BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

A CRISE NO RIO: A FORÇA DOS INATIVOS (APOSENTADOS) E DAS PENSIONISTAS



Prezados leitores, respeitando todas as opiniões contrárias, acreditamos que os inativos (aposentados) e as pensionistas possam ser o diferencial que está faltando para que possamos conquistar os nossos direitos.
É normal que quando se fale em inativos (aposentados) e pensionistas, logo venha na mente a ideia de pessoas com idade avançada e adoentadas, impossibilitadas de lutar por seus direitos nas ruas do Rio de Janeiro.
Isso é uma inverdade.
É verdade que muitos estão nessas condições e realmente não podem estar na linha de frente, mas temos uma quantidade maior que ainda reúne condições físicas para participar dos protestos.
Aliás, isso tem acontecido, inativos (aposentados) e pensionistas têm protestado nas ruas.
O que falta é organização.
Os inativos (aposentados) e as pensionistas devem procurar as associações e os sindicatos para buscar formas de reunir esses dois grupos que estão sendo tão prejudicados pela crueldade do governo Pezão.
Os inativos (aposentados) podem promover mais protestos que os ativos.
As pensionistas também podem e caso avance a ideia da criação de uma associação, a força será muito maior.
Nesse momento de crise, não podemos esquecer que os atrasos nos pagamentos e a falta do pagamento do décimo-terceiro são fatores que estão dificultando a presença nos protestos, mas podemos diminuir esse aspecto negativo com relação aos inativos (aposentados) e pensionistas, organizando grupos e realizando protestos em locais mais próximos das suas residências.
Será que vários atos simultâneos em locais escolhidos criteriosamente, tendo como referência os bairros onde residem os mobilizados (isso para diminuir custos e o esforço físico), não terão maior repercussão que um grande ato?
Ninguém tem essa resposta, isso ainda não foi testado, mas é fato que os inativos (aposentados) e as pensionistas são uma força latente que precisa ser organizada para que possamos vencer e conquistar nossos direitos.

Juntos Somos Fortes!

Um comentário:

  1. quem vai prestar atenção nos inativos, basta entrar em uma opm do estado que vc. ve o descaso isso sem depender de qualquer coisa se precisar de qualquer coisa até uma informação eles nunca sabem de nada e não conhecem ninguém, pois sua turma já não encontrará ninguém, pode ter talvez um QOA. que fingirá não lembrar de vc. opm. nem para buscar cesta basica.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.