2013.
Portanto, não se pode falar em acordo antes do final da tarde do dia 6 de dezembro.
O Flamengo jogou no dia 7 de dezembro de 2013 e escalou irregularmente André Santos.
A imprensa silenciou sobre essa irregularidade do Flamengo até o dia 10 de dezembro de 2013.
A Portuguesa jogou no dia 8 de dezembro de 2013 e escalou Heverton irregularmente.
A imprensa também silenciou sobre essa irregularidade da Portuguesa até o dia 10 de dezembro de 2013.
Os outros clubes que lutavam contra o rebaixamento jogaram no dia 8 de dezembro de 2013.
Ainda considerando que Heverton estivesse concentrado antes do erro do Flamengo, não precisamos perder tempo diferenciando estar concentrado de estar escalado (titular ou reserva) para o jogo, algo que só acontece próximo ao horário do início das partidas.
Heverton poderia ter concentrado e não ser escalado para o jogo, isso é óbvio.
Se Heverton estivesse realmente concentrado, isso até facilitaria o acordo, alguém discorda?
Diante dessas informações, convidamos os nossos leitores (os que não leram nosso livro, pois quem leu sabe a resposta) para que façam uma pesquisa e tentem descobrir dentre os clubes que lutavam contra o rebaixamento (nesse caso incluindo o Flamengo que errou no sábado) qual tinha melhores condições na época de saber que Heverton estava suspenso e tentar o acordo?

Nós só queremos a verdade e apoiamos o Ministério Público de São Paulo.

Juntos Somos Fortes!




segunda-feira, 26 de outubro de 2015

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - UMA COISA MUITO ENGRAÇADA


Prezados leitores, o denominado "escândalo do Brasileirão 2013" não tem nada de engraçado, muito pelo contrário, mas nós optamos pelo termo para compor o título desse artigo, tendo em vista que consideramos que beira o hilário o resultado da comparação entre dois fatos: 
- Os julgamentos da Portuguesa e do Flamengo no STJD, realizados no dia 16 de dezembro de 2013.
- O trecho de uma parte de um programa da ESPN contido em um vídeo do youtube.
O próprio Site da ESPN (Link) publicou os julgamentos minuto a minuto naquele dia 16.
Basta acessar o link para constatar que de acordo com o site, o julgamento da Portuguesa começou às 17:02 horas e terminou às 18:50 horas. Por sua vez, o julgamento do Flamengo começou às 19:22 horas e terminou às 20:57 horas.
O intervalo entre o término julgamento da Portuguesa e o início do julgamento do Flamengo foi da ordem de 30 minutos.
Nós solicitamos que guardem esse dado e que assistam o trecho do programa da ESPN acessando o link que iremos disponibilizar nesse artigo.
Pedimos aos nossos pacientes leitores que procurem confirmar, mas pelas falas, tudo indica que o programa foi ao ar no dia dos julgamentos (dia 16), embora a postagem do vídeo tenha ocorrido no dia 19.
Solicitamos que prestem muita atenção no início do vídeo, quando o apresentador informa o resultado do julgamento da Portuguesa e afirma há quanto tempo ele tinha ocorrido.
Parem a exibição logo após essa fala:
"Há mais ou menos uma hora e meia, duas horas, a decisão, uma decisão unânime, a Portuguesa rebaixada, punida, Fluminense permanece na primeira divisão..."
Acessem o link:
Se nós juntarmos as informações, concluímos que enquanto o apresentador dava a notícia, o Flamengo já estava sendo julgado ou o julgamento do Flamengo já tinha terminado.
O trecho do vídeo tem 8:42 minutos e não se fala nada sobre o Flamengo.
Por favor, assistam até o final.
O que era imperioso, pois caso o Flamengo fosse punido, à punição imposta à Portuguesa salvaria (como salvou) o Flamengo e não o Fluminense.
Será que os renomados e experientes jornalistas desconheciam os fatos?
Não sabiam que o Flamengo também, estava sendo julgado?
Não sabiam que se o Flamengo fosse punido, ele só não iria cair em função da Portuguesa ter sido também punida?
Se sabiam o que os motivou a se apressaram para associar o rebaixamento da Portuguesa à permanência do Fluminense na série A?

