BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

PEZÃO VAI INSISTIR QUE PAGUEMOS A CONTA E A IMPRENSA ESTÁ APOIANDO

Aliados contra nós: Pezão e Meirelles


Prezados leitores, os governos Cabral e Pezão destruíram a economia do Rio de Janeiro e querem que os servidores, os militares (Bombeiros e Policiais Militares), inativos (aposentados) e pensionistas.
Como eles querem que paguemos?
Aumentando a nossa contribuição previdenciária, como temos publicado nesse espaço democrático desde que o "pacote de maldades" foi lançado.
O governo Pezão sempre teve com objetivo primordial esse aumento, o resto era apenas figuração.
O pior é que parte da imprensa (Rede Globo) está insistindo que temos que fazer esse sacrifício.
Além disso, o governo federal e o STF também estarão apoiando Pezão, como sendo essa a única solução para regularizar os pagamentos.
A luta contra esse aumento será muito difícil e demorada.
É hora de nos ORGANIZARMOS e PLANEJARMOS nossos atos de protesto.
Hora de criar uma comissão organizadora dos atos com um representante de cada categoria profissional, eleito pelos seus companheiros,
Hora de dar um tempo nas pretensões políticas. O carro de som não pode ser um palanque político onde meia dúzia se revezam em falações. A regra deve ser subiu, falou e desceu
As pretensões políticas são um direito de todos, mas o momento é para deixá-las de lado.
Hora de parar com protestos NÃO PLANEJADOS nos quais os manifestantes nem sabem o que vai ocorrer e ficam sob um calor infernal nas ruas do Rio de Janeiro.
Hora de vencermos!

"Jornal Extra
12/01/17 05:00 
Governo do Rio vai insistir em cota extra para a Previdência sobre salário dos servidores 
Nelson Lima Neto 
Por exigência da União, o governador Luiz Fernando Pezão terá que reenviar um projeto de lei à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) que pretende restabelecer uma cota extra de contribuição à Previdência para os servidores estaduais. Além da elevação gradual do percentual fixo já recolhido hoje, de 11% para 14%, haverá um novo pedido de criação de uma contribuição extra — possivelmente de 6% — por um período determinado. Esta é uma das contrapartidas exigidas pelo governo federal para que seja feita uma reestruturação das dívidas do Rio com a União, de mais de R$ 20 bilhões. O acordo será anunciado oficialmente na próxima semana, segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (Fonte)". 

Juntos Somos Fortes!

3 comentários:

  1. Não pagaremos a conta da gang do guardanapo!
    Greve Geral é a nossa arma mais poderosa.
    Sem salário ninguém trabalha!

    ResponderExcluir
  2. Alexandre, eu DUVIDO. No RJ o povo malandro (servidores tb é povo) quer mais é que o mundo acabe em barranco pra ele morrer encostado. Falta aquilo roxo nos cariocas. São frouxos. Por isso Cabral e quadrilha fizeram e fazem o que fazem. Eu ouvi um monte de servidores comemorando "a salvação do RJ" com o acordo firmado. Sabemos que o acordo é para salvar o mandato do Pezão e evitar o governo federal ter que intervir, o que atrapalharia os planos do PMDB nacional. O povo tem o que merece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ouvi um monte falando o contrário... inclusive HOJE na UERJ...

      Excluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.