BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

sábado, 7 de janeiro de 2017

BRASIL: UM PAÍS DE CRIMINOSOS ?



Prezados leitores, a revelação em escala gigantesca dos crimes praticados por políticos, empresários e cúmplices contra o dinheiro público no fazem pensar o número de brasileiro que estão envolvidos em atividades criminosas.
Para conduzirmos o raciocínio e sem a pretensão de  esgotarmos a lista de todos os crimes mais praticados, listamos alguns deles, isso com a intenção de promover uma reflexão sobre o número de brasileiros que estão diretamente ligados à prática de crimes e o números daqueles que são beneficiados por eles, como os familiares dos criminosos, mas antes alertamos que sabidamente existe uma parcela da população que também tem essa vontade de "levar vantagem em tudo", mas que não tem oportunidade de exercer essa vontade.
Nós temos certeza que cada leitor lembrará de muitos crimes não relacionados.
Os crimes que citaremos são aqueles que são executados por quadrilhas, verdadeiras organizações criminosas.
Não obedecemos qualquer ordem (alfabética, importância, incidência, ...).
Eis a nossa breve lista:
- Corrupção política (Executivo e Legislativo).
- Corrupção no Poder Judiciário (venda de sentenças e de habeas corpus).
- Corrupção dos órgãos de fiscalização (Ministério Público, Tribunais de Contas, Corregedorias, ...).
- Desvios do dinheiro público nas suas mais variadas formas, sobretudo com obras, com serviços e compras superfaturadas.
- Tráfico de drogas ilícitas.
- Contrabando de armas e munições.
- Jogo dos bichos.
- Milícias que praticam uma série de crimes em comunidades.
- Roubo de veículos.
- Roubo de empresas transportadoras de cargas.
- Matadores de aluguel.
- Roubo de estabelecimentos financeiros (agências bancárias).
- Roubo de caixas eletrônicos em estabelecimentos comerciais.
- Roubo de insumos hospitalares.
- Desvio de material e de merenda escolar.
- Clonagem de cartões de crédito e de cartões de débito.
- Clinicas de aborto.
- Corrupção policial (Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Polícia Civil e Guardas Municipais ou Guardas Civis).
- Corrupção no sistema penitenciário.
- Tráfico de mulheres e de crianças.
- Colocação de próteses desnecessárias em pacientes.
- Fabricação de documentos falsos.
- Fraudes na divulgação das notícias pela imprensa para favorecer grupos criminosos.
- Roubos e furtos em residências.
A relação é imensa, mas resolvemos parar por aqui, acreditando que temos a quantidade necessária para que os nossos leitores possam fazer uma reflexão.
Considerando apenas esses crimes, qual será o número de brasileiros envolvidos direta ou indiretamente com a criminalidade?
Respeitando a sua opinião, apenas considerando essa lista restrita, concluímos que são milhões de brasileiros praticando crimes, desde os crimes violentos até os crimes de colarinho branco.
Diante dessa conclusão podemos depreender um número significativamente maior de beneficiários dessas atividades criminosas (familiares).
Como reverter esse quadro?
Será que a adoção da pena de morte ou de prisão perpétua inibiria os criminosos?
Por sua vez, quantas gerações serão necessárias para que uma educação de boa qualidade possa minimizar tal realidade?
É certo que a prática de crimes não é um fenômeno brasileiro, ela está espalhada pelo mundo em maior ou menor escala, mas estamos correndo o risco de nos tornarmos um país de criminosos.

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.