Juntos Somos Fortes!

sábado, 24 de outubro de 2015

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - O ÁUDIO


Prezados leitores, nós temos sido instados sobre mensagens que circulam no twitter sobre a existência de um áudio sobre o que denominamos "o escândalo do Brasileirão 2013" e temos respondido aos que têm nos perguntado que não considerem a possibilidade.
O nosso interesse é que a verdade apareça e o mais rápido possível, considerando que estamos para completar dois anos dos acontecimentos.
Apesar do nosso posicionamento, vamos publicar nos próximos dias um artigo sobre o tema (o áudio) com o objetivo de por um fim nessa discussão que nos parece estéril.

Juntos Somos Fortes!


sexta-feira, 23 de outubro de 2015

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - NÃO VAI ACABAR EM PIZZA, PODEM APOSTAR


Prezados leitores, o povo brasileiro está acostumado com a impunidade, uma realidade que está sendo confrontada pelos resultados da Operação Lava-Jato, onde a obstinação de Policiais Federais e do excelentíssimo juiz Sérgio Moro são os principais fatores para a punição dos responsáveis.
A Lava-Jato não acabará com a impunidade, mas essa deixou de ser ampla, geral e irrestrita para os poderosos políticos e seus amigos empresários, como era antes.
No Rio de Janeiro, o escândalo envolvendo os contratos superfaturados de compra e de manutenção de viaturas da PM, transformou em réus o atual Secretário de Segurança Pública, o ex-Chefe da Casa Civil, um Coronel PM e alguns empresários.
São sinais que demonstram que quando existe a determinação pela produção da justiça, a impunidade não prospera.
No caso do "escândalo do Brasileirão 2013" a impunidade não vencerá e para isso basta que a torcida do Fluminense (e de outros clubes que não temem a verdade) seja obstinada na cobrança dos resultados das investigações que estão sendo ultimadas pelo GAECO do Ministério Público do Estado de São Paulo.
O momento é de cobrar a divulgação do que foi apurado em sua totalidade, pois já foi divulgado que alguém da Portuguesa levou vantagem para escalar irregularmente o jogador Heverton, isso no domingo, dia 8 de dezembro de 2013, fato que acabou determinando que o Flamengo não fosse rebaixado para a Série B, como comprova a classificação oficial do campeonato.
Além desse aspecto, a omissão de alguns órgãos da imprensa sobre a escalação irregular do jogador André Santos pelo Flamengo, isso no sábado, dia 7 de dezembro de 2013, também está devidamente comprovada com a análise do próprio noticiário.
"O escândalo do Brasileirão 2013" não vai acabar em pizza.
Nós estamos obstinados para cobrar que tudo seja esclarecido e para que as punições sejam exemplares, doa a quem doer,
Você, torcedor que quer a verdade, encaminhe e-mail para o Ministério Público de São Paulo solicitando informações sobre o Inquérito Civil Público número 14.161.1/14: 

FernandaMarassi@mpsp.mp.br

O MP sempre responde com cortesia e com brevidade.

Juntos Somos Fortes!

POLÍCIAS MILITARES REALIZANDO O CICLO COMPLETO


Prezados leitores, recebemos o link de um áudio no qual são feitos comentários sobre a realização do ciclo completo pelas Polícias Militares.

Link: 

Nós recomendamos que ouçam e que comentem. 

Juntos Somos Fortes!

LIVRO "O FLUMINENSE QUE EU VIVI" - LANÇAMENTO

Paulo Roberto Andel

Lúcio Bairral

Prezados leitores, ontem comparecemos ao lançamento do livro "O Fluminense que eu vivi" de autoria do amigo Paulo Roberto Andel.
No local tivemos o prazer de encontrar ilustres tricolores que prestigiaram o evento.
Momentos inesquecíveis, vividos em uma galeria do bairro de Botafogo.
Aproveitamos e compramos dois outros livros:

1) 2014 - O espírito da Copa 
Paulo Roberto Andel
Zeh Augusto Catalano
João Marcelo Garcez

2) De Oswaldo Gomes a Fred
Lúcio Bairral
Rodrigo Barros

Os interessados em adquirir os livros devem acessar o link do Panorama Tricolor:

Saudações tricolores!

Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

A VIOLÊNCIA NO RIO DE JANEIRO E O EMPREGO DO EFETIVO POLICIAL


Prezados leitores, convidamos para uma rápida análise sobre aplicação dos recursos humanos da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, objetivando fornecer um subsídio para que possam avaliar e concluir com maior propriedade sobre a violência que está presente em todos os lugares.
O site oficial das UPPs revela que existem 38 Unidades de Polícia Pacificadora instaladas.
Indicam ainda que a extensão do território fluminense abrangida pelo programa é de 9.446.047 quilômetros quadrados, que o programa alcança 1.500.000 habitantes e emprega 9.543 Policiais Militares (Link).
No intuito de estabelecermos comparações, acessamos o site do IBGE (Link) onde consta que a população estimada do Rio de Janeiro em 2015 é de 16.550.024 habitantes, que a área territorial é de 43.777.954 quilômetros quadrados.
O cruzamento dos dados revela que o programa das UPPs alcança menos de 10% da população fluminense e que  menos de 22% do território estadual.
O que nos leva a concluir que a Polícia Militar emprega 9.543 Policiais Militares para atender menos de 10% da população e aplicado em menos de 22% do território fluminense.
A Secretaria de Segurança Pública tem divulgado que pretende que o efetivo da PMERJ seja de 60.000 em 2016, quando se realizarão as Olimpíadas.
Diante dessa informação vamos arbitrar o efetivo atual como da ordem de 47.000 Policiais Militares, isso com base em uma matéria jornalística (dado não oficial).
Máquina de calcular na mão e constatamos que a Polícia Militar emprega 20% do seu efetivo para atender menos de 10% da população.
Pensem sobre esses dados e tirem suas conclusões se pode existir alguma relação entre a violência que estamos vivenciando e o emprego do efetivo da Polícia Militar.

Juntos Somos Fortes!

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - INVESTIGAÇÃO NA RETA FINAL


Prezados leitores, o Promotor Roberto Senise Lisboa, responsável pelo Inquérito Civil Público (ICP) que está apurando os fatos relacionados com o rebaixamento da Portuguesa, anunciou publicamente que até o final desse ano ou no início do próximo, serão anunciados os resultados das investigações.
A torcida do Fluminense que sempre cobrou a apuração dos fatos está ansiosa para saber o que foi apurado e, caso tenham sido identificados os culpados por algum acordo, para saber as punições que serão aplicadas.
O que nós tricolores denominamos como "o escândalo do Brasileirão 2013" não ficará sem resposta e não cairá no esquecimento.
É uma questão de honra.



O Fluminense foi acusado indevidamente por parte da imprensa e os seus torcedores foram alvo de chacotas, queremos que os responsáveis sejam devidamente penalizados.
Esperamos que os torcedores de todos os outros clubes do Brasil também estejam imbuídos desse interesse e nos ajudem na cobrança dos resultados.
Quase dois anos se passaram desde a instauração do ICP, tempo mais que suficiente para a promoção das oitivas, das acareações, das quebras de sigilo e de outras providências julgadas necessárias pelo Ministério Público de São Paulo.
A investigação está na reta final e a torcida do Fluminense está na primeira fila aguardando a divulgação dos resultados.

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 20 de outubro de 2015

LIVRO "O FLUMINENSE QUE EU VIVI" - LANÇAMENTO - DIA 22

Prezados leitores, não percam o lançamento (dia 22) do livro "O Fluminense que eu vivi" do autor Paulo Roberto Andel.




Juntos Somos Fortes!

sábado, 17 de outubro de 2015

LIVRO APONTA AS RAZÕES DO FRACASSO DAS UPPS



Prezados leitores, informamos que ainda temos alguns exemplares do livro "UPP - Uma farsa eleitoral".
Os interessados devem encaminhar e-mail para: 
pauloricardopaul@gmail.com

Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

CASO BELTRAME: DENÚNCIAS AUMENTAM

Prezados leitores, nós explicamos em artigo anterior as razões de não estarmos tratando do fato do Secretário Beltrame ser réu acusado de improbidade administrativa e superfaturamento de contratos (Link) .
Infelizmente, novas notícias estão surgindo sobre o Secretário Beltrame na Revista Veja e temos o dever de atualizar nossos leitores.



"Revista Veja
Blog do Felipe Moura Brasil
Quem cai primeiro: Dilma, Cunha ou… Beltrame?
Secretário que afastava policiais suspeitos não vai se afastar agora que é réu?
As negociações entre Dilma Rousseff e Eduardo Cunha para um socorro recíproco são o foco do debate público nacional neste momento.
Sorte da imprensa do Rio de Janeiro, que durante anos exaltou, bajulou e até premiou José Mariano Beltrame, prestando-lhe ainda serviços voluntários de maquiagem de dados criminais do estado.
Este blog nunca cedeu aos seus supostos encantos, muito menos ao marketing da “pacificação”.
O primeiro Secretário de (In)Segurança Pública a afastar oficiais suspeitos de qualquer irregularidade agora é réu no escândalo das viaturas superfaturadas: uma ação de improbidade administrativa na qual o Ministério Público pede a devolução de quase 135 milhões de reais aos cofres públicos.
Para quem tratou como bandidos uma porção de delegados, coronéis e outros policiais que, na Justiça, acabaram absolvidos, não seria o caso de afastar a si próprio também?
Onde está a coerência?
Este blog ainda apurou uma teia estarrecedora de coincidências em torno do caso.
Beltrame assinou dois contratos milionários de aquisição e manutenção de viaturas da PM, sendo que o segundo fez o Estado pagar 3.300 reais por mês pela manutenção de cada carro.
Depois, a Casa Civil assumiu o contrato, que dobrou então de valor e chegou a meio bilhão de reais.
Quem passou a assinar pelo estado foi Regis Fichtner, ex-braço direito do ex-governador Sérgio Cabral, que assumiu o lugar de Rosinha Garotinho em 2007. Coincidentemente, o advogado (caríssimo) de Beltrame é José Antônio Fichtner, irmão e advogado de Regis em outro processo também referente à compra de viaturas da PM.
Quanto Beltrame deve estar pagando a José Antônio para defendê-lo?
A mulher de Beltrame
Para completar, Rita de Cássia Paes Beltrame, mulher do secretário, era professora de Educação Física com duas matrículas na rede estadual, que somadas resultam hoje em pouco mais de 4 mil reais mensais de remuneração (valor que devia ser ainda menor quando ela só tinha esses cargos).
Depois de casar com Beltrame, no entanto, Rita ganhou um cargo comissionado no governo Cabral, no qual seu marido já era o secretário de Segurança Pública. Remuneração mensal (atualizada): 10 mil reais.
Secretaria: a Casa Civil de Regis Fichtner, claro, onde ela passou a ganhar mais que o dobro, portanto, do que ganhava antes.
Rita Beltrame continua lotada lá durante o governo de Luiz Fernando Pezão, embora em tese trabalhe na Secretaria de Esportes, cujo secretário é… Marco Antonio Cabral, filho do ex-governador.
E o mais curioso: continua recebendo os outros dois contra-cheques como professora também.
É o que mostra o site governamental de consulta às remunerações, onde o nome de Rita aparece como “servidor ativo” nos três cargos (Link)."

Juntos Somos Fortes!

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - AUXILIANDO UM RUBRO-NEGRO


Prezados leitores, nós decidimos e estamos cumprindo que não publicaremos mais comentários que não apresentassem fatos novos, evitando assim a perda de tempo com temas já discutidos e ultrapassados que construíam teorias conspiratórias contra o Fluminense ou favoráveis ao Flamengo.
Apesar do nosso aviso alguns continuam insistindo e reclamam que não publicamos os comentários.
Fica difícil.
Para auxiliar um comentarista que torce pelo Flamengo e que insiste em um tema, nós aconselhamos que verifique no noticiário quando o jogador Heverton foi suspenso.
Isso facilitará o seu entendimento sobre os fatos.
Aproveitamos para informar que ainda aguardamos a nossa intimação para responderemos (ou não) a interpelação judicial feita pelo Clube de Regatas do Flamengo.

Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

DELEGADO PF PROTÓGENES É EXPULSO DA POLÍCIA FEDERAL

Prezados leitores, a coisa está feia.



"Site G1 
14/10/2015 14h23 - Atualizado em 14/10/2015 14h27
Delegado Protógenes é exonerado da PF pelo Ministério da Justiça
Ele comandou Operação Satiagraha, que prendeu Daniel Dantas e Celso Pitta.
Em 2014, Protógenes foi condenado por violação de sigilo funcional no STF.
O governo federal exonerou o delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz que, em 2008, comandou a Operação Satiagraha, que prendeu o banqueiro Daniel Dantas e o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta, já falecido.
A exoneração de Protógenes foi assinada nesta terça-feira (13) pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e publicada na edição desta quarta (14) do "Diário Oficial da União". Na portaria, Cardozo justifica a demissão por "infrações disciplinares".
Em 2014, o agora ex-delegado foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por violação de sigilo funcional, em decorrência da Operação Satiagraha. À época, ele era deputado federal pelo PCdoB de São Paulo.
A operação que prendeu Daniel Dantas e Celso Pitta foi anulada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) por considerar que as provas obtidas se basearam em gravações telefônicas feitas ilegalmente (Link)." 

Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 13 de outubro de 2015

CASO BELTRAME: PRIMEIRO DIA ÚTIL, O QUE FARÃO OS CORONÉIS E DELEGADOS?


Prezados leitores, nós recebemos a seguinte mensagem no Twitter:

"blog sos policiais ‏@SOSPoliciaisRJ 2 h Há 2 horas @celprpaul @Wanderby Escândalo envolvendo Beltrame, primeiro dia útil, o que farão Delegados e Coronéis? Leia: http://www.sospoliciais.com/2015/10/caso-beltrame-primeiro-dia-util-o-que.html "

Reproduzimos o título do artigo do portal como título desse breve artigo para facilitar o entendimento. 

Nós escrevemos em artigo anterior que evitaríamos tratar do tema nesse espaço democrático e apresentamos as nossas razões (Link).

Como a mensagem em referência não trata do caso, mas sim de uma possível reação de Coronéis PM e de Delegados PC, nós consideramos que podemos emitir opinião:

- Os Coronéis PM e os Delegados PC não farão absolutamente nada!

Vamos aguardar.

Juntos Somos Fortes!

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - O MINISTÉRIO PÚBLICO VAI ACHAR OS CULPADOS


Prezados leitores, a população não tem o hábito de levar ao conhecimento do Ministério Público - o fiscal da lei -, as denúncias sobre fatos que considera ilegais.
Cabe destacar que a população também não tem o hábito de fazer denúncias junto aos órgãos correcionais.
O brasileiro parece não acreditar nos órgãos encarregados da fiscalização.
Nós achamos que os fiscais não fiscalizam como deveriam.
Nesse aspecto, a atuação do Tribunal de Contas da União no caso das denominadas "pedaladas fiscais" contribui para começar a reverter esse descrédito.
Nós temos uma experiência muito grande no tocante à apresentação de denúncias junto ao Ministério Público e aos órgãos correcionais.
A maioria das nossas denúncias não prosperou, verdade seja escrita, o que só ocorreu por deficiências na investigação desenvolvida.
Algumas avançaram, como o caso dos contratos casados de compra e de manutenção das viaturas da Polícia Militar, que transformou em réus pessoas consideradas blindadas.
Investigar com correção é a chave do sucesso para apurar uma denúncia.
No caso denominado "o escândalo do Brasileirão 2013", nós temos esperança que o Ministério Público de São Paulo consiga esclarecer vários aspectos e apurar responsabilidades.
Tanto acreditamos que encaminhamos uma denúncia e o primeiro exemplar do nosso livro.
A nossa esperança se baseia na possibilidade do desenvolvimento de uma investigação de boa qualidade feita através do GAECO.
Uma investigação que comece com as perguntas certas e para as pessoas certas.
Salvo melhor juízo, os primeiros a serem ouvidos deveriam ser os editores dos sites que noticiaram que o jogador André Santos não jogou e que não noticiaram que ele jogou irregularmente, o que colocou o Flamengo na condição de lutar contra o rebaixamento, como já explicamos centenas de vezes.
A ponta novelo parece ser a essa parte da imprensa, pois eles terão que explicar o inexplicável.
A seguir deveriam ser ouvidos todos os jornalistas ou não que publicamente deram demonstrações de conhecer algo sobre os fatos, como comentamos no livro.
O jornalista Felipe Andreoli precisa ser ouvido, ele foi muito claro na sua entrevista.
Caso o Inquérito Civil Público seja encerrado sem a oitiva desses personagens, ele estará incompleto e poderá não produzir os necessários esclarecimentos sobre o que ocorreu na última rodada do Brasileirão 2013, frustando toda a torcida brasileira ou quase toda, pois quem tem culpa quer que não dê em nada, isso é claro.
Por derradeiro, não podemos esquecer que:
1) O Flamengo foi o clube que deixou de ser rebaixado em razão da punição imposta à Portuguesa em virtude da escalação irregular do jogador Heverton. Os fatos, esses chatos.
2) O promotor Senise já declarou que existem indícios de que alguém da Portuguesa levou vantagem para escalar irregularmente Heverton. Um promotor de justiça não inventaria esse fato. Tal declaração acabou com a possibilidade da coincidência do duplo erro nas escalações irregulares (Flamengo e Portuguesa). 
3) A existência de alguém que recebeu uma vantagem pressupõe que exista alguém que deu tal vantagem.
4) Quem deu pode ser ligado a um dos clubes envolvidos na luta contra o rebaixamento, ligado a um patrocinador ou ligado a uma organização jornalística, citando três possibilidades.

Nós confiamos no MP de SP.

Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

"O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013" - INVESTIGAÇÕES CONTINUAM, AVISA PROMOTOR


Prezados leitores, a ida do senhor Ilídio Lico ao Ministério Público e à sede do Fluminense para pedir desculpas sobre as acusações infundadas não deve surtir qualquer efeito.
Ele sempre poderá colocar a culpa no vinho forte.
O Fluminense e a Unimed têm o dever de manterem os processos contra ele, isso em respeito ao clube e à corporação da área de saúde.
O promotor responsável pelo ICP, Dr Roberto Senise, disse que as investigações continuam, mas que não existem novidades, o que nos faz depreender que ainda não chegaram a "quem" deu vantagem para "alguém" da Portuguesa para escalar Heverton. 

"Jornal Extra
07/10/15 05:00 
Mesmo com recuo de ex-presidente da Lusa, promotor garante prosseguimento da investigação do ‘caso Héverton’
Leonardo Barros 
Depois de acusar o Fluminense de ter participação no "caso Héverton', Ilídio Lico, ex-presidente da Portuguesa, pediu desculpas ao presidente do Tricolor, Peter Siemsen, e ao vice de futebol Mário Bittencourt, que aceitaram retirar a ação por danos morais contra ele. Porém, o acerto, realizado na terça-feira nas Laranjeiras, não encerrou a novela que o problema se tornou.
Dias antes de resolver pedir desculpas para os dirigentes do clube, Ilídio esteve no Ministério Público de São Paulo — que investiga possíveis irregularidades no “caso Héverton” — para afirmar que não tinha provas contra o Fluminense. Porém, isso não vai afetar o trabalho que apura o caso. — O fato de ele ter ido ao Ministério Público para falar que não tem provas não muda nada nas investigações — disse o o promotor do caso, Roberto Senise: — Não há novidade para ser divulgada, mas a investigação continua (Fonte)." 

Juntos Somos Fortes!

sábado, 10 de outubro de 2015

O CORONEL PM PAÚL, O ADVOGADO CARLOS AZEREDO E O ESCÂNDALO DAS VIATURAS DA PM


Prezados leitores, o organizador desse espaço democrático (Coronel PM Reformado Paulo Ricardo Paúl) deu início às investigações sobre o primeiro contrato casado de compra e manutenção das viaturas da Polícia Militar, apresentando denúncia formal junto ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.
Um Inquérito Civil Público foi instaurado, sendo o Coronel PM Ref Paúl ouvido nos autos.
O advogado Carlos Azeredo entrou com uma Ação Popular com relação ao segundo contrato (Link), sendo o Coronel PM Ref Paúl ouvido novamente.
O ICP e a AP foram unidas em um processo e o Ministério Público apresentou denúncia contra vários envolvidos, entre eles o Secretário de Segurança Pública José Mariano Beltrame.
O Poder Judiciário recepcionou a denúncia o que transformou os envolvidos em réus.
Diante da gravidade dos fatos e da possibilidade de ser ouvido, novamente, o organizador resolveu que não tratará do assunto no blog, embora o tema tenha sido abordado em dezenas de artigos anteriores.
A matéria publicada pelo jornal O Globo informa a situação atual dos fatos (Link).
A única opinião que faz questão de registar é que considera indispensável o afastamento de todos os réus dos cargos públicos que ocupam atualmente (inclusive o Secretário de Segurança), considerando que as acusações são de improbidade administrativa e superfaturamento de contratos. Portanto, não faz sentido que os réus continuem gerindo dinheiro público, o nosso dinheiro, até que o processo tramite em julgado. Caso sejam inocentes, podem retornar a gerir, caso sejam considerados culpados, que recebam as sanções que a legislação determina.
No intuito de informar melhor os leitores de primeira hora sobre o tema, estamos reproduzindo a publicação feita no Facebook pela jornalista Cláudia Freitas, na qual existem links que direcionam para matérias publicadas no Jornal do Brasil (2014) sobre esse escândalo.
A leitura permitirá a melhor compreensão sobre a evolução e a gravidade dos fatos.

"Cláudia Freitas
No ano passado, o JB colocou no ar uma sequência de reportagens com denúncias de suspeitas de envolvimento do próprio Secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, em contratos superfaturados em compra de viaturas e até blindados para a Copa do Mundo, que por sinal chegaram atrasados para o Mundial. O esquema tem a participação de outros nomes ligados à gestão estadual, na época, da alta cúpula do governo. Esta semana, a Revista Veja vem com os desdobramentos deste caso, destacando o indiciamento pelo TJ do secretário Beltrame. Agora é aguardar a decisão do Governo Pezão quanto qualquer possível mudança na Seseg.
Links das matérias:






Juntos Somos Fortes!

O ESCÂNDALO DO BRASILEIRÃO 2013 - ESCLARECIMENTOS


Prezados leitores, mais uma vez, esclarecemos que não iremos tratar de temas superados nesse espaço, sendo essa a razão de não estarmos publicando comentários que não contenham fatos novos e/ou que não tenham um mínimo de pertinência com o momento que vivenciamos.
Nós começamos a tratar do escândalo em dezembro de 2013, vale lembrar.
Inúmeras hipóteses foram analisadas exaustivamente, não faz sentido voltarmos ao passado.
O livro inclusive sintetiza grande parte do que foi discutido nesse blog.
Hoje a realidade é a seguinte:

1) O Ministério Público de São Paulo está com um ICP em curso. O promotor Roberto Senise Lisboa informou que o GAECO está auxiliando nas investigações e que espera até o final de 2015 ou no início de 2016 apresentar os resultados.
2) O promotor Roberto Senise Lisboa declarou publicamente que nos autos existem indícios de que alguém da Portuguesa levou vantagem para escalar Heverton. Inúmeras matérias foram publicadas pela imprensa contendo tal declaração. Portanto, uma ilegalidade já foi identificada, o que elimina a possibilidade de erro sem culpa, a possibilidade de uma mera coincidência.
3) Todos esperam que ao final do ICP esse "alguém" da Portuguesa seja identificado, assim como, quem ofereceu a vantagem.
4) Após a decisão do TAS, está sepultada definitivamente (não cabe mais recurso) a possibilidade de se dizer que a punição da Portuguesa salvou o Fluminense, pois basta consultar a tabela para verificar que a punição ao Flamengo salvou o Fluminense e a punição à Portuguesa salvou o Flamengo. Se a Portuguesa não fosse punida, o Flamengo seria rebaixado, ou seja, se Heverton não fosse escalado o Flamengo seria rebaixado. Eis a verdade dos fatos.
5) Por derradeiro, caso o MP identifique os culpados, falta definir quais serão as punições aplicadas nas esferas administrativa, cível e penal nos envolvidos.

Agradecemos a compreensão.

Juntos Somos Fortes